Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Reino monera

5,309 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Reino monera

  1. 1. Escola Estadual Polivalente de Alagoinhas Estagiária: Sheila Lorena Araujo Coelho Professora Regente: Celúcia Acácia Carvalho Santos Miranda Professora Orientadora: Cláudia Souza Disciplina- Biologia Turma: 91V5 Unidade II Plano Semanal 3 (100 minutos) Período: 27 de maio de 2010 Tema: Reino Monera. Sub-temas  Os Cinco Reinos; Os três domínios; Características gerais dos seres vivos que compõem o Reino Monera; Diversidade morfológica entre as bactérias; reprodução nos moneras; principais doenças provocadas por bactérias. Objetivos  Identificar e descrever os cinco Reinos;  Identificar a existência dos três domínios (Eukaria, Eubacteria e Archaea);  Analisar e descrever as características principais dos organismos que compõem o Reino Monera;  Identificar as diferenças entre bactérias gram-negativas e gram-positivas;  Analisar a reprodução nos moneras;  Caracterizar as principais doenças causadas por bactérias. Conteúdos Conceituais:  Conhecimento das principais características dos Moneras;  Identificação das diferenças entre bactérias gram-negativas e gram-positivas;  Análise do ciclo de vida dos seres do Reino Monera;  Caracterização das principais doenças causadas por Moneras; Conteúdos Procedimentais:  Construção e resolução do jogo “cruzadinha”  Elaboração de perguntas e respostas sobre o tema;  Resolução de perguntas elaboradas pelos colegas. Conteúdos Atitudinais  Validação da importância que as bactérias desempenham em nossa sociedade;  Procedimentos metodológicos:
  2. 2.  (Exposição participada, Demonstração didática com uso de quadro branco, Discussão)  Seqüência didática: Durante os primeiros 25 minutos será apresentado o conteúdo sobre o Reino Monera, de forma explanatória com esquema elaborado no quadro. Em seguida, durante uns 10 minutos, será explicado como se construir uma cruzadinha. Em seguida, a turma será dividida em grupos de cinco. Cada grupo deverá elaborar pelo livro didático, em 30 minutos, 11 perguntas em torno do termo chave “Reino Monera”. A partir disso, a cruzadinha será construída, em 15 minutos. Em seguida, haverá troca das cruzadinhas elaboradas entre os grupos. Cada grupo deverá tentar responder corretamente a cruzadinha do grupo que a elaborou, em 20 minutos. No final, as cruzadinhas retornarão para seus respectivos grupos que deverão corrigi-los, em 10 minutos. A cruzadinha melhor elaborada será aplicada na prova. Recursos:  Quadro;  Piloto;  Livro didático. Avaliação  Participativa através da construção da cruzadinha.  Cruzadinha: 1,0 pt Referências: LOPES, S. & ROSSO, S. 2005. Biologia. Vol. Único. São Paulo: Saraiva, 1º ed. TORTORA, G. J.; FUNKE, B. R.; CASE, C. L. Microbiologia. Porto Alegre: Artmed, 2000. Observação Pela ausência de tempo, não foi possível colocar em prática a construção de cruzadinha nesta aula, sendo que a atividade didática foi transferida para ser realizada na próxima aula.
  3. 3. Anexos ESQUEMA DE AULA OS CINCO REINOS - O ESTUDO DAS RELAÇÕES FILOGENÉTICAS  Os Cinco Reinos (Whittaker, 1969)  Monera - Procariotos  Protista ou Protoctista  Fungi Eucariotos  Plantae  Animallia  Os Três Domínios (Carl R. Woese, 1978)  Eukaria  Bacteria (Eubacteria)  Archaea 1. Termófilos extremos; 2. Metanógenos; 3. Halófilos extremos.  Reino Monera o Inclui todas as bactérias patogênicas e não patogênicas e as arquibactérias  Características gerais: 1. Procariotos; 2. DNA é um cromossomo circular; 3. Não possuem organelas revestidas por membranas; 4. A parede celular é formada pelo polissacarídeo peptideoglicano; 5. Normalmente dividem-se ou reproduzem-se por fissão binária (bipartição). 6. Variabilidade genética:  Transformação: DNA de uma bactéria recombina-se com o DNA da outra, através de solução;  Conjugação: através de plasmídeo;  Transdução: através de um bacteriófago. 7. Podem ser heterótrofas ou autótrofas;  Heterótrofas: respiração aeróbia e anaeróbia (fermentação);  Autótrofas: quimiossíntese – fotossíntese

×