Card Sorting

2,705 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,705
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
193
Actions
Shares
0
Downloads
135
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Card Sorting

  1. 1. Card Sorting Sabine Araújo
  2. 2. Introdução “ O card-sorting é uma técnica utilizada por arquitetos da informação para descobrir como o usuário classifica determinada informação em sua mente. (usabilidoido.com.br)
  3. 3. Introdução Consiste em entregar ao usuário certo número de cartões, cada um deles representando um conteúdo do website, e solicitar que ele os organize em rótulos, formando categorias.
  4. 4. O objetivo é gerar uma estrutura global da informação ou avaliar uma estrutura existente, aumentando a probabilidade do usuário encontrar informações enquanto estiver navegando. Introdução
  5. 5. Vantagens <ul><li>Fácil de conduzir </li></ul><ul><li>Baixo custo </li></ul><ul><li>Envolve o usuário </li></ul><ul><li>Identifica itens difíceis de categorizar e encontrar </li></ul><ul><li>Aponta problemas com rótulos </li></ul><ul><li>É uma técnica bem estabelecida, usada a mais de 10 anos por vários designers </li></ul>
  6. 6. Desvantagens <ul><li>Não considera as tarefas do usuário </li></ul><ul><li>Análise dos resultados pode ser demorada </li></ul>
  7. 7. Quando deve ser usado <ul><li>No projeto de um novo site </li></ul><ul><li>Na criação de uma nova área do site </li></ul><ul><li>No redesign de um site </li></ul>Sempre nos primeiros estágios do processo de design para definir e/ou validar o sistema de organização e rotulação.
  8. 9. Como fazer <ul><li>Selecionar o conteúdo </li></ul><ul><li>Selecionar os participantes </li></ul><ul><li>Preparar os cartões </li></ul><ul><li>Executar o teste </li></ul><ul><li>Analisar os resultados </li></ul>
  9. 10. 1. Selecionar o conteúdo <ul><li>É importante conhecer as necessidades do usuário, delimitando claramente o público alvo </li></ul><ul><li>Um conjunto de informações pode ser organizado de várias formas, seguindo diferentes esquemas de organização </li></ul><ul><li>É preciso ter em mãos o Inventário de Conteúdo, pois ele mostra aquilo que se pode disponibilizar ao usuário e o que o cliente deseja expor no site. </li></ul>Como fazer Relacionar todos os itens que se quer avaliar, considerando que:
  10. 11. 2. Selecionar os participantes Como fazer O número de testes a serem aplicados será determinado pelo número de grupos de possíveis usuários do seu site. Explicar ao participante que o objetivo do teste é encontrar quais categorias de informação devem estar no site e como essas categorias devem ser chamadas.
  11. 12. 2. Selecionar os participantes <ul><li>Pontos positivos: fácil de agendar; modelo mental individual será percebido. </li></ul><ul><li>Nem tão positivos assim: Não gera troca de idéias; usuários têm dificuldade de ordernar um número grande de cartões; o facilitador precisa estimular o usuário a &quot;pensar em voz alta&quot; </li></ul>Como fazer Para testes individuais, o ideal é recrutar de 12 a 30 usuários, sendo 15 o número ideal.
  12. 13. 2. Selecionar os participantes Como fazer
  13. 14. 2. Selecionar os participantes <ul><li>Positivos: Conseguem organizar um número grande de cartões; estimula a troca de idéias e por isso é rica em informações </li></ul><ul><li>Nem tão positivos assim: Difíceis de agendar; o facilitador precisa estimular todos os usuários a participarem. </li></ul>Como fazer Para testes em grupo, o ideal é recrutar 5 grupos com 3 ou 5 usuários cada (números impares).
  14. 15. 3. Preparar os cartões <ul><li>Prepare cartões de cartolina ou qualquer outro material relativamente resistente ao manuseio </li></ul><ul><li>Tamanho ideal: 10 X 15 </li></ul><ul><li>Faça de 30 a 100 cartões diferentes (poucos cartões dificulta a elaboração de grupos. Muitos, cansam o usuário) </li></ul><ul><li>Enumere-os para facilitar a análise. </li></ul>Como fazer
  15. 16. 4. Executar o teste <ul><li>Escreva os itens da lista do conteúdo e uma breve descrição do conteúdo </li></ul><ul><li>Misture e distribua os cartões para cada usuário ou grupo de usuários </li></ul><ul><li>Em seguida solicite que o participante agrupe os cartões da maneira que achar adequada </li></ul><ul><li>Opcionalmente pode-se pedir que o usuário nomeie os grupos (Nielsen). </li></ul>Como fazer Envolvem um facilitador, observadores e o participante (ou grupo de participantes).
  16. 18. 5. Analisar os resultados <ul><li>Quais grupos mais apareceram? </li></ul><ul><li>Os rótulos são adequados? </li></ul><ul><li>Houve conteúdos que os usuários não compreenderam? </li></ul><ul><li>Quais conteúdos os usuários sentiram falta? </li></ul><ul><li>Existem conteúdos que poderiam ser colocados em mais de um grupo? </li></ul><ul><li>Foram usados diferentes esquemas de organização? Quais? </li></ul><ul><li>Houve muitas divergências? </li></ul>Como fazer
  17. 20. Resultado Se os resultados obtidos forem muito semelhantes, pode ser feito um resumo dos cartões que aparecem em cada grupo e dar um nome global a eles. No entanto, os resultados do Card Sorting raramente são assim tão semelhantes.
  18. 21. Resultado Sendo assim, o mais comum é realizar uma análise quantitativa baseada em cálculos estatísticos para determinar os resultados ( cluster analysis ). Existem diversos programas disponíveis na internet que realizam isso automaticamente. xSort , por exemplo.
  19. 23. Resultado Finalmente, se você realizou um bom trabalho, o que tem em mãos é uma taxonomia , que nada mais é que um sistema de organização hierárquico. Um conjunto de categorias em que será classificado cada conteúdo do site.
  20. 24. Links <ul><li>http://arquiteturadeinformacao.com/ </li></ul><ul><li>http://usabilidoido.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.agner.com.br/ </li></ul><ul><li>http://revolucao.etc.br/ </li></ul><ul><li>http://www.guilhermo.com/ </li></ul><ul><li>http://www.useit.com/ (Nielsen) </li></ul><ul><li>http://www.ivogomes.com/blog/ </li></ul>
  21. 25. Dúvidas?

×