Ai ar-tp2-g1-a

283 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
283
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
71
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ai ar-tp2-g1-a

  1. 1. Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação David Moreira Philippe Marques Rúben da Costa
  2. 2. Introdução1. Realização de um trabalho que consiste na gestão de conteúdos com aplicações baseadas na web;2. Pequena introdução do que são PLEs;3. Selecção de ferramentas que serão alvo de análise: conceitos, características, utilidade no âmbito educacional e possível integração no moodle;4. Estudo comparativo com base numa tabela de funcionalidades;5. Criação de um Poster científico.
  3. 3. Personal Learning Environment PLEs são um espaço pessoal que agrega todas asferramentas e recursos digitais de interesse para aaprendizagem com que o estudante prefere interagir demomento, em que para além de aprender, podem criar epartilhar as suas ideias. Fonte: http://luismiguel-digital.blogspot.pt/2009/08/ambientes-pessoais-de-aprendizagem.html
  4. 4. Delicious (1/5) O Delicious proporciona um lugar para guardar ecatalogar as diferentes páginas de interesse da Internet.Desta forma, o Delicious proporciona também uma redeem que os utilizadores podem partilhar os seusinteresses. Pode ainda ser utilizado como ferramenta depesquisa sobre qualquer assunto, de acordo com opartilhado pela sua comunidade.
  5. 5. Delicious (2/5)Funcionalidades: Ter um perfil próprio aonde são adicionados e guardados links de interesse; Organizar esses links e partilhar com outras pessoas; Capacidade de adicionar comentários e tags aos links; Acesso em qualquer lugar; Explorar os links disponibilizados pela comunidade do Delicious de modo a encontrar conteúdo de interesse;
  6. 6. Delicious (3/5)Ferramentas/Plugins: O Delicious disponibiliza 2 ferramentas oficiais convenientes: BookMarklet que permite, que ao navegar, adicione links de qualquer página, rapidamente; Aplicação para a utilização do Delicious no Iphone. Há também extensões do Delicious para os browsers específicos, tal como o Firefox e o Chrome, que permitem a sincronização dos bookmarks e tags do Delicious com o Browser, de modo a proporcionar um fácil e conveniente acesso.
  7. 7. Delicious (4/5)Delicious como ferramenta educacional: Num âmbito de aprendizagem escolar o Delicious pode ser utilizado coma partilha de links fundamentais pela parte do Professor. Visto que o Deliciouspermite criar TagBundles ( Pacotes de Tags), o aluno ou o professor tem porexemplo a opção de agrupar todas as tags relacionadas com a aprendizagemescolar, numa só, ou seja num pacote, para que haja então uma melhororganização e acesso a estas. Por exemplo:TagBundle: Aprendizagem escolarTags: trabalho, trabalho científico, ensino, estudo, educação, aprendizagem,escola, ctdi, aplicações informáticas, etc…Desta forma esta TagBundle teria todo o conteúdo relacionado com aprendizagemescolar. Pode também ser utilizado num âmbito mais abrangente em que oaluno, pode realizar a pesquisa de links relevantes sobre certo tema de umtrabalho, que a comunidade tenha partilhado.
  8. 8. Delicious (5/5)Integração com o moodleDe forma a utilizar o Delicious em conjunto com o Moodle, o utilizador,por exemplo, no caso de um professor, pode colocar um link directamentepara uma das suas tags ou tagbundles, para que os alunos tenham então oconjunto de sites dentro dessa tag ou tagbundle, disponíveis paraconsulta, isto, em vez de estar a colocar links individualmente.Os links para tags e tagbundles, respectivamente, são: http://www.delicious .com/nomeutilizador/nometag http://www.delicious .com/nomeutilizador/bundle:nomebundletag O utilizador pode também colocar um bloco de RSS feeds do seuDelicious para que haja notificação para os membros de certa disciplinasobre os links adicionados.
  9. 9. Blogger (1/7) Um blog é uma ferramenta que permite publicarinformação que seja considerada importante para umcerto grupo de pessoas, dependendo dos seus interesses.Pode ser também uma página pessoal onde umindividuo fala sobre um determinado assunto que seja doseu agrado ou até da sua vida pessoal. O blog pode assumir diversas funçõesdependendo daquilo que é pretendido e por quem o estáa usar.
  10. 10. Blogger (2/7)História Criado em 23 agosto de 1999 pela Pyra Labs; Comprado pela Google em 2003 Em Maio de 2004 procederam à mudança de visual em colaboração com várias empresas. Surgiram então novos templates, página própria para posts, etc..; No mesmo ano o Google comprou o Picassa e o utilitário de fotos Hello, que posteriormente foi integrado ao Blogger, permitindo a partilha de fotos; Em Agosto de 2009, no 10º aniversário da ferramenta, foram adicionados novos recursos à mesma. Deixou de ser necessário fazer a edição em HTML; Em Fevereiro de 2010, foram adicionadas páginas estáticas e o gadget de páginas; Nos dias de hoje e apesar de muita gente preferir usar ferramentas como o wordpress, o Blogger por estar alicerçado ao Google e pelo facto de ser uma ferramenta gratuita, é dos mais usados a nível mundial.
