Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Slides turing-abr-2012

2,165 views

Published on

Apresentação em Seminário realizado no Centro de Informática da UFPE, 12/Abr/2012, 17hs, em celebração ao "2012 Alan Turing Centennary Year"

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Slides turing-abr-2012

  1. 1. Alan Turing e Decidibilidade Problemas Decid´veis e ı Problemas Indecid´veis ı Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de Pernambuco 12 Abr 2012Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  2. 2. Alan Turing e DecidibilidadeContent 1 Alan Turing e DecidibilidadeRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  3. 3. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı ¸˜Necessidade de Definicao Precisa ¸˜ Em 1936 Alan Turing veio com uma definicao precisa de ´ ´ maquinas idealizadas: a maquina de Turing. ¸˜ Isso viabilizou a definicao exata da decidibilidade de ´ problemas matematicos, e, portanto, abrindo a possibilidade de ˜ se demonstrar que certos problemas sao de fato indecid´veis. ıRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  4. 4. Alan Turing e DecidibilidadeExemplos de Problemas Indecid´veis ıNumeros Construt´veis ´ ı ´ Um ponto no plano Euclideano e chamado de construt´vel se, ı dado um sistema fixo de coordenadas,(ou um segmento de ´ reta fixo de comprimento unitario), o ponto pode ser constru´do ı ´ com regua e compasso. ´ ´ Ja na Antiguidade, os matematicos buscavam por construcoes¸˜ ˆ ¸˜ para trissectar um dado angulo, assim como por construcoes para transformar um c´rculo num quadrado de mesma area. ı ´Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  5. 5. Alan Turing e DecidibilidadeExemplos de Problemas Indecid´veis ı ˆ ´Trissectar um Angulo com Regua-e-Compasso ´ ˆ Somente em 1837, o matematico frances Pierre Wantzel ˜ ´ (1814–1848), mostrou que nao existe metodo geral para ˆ ´ trissectar um angulo usando apenas regua-e-compasso. ´ A estrategia de Wantzel foi se valer da chamada teoria de ¸˜ ˆ Galois – mais especificamente, a trisseccao de um angulo ` ¸˜ ¸˜ corresponde a resolucao de uma certa equacao cubica, que ´ ˜ ´ nao e poss´vel usando as ferramentas dadas. ıRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  6. 6. Alan Turing e DecidibilidadeExemplos de Problemas Indecid´veis ıOutros Resultados de Pierre Wantzel No mesmo artigo em que demonstrou a impossibilidade de ˆ ´ trissectar um angulo, Wantzel tambem demonstrou a ´ impossibilidade de, usando apenas regua-e-compasso: 1 dobrar o cubo: ”dobrar o cubo” significa ser capaz de, ao receber um dado cubo de comprimento de lado s e volume V = s3 , construir um novo cubo, maior que o recebido, com volume dobrado, i.e., 2V , e, portanto, comprimento de √3 lado s 2. 2 construir um pol´gono regular cujo numero de lados nao ı ´ ˜ ´ ˆ e o produto de uma potencia de 2 e nenhum numero de ´ primos de Fermat distintos.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  7. 7. Alan Turing e DecidibilidadeExemplos de Problemas Indecid´veis ıQuadratizando o C´rculo ı ´ Quadratizar o c´rculo e um problema proposto pelos ı ˆ geometras da Antiguidade. Trata-se do desafio de construir um ´ quadrado com a mesma area que um dado c´rculo, usando ı ´ apenas regua e compasso. Em 1882, o problema foi demonstrado imposs´vel de resolver, ı ¨ˆ e isso veio como uma consequencia do teorema de ´ Lindemann–Weierstrass que mostra que π e um numero ´ ˜ ´ transcendental, e nao algebrico.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  8. 8. Alan Turing e DecidibilidadeExemplos de Problemas Indecid´veis ı ¸˜Equacoes Soluveis por Ra´zes ´ ı ´ ˆ Somente em 1824, o matematico noruegues Niels Abel ˜ (1802–1829) obteve o importante resultado de que nao pode ´ ¸˜ haver uma formula (finita) geral, envolvendo apenas operacoes ´ ˆ aritmeticas e ra´zes, que exprima as ra´zes de um polinomio de ı ı grau 5 ou mais em termos de seus coeficientes.