Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro

1,659 views

Published on

O pesquisador da Embrapa e consultor do projeto Eu Produzo, Eu Preservo, Eduardo Assad, elaborou uma apresentação reunindo perspectivas e oportunidades para a agricultura sustentável.

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,659
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
602
Actions
Shares
0
Downloads
57
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Perspectivas e Oportunidades para a Agricultura do Futuro

  1. 1. PERSPECTIVAS E OPORTUNIDADESPARA A AGRICULTURA DO FUTURO Eduardo Delgado Assad Pesquisador da Embrapa
  2. 2. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS Segurança alimentar “Aquecimento global pode reduzir estoques mundiais de alimentos” (postado por Rede Notícias dia 07/05/2011) “ONU: estoque de alimentos é o menor em 30 anos” “USDA em 02/2011, preços agrícolas permanecerão acima do nível pré 2006 durante a próxima década” “Preços de alimentos devem continuar altos por vários anos, diz Graziano ex-ministro brasileiro, diretor-geral da FAO”. 27/06/2011
  3. 3. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS Segurança alimentar MUNDO - Grãos e Oleaginosas- Evolução das Produções e dos Consumos 2010/11 (previsão) 2009/10 Milhões de toneladas 2008/09 2007/08 2006/07 2005/06 2004/05 2003/04 2002/03 2001/02 2000/01 0 500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000 Consumos Totais Produções Fonte: USDA
  4. 4. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS Segurança alimentar Brasil – Inflação Anual Fonte: Prof. Climaco Cezar com dados do IBGE/SNIC
  5. 5. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS “Segurança Alimentar” Solução: A formação de estoques de alimentos pode reduzir o risco de insegurança alimentar 13 Junho, 2011 - 18:04h Délcio Rocha
  6. 6. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS FAO prevê que até 2030: Mundo terá que produzir 600 milhões de toneladas de milho e oleaginosas a mais (área de 54 milhões de hectares) Grande oportunidade para o Brasil http://www.junglephotos.com/amazon/ampeople/ethnobotany/sug http://johnbokma.com/mexit/2006/12/17/sugarcane-against-the-blue-sky.jpg http://upload.wikimedia.org/wikipedia/ c arcane.jpg ommons/2/29/Cut_sugarcane.jpg http://www.spriinc.org/SugarCane1018634.jpg
  7. 7. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS Domínio da agricultura tropical Plantas e Animais Tropicais: Paulo Kurtz, Embrapa Wheat Gado Zebu Gramíneas Tropicais origem africana (Brachiaria) Sandra Santos, Embrapa Pantanal Fibras e Madeiras (Algodão, Eucalípto) Horticultura Tropical e Temperada Soja (fotoperiodismo) Agricultura de Cerrado Controle Biológico Plantio Direto Cana - Bioetanol Fixação de Nitrogênio Suínos e Aves ILPF Archives, Mapa
  8. 8. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUTOS AGRÍCOLAS Análise do Ambiente Externo e Interno Principais produtos Produção Exportação 2008/2009 2018/2019 2008/2009 2018/2019 Açúcar 1º 1º 1º 1º Café 1º n/d 1º n/d Complexo soja 2º 2º 2º 1º Milho 4º 4º 3º 3º Álcool 2º 2º 1º 1º Carne bovina 2º 2º 1º 1º Carne de frango 3º 3º 1º 1º Carne suína 4º 4º 4º 2º Fonte: USDA, FAPRI e MAPA n/d - informação não disponível
  9. 9. A EXPANSÃO AGRÍCOLA Brasil- crescimento da produtividade agrícola Produção Crescimento: 228% Produtividade Crescimento: 151% Superfície cultivada Crescimento: 31% Fonte: Conab / MAPA
  10. 10. A EXPANSÃO AGRÍCOLA Brasil- produção de carnes + 2,42% ano 12 11 Bovina = 78% 10 + 0,17% ano 9 8Milhões toneladas 7 Suínos= 115% 6 + 2,34% ano 5 Frango = 180% 4 3 2 1 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009* Fonte: Conab / MAPA
