Successfully reported this slideshow.

172 a lua, minha eterna namaorada

861 views

Published on

Published in: Travel, Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

172 a lua, minha eterna namaorada

  1. 1. A LUA, MINHA ETERNA NAMORADA JOSÉ SEBASTIÃO MARTINS Sequência automática dos slides
  2. 2. Todo o dia, no mesmo horário, tenho um encontro marcado com a minha eterna namorada.
  3. 3. Ficamos olhando um para o outro num silêncio profundo, mas esse silêncio diz mais do que qualquer palavra.
  4. 4. Tudo começou quando eu namorava RITA, uma moça linda, carinhosa, éramos apaixonados um pelo outro e os nossos encontros, na maioria das vezes, tinha a lua como nossa companheira. Só ela sabia de nossas confidências e nossa paixão.
  5. 5. Muitas vezes, em época de lua cheia, ela clareava mais do que nossa aura, parecia que os seus fachos de luzes eram dirigidos a nós
  6. 6. Íamos ao cinema, baladas, mas não tinha como encerrar o nosso encontro sem que encontrássemos um cantinho, nem que fosse a beira mar e voltássemos os nossos olhares para ela, parecia que estava lá nos esperando.
  7. 7. Era o encerramento daquela noite ou madrugada, como se fossemos despedir ou falar boa noite ou bom dia à nossa mãe.
  8. 8. Mas, como na vida nada é eterno e a felicidade nunca é completa, um dia RITA indo para o trabalho de motocicleta, foi atropelada por um carro, por imprudência do motorista alcoolizado . Socorrida, chegou ao hospital desacordada.
  9. 9. Quando recebi um telefonema, logo pela manha, o primeiro do dia, antes de atendê-lo senti uma sensação estranha e logo veio a notícia do acidente.
  10. 10. Corri para o hospital e depois de algum tempo o médico procurou a família e ali eu estava junto, quando ele deu a notícia que ninguém queria ouvir, RITA estava em coma, porque sofreu traumatismo craniano e seu estado era grave.
  11. 11. Ela ficou por 15 dias em estado vegetativo. Fiz promessas, orações, pedidos por sua vida, mas acho que não fui ouvido e DEUS a levou para o céu, talvez para morar na lua.
  12. 12. Daí em diante não quis saber mais de ninguém, já faz mais de um ano, e, hoje a LUA É MINHA ETERNA NOMORADA , porque, é como disse no início, todo o dia, no mesmo horário, tenho um encontro marcado com ela, porque, para mim, RITA está lá junto dela me esperando.
  13. 13. Não sei até quando essa situação vai durar, mas espero que um dia possamos nos encontrar em outra dimensão, na casa de Deus onde estão, o céu, o sol, as estrelas, a LUA, e lá quem sabe poderemos continuar o nosso romance que, talvez, por ironia do destino foi interrompido.
  14. 14. Créditos: José Sebastião Martins Texto: José Sebastião Martins Imagens: Google Formatação: José Sebastião Martins Música: Faithful Father - Brian Doerksen Data da formatação: março/2008 e-mail do autor: [email_address] Por favor, não modifique e nem altere os créditos. Não clique, aguarde…
  15. 15. Todos sabemos que a chamada LEI SECA, recentemente editada, deve passar por algumas revisões para se adequar aos hábitos normais e sadios da sociedade, evitando o radicalismo que muitas vezes faz o que é bom ficar ruim, mas, devemos reconhecer que, com ela, muitos acidentes serão evitados, a exemplo do que fiz questão de realçar neste meu texto fictício, onde, por imprudência de pessoas irresponsáveis dirigem seus veículos alcoolizadas ceifando a vida de muitos inocentes, ou quando não, deixando-os inválidos para sempre, não sabendo respeitar o seu próprio limite de uma dosagem alcoólica. JOSÉ SEBASTIÃO MARTINS - autor Clique aqui para sair

×