  11. 11. Blogger (3/7)Vantagens: Gratuito; Disponível em várias línguas; Não é necessária a compra de um Domínio nem pagamento de hospedagem; Existe uma diversidade de modelos gratuitos (templates) que podem ser adoptados o que facilita a criação do ambiente desejado; Design adaptado ao utilizador; Não é necessário fazer backup, essa tarefa está entregue ao Google (existindo no entanto a possibilidade de perda de informação); Tem integração com o Google Adsense; Oferece estatísticas em tempo real, como por exemplo o número de pessoas que acederam ao blog, qual o artigo mais visualizado etc..; Existe uma grande quantidade de tutoriais que ajudam a usar a ferramenta.
  12. 12. Blogger (4/7)Desvantagens Não permite a hospedagem de um arquivo; Não oferece organização por categorias; Não aceita plugins; Existe um número limitado de páginas estáticas criadas; Não permite a edição de comentários; Não possui uma boa reputação em relação aos outros blogs pelo facto de ser gratuito e de toda a gente poder aceder ao mesmo não sendo sempre a informação fiável;
  13. 13. Blogger (5/7)Integração com outras ferramentas/plataformas O maior destaque poderá ser o facto de apenas com uma conta e com uma palavra-chave os utilizadores desta ferramenta poderem aceder a qualquer aplicação pertencente à Google. É possível também aceder à ferramenta Blogger através do telemóvel. Existindo mesmo a possibilidade de o fazer através de telemóveis cuja tecnologia é mais antiga através de sms e mms Existe a possibilidade de integrar esta ferramenta com o Facebook. Compartilhar os blogs que acharem importantes no twitter, Facebook, ou mesmo por email.
  14. 14. Blogger (6/7)Blogger como ferramenta educacional O que poderemos dizer acerca do Blog como uma ferramentaeducacional que é de fácil implementação por parte dos professores, e defácil percepção e adequabilidade por parte do aluno.Existem inúmeros blogs, com inúmera informação importante que podeser passada para os alunos.Apenas é necessário existir uma ligação à Internet, e acaba por se criar umambiente, onde a aprendizagem não está limitada à sala de aula.
  15. 15. Blogger (7/7)Integração com o moodle Em termos de integração com o Moodle não há muitoa dizer em relação a esta ferramenta. O único modo de estaestar relacionada com o Moodle será através da publicação dolink relativo ao blog na página da disciplina.
  16. 16. Diigo (1/9) O Diigo é uma ferramenta que pertence ao “SocialBookmarking System” (SBS), ou seja, faz parte desistema de criação dos normalmente chamados“marcadores” ou “favoritos”, aplicados num contextosocial de partilha.
  17. 17. Diigo (2/9)
  18. 18. Diigo (3/9)
  19. 19. Diigo (4/9)Subscrição do Diigo
  20. 20. Diigo (5/9)O Diigo fornece ferramentas para as seguintes plataformas: Principais web browsers, como por exemplo, Mozilla Firefox, Internet Explorer ou Google Chrome; Dispositivos com sistema operativo Android; iPad e iPhone.
  21. 21. Diigo (6/9)Vantagens: Criar marcadores ou favoritos e guardá-los na “cloud”; Partilhar os marcadores com outros utilizadores; Destacar excertos de texto com várias cores; Criar notas de destaque nas páginas; Capturar imagens totais ou parciais das páginas; Fazer “upload cache” das páginas para caso o seu conteúdo seja alterado, ser possível visualizá-la igual ao dia em que se criou o marcador; Importar os marcadores de outros “Bookmarking Websites”; Marcar páginas para ler mais tarde; Partilhar as páginas em várias redes sociais; Aceder/criar grupos e criar networks; Organizar os marcadores por “tags” ou listas; Aceder à informação em qualquer lugar.
  22. 22. Diigo (7/9)Desvantagens: O número limite de caracteres que permite destacar é de 5000 (o que já cobre uma enorme área de texto, por isso apenas será uma desvantagem para utilizadores que desejam seleccionar textos muito extensos); Não permite pré-visualizar uma página no Youtube. Embora permita pré- visualizar páginas com vídeos incorporados e assistir aos mesmos, para visualizar o vídeo no Youtube é necessário clicar no link e aceder à própria página. Por vezes algumas definições modificadas no próprio perfil ou nas opções de um grupo ou lista, não são efectuadas mesmo depois de se clicar em “guardar alterações”. Por exemplo, introduzir descrições em listas não ficam gravadas, ou para alterar o nome de utilizador é necessário fazer sign out e voltar a fazer sign in para as alterações serem aplicadas; Os separados no Diigo não se actualizam automaticamente, por exemplo como acontece com a “página principal” de utilizador do Facebook. Ao serem adicionados novos marcadores, é necessário actualizar a página “My Library” para estes serem vistos.
