Acessibilidade e o publico alvo da educação especial cris

4,229 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,229
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
68
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • MMMMMMMMMMMMMMMMM
  • MMMMMMMMMMMMMMMMM
  • Acessibilidade e o publico alvo da educação especial cris

    1. 1. A acessibilidade para o público da educação Especial Cristina de Araujo Ramos Reis
    2. 2. O que é acessibilidade?
    3. 3. 1 Facilidade de acesso, de obtenção.   2 Facilidade no trato. http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/
    4. 4. Art. 8ºPara os fins de acessibilidade, considera-se : I -  acessibilidade : condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos serviços de transporte e dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida; DECRETO Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004.
    5. 5. Acessibilidade significa não apenas permitir que pessoas com deficiências ou mobilidade reduzida participem de atividades que incluem o uso de produtos, serviços e informação, mas a inclusão e extensão do uso destes por todas as parcelas presentes em uma determinada população.
    6. 6. Acessibilidade é o contrário de barreiras
    7. 7. Art. 8ºPara os fins de acessibilidade, considera-se: II - barreiras: qualquer entrave ou obstáculo que limite ou impeça o acesso, a liberdade de movimento, a circulação com segurança e a possibilidade de as pessoas se comunicarem ou terem acesso à informação. DECRETO Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004.
    8. 8. O que é educação especial ?
    9. 9. <ul><ul><li>Art.58- Entende-se por educação especial, para efeito desta lei, a modalidade de educação escolar , oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para portadores de necessidades especiais. </li></ul></ul>Lei nº 9.394/96 LDB
    10. 10. E D U C A Ç Ã O E S P E C I A L Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio Ensino Superior e pós superior Educação de Jovens e Adultos Educação Indígena Educação do Campo Educação Quilombola
    11. 11. Educação Especial e Acessibilidade caminham juntos?
    12. 12. EXCLUSÃO SEGREGAÇÃO INTEGRAÇÃO INCLUSÃO
    13. 13. A Educação Especial cominha junto com Acessibilidade quando ela estiver numa perspectiva inclusiva
    14. 14. Quem é o público da educação especial ?
    15. 15. Alunos com Deficiência Alunos com altas habilidades /superdotação Alunos com transtornos globais do desenvolvimento - TGD
    16. 16. <ul><li>Apresentam impedimentos de longo prazo de natureza física, intelectual ou sensorial que podem ter obstruída / dificultada sua participação plena e efetiva na sociedade diante de barreiras que esta lhes impõem, ao interagirem em igualdade de condições com as demais pessoas (ONU, 2006). </li></ul>Alunos com deficiência
    17. 17. <ul><li>Apresentam um quadro de alterações no </li></ul><ul><li>- desenvolvimento neuropsicomotor , </li></ul><ul><li>- comprometimento nas relações sociais , </li></