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  9. 9. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Indecid´veis ı ¸˜Definicao Recente survey “Undecidadble Problems: A Sampler”, por Bjorn Poonen, Marco 2012: ¸ ´ ´ Ha dois cenarios comuns nos quais se fala de indecidibilidade: ˆ 1 Independencia de axiomas: Um unico enunciado e ´ ´ ¸˜ dito indecid´vel se nem ele nem sua negacao pode ser ı ´ deduzido usando as regras da logica a partir do conjunto de axiomas sendo utilizados. (Exemplo: A ´ Hipotese do Cont´nuo) ı ˜ 2 Problema de decisao: Uma fam´lia de problemas ı ˜ ´ com respostas SIM/NAO e dita indecid´vel se nao ı ˜ existe algoritmo que termine com a resposta correta para todo problema da fam´lia. (Exemplo: 10o ı problema de Hilbert)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  10. 10. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Indecid´veis ı ¸˜Definicao ´ Na literatura moderna, a palavra “indecidibilidade” e usada mais frequentemente no sentido (2), dado que ˆ “independencia” adequadamente descreve o sentido (1). ´ ¸˜ Para tornar o sentido (2) preciso, e preciso uma nocao ¸˜ formal de algoritmo. Tal nocao foi introduzida por A. Church (1936) e A. Turing (1936) independentemente nos anos 1930’s. (Bjorn Poonen, 2012)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  11. 11. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmosOrigens do Conceito de Algoritmo Abu Abdallah Muhammad ibn Musa al-Khwarizmi (c. 780 – c. ´ ˆ ´ 850) foi um matematico e astronomo persa responsavel pela ¸˜ ´ introducao no Ocidente dos numerais arabicos, baseado no ´ ´ sistema de numerais indo-arabico desenvolvido na matematica indiana.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  12. 12. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ´Origens do Conceito de Algebra ”Talvez um dos avancos mais significativos ¸ ´ ´ conseguidos pela matematica arabe tenha comecado ¸ com o trabalho de al-Khwarizmii, a saber, os ´ ´ primordios da algebra. ´ Foi uma mudanca revolucionaria do conceito grego de ¸ ´ matematica que era essencialmente geometria. ´ Algebra veio como uma teoria unificadora que permitiu tratar numeros racionais, numeros ´ ´ ´ irracionais, magnitudes geometricas, etc., todos como ´ objetos algebricos.”Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  13. 13. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ¸˜Definicao do Conceito de Algoritmo ´ ”Um algoritmo e um procedimento passo-a-passo ´ com o fim de realizar calculos, processar dados, automatizar o racioc´nio dedutivo.” ı ´ ´ ”Mais precisamente, um algoritmo e um metodo eficaz ¸˜ expresso como uma lista finita de instrucoes bem ´ ¸˜ definidas para o calculo de uma funcao. A partir de um estado inicial e uma entrada inicial (possivelmente ¸˜ vazia), as instrucoes descrevem uma computacao ¸˜ ´ que, quando executada, ira prosseguir por meio de um numero finito de estados sucessivos bem ´ definidos, acabando por produzir uma ‘sa´da’ e ı terminando em um estado final.” (Wikipedia)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  14. 14. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmosExemplo Milenar de Algoritmo: Euclides ´ ´ O algorithm de Euclides e um metodo eficiente de calcular o ´ maximo divisor comum (MDC) de dois numeros inteiros. ´ Presente nos livros VII e X dos Elementos de Euclides (c. 300 ´ a.C.), trata-se de um dos mais antigos algoritmos numericos que se conhece. Embora concebido para numeros reais, o algoritmo foi ´ ´ generalizado no sec. XIX para outros tipos de numeros, tais ´ ˆ como inteiros de Gauss e polinomios de uma variavel. ´ ¸˜ ¸˜ ´ Tais generalizacoes levaram a nocoes algebricas abstratas como dom´nios euclideanos. Generalizando ainda mais, a ı ´ ˆ aplicabilidade do algoritmo hoje inclui nos e polinomios multivariados.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  15. 15. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ´Decimo Problema de Hilbert Em sua lista de 1990 dos 23 problemas mais importantes da ´ Matematica, David Hilbert incluiu: ¸˜ 10. Determinacao da solubilidade de uma equacao ¸˜ ¸˜ Diophantina. Dada uma equacao Diophantina com qualquer numero de quantidades indeterminadas e ´ com coeficientes integrais racionais: Conceber um processo conforme o qual pode ser determinado, em ¸˜ ¸˜ ´ um numero finito de operacoes, se a equacao e ´ soluvel nos inteiros racionais. ´Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  16. 16. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ¸˜ ´Entscheidungsproblem: A Generalizacao do Decimo Problema de Hilbert ˜ O Entscheidungsproblem (’problema de decisao’, em ˜ ´ alemao) e um desafio posto por David Hilbert em 1928. O Entscheidungsproblem pede por um algoritmo que ´ ¸˜ recebera como entrada uma descricao de uma linguagem ´ formal e um enunciado matematico na linguagem, e ´ produzira como sa´da “Verdadeiro” ou “Falso”. Tal algoritmo ı seria capaz de decidir, por exemplo, se enunciados tais ´ como a conjectura de Goldbach ou a hipotese de Riemann, ˜ sao verdadeiras, muito embora nenhuma prova ou ¸˜ refutacao desses enunciados seja conhecida. O Entscheidungsproblem tem sido comumente identificado, ˜ ´ em particular, com o problema de decisao para a logica de ´ primeira ordem (isto e, o problema de se determinar algoritmicamente se um enunciado de primeira ordem e ´ ´ universalmente valido). (Wikipedia)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  17. 17. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ¸˜ ´A Formulacao de ‘Processo Combinatorio Finito’ Em 1928 Hilbert enuncia o Entescheidungsproblem assim: ´ O Entscheidungsproblem e resolvido quando conhecemos um procedimento que permite para ˜ ´ qualquer expressao logica dada decidir sua validade ou satisfatibilidade. No per´odo de 1928 a 1936, Emil Post trabalhou intensamente ı ¸˜ no desenvolvimento de uma definicao do que seria procedimento envolvendo um numero finito de passos: um ´ trabalhador se movendo de sala em sala escrevendo e ¸˜ apagando s´mbolos conforme uma lista de instrucoes. ıRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  18. 18. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ¸˜Formalizacao do Conceito de Algoritmo ˜ Naturalmente, antes que a questao da solubilidade do Entscheidungsproblem pudesse ser resolvida, a nocao de¸˜ algoritmo tinha que ser formalmente definida. Coube a Alonzo Church em 1936 com o conceito de ´ calculabilidade efetiva baseado no seu λ-calculo, e a Alan ´ ¸˜ ´ Turing tambem em 1936, com a nocao de maquina de Turing. Em seu artigo de 1936 (publicado em 1937, e avaliado por ˆ Church) Turing acrescentou um apendice demonstrando que a ¸˜ ´ ´ classe de funcoes computaveis pelo λ-calculo era a mesma ¸˜ ´ ´ que a classe de funcoes computaveis por maquinas de Turing. ¸˜ Da´, a denominacao Tese de Church–Turing: toda funcao ı ¸˜ ´ ´ ´ ´ computavel e computavel por maquinas de Turing.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  19. 19. Alan Turing e DecidibilidadeAlgoritmos ¸˜Limitacao do Homo Sapiens Na verdade, o trabalho feito por Church e outros leva ¸˜ ´ ´ essa identificacao consideravelmente alem do estagio ´ de hipotese de trabalho. ´ ¸˜ Porem, mascarar essa identificacao sob uma ¸˜ definicao esconde o fato de que uma descoberta ¸˜ fundamental nas limitacoes do poder de ¸˜ matematicatizacao do Homo Sapiens foi feita, e nos ¸˜ cega para a necessidade de sua cont´nua verificacao. ı (Emil Post)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  20. 20. Alan Turing e Decidibilidade ¸˜ ´Definicao Matematica de Algoritmo ˆProcesso Mecanico Na primavera de 1935 Turing, ainda como aluno de Mestrado no King’s College (Cambridge, UK), aceitou o desafio de provar ˜ ˆ que nao haveria processo ‘mecanico’ que resolvesse o ´ Entscheidungsproblem. O est´mulo veio do matematico M. ı Newman, orientador de Turing. ` ´ ˆ A pergunta ‘o que e um processo “mecanico”?’ Turing ´ da a resposta caracter´stica ‘Algo que pode ser feito ı ´ por uma maquina’, e a´ embarca na tarefa altamente ı ˆ ¸˜ ´ congenere de analisar a nocao geral de uma maquina ¸˜ de computacao. (Robin Gandy, 1974)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  21. 21. Alan Turing e Decidibilidade ¸˜ ´Definicao Matematica de AlgoritmoTuring e o Entscheidungsproblem ´ ˜ Suponho, porem nao tenho certeza, que Turing, desde o in´cio de seu trabalho, tinha como objetivo ı uma prova da indecidibilidade do Entscheidungsproblem. Ele me disse que a ‘ideia ´ principal’ do artigo veio a ele quando ele estava no ˜ parque Grantchester no verao de 1935. A ‘ideia ´ ´ ˆ principal’ pode ter sido sua analise do fenomeno da ¸˜ ¸˜ computacao ou sua percepcao de que havia uma ´ maquina universal, e portanto um argumento diagonal para provar a insolubilidade. (Robin Gandy, 1974)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  22. 22. Alan Turing e Decidibilidade ¸˜ ´Definicao Matematica de Algoritmo ´Maquina de Turing ´ ´ Uma maquina de Turing e uma 7−upla, ˜ (Q, Σ, Γ, δ, q0 , qaceita , qrejeita ), onde Q, Σ, Γ sao todos conjuntos finitos, δ e a funcao de transicao, q0 ∈ Q e o estado inicial, ´ ¸˜ ¸˜ ´ ´ ¸˜ ´ qaceita e o estado de aceitacao, e qrejeita e o estado de rejeicao. ¸˜ Trata-se de um modelo formal de um “ser humano calculante”: ´ cada celula da fita de trabalho pode ser concebida como uma folha de papel, Σ como o alfabeto de entrada, , e Γ o alfabeto de trabalho.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  23. 23. Alan Turing e Decidibilidade ¸˜ ´Definicao Matematica de Algoritmo Universal ´Maquina de Turing Universal ´ ´ ”E poss´vel inventar uma unica maquina que pode ser ı ´ ¨ˆ ´ usada para computar qualquer sequencia computavel. ´ Se essa maquina U for alimentada com a fita no ¸ ´ comeco da qual esta escrita a cadeia de qu´ntuplas ı ´ separadas por v´rgulas de alguma maquina de ı ¸˜ ˜ computacao M, entao U vai computar a mesma ¨ˆ sequencia que M. ” (Alan Turing)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  24. 24. Alan Turing e Decidibilidade ¸˜ ´Definicao Matematica de Algoritmo Universal ´ ´Maquina de Turing Universal: Computador de Memoria Armazenada ´ ` ¸˜ um avanco teorico fundamental que levou a nocao de ¸ computador de programa armazenado. (Martin Davis) ´ O artigo de Turing ... contem, essencialmente, a ¸˜ invencao do computador moderno e algumas das ´ ¸˜ tecnicas de programcao que o acompanharam. (Marvin Minsky)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  25. 25. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Decid´veis ıExemplos de Problemas Decid´veis ı ´ ˜ Os seguintes problemas matematicos sao decid´veis: ı 1 ¸˜ ´ Determinar se um sistema de equacoes lineares em k variaveis, ˆ ¸˜ com coeficientes em Z, tem solucoes em Z. 2 Determinar quais equacoes da forma x 2 − dy 2 = 1, onde d e um ¸˜ ´ ˆ ¸˜ inteiro positivo, tem solucoes nos inteiros. ¸˜ 3 Determinar para qual(is) valor(es) inteiro(s) de k a equacao y 2 = x 3 + k tem solucao nos inteiros. Alan Barker (Medalha ¸˜ ´ Fields 1966) mostrou que o problema e decid´vel.ı ´ 4 Determinar se um dado enunciado da aritmetica de Presburger ´ ´ e demonstravel a partir dos axiomas. 5 Determinar se um dado enunciado na linguagem da teoria dos ´ ´ corpos real-fechados e demonstravel a partir dos axiomas da teoria.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  26. 26. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Indecid´veis ıUm Grande Resultado de Indecidibilidade ´ Em 1900, Hilbert perguntou em seu decimo problema: Existe um algoritmo para decidir se um sistema de ¸˜ ¸˜ equacoes com coeficientes inteiros tem uma solucao inteira? Somente em 1970, surgiu uma resposta: o russo Yuri ˜ ˜ Matejasevic, entao com 23 anos de idade, demonstrou que nao pode haver tal algoritmo (assumindo a Tese de Church–Turing).Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  27. 27. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Indecid´veis ıUm Filhote do Resultado de Matejasevic ˆ O conjunto de valores positivos tomados pelo polinomio (em 26 ´ variaveis): (k + 2)(1 − (wz + h + j − q]2 − ((gk + 2g + k + 1)(h + j) + h − z)2 − (16(k + 1)3 (k + 2)(n + 1)2 + 1 − f 2 )2 − (2n + p + q + z − e)2 − (e3 (e + 2)(a + 1)2 + 1 − o2 )2 − ((a2 − 1)y 2 + 1 − x 2 )2 − (16r 2 y 4 (a2 − 1) + 1 − u 2 )2 − (n + l + v − y )2 − ((a2 − 1)l 2 + 1 − m2 )2 − (ai + k + 1 − l − i)2 − (((a + u 2 (u 2 − a))2 − 1)(n + 4dy)2 + 1 − (x + cu)2 )2 − (p + l(a − n − 1) + b(2an + 2a − n2 − 2n − 2) − m)2 − (q + y(a − p − 1) + s(2ap + 2a − p2 − 2p − 2) − x)2 − (z + pl(a − p) + t(2ap − p2 − 1) − pm)2 ) ´ e exatamente o conjunto dos numeros primos! ´Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  28. 28. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Decid´veis ıUm Grande Resultado de Decidibilidade ´ Em 1930, (embora publicado apenas em 1948), o logico ˆ polones Alfred Tarski demonstrou que: Existe um algoritmo para testar a solubilidade, nos ¸˜ reais, de sistemas de equacoes polinomiais com coeficientes inteiros. ˜ ˜ Naquela ocasiao, Tarski deixou em aberto a questao da ˜ ¸˜ extensao desse resultado para equacoes exponenciais.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  29. 29. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Decid´veis ıUm Outro Grande Resultado de Decidibilidade ´ Apos mais de 60 anos do enunciado do problema de Tarski, ´ ˆ em 1992 os matematicos britanicos A. Macintyre e A. Wilkie ´ mostraram que a resposta e positiva, assumindo uma famosa conjectura em teoria dos numeros transcendentais ´ ˜ (generalizando o resultado de que o c´rculo nao pode ser ı quadratizado). ˜ ´ Isso permite decidir certas questoes em geometria hiperbolica, ˜ ´ que nao podem ser obtidas atraves do algoritmo de Tarski.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  30. 30. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Indecid´veis ıO Grande Resultado de Indecidibilidade de Turing Turing mostrou que o problema de se determinar se uma dada ´ ´ ˜ maquina de Turing para ou nao quando roda sobre uma dada ´ entrada e indecid´vel. ı Esse ficou conhecido como o Problema da Parada. ´ ¸˜ Varias outras demonstracoes de indecibilidade, inclusive a de ¸˜ ˆ Emil Post (1946) com relacao ao problema da correspondencia, passaram a utilizar como referencial o Problema da Parada: se ˜ esse problema for decid´vel entao o Problema da Parada ı ´ o e, portanto ele nao pode ser decid´vel. tambem ´ ˜ ıRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  31. 31. Alan Turing e DecidibilidadeProblemas Indecid´veis ı ´Exemplos na Matematica ´ Combinatoria: tiling problem, desigualdades lineares entre densidades de homomorfismo de grafo Semigrupos de matrizes: problema da mortalidade de matrizes, problema da palavra, ¸˜ Topologia: problema do homeomorfismo, deteccao de variedade ˜ Teoria dos numeros: problema de decisao para a teoria de 1a. ´ ordem dos racionais ´ ˆ ¸˜ ¸˜ Analise: existencia de solucoes para equacoes diferenciais ´ algebricas ˆ Sistemas dinamicos: ponto vai para a origem em tempo finito? problema Collatz generalizado ´ Probabilidade: estabilidade de caminhadas aleatorias ´ ˆ ¸˜ Geometria algebrica: existencia de secoes racionaisRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  32. 32. Alan Turing e DecidibilidadeGraus de Insolubilidade ¸˜ ´A Nocao de Oraculo: Computabilidade Relativa ´ Em 1939, com o objetivo de introduzir o conceito de maquina ˜ ¸˜ de Turing nao-determin´stica, Turing define a nocao de ı ´ ´ ¸˜ maquina oraculo, que permitiu a classificacao de problemas em termos de computabilidade relativa. O grau de Turing ou grau de insolubilidade de um conjunto de numeros naturais mede o n´vel de insolubilidade do ´ ı conjunto. ˜ ı ´ O grau de Turing de um conjunto revela o quao dif´cil e resolver ˜ o problema de decisao associado ao conjunto.