Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo

17,226 views

Published on

Tempo, Custo e Recursos - Pós de Gestão de Midias Digitais - Gestão de Projetos Web

Published in: Education

Gerenciamento de projetos - Tempo, Recursos e Custo

  1. 1. Gerenciamento de Projetos Web Tempo e Custo
  2. 2. Gerenciamento de Projetos• Estrutura Analítica do Projeto
  3. 3. Gerenciamento de Projetos• Gerenciamento de tempo de projetoDescreve os processos requeridos para garantir que oprojeto seja completado dentro do prazo.
  4. 4. Gerenciamento de Projetos• Gerenciamento de tempo de projeto1. Definição da atividade2. Sequenciamento de atividades3. Estimativa de recursos da atividade4. Estimativa de duração da atividade5. Desenvolvimento do cronograma6. Controle do cronograma
  5. 5. Gerenciamento de Projetos• Gráfico de GanttO diagrama de Gantt (ou mapa de Gantt) é um gráfico usado parailustrar o avanço das diferentes etapas de um projeto. Os intervalos detempo representando o início e fim de cada fase aparecem comobarras coloridas sobre o eixo horizontal do gráfico. Desenvolvido em1917 pelo engenheiro mecânico Henry Gantt, esse gráfico é utilizadocomo uma ferramenta de controle de produção. Nele podem servisualizadas as tarefas de cada membro de uma equipe, bem como otempo utilizado para cumpri-la. Assim, pode-se analisar o empenho decada membro no grupo, desde que os mesmos sejam associados, àtarefa, como um recurso necessário ao desempenho da mesma.
  6. 6. Gerenciamento de Projetos• Gráfico de Gantt
  7. 7. Gerenciamento de Projetos
  8. 8. Gerenciamento de Projetos Latência Positiva
  9. 9. Gerenciamento de Projetos Latência Negativa
  10. 10. Gerenciamento de Projetos Inicio - Inicio
  11. 11. Gerenciamento de Projetos Inicio - Término
  12. 12. Gerenciamento de Projetos Término - Término
  13. 13. Gerenciamento de Projetos WebEstimativa de tempo
  14. 14. Gerenciamento de Projetos Estimativa de tempo • Estimativa paramétrica, utiliza dados históricos como parâmetros para o cálculo das durações • Estimativa de três pontos: utilizado pelo método PERT • Te = (To + 4*Tm + Tp)/6 onde, • Te = Tempo estimado • To = Tempo otimista • Tm = Tempo médio • Tp = Tempo pessimista • Análise de Reservas: gerenciamento das reservas para as incertezas dos cronogramas (buffers)
  15. 15. Gerenciamento de Projetos Estimativa de tempo Exemplo: Tarefa: Programas Web Service para criação de um XML Analista Sênior: 4 horas Analista Pleno: 6 horas Analista Junior: 10 horas Tempo Estimado = (4 + 4*6 + 10)/6 = 6h20m estimado
  16. 16. Gerenciamento de Projetos WebDesenvolvimento do Cronograma
  17. 17. Gerenciamento de Projetos Cronograma • Lista de atividades • Atributos das atividades • Diagramas de rede do cronograma • Requisitos do recurso das atividades • Calendário de Recursos • Estimativa das durações das atividades • Definição de linha de base
  18. 18. Gerenciamento de Projetos Técnicas • Análise da rede do cronograma, por exemplo Nivelamento de recursos • Caminho Critico (CPM) • Método de Cadeia Critica, calcula as datas do cronograma levando em consideração as limitações dos recursos e utiliza buffers de proteção contra as incertezas do processo
  19. 19. Gerenciamento de Projetos Web Exercício
  20. 20. Gerenciamento de ProjetosRecursos disponíveis Quantidade Custo/diaPedreiros 2 $150,00Ajudantes 2 $70,00Premissas QuantidadeTempo de secagem concreto 2 diasTempo de secagem de tinta 1 dia
  21. 21. Gerenciamento de ProjetosTarefa To Tm Tp RecursoSubir colunas 5d 7d 9d 2 pedreiros 2 ajudantesMontagem da Laje 1d 2d 3d 1 pedreiro 1 ajudantePassagem de conduítes elétricos 2d 3d 4d 1 pedreiro 1 ajudanteConcretagem da Laje 2d 4d 6d 2 pedreiros 2 ajudantesMadeiramento do telhado 3d 5d 7d 2 pedreiros 2 ajudantesCobrir com telhas 4d 6d 11d 1 pedreiro 2 ajudantesPintura do teto 3d 4d 5d 1 pedreiroInstalação de lâmpadas 1d 2d 3d 1 ajudante
