Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Palavra  de  Vida Chiara Lubich - Agosto de 2011
" Eis-me aqui para fazer a tua vontade "   (Hb 10,9).
Este é um versículo do Salmo 40, que o autor da carta aos Hebreus faz com que o Filho de Deus pronuncie num diálogo com o ...
O autor quer sublinhar deste modo o amor com que o Filho de Deus se fez homem para cumprir a obra da redenção em obediênci...
Estas palavras fazem parte de um contexto no qual o autor quer demonstrar a infinita superioridade do sacrifício de Jesus ...
O que diferencia o sacrifício de Jesus destes últimos, onde eram oferecidos a Deus os animais como vítimas ou, em última a...
" Eis-me aqui para fazer a tua vontade "
Esta Palavra nos oferece a chave de leitura da vida de Jesus, ajudando-nos a colher o seu aspecto mais profundo e o fio de...
a sua infância, a sua vida particular, as tentações, as suas escolhas, a sua atividade pública, até a morte na cruz.
Em cada momento, em cada situação Jesus visou uma única coisa: fazer a vontade do Pai; e a cumpriu de modo radical, não mo...
" Eis-me aqui para fazer a tua vontade "
Esta Palavra nos faz compreender a grande lição que Jesus com toda a sua vida nos quer dar.
Isto é, que a coisa mais importante é fazer não a nossa, mas a vontade do Pai; tornarmo-nos capazes de dizer não a nós mes...
O verdadeiro amor a Deus não consiste em belas palavras, ideias e sentimentos, mas na obediência efetiva aos seus mandamen...
" Eis-me aqui para fazer a tua vontade "
Como viveremos então a Palavra de vida deste mês?
Também esta é uma das palavras que ressalta explicitamente o aspecto do Evangelho que vai contra a corrente, porque combat...
Esta Palavra é também uma das que mais se choca com o homem moderno.
Vivemos na época da exaltação do eu, da autonomia da pessoa, da liberdade como fim a si mesma, da autossatisfação como rea...
Mas conhecemos também a que consequências desastrosas esta cultura nos conduz.
Pois bem, esta cultura fundada na satisfação da própria vontade encontra a oposição daquela de Jesus totalmente orientada ...
Procuremos então viver a Palavra deste mês, escolhendo também nós a vontade do Pai e fazendo dela, como Jesus fez, a norma...
Assim vamos nos aventurar numa divina aventura que nos encherá de gratidão a Deus. Graças a ela nos faremos santos e irrad...
“ Palavra de Vida”,  publicação mensal do Movimento dos Focolares. Texto de: Chiara Lubich, dezembro de 1991   Gráfica  An...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Palavra de vida

884 views

Published on

Published in: Education, Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Palavra de vida

  1. 1. Palavra de Vida Chiara Lubich - Agosto de 2011
  2. 2. " Eis-me aqui para fazer a tua vontade " (Hb 10,9).
  3. 3. Este é um versículo do Salmo 40, que o autor da carta aos Hebreus faz com que o Filho de Deus pronuncie num diálogo com o Pai.
  4. 4. O autor quer sublinhar deste modo o amor com que o Filho de Deus se fez homem para cumprir a obra da redenção em obediência à vontade do Pai.
  5. 5. Estas palavras fazem parte de um contexto no qual o autor quer demonstrar a infinita superioridade do sacrifício de Jesus em relação aos sacrifícios da antiga Lei.
  6. 6. O que diferencia o sacrifício de Jesus destes últimos, onde eram oferecidos a Deus os animais como vítimas ou, em última análise, coisas não relativas à interioridade do homem, é que Jesus, impulsionado por um amor imenso, durante a sua vida terrena ofereceu ao Pai a própria vontade, todo o seu ser.
  7. 7. " Eis-me aqui para fazer a tua vontade "
  8. 8. Esta Palavra nos oferece a chave de leitura da vida de Jesus, ajudando-nos a colher o seu aspecto mais profundo e o fio de ouro que liga todas as etapas de sua existência terrena:
  9. 9. a sua infância, a sua vida particular, as tentações, as suas escolhas, a sua atividade pública, até a morte na cruz.
  10. 10. Em cada momento, em cada situação Jesus visou uma única coisa: fazer a vontade do Pai; e a cumpriu de modo radical, não movendo um dedo fora dela e repelindo até as propostas mais sugestivas que não estivessem em pleno acordo com aquela vontade.
  11. 11. " Eis-me aqui para fazer a tua vontade "
  12. 12. Esta Palavra nos faz compreender a grande lição que Jesus com toda a sua vida nos quer dar.
  13. 13. Isto é, que a coisa mais importante é fazer não a nossa, mas a vontade do Pai; tornarmo-nos capazes de dizer não a nós mesmos para dizer sim a Deus.
  14. 14. O verdadeiro amor a Deus não consiste em belas palavras, ideias e sentimentos, mas na obediência efetiva aos seus mandamentos. O sacrifício de louvor que ele espera de nós é que lhe ofertemos tudo o que temos de mais íntimo, o que é radicalmente nosso: a nossa vontade.
  15. 15. " Eis-me aqui para fazer a tua vontade "
  16. 16. Como viveremos então a Palavra de vida deste mês?
  17. 17. Também esta é uma das palavras que ressalta explicitamente o aspecto do Evangelho que vai contra a corrente, porque combate uma tendência profundamente enraizada em nós: satisfazer a nossa vontade, seguir os nossos instintos, os nossos sentimentos.
  18. 18. Esta Palavra é também uma das que mais se choca com o homem moderno.
  19. 19. Vivemos na época da exaltação do eu, da autonomia da pessoa, da liberdade como fim a si mesma, da autossatisfação como realização do indivíduo, do prazer considerado como o critério das próprias opções e o segredo da felicidade.
  20. 20. Mas conhecemos também a que consequências desastrosas esta cultura nos conduz.
  21. 21. Pois bem, esta cultura fundada na satisfação da própria vontade encontra a oposição daquela de Jesus totalmente orientada ao cumprimento da vontade de Deus, com os efeitos maravilhosos que ele nos garante.
  22. 22. Procuremos então viver a Palavra deste mês, escolhendo também nós a vontade do Pai e fazendo dela, como Jesus fez, a norma e a motivação de toda a nossa vida .
  23. 23. Assim vamos nos aventurar numa divina aventura que nos encherá de gratidão a Deus. Graças a ela nos faremos santos e irradiaremos o amor de Deus em muitos corações.
  24. 24. “ Palavra de Vida”, publicação mensal do Movimento dos Focolares. Texto de: Chiara Lubich, dezembro de 1991 Gráfica Anna Lollo em colaboração com Placido D’Omina (Sícilia, Itália) Este comentário sobre a Palavra de Vida é traduzido em 96 línguas e idiomas, e chega a vários milhões de pessoas no mundo inteiro através da imprensa, rádio, TV e via internet. Para maiores informações www.focolare.org Este PPS, em várias línguas, é publicado no site: www.santuariosancalogero.org " Eis-me aqui para fazer a tua vontade “.

×