  11. 11. A EXPANSÃO AGRÍCOLA NOS CERRADOS
  12. 12. A EXPANSÃO AGRÍCOLA NOS CERRADOS
  13. 13. CONTRIBUIÇÃO DO CERRADO À PRODUÇÃO AGRÍCOLA Contribuição do Cerrado % Fonte: IBGE, 2009
  14. 14. PRODUTIVIDADE: BRASIL X CERRADO Brasil Cerrado Cultura Produtiv. Produtiv. (ton/ha) (ton/ha) Soja 2,64 2,92 Algodão 3,57 3,67 Feijão 0,85 1,63 Milho 3,71 4,94 Arroz 4,40 2,13 Café 1,14 1,40 Fonte: IBGE, 2009
  15. 15. BOVINOS, PASTAGENS: BRASIL X CERRADO Brasil 191 milhões de bovinos 101 milhões ha de pastagens cultivadas Cerrado 69 milhões de bovinos 54 milhões ha de pastagens cultivadas 55% da produção de carne Fonte: IBGE, 2009
  16. 16. PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO2010/11 2020/21
  17. 17. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA ARROZ TRIGO FEIJÃO Taxa de crescimento (%) Taxa de crescimento (%) Taxa de crescimento (%) 2010/11 a 2020/21 2010/11 a 2020/21 2010/11 a 2020/21 Produção 1,0% Produção 1,6% Produção 0,9% Consumo 1,0% Consumo 1,2% Consumo 1,1% Importação 13,3% Importação 1,0% Importação 2,0% Fonte: AGE/MAPA e SGE/Embrapa
  18. 18. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA SOJA MILHO CAFÉ Taxa de crescimento (%) 2010/11 a 2020/21 Produção 1,0% Consumo 2,5% Taxa de crescimento (%) Taxa de crescimento Exportação 0,8% 2010/11 a 2020/21 (%) 2010/11 a 2020/21 Produção 2,3% Produção 2,0% Consumo 1,9% Consumo 1,9% Exportação 3,2% Exportação 4,6% Fonte: AGE/MAPA e SGE/Embrapa
  19. 19. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA ALGODÃO CANA-DE-AÇÚCAR Taxa de crescimento (%) 2010/11 a 2020/21 Produção 2,2% Consumo 1,8% Exportação 3,8% Taxa de crescimento (%) 2010/11 a 2020/21 Produção 4,3% Consumo 1,0% Exportação 5,3% Fonte: AGE/MAPA e SGE/Embrapa
  20. 20. CENÁRIO MUNDIAL E NACIONAL DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA CARNES Taxa de crescimento (%) 2010/11 a 2020/21 Carne Bovina 2,2% Carne Suína 1,9% Carne de frango 2,6% LEITE Taxa de crescimento (%) 2010/11 a 2020/21 Produção 1,9% Consumo 1,9% Exportação 4,3% Fonte: AGE/MAPA e SGE/Embrapa
  21. 21. DESAFIOS
  22. 22. CENÁRIO REGIONAL: O DESAFIO DE PRODUZIR COM SUSTENTABILIDADE Passivo: Impactos Ambientais e Sociais  Êxodo Rural Degradação  Desigualdades Regionais Trabalho  Riscos para a biodiversidade Indigno  Exaustiva utilização dos recursos naturais (solo, água e florestas)  Uso intensivo de insumos derivados do petróleo Desmatamento  Poluição e contaminação dos recursos naturais  Dificuldades para agriculturores familiares em: Incorporação de novas tecnologias Queimadas Degradação Adequado modelo de gestão Impacto Antrópico
  23. 23. CENÁRIO REGIONAL: O DESAFIO DE PRODUZIR COM SUSTENTABILIDADE Sistemas de Produção Sustentáveis
  24. 24. CENÁRIO REGIONAL: O DESAFIO DE PRODUZIR COM SUSTENTABILIDADEAdequação Ambiental – Uso sustentável dos recursos
  25. 25. CENÁRIO REGIONAL: O DESAFIO DE PRODUZIR COM SUSTENTABILIDADE Economia Verde Conceito: Retorno para a Sociedade dos investimentos em capital natural e humano que tem como conseqüências : - redução nas emissões, - eficiência no uso de recursos naturais, - geração de menos resíduos e - redução nas disparidades sociais. (Programa Ambiental das Nações Unidas UNEP, 2008)
  26. 26. CENÁRIO REGIONAL: O DESAFIO DE PRODUZIR COM SUSTENTABILIDADE Economia Verde Desafio: Incorporar os Parâmetros da Economia Verde, na Matriz dos Sistemas de Produção Agrícolas Existentes
  27. 27. ECONOMIA VERDE: SERVIÇOS AMBIENTAIS Prosperidade econômica com baixo impacto ambiental Economia (Crescimento) SINERGIA Meio ambiente (Sustentabilidade) Meio ambiente gerando novas oportunidades econômicas e de crescimento (VALORIZAÇAO DO NOVO PRODUTO)
  28. 28. POR QUE BUSCAR ESSA SINERGIA?