  22. 22. Gerenciamento de ProjetosTarefa Te Recurso CustosSubir colunas 7d 2 pedreiros $1540,00 2 ajudantesMontagem da Laje 2d 1 pedreiro $440,00 1 ajudantePassagem de conduítes elétricos 3d 1 pedreiro $660,00 1 ajudanteConcretagem da Laje 4d 2 pedreiros $880,00 2 ajudantesMadeiramento do telhado 5d 2 pedreiros $1100,00 2 ajudantesCobrir com telhas 6d 1 pedreiro $1885,00 4h 2 ajudantesPintura do teto 4d 1 pedreiro $600,00Instalação de lâmpadas 2d 1 ajudante $140,00
  23. 23. Gerenciamento de Projetos Web Recursos
  24. 24. Gerenciamento de Projetos
  25. 25. Gerenciamento de ProjetosQuais os tipos de recursos ? • Material de Consumo • Equipamento • Mão de obra • Consultoria • Gerenciamento
  26. 26. Gerenciamento de ProjetosQuem define qual recurso utilizar? • Especialista • Cliente • Custo • Tempo
  27. 27. Gerenciamento de Projetos Calendário dos Recursos • Quando? • Quanto?
  28. 28. Gerenciamento de Projetos Nivelamento de Recursos • Solucionar problemas de superlocação • Soluções práticas: Comprar e contratar • Dar um limite e remanejar o trabalho, de modo a otimizar a alocação de recursos que tenho disponível, muito utilizado para recursos limitados.
  29. 29. Gerenciamento de Projetos Nivelamento de Recursos
  30. 30. Gerenciamento de Projetos Nivelamento de Recursos • Tira a sincronia das atividades • O preço na maioria das vezes a ser pago é o tempo • O mundo perfeito seria nivelar os recursos sem atrasar o projeto
  31. 31. Gerenciamento de Projetos Nivelamento de Recursos • Análises: • Atraso ou contratar mais recursos • Atraso ou fazer hora extra
  32. 32. Gerenciamento de Projetos Nivelamento de Recursos • Análises: • Atraso ou contratar mais recursos • Atraso ou fazer hora extra
  33. 33. Gerenciamento de Projetos Web Custos
  34. 34. Gerenciamento de Projetos• Gerenciamento de custos do projetoDescreve os processos requeridos para que o projeto sejacompletado dentro do orçamento aprovado
  35. 35. Gerenciamento de Projetos• Gerenciamento de custos do projeto1. Estimativa de custos2. Orçamentação3. Controle de custos
  36. 36. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – CPI (Cost Perfomance Index) – SPI (Schedule Perfomance Index)• São utilizados para monitorar o projeto todo ou somente uma entrega (deliverable)
  37. 37. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Valor planejado (PV – Planned Value) – custo planejado do projeto, relacionado à linha de base de custo do projeto. – Valor agregado (EV – Earned Value) – custo do projeto executado até o momento, ou seja, é o valor dos serviços realmente executados até agora
  38. 38. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Por exemplo: “Caso tenha planejado de entregar 4 paredes iguais, sendo o custo para construção de cada parede ser de $1000 reais e eu entreguei até o momento duas paredes e meia, o valor agregado do meu projeto neste momento é de $2500 reais, independente do custo que eu tive para fazer estas 2,5 paredes.”
  39. 39. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – O valor agregado de cada projeto trata-se de uma saída de EVA )Earned Value Analysis), recentemente substítuida por EVM (Earned Value Management) pelo PMI para evitar ser confundida pelo conceito EVA, referencia a Economic Value-added.
  40. 40. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Custo Real (AC – Actual Cost) – Custo total do trabalho até o momento – Variação de Prazo (SV – Schedule Variance) - É a diferença entre o valor agregado até o momento e o valor planejado. SV = EV - PV
  41. 41. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Variação de Custo (CV – Cost Variance) – é a diferença entre o valor agregado (EV) e o custo real (AC) CV = EV - AC
  42. 42. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma
  43. 43. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Com base nestas informações podemos calcular os indicadores CPI e SPI • CPI (Cost Performance Index) – trata-se do valor agregado do Projeto (EV) dividido pelo Custo Real (AC) do mesmo, ambos até o momento do cálculo. CPI = EV / AC Por se tratar de um indicador de custo, a variavel de valor planejado (PV) não é levada em consideração, pois só importa o quanto gastamos até o momento.
