Percepção

51,637 views

Published on

Published in: Technology
6 Comments
32 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
51,637
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
772
Actions
Shares
0
Downloads
1,408
Comments
6
Likes
32
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Percepção

  1. 1. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  2. 2. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Em psicologia, neurociência e ciências cognitivas, percepção é a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, a partir de histórico de vivências passadas. Através da percepção um indivíduo organiza e interpreta as suas impressões sensoriais para atribuir significado ao seu meio. PERCEPÇÃO Consiste na aquisição, interpretação, seleção e organização das informações obtidas pelos sentidos. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  3. 3. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia A percepção pode ser estudada do ponto de vista estritamente biológico ou fisiológico, envolvendo estímulos elétricos evocados pelos estímulos nos órgãos dos sentidos. PERCEPÇÃO Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  4. 4. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia TIPOS DE RECEPTORES DOS SENTIDOS DO CORPO HUMANO <ul><ul><li>1) Exteroceptores: respondem a estímulos externos, originados fora do organismo. 2) Proprioceptores: detectam a posição do indivíduo no espaço, assim como o movimento, a tensão e o estiramento musculares. 3) Interoceptores: respondem a estímulos viscerais ou outras sensações como sede e fome. </li></ul></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  5. 5. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia ÓRGÃOS DOS SENTIDOS (Exteroceptores) Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  6. 6. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia <ul><ul><li>Os sentidos fundamentais do corpo humano - visão, gustação ou paladar, audição, olfato e tato  - constituem as  funções que propiciam o nosso relacionamento com o ambiente. </li></ul></ul><ul><ul><li>Por meio dos sentidos, o nosso corpo pode perceber muita coisa do que nos rodeia; contribuindo para a nossa sobrevivência e integração com o ambiente em que vivemos. </li></ul></ul>ÓRGÃOS DOS SENTIDOS Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  7. 7. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia ÓRGÃOS DOS SENTIDOS <ul><ul><li>Dessa maneira: - pelo tato - sentimos o frio, o calor, a pressão atmosférica, etc; - pela gustação - identificamos os sabores - pelo olfato - sentimos o odor ou cheiro; - pela audição - captamos os sons; - pela visão - observamos as cores, as formas, os contornos, etc. </li></ul></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  8. 8. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia ÓRGÃOS DOS SENTIDOS <ul><ul><li>Portanto, em nosso corpo os órgãos dos sentidos estão encarregados de receber estímulos externos. Esses órgãos são: - a pele - para o tato; - a língua - para a gustação; - as fossas nasais - para o olfato; - os ouvidos - para a audição; - os olhos - para a visão. </li></ul></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  9. 9. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Do ponto de vista psicológico ou cognitivo, a percepção envolve também os processos mentais, a memória e outros aspectos que podem influenciar na inter- pretação dos dados percebidos. PERCEPÇÃO Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  10. 10. PERCEPÇÃO Para Vigotski, “A percepção é parte de um sistema dinâmico de comportamento, por isso, a relação entre as transformações dos processos perceptivos e as transfor- mações em outras atividades intelectuais, tais como , a consciência, o pensamento, e a memória, é de funda- mental importância”. (A Formação Social da Mente . P.44). Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  11. 11. PERCEPÇÃO Quando recebemos um estímulo do meio, eles são captados pelos órgãos sensoriais e interpretados à partir de nossa subjetividade – experiências, motivações, crenças, va- lores, atitudes – resultando isto no processo de percepção. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  12. 12. PERCEPÇÃO Na psicologia, o estudo da percepção é de extrema importância porque o comportamento das pessoas é baseado na interpretação que fazem da realidade, e não na realidade em si. Por este motivo, a percepção do mundo é diferente para cada um de nós, cada pessoa percebe um objeto ou uma situa- ção de acordo com os aspectos que têm especial importância para si própria. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  13. 13. PERCEPÇÃO A maneira como percebemos um determinado estímulo, seja com a ajuda de nossas experiências ou necessidades, irá desencadear nosso comportamento. Duas pessoas podem perceber os estímulos de forma diferentes, isto porque cada qual vivenciou experiências diferentes e aprendeu valores diversos que possibilitam a cada um perceber o estímulo de acordo com aquilo que experimentou em sua história de vida. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  14. 14. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Esta apresentação tem como objetivo principal, destacar o órgão da visão como meio de percepção para a construção da subjetividade. PERCEPÇÃO Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  15. 15. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Os olhos são os órgãos responsáveis pela visão, um dos sentidos que fazem parte da percepção do mundo. O processo de percepção tem início com a “ atenção ” que é um processo de observação seletiva, ou seja, das observações por nós efetuadas. PERCEPÇÃO VISUAL Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  16. 16. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Atenção é um processo cognitivo pelo qual o intelecto focaliza e seleciona estímulos, estabelecen- do relação entre eles. A todo instante recebemos estímulos, proveni- entes das mais diversas fontes, porém só atendemos a alguns deles, pois não seria possível e necessário responder a todos. ATENÇÃO Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  17. 17. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Este processo faz com que nós percebamos alguns elementos em detrimento de outros. Os fatores que influenciam a “ atenção ” , se encontram agrupados em duas categorias: - fatores externos (próprios do meio ambiente) - fatores internos (próprios do nosso organismo). ATENÇÃO Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  18. 18. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Os fatores externos mais importantes da atenção são: - intensidade : nossa atenção é particularmente despertada por estímulos que se apresentam com grande intensidade (sirenes) - contraste : a atenção será muito mais despertada quanto maior o contraste entre os estímulos (sinais de trânsito) - movimento : que constitui um elemento principal no despertar da atenção - incongruência : prestamos mais atenção às coisas absurdas e bizarras do que ao que é normal. FATORES EXTERNOS (Próprios do meio ambiente) Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  19. 19. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Os fatores internos que mais influenciam a atenção são: - motivação : prestamos mais atenção a tudo que nos motiva e nos dá prazer do que às coisas que não nos interessam. - experiência : vivida ou, por palavras, a força do hábito faz com que prestemos mais atenção ao que já conhecemos e entendemos. FATORES INTERNOS (Próprios do nosso organismo) O fenómeno social é que explica que a nossa natureza social faz com que pessoas de contextos sociais diferentes não prestem igual atenção aos mesmos objetos. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  20. 20. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia FATORES BÁSICOS DA ATENÇÃO Para que a atenção atue são necessários três fatores básicos: 1. Fator fisiológico : onde depende de condições neuro- lógicas e também da situação material em que o indivíduo se encontra. 2. Fator motivacional : depende da forma como o estímulo se apresenta e provoca interesse. 3. Fator concentração : depende do grau de solicitação e atuação do estímulo. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  21. 21. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL O homem, na concepção de Vygotsky, é um ser vivo, que age sobre o mundo, sempre em relações sociais, e transforma essas relações para constituir o seu plano interno. Ou seja, à partir das relações sociais (mediações) e da lingua- gem, principalmente, o sujeito se apropria de conceitos historicamente produzidos, atribuindo a ele novos significados que serão internalizados, adquirindo um sentido pessoal, o que constitui sua natureza psicológica. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  22. 22. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL O desenvolvimento humano à partir das relações sociais dão origem aos processos mentais superiores que ocorrem em dois níveis: 1. processos psicológicos elementares (sensações, percepções imediatas, emoções primitivas, memória indireta) : estão presentes nas crianças desde pequenas e nos animais, tais como reações automáticas, ações reflexas e associações simples. 2. processos psicológicos superiores (atenção, percepção, memória, imaginação) , são de origem sócio-cultural Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  23. 23. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL A imagem, por exemplo, é um signo e, como tal, é mediadora entre o sujeito e o meio social. Ela é uma forma de expressão que nos ajuda a ver o mundo e a interpretá-lo. O mundo não é visto apenas em cor e forma, mas também como um mundo com sentido e significado. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  24. 24. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL “ Toda vez que nossa atenção se volta para algo - busca uma figura – essa busca sempre se realizará sobre um fundo. O fundo é na verdade para onde olhamos, para onde direcionamos nossa busca pelo que precisamos. (Rodrigues, E.) Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  25. 25. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Ilusão de ótica Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  26. 26. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PSICOLOGIA DA GESTALT Prioriza a consideração das relações entre as partes e a determinação da percepção do todo. “ O ato perceptivo, segundo a psicologia da Gestalt, busca a boa-forma”. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  27. 27. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL “ Quando vemos os três pontos e o triângulo acima, tendemos a organizar tal percepção em uma boa-forma, vendo-a completa, com um sentido, em forma de um triângulo. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  28. 28. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL “ Temos uma tendência em, à partir de estímulos mínimos, depreendermos um significado que abranja uma relação entre tais estímulos, de maneira a formar um “todo” , organizando a percepção com a melhor forma possível.” (Rodrigues, E.) Ou seja, o todo é mais que a soma das partes. Então, tendemos a ver os objetos de forma conjunta e organizado, ao invés das suas partes componentes. Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  29. 29. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL A busca da boa-forma ocorre quando os elementos não estão muito bem estruturados. Por isso, nos orientamos a este objetivo por meio de algumas estratégias: Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  30. 30. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL <ul><ul><li>PROXIMIDADE : Os objetos mais próximos entre si são perce- </li></ul></ul><ul><ul><li>bidos como grupos independentes dos mais distantes. </li></ul></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  31. 31. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL <ul><ul><li>SIMILARIDADE ou SEMELHANÇA : Objetos similares em forma </li></ul></ul><ul><ul><li>ou tamanho ou cor são mais facilmente interpretados como um </li></ul></ul><ul><ul><li>grupo. </li></ul></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  32. 32. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL <ul><ul><li>FECHAMENTO : Nossos cérebros adicionam componentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Que faltam para interagir uma figura parcial como um todo. </li></ul></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  33. 33. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL APLICADA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA <ul><li>Radiografia como elemento de diagnóstico </li></ul><ul><li>Radiografia como projeção de sombra </li></ul><ul><li>Radiografia como projeção bidimensional </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  34. 34. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL APLICADA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA <ul><li>Radiografia como projeção de sombra </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  35. 35. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL APLICADA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA <ul><li>Radiografia como projeção bidimensional </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  36. 36. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL APLICADA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA <ul><li>Radiografia como projeção bidimensional </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  37. 37. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL APLICADA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA <ul><li>Radiografia como projeção bidimensional </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  38. 38. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL APLICADA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA <ul><li>Radiografia como projeção bidimensional </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  39. 39. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia CONDIÇÕES NECESSÁRIAS PARA A INTERPRETAÇÃO RADIOGRÁFICA Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  40. 40. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia CONDIÇÕES DE LEITURA <ul><li>Pressupostos físicos </li></ul><ul><li>Meios auxiliares </li></ul><ul><li>Pressupostos psico-biológicos </li></ul>Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  41. 41. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia - Boa acuidade visual PRESSUPOSTOS PSICO-BIOLÓGICOS Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  42. 42. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia - Boa acuidade visual PRESSUPOSTOS PSICO-BIOLÓGICOS Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  43. 43. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia - Treinamento perceptual PRESSUPOSTOS PSICO-BIOLÓGICOS Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  44. 44. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia RADIOGRAFIA CONVENCIONAL Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  45. 45. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia TOMOGRAFIA COM RECONSTRUÇÃO 3D Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  46. 46. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia PERCEPÇÃO VISUAL – Fisiológico e Psicológico Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  47. 47. DISCIPLINA EGC 8008 – Midia e Psicologia Referências Bibliográficas BOCK, A. M. et al. Psicologias – Uma introdução ao estudo de psicologia. 13ª. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 1999. PALANGANA, I. C. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget e VYGOTISKY, L.S. – A relevância do social. 3ª. Ed. São Paulo: Summus, 2001. RODRIGUES, H. E. Introdução à Gestalt-Terapia – conversando sobre os Fundamentos da abordagem gestáltica. Petrópolis: Editora Vozes, 2000. VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2003. WIKIPÉDIA – a enciclopédia livre. http://pt.wikipedia.org/wiki/percepcao . WWW.FOTOLIA.COM Edemir Costa Disciplina EGC 8008 – Mídia e Psicologia
  48. 48. DISCIPLINA EGC 8003 – INTRODUÇÃO A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Muito Obrigado

×