  29. 29. Nos últimos 50 anos observamos uma dramática degradação do capital natural do Planeta • Aumento de CO2, N2O, CH4 • Aquecimento Global • Degradação da terra • Perda de Biodiversidade • Eutrofização • Poluição • Extração de Água • ….. 1900 1950 2000 Rockstrom
  30. 30. IMPACTOS PREVISTOS PARA O BRASIL • Intensificação das chuvas no Sul e Sudeste; • O Nordeste deverá se tornar mais árido; • Substituição gradual da floresta amazônica oriental por vegetação de savana; • Diminuição na disponibilidade de água no semiárido; • Aumento no nível do mar. Fonte: Prof. Hernani Löebler, Dep. de Ciências Geográficas-UFPE
  31. 31. ÍNDICE DE VULNERABILIDADE Regiões mais vulneráveis à mudança de clima Amazônia e Nordeste constituem o que poderia ser chamado de climatic change hot spots, e representam as regiões mais vulneráveis do Brasil às mudanças de clima. Fonte: Instituto Meteorológico da Suíça
  32. 32. CENÁRIOS CLIMÁTICOS GLOBAIS PARA AMÉRICA DO SUL Projeções de anomalias de temperatura (oC) para América do Sul, para o período de 2090- 2099 (Cenário A2), em relação ao período base de 1961-1990, para 15 diferentes modelos climáticos globais, disponíveis através do IPCC.
  33. 33. CENÁRIOS CLIMÁTICOS GLOBAIS PARA AMÉRICA DO SUL Projeções de anomalias de precipitação (mm/dia) para América do Sul, para o período de 2090-2099 (Cenário A2), em relação ao período base de 1961-1990 para 15 diferentes modelos climáticos globais, disponíveis através do IPCC.
  34. 34. [⁰C] 8 a 6.5 6a5 4.5 a 3 2.5 a 1.5 1a0 -0.5 a -2 Tmax (Precis-A2) 2010 – media 1960-1990
  35. 35. [⁰C] 8 a 6.5 6a5 4.5 a 3 2.5 a 1.5 1a0 -0.5 a -2 Tmax (Precis-A2) 2020 – media 1960-1990
  36. 36. [⁰C] 8 a 6.5 6a5 4.5 a 3 2.5 a 1.5 1a0 -0.5 a -2 Tmax (Precis-A2) 2030 – media 1960-1990
  37. 37. [⁰C] 8 a 6.5 6a5 4.5 a 3 2.5 a 1.5 1a0 -0.5 a -2 Tmax (Precis-A2) 2040 – media 1960-1990
  38. 38. SITUAÇÃO ATUAL
  39. 39. SITUAÇÃO ATUAL
  40. 40. SITUAÇÃO ATUAL
  41. 41. SITUAÇÃO ATUAL
  42. 42. COMO FAZER?
  43. 43. POLÍTICAS PÚBLICAS
  44. 44. POLÍTICAS PÚBLICAS Implantação de sistemas de ILPF em 4 milhões de hectares Ações de reflorestamento de 6 milhões para 9 milhões de hectares Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  45. 45. POLÍTICAS PÚBLICAS Recuperação de 15 milhões de hectares de pastagens degradadas. Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  46. 46. 47
  47. 47. Fonte :Embrapa agrobiologia
  48. 48. SISTEMA PLANTIO DIRETO (SPD) O Programa prevê a ampliação em 8 milhões de hectares da área sob SPD, passando de 25 para 33 milhões de hectares. Fonte: MAPA
  49. 49. FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE N2 O Programa prevê o incremento da área com FBN em 5,5 milhões de hectares, correspondendo a uma redução de 16 a 20 milhões de toneladas CO2 eq.
  50. 50. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) Desafio: Incorporação na Matriz de Produção Agrícola “Economia Verde” 1- Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis de Produção: - Sistemas agrícolas prestadores de serviços ambientais: - Plantio direto; - Integração Lavoura Pecuária- ILPF; - Agroenergia; - Agrofloresta e agroecologia.
  51. 51. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) Desafio: Incorporação na Matriz de Produção Agrícola “Economia Verde” 1- Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis de Produção: - Identificar, quantificar e valorar os indicadores que compõe os serviços ambientais: - Seqüestro de Carbono (crédito de C); - Indicadores da qualidade do solo e água; - Outros ????