  44. 44. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Com o calculo teremos 3 cenários: • CPI > 1, valor agregado em um cenário favorável em relação ao custo real gasto para este projeto. • CPI = 1, valor agregado é exatamente igual ao custo gasto para tal. • CPI < 1, agregou-se menos até o momento do que gastou. Este é o pior cenário, deve-se buscar ações para recuperar o prejuízo do projeto, tentando gastar menos nas próximas etapas.
  45. 45. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Voltando ao exemplo acima, das 4 paredes, se no momento em que já entreguei 2,5 paredes (EV = 2500 reais) eu gastei 2000 reais (AC), logo o CPI do meu projeto é de 1,25, o que significa que para cada 1 real realmente gasto no projeto estou agregando 1,25 reais em funcionalidade. – Por outro lado, se até o momento gastei 3000 reais (AC) para as mesmas 2,5 paredes (EV = 2500), meu CPI é de 0,83, o que significa que para cada 1 real realmente gasto no projeto, só estou agregando 83 centavos em “resultado”.
  46. 46. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Com base nestas informações podemos calcular os indicadores CPI e SPI • SPI (Schedule Performance Index) – Trata-se do valor agregado até o momento dividido pelo valor planejado até o momento SPI = EV / PV Por se tratar de um indicador de cronograma, a variável custo atual (AC) não é levada em consideração, pois não importa o tanto que gastamos até o momento.
  47. 47. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Analisando a fórmula do SPI, também chegamos aos mesmos cenários do CPI: • SPI > 1, ou seja, o valor agregado até o momento é maior do que o valor planejado para este momento. Logo, o projeto encontra-se em um cenário favorável em relação a cronograma/prazo (Famosa “gordurinha”); • SPI = 1, ou seja, o valor agregado até o momento é exatamente igual ao valor planejado para este momento. Apesar de difícil de acontecer, neste momento, apesar do projeto estar rigorosamente dentro do esperado, uma atenção especial deve ser dado a este, pois qualquer desvio daqui para frente pode levar ao atraso no projeto; • SPI < 1, ou seja, agregou-se menos até o momento do que estava planejado. Neste momento deve-se buscar ações para recuperar o tempo perdido do projeto, tentando agregar mais funcionalidades em menos tempo;
  48. 48. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Para o mesmo exemplo acima, se no momento da medição eu tinha planejado entregar 2 paredes, meu SPI está em 1,25, logo produzi até o momento 25% a mais do planejado. – Entretanto, se no momento da medição tinha planejado entregar 3 paredes, meu SPI é 0,83, logo, estou 17% atrasado em relação ao planejado.
  49. 49. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Uma consideração importante entre o CPI e SPI, é que o CPI é válido de ser utilizado durante todo o projeto, inclusive após o término do projeto. Já o SPI ele começa a perder valor quando o prazo de finalização planejado do projeto é ultrapassado, e o projeto ainda não está finalizado. Neste momento o valor planejado se mantém constante (100% do projeto), ocasionando em caso realizarmos uma medição hoje e detectarmos que agregamos certa quantidade de valor ao projeto e daqui dois meses realizarmos outra medição, e detectarmos o mesmo valor agregado, chegamos a um mesmo SPI, um pouco inconsistente para um indicador de prazo, não acha?
  50. 50. Gerenciamento de Projetos• Indicadores de Custo e Cronograma – Outro momento que o SPI não tem muita utilidade é após o término do projeto. Independente do tempo gasto durante o projeto, se você entregou o 100% planejado seu SPI ao término do projeto é sempre 1, mesmo que o tempo gasto foi o dobro do planejado.
  51. 51. Gerenciamento de Projetos Web Prof. Claudio Barbosa

×