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  33. 33. Alan Turing e DecidibilidadeGraus de Insolubilidade ¸˜ ´A Nocao de Oraculo: Computabilidade Relativa Definition ´ ´ Um oraculo para uma linguagem A e um dispositivo que e ´ capaz de reportar se uma cadeia qualquer w e ´ um membro de A. Uma maquina de Turing oraculo M A e uma maquina de ´ ´ ´ ´ Turing modificada que tem a capacidade adicional de fazer consultas a um oraculo. Sempre que M A escreve uma cadeia ´ ´ ´ sobre uma fita oraculo especial ela e informada se aquela ´ cadeia e um membro de A, em um unico passo de computacao. ´ ¸˜ Seja PA a classe de linguagens decid´veis com um maquina de ı ´ ´ ´ Turing oraculo de tempo polinomial que usa o oraculo A. Defina NPA de maneira similar.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  34. 34. Alan Turing e DecidibilidadeTeoria da Complexidade Computacional ´Maquina de Turing: Tempo e Espaco ¸ ´ Dentre os modelos matematicos do conceito de algoritmo, a ´ ´ maquina de Turing tem servido de referencial teorico para a ¸˜ classificacao de algoritmos e problemas segundo os ´ respectivos requisitos de recursos necessarios: Tempo: medido pelo numero de passos de computacao ´ ¸˜ ¸ ´ ´ Espaco: medido pelo numero de celulas da fita de trabalhoRuy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  35. 35. Alan Turing e DecidibilidadeTeoria da Complexidade Computacional ´Maquina de Turing: Tempo e Espaco ¸ Classes de Complexidade de Problemas Computacionais: ´ 1 P: problemas soluveis por uma maquina de Turing ´ determin´stica de tempo polinomial ı ´ 2 NP: problemas soluveis por uma maquina de Turing ´ ˜ nao-determin´stica de tempo polinomial ı Theorem (Cook, 1971) ´ SAT e NP-completo.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  36. 36. Alan Turing e DecidibilidadeSeguranca Computacional ¸ ´ ´Maquina de Turing: Modelo de Algoritmo Adversario O Legado de Turing na Teoria da Criptografia: ¸˜ ¸˜ 1 Definicao de: funcao unidirecional, funcao¸˜ ´ pseudoaleatoria, indistinguibilidade ¸˜ ¸˜ 2 Definicao da nocao de experimento, permitindo a ¸˜ ´ definicao matematica de: sigilo computacional, ˆ ` ˜ resistencia a colisao, inforjabilidade existencial 3 ¸ ¸˜ Provas de Seguranca Relativa (por reducao)Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  37. 37. Alan Turing e Decidibilidade ˆ ´Inteligencia de MaquinaTeste de Turing: Distinguir Humano de Computador ` Em 1950, Turing procura uma resposta cient´fica a pergunta ı ´ Maquinas podem pensar? ¸˜ ‘Jogo da Imitacao’: humano conversando, por meio de terminal, com ´ ´ uma maquina e um humano, sem saber quem e a m’aquina, pretende distingu´-los, podendo fazer qualquer tipo de pergunta a ı ˜ cada um deles, cuja resposta pode ou nao ser verdadeira. A ` ´ ´ resposta a pergunta se a maquina pode pensar sera respondida na afirmativa se ela puder imitar um ser humano nas suas respostas. ¸˜ Aplicacao nos dias de hoje: Completely Automated Public Turing test tell Computers and Humans Apart (CAPTCHA) Teste de desafio cognitivo, utilizado como ferramenta anti-spam, desenvolvido pioneiramente na universidade de Carnegie-Mellon (L. von Ahn).Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı
  38. 38. Alan Turing e Decidibilidade ˆReferenciasO Legado de Alan Turing Turing, A.M. (1936). “On Computable Numbers, with an Application to the Entscheidungsproblem”. Proceedings of the London Mathematical Society 2 42: 230–65. 1937. Turing, A.M. (1950). “Computing Machinery and Intelligence”. Mind LIX (236): 433–460. Macintyre, A. (2011). “Undecidable and Decidable Problems in Mathematics: A survey and some reflections, for the centenary of Turing’s birth”. Talk given Tuesday, 17 May 2011 - 6:00pm, Barnard’s Inn Hall, Gresham College, London, UK.Ruy de Queiroz ´ Centro de Informatica, Univ. Federal de PernambucoProblemas Decid´veis e Problemas Indecid´veis ı ı

×