Renato M.E. Sabbatini, PhD




Informatização em Saúde e
      Telemedicina:
  Cenários para o Futuro
Definições

 Informática em saúde: aplicações de tecnologias
  de informação e telecomunicação em atividades
  em medicin...
Algumas Áreas de Aplicação
 Softwares de apoio ao diagnóstico, prognóstico
  e terapia
 Prontuário eletrônico do pacient...
Passado e Presente
 Informática em saúde no Brasil: início na década
  dos 80s, hospitais e criação de centros de
  pesqu...
Perspectivas para o Futuro

 Implementação da e-Saúde: interligação de
  todas as organizações, em redes hierárquicas
  d...
E-Saúde para o Cidadão
 Marcação de consultas via Internet e TV digital interativa
 PEPWeb: prontuário eletrônico famili...
Cidades Digitais

 Redes cabeada e wireless, POP de banda larga
  em 90% dos municípios brasileiros
 Rede comunitária de...
TV Digital e Saúde
 Programas interativos sobre saúde, com participação em
  tempo real
 Informação de texto sob demanda...
Necessidades

 Apoio governamental a projetos piloto e de
  grande porte
 Normatização do setor (ABNT)
 Modelo financei...
Contato

 Prof. Dr. Renato M.E. Sabbatini
 Presidente, Instituto Edumed
 Rua Mogi Guaçu 1452, Campinas SP
 Tels (19) 3...
Informatização em Saúde e Telemedicina na Sociedade da Informação
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Informatização em Saúde e Telemedicina na Sociedade da Informação

2,513 views

Published on

Palestra ministrada em dezembro de 2006 na Fundação Getúlio Vargas de São Paulo sobre Sociedade da Informação pelo Prof.Dr. Renato M.E. Sabbatini, presidente do Instituto Edumed para Educação em Medicina e Saúde, Campinas, São Paulo, Brasil.

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,513
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Informatização em Saúde e Telemedicina na Sociedade da Informação

  1. 1. Renato M.E. Sabbatini, PhD Informatização em Saúde e Telemedicina: Cenários para o Futuro
  2. 2. Definições  Informática em saúde: aplicações de tecnologias de informação e telecomunicação em atividades em medicina e saúde  Telemedicina: uso de telecomunicações para atenção à saúde do paciente à distância  E-Saúde: informatização integrada de todos os aspectos da atenção à saúde em uma comunidade
  3. 3. Algumas Áreas de Aplicação  Softwares de apoio ao diagnóstico, prognóstico e terapia  Prontuário eletrônico do paciente  Informatização operacional e administrativa (consultórios, clínicas, hospitais, laboratórios, centros de saúde)  Telemedicina, telesaúde, educação a distância  Processamento de imagens e sinais, equipamentos computadorizados  Aplicações na Internet, acesso à informação
  4. 4. Passado e Presente  Informática em saúde no Brasil: início na década dos 80s, hospitais e criação de centros de pesquisa (UFRJ, UNICAMP, USP, UFRGS, UNIFESP)  Sociedade Brasileira de Informática em Saúde, 1986 (primeira revista, primeiro congresso)  Avanço maior depois de 2000 (prontuário eletrônico, DataSUS, cartão único, redes)  Grau médio de informatização (100% dos laboratórios, 50% dos hospitais)
  5. 5. Perspectivas para o Futuro  Implementação da e-Saúde: interligação de todas as organizações, em redes hierárquicas de vários níveis  Padronização de nomenclaturas, bases de dados e protocolos de intercâmbio (HL7, CID, SNOMED, UMLS, MeSH, TISS, etc.)  Informatização da rede pública, integração com a rede privada  Disseminação do PEP e da telemedicina
  6. 6. E-Saúde para o Cidadão  Marcação de consultas via Internet e TV digital interativa  PEPWeb: prontuário eletrônico familiar universal e centralizado, baseado na Web, de propriedade do cidadão  Personalização do acesso à informação médica via Web  Cartão único de identificação, no futuro smartcard contendo dados médicos minimos  Telemedicina doméstica e no trabalho  Sistemas inteligentes de diagnóstico, avaliação de riscos ambientais e de saúde, aconselhamento  Periféricos médicos embutidos (no lar e no indivíduo)  Maior uso dos PDAs, celulares e TV digital
  7. 7. Cidades Digitais  Redes cabeada e wireless, POP de banda larga em 90% dos municípios brasileiros  Rede comunitária de dados interligando os centros e postos de saúde, hospitais, etc. Programa de Saúde da Família  Disponibilização de serviços de educação a distância e telemedicina nas redes comunitárias  Recursos de acesso à informação e serviços via rede para pacientes
  8. 8. TV Digital e Saúde  Programas interativos sobre saúde, com participação em tempo real  Informação de texto sob demanda  Softwares de apoio à decisão  Acesso interativo aos serviços de saúde (marcação de consultas, PEP)  Vantagens: universalização (98% dos lares têm TV no Brasil), acesso gratuito  Cursos a distância para profissionais e pacientes, promoção de saúde e prevenção  Serviços Pay-Per-View e Pay-Per-Use
  9. 9. Necessidades  Apoio governamental a projetos piloto e de grande porte  Normatização do setor (ABNT)  Modelo financeiro para telemedicina  Formação de recursos humanos especializados  Fomento da inovação de produtos e serviços  Subsidios para telecomunicações no setor (FUST)  Aproveitamento de experiências de sucesso
  10. 10. Contato  Prof. Dr. Renato M.E. Sabbatini  Presidente, Instituto Edumed  Rua Mogi Guaçu 1452, Campinas SP  Tels (19) 3295-8191 Cel. 9601-7854  Email: sabbatini@edumed.org.br  Web: www.edumed.net  Home page: renato.sabbatini.com

×