Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Card Sorting

2,741 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Card Sorting

  1. 1. Card Sorting Sabine Araújo
  2. 2. Introdução “ O card-sorting é uma técnica utilizada por arquitetos da informação para descobrir como o usuário classifica determinada informação em sua mente. (usabilidoido.com.br)
  3. 3. Introdução Consiste em entregar ao usuário certo número de cartões, cada um deles representando um conteúdo do website, e solicitar que ele os organize em rótulos, formando categorias.
  4. 4. O objetivo é gerar uma estrutura global da informação ou avaliar uma estrutura existente, aumentando a probabilidade do usuário encontrar informações enquanto estiver navegando. Introdução
  5. 5. Vantagens <ul><li>Fácil de conduzir </li></ul><ul><li>Baixo custo </li></ul><ul><li>Envolve o usuário </li></ul><ul><li>Identifica itens difíceis de categorizar e encontrar </li></ul><ul><li>Aponta problemas com rótulos </li></ul><ul><li>É uma técnica bem estabelecida, usada a mais de 10 anos por vários designers </li></ul>
  6. 6. Desvantagens <ul><li>Não considera as tarefas do usuário </li></ul><ul><li>Análise dos resultados pode ser demorada </li></ul>
  7. 7. Quando deve ser usado <ul><li>No projeto de um novo site </li></ul><ul><li>Na criação de uma nova área do site </li></ul><ul><li>No redesign de um site </li></ul>Sempre nos primeiros estágios do processo de design para definir e/ou validar o sistema de organização e rotulação.
  8. 9. Como fazer <ul><li>Selecionar o conteúdo </li></ul><ul><li>Selecionar os participantes </li></ul><ul><li>Preparar os cartões </li></ul><ul><li>Executar o teste </li></ul><ul><li>Analisar os resultados </li></ul>
  9. 10. 1. Selecionar o conteúdo <ul><li>É importante conhecer as necessidades do usuário, delimitando claramente o público alvo </li></ul><ul><li>Um conjunto de informações pode ser organizado de várias formas, seguindo diferentes esquemas de organização </li></ul><ul><li>É preciso ter em mãos o Inventário de Conteúdo, pois ele mostra aquilo que se pode disponibilizar ao usuário e o que o cliente deseja expor no site. </li></ul>Como fazer Relacionar todos os itens que se quer avaliar, considerando que:
  10. 11. 2. Selecionar os participantes Como fazer O número de testes a serem aplicados será determinado pelo número de grupos de possíveis usuários do seu site. Explicar ao participante que o objetivo do teste é encontrar quais categorias de informação devem estar no site e como essas categorias devem ser chamadas.
  11. 12. 2. Selecionar os participantes <ul><li>Pontos positivos: fácil de agendar; modelo mental individual será percebido. </li></ul><ul><li>Nem tão positivos assim: Não gera troca de idéias; usuários têm dificuldade de ordernar um número grande de cartões; o facilitador precisa estimular o usuário a &quot;pensar em voz alta&quot; </li></ul>Como fazer Para testes individuais, o ideal é recrutar de 12 a 30 usuários, sendo 15 o número ideal.
  12. 13. 2. Selecionar os participantes Como fazer
  13. 14. 2. Selecionar os participantes <ul><li>Positivos: Conseguem organizar um número grande de cartões; estimula a troca de idéias e por isso é rica em informações </li></ul><ul><li>Nem tão positivos assim: Difíceis de agendar; o facilitador precisa estimular todos os usuários a participarem. </li></ul>Como fazer Para testes em grupo, o ideal é recrutar 5 grupos com 3 ou 5 usuários cada (números impares).
  14. 15. 3. Preparar os cartões <ul><li>Prepare cartões de cartolina ou qualquer outro material relativamente resistente ao manuseio </li></ul><ul><li>Tamanho ideal: 10 X 15 </li></ul><ul><li>Faça de 30 a 100 cartões diferentes (poucos cartões dificulta a elaboração de grupos. Muitos, cansam o usuário) </li></ul><ul><li>Enumere-os para facilitar a análise. </li></ul>Como fazer
  15. 16. 4. Executar o teste <ul><li>Escreva os itens da lista do conteúdo e uma breve descrição do conteúdo </li></ul><ul><li>Misture e distribua os cartões para cada usuário ou grupo de usuários </li></ul><ul><li>Em seguida solicite que o participante agrupe os cartões da maneira que achar adequada </li></ul><ul><li>Opcionalmente pode-se pedir que o usuário nomeie os grupos (Nielsen). </li></ul>Como fazer Envolvem um facilitador, observadores e o participante (ou grupo de participantes).
  16. 18. 5. Analisar os resultados <ul><li>Quais grupos mais apareceram? </li></ul><ul><li>Os rótulos são adequados? </li></ul><ul><li>Houve conteúdos que os usuários não compreenderam? </li></ul><ul><li>Quais conteúdos os usuários sentiram falta? </li></ul><ul><li>Existem conteúdos que poderiam ser colocados em mais de um grupo? </li></ul><ul><li>Foram usados diferentes esquemas de organização? Quais? </li></ul><ul><li>Houve muitas divergências? </li></ul>Como fazer
  17. 20. Resultado Se os resultados obtidos forem muito semelhantes, pode ser feito um resumo dos cartões que aparecem em cada grupo e dar um nome global a eles. No entanto, os resultados do Card Sorting raramente são assim tão semelhantes.
  18. 21. Resultado Sendo assim, o mais comum é realizar uma análise quantitativa baseada em cálculos estatísticos para determinar os resultados ( cluster analysis ). Existem diversos programas disponíveis na internet que realizam isso automaticamente. xSort , por exemplo.
  19. 23. Resultado Finalmente, se você realizou um bom trabalho, o que tem em mãos é uma taxonomia , que nada mais é que um sistema de organização hierárquico. Um conjunto de categorias em que será classificado cada conteúdo do site.
  20. 24. Links <ul><li>http://arquiteturadeinformacao.com/ </li></ul><ul><li>http://usabilidoido.com.br/ </li></ul><ul><li>http://www.agner.com.br/ </li></ul><ul><li>http://revolucao.etc.br/ </li></ul><ul><li>http://www.guilhermo.com/ </li></ul><ul><li>http://www.useit.com/ (Nielsen) </li></ul><ul><li>http://www.ivogomes.com/blog/ </li></ul>
  21. 25. Dúvidas?

×