Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Resumo sobre a expansão marítima portuguesa

37,813 views

Published on

Texto base para as pesquisas sobre expansão maritima portuguesa do 8 º ano noturno do professor rosivaldo

Published in: Education
  • Be the first to comment

Resumo sobre a expansão marítima portuguesa

  1. 1. Resumo Sobre A Expansão Marítima Portuguesa. A Expansão Marítima Portuguesa:No século XV, o capitalismo europeu em formação procurava encontrar e conquistarnovas áreas comerciais que pudessem favorecer a acumulação de capitais. Para aburguesia européia, já não era suficiente apenas o comércio intra-europeu e euro-asiático realizado através de antigas rotas do Mediterrâneo e do Báltico. Para seguirnovas rotas comerciais e atingir novos mercados, os Estados e a burguesia, unidos,prepararam cuidadosamente a expansão marítimo-comercial do século XV, da qualresultou a ocupação econômica das terras conquistadas.Portugal foi o país pioneiro nas grandes navegações, devido as suas condiçõesgeográficas e políticas que favoreciam o desenvolvimento do mercantilismoeconômico¹.Além disso, as navegações portuguesas também foram viabilizadas, devido aodesenvolvimento tecnológico da época. Os avanços mais notáveis foram:  o uso da bússola e do astrolábio que orientavam o rumo e a localização (latitude e longitude);  navios mais eficientes, como a caravela, fácil de manobrar, equipada com velas triangulares que lhe permitia navegar contra o vento;  os mapas indicando localização, rotas e acidentes geográficos;  armas de fogo, como o canhão, fundamental para a defesa das naus e das feitorias.Uma das maiores contribuições do governo português foi a fundação da Escola deSagres, em 1417, pelo infante D. Henrique. Não era realmente uma escola, mas umcentro de construção e pesquisa navais. Concentrava todo o conhecimento marítimo quese acumulava à medida que as expedições percorriam o litoral africano e avançavampelo Atlântico.Em 1415, Ceuta foi conquistada, mas os caravaneiros desviaram-se para outras cidadesmuçulmanas no norte da África, como Melilla, Tanger e Oran.  1425 – descoberta do arquipélago da Madeira;  1427 – descoberta do arquipélago dos Açores;  1434 – alcance do Cabo Bojador por Gil Eanes;  1443 – descoberta das ilhas de Arguim, na costa do Senegal, por Nuno Tristão.
  2. 2.  1488 – alcance do oceano Índico, por Bartolomeu Dias, que ultrapassou o cabo das Tormentas, mais tarde denominado cabo da Boa Esperança. O Tratado de Tordesilhas (1494)As expedições de exploração da costa africana avançavam aos poucos em direção aosul. Os portugueses obtinham escravos, ouro, marfim e outras mercadorias em grandequantidade.Nessa época, discutia-se a antiga tese da esfericidade da Terra. Assim, ela poderia sercruzada navegando-se em direção ao Ocidente. Os lusitanos, engajados na expediçãoafricana, continuavam satisfeitos com os novos sucessos africanos, pois durante oreinado de D. João II o esforço expansionistafora retomado:Em 1492, o genovês Cristóvão Colombo, partidário da tese da esfericidade da Terra,estava a serviço de Castela. Conseguiu financiamento para uma expedição e alcançou,em 12 de outubro, uma região que acreditava ser a Ásia. Em sua viagem de regresso àEspanha, escalou em Portugal e relatou a D. João II sua descoberta. Os portuguesesreclamaram a posse dessas terras, alegando os privilégios concedidos pelo papado.Mas o papa Alexandre VI concedeu à Espanha os mesmos privilégios de Portugal.Através da bula Intercoetera, de 1493, o papa Alexandre VI, de origem espanhola,dividiu a Terra em duas partes, por meio de um meridiano, que passaria a cem léguas aoeste das ilhas de Cabo Verde. Os portugueses ficariam com a parte oriental do mundo eos espanhóis, com a ocidental. Portugal, sentindo-se prejudicado, exigiu discutir umnovo tratado. Dessa discussão nasceu, em 1494, o Tratado de Tordesilhas. O meridianodivisor do mundo apenas entre Portugal e Espanha foi deslocado para 370 léguas a oestede Cabo Verde.A concorrência espanhola forçou Portugal a acelerar as navegações. Foi organizada, em1498, uma expedição para alcançar a Índia, com todos os cuidados técnicos ediplomáticos, sob o comando de Vasco da Gama. Após contornar o continente africano,a esquadra de Vasco da Gama aportou em Calicute, na Índia, em maio de 1498. Estavaatingido o grande objetivo português. Apesar da perda de navios, a expedição rendeu5.000% de lucro.Isto significava que as possibilidades de comércio asiático, contornando-se a África,eram imensamente superiores à rota do Mediterrâneo. Este fato provocou odeslocamento do eixo econômico europeu do Mediterrâneo para o Atlântico.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:DANTAS, José. História do Brasil.FAUSTO, Boris. História Concisa do Brasil.KOSHIBA. Luiz. MANZI, Denise. História do Brasil: No contexto da História Ocidental.SCHNEEBERGERS, Carlos Alberto. História do Brasil: Teoria e Prática.

×