  23. 23. Diigo (8/9)Diigo como Ferramenta Educacional Tanto o professor como o aluno podem utilizá-lo para marcar aspáginas com os conteúdos que lhe interessam e partilhá-las com outros. “Seguir” outros alunos e professores para criar uma network maisalargada, mas dentro do seu âmbito académico. O professor pode também seguir os alunos e ver o tipo de fontesonde estes procuram a informação. Podem também pedir aos alunos quecriem notas no separador “My Library”, abordando determinado tema.
  24. 24. Diigo (9/9)Integração do moodle: Relativamente à integração com o Moodle, esta épossível ser realizada, contudo tem aspectos que serão aquiapontados. Por exemplo, o Moodle de uma disciplina ou umdocumento nele existente pode ser marcado no Diigo.Contudo, no sentido inverso, a única maneira de integrar noMoodle uma página marcada no Diigo, é através do link. Estepode ser o link directo da página, ou o annotated link, queabre uma versão em cache da página em questão.
  25. 25. Tabela ComparativaCaracterísticas Blogger Delicious DiigoAjudaComunicaçãoDisponibilidadeem diversasplataformasFácil acessoGestão e acessoa conteúdosOrganizaçãoGestão de PerfilIntegração de/com outrasaplicaçõesInterface doutilizadorBomRazoávelMau
  26. 26. Escolha da ferramenta base ecomparação com as restantes (1/3) No caso do Blogger, este é uma boa ferramentarelativamente à incorporação de conteúdos nos mais variadossuportes, seja vídeo, áudio ou apresentação PowerPoint. Umvídeo do Youtube é facilmente incorporado no blog, assimcomo uma apresentação do Slideshare. Visualmente, ofereceao utilizador um ambiente chamativo devido ao facto doselementos estarem incorporados na página sem que sejanecessário aceder à página fonte, como acontece no caso dasoutras duas ferramentas aqui abordadas. Por sua vez, o Diigo e o Delicious são ferramentas deSocial Bookmarking, que têm a mesma função principal, queé a de criar marcadores nas páginas que visitamos e quequeremos guardar para consultar novamente.
  27. 27. Escolha da ferramenta base ecomparação com as restantes (2/3) A escolha entre o Diigo e o Delicious, foi realizada tendo emconta o facto de que o primeiro nos pareceu mais completo,oferecendo um maior variedade de opções. Enquanto o Deliciouspraticamente se limita a criar marcadores e organizá-los por tags, oDiigo oferece mais ferramentas no tratamento e organização dasfontes. Para além de permitir criar e gerir grupos, o utilizador temuma gestão de perfil mais completa, e até o próprio método de criaro bookmark oferece opções. O facto de termos considerado o Diigo muito maiscompleto, foi o que nos levou a escolhe-lo em detrimento doDelicious.
  28. 28. Escolha da ferramenta base ecomparação com as restantes (3/3) O Diigo vai além do bookmarking, pois no fundo éuma ferramenta de gestão de fontes de informação. Permito-nos fazer a gestão do nosso PLE, com uma sériefuncionalidades que facilitam o tratamento e o acesso àsmesmas. Até pela análise da tabela de funcionalidades acimaaborda, o Diigo é a aplicação que obteve mais vezes “Bom” eapenas dois “Razoável”. Nas funcionalidades referidas nãohouve nenhuma que considerássemos “Mau”.O facto de criar marcadores, destaques no texto, notas dedestaque, grupos e uma network, fazem do Diigo umaferramenta extremamente completa, daí ter sido a queconsideramos ideal para criar o nosso ambiente.
  29. 29. Conclusão O objectivo final deste trabalho foi a escolha de uma ferramenta capazde gerir um PLE (Personal Learning Environment). Para isso, foi feita uma análisee descrição de três ferramentas (Diigo, Delicious e Blogger) para queposteriormente fosse possível seleccionar uma delas. Para que fosse feita uma análise mais exaustiva, cada elemento do grupocriou uma conta na ferramenta que escolheu para analisar. Essa mesma análise recaiu sobre as suas principaisvantagens/desvantagens, e a sua utilização enquanto ferramenta educacional e apossibilidade de ser integrada com o Moodle. Após ser feita uma análise globalatravés do quadro comparativo, o que foi possível concluir foi que o Diigo seria amelhor ferramenta para gerir um PLE. Apesar de todas as ferramentas analisadas terem os seus pontos fortes,no que toca às suas funcionalidades para gerir uma PLE, o Diigo por ser aferramenta que após ser explorada se mostrou mais completa foi a escolhida pelogrupo. O facto de apresentar mais funcionalidades em relação às restantes teveum peso muito grande.

×