  52. 52. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 2- Fortalecer as pesquisas agronômicas para potencializar os Sistemas Sustentáveis de Produção: - Plantio direto; - Integração Lavoura Pecuária- ILPF; - Agroenergia
  53. 53. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 3- Fortalecer as Pesquisas Agronômicas para potencializar os Sistemas Sustentáveis de Produção: - Agroenergia: Espécies potenciais Macaúba Dendê Gramíneas Florestas energéticas Sorgo Sacarino
  54. 54. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 4- Fortalecer as Pesquisas Agronômicas de suporte aos Sistemas Sustentáveis de Produção: - Agroenergia: espécies tradicionais
  55. 55. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) Mais temas a serem fortalecidos 1- Programação em Recursos Naturais (APP, ARL e UCs) - Organização das informações – Serviços Ambientais - Uso sustentável da Biodiversidade - Recuperação de áreas improdutivas
  56. 56. CERRADO: 2ª MAIOR BIODIVERSIDADE DO PAÍS! > 12.000 spp de plantas (Quantas caracterizadas?) – Macrofauna – Meso e microfauna – Microbiota Desafio - Transformação em Recursos Genéticos e estes em Recursos Econômicos e Sociais: Avaliação, Caracterização, Uso e Valoração
  57. 57. Mudanças climáticas e genômica da adaptação
  58. 58. Consequências de mudanças climáticas e impactos decorrentes sobre sistemas agroflorestais (IPCC, 2007)• Aumento da concentração atmosférica de CO2 causa: • aumento da fertilização de carbono (em certas espécies e condições ambientais) • aumento de temperatura média global • aumento da frequência de eventos extremos, tais como: ondas de calor seca alagamento
  59. 59. Ciências genômicas para Mudanças Climáticas compreensão da resposta das plantas às mudanças climáticas SNPs Genoma Expressão gênica O impacto das mudanças climáticasnível de organização biológica Célula/Tecido Metaboloma ocorre sobre os múltiplos níveis de Trocas gasosas organização biológica. Potencial hídrico Organismo Biomassa variáveis Crescimento Pouco se sabe ainda como esse impacto afeta os processos moleculares, Densidade de População plantio bioquímicos e fisiológicos que determinam as Floração respostas em uma cadeia que vai de indivíduos até ecossistemas globais. Diversidade Comunidade Dominância Por isso, é necessária a incorporação Ecossistema Produtividade das ciências genômicas aos estudos ecológicos. Carbono no solo
  60. 60. Genômica visando adaptação de culturas agroflorestais a mudanças climáticas: objetivos• Identificação de variedades mais adaptadas (resistentes/tolerantes) aos estresses abióticos decorrentes das mudanças climáticas: • [CO2] atmosférica elevada, seca, calor, submergência etc, em condições controladas.• Descoberta de mecanismos moleculares, bioquímicos e fisiológicos mediando respostas e adaptação a tais estresses.• Desenvolvimento de marcadores moleculares (genéticos e bioquímicos) para seleção assistida de variedades mais adaptadas em programas de melhoramento genético.• Descoberta de genes envolvidos em adaptação (resistência/tolerância) com valor biotecnológico.
  61. 61. ESQUEMA GERAL DOS EXPERIMENTOS Simulação de cenários de mudanças climáticas Reprodução de cenários via cultivo em condições controladas Análise combinatorial de estresses: concentração de CO2 X temperatura X disponibilidade hídrica X outros Biometria e Fisiologia Medições de fotossíntese e trocas gasosas. Coleta de material para análises moleculares. Biologia Molecular e Bioquímica Processamento de amostras e análises moleculares Análise bioinformática
  62. 62. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 2- Sistemas sustentáveis de produção: Recursos Hídricos e Agricultura irrigada: Área potencial = 10 milhões ha Área atual = 1 milhão de ha
  63. 63. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 3- Sistemas sustentáveis de produção: Manejo Integrado de Pragas 64terça-feira, janeiro 26, 9:12:06
  64. 64. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 4- Sistemas sustentáveis de produção: Agricultura Familiar, Assentamentos da Reforma Agrária e comunidades tradicionais: • Organização Social, • Inserção nos mercados e agregação de valor, • Agroflorestal, Agroecológica e ILPF, entre outros.
  65. 65. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) Agricultura de Transição Agroecológica
  66. 66. AÇÕES ESTRATÉGICAS DE P&D (TEMAS) 5- Desenvolver protocolos para a certificação de Boas Práticas Agrícolas para os sistemas de produção sustentáveis recomendados para a região.
  67. 67. GRANDE DESAFIO Aumentos de Baixo Impacto produtividade Ambiental P&D/TT Equidade Social
  68. 68. MUITO OBRIGADO! Eduardo.assad@embrapa.br www.euproduzoeupreservo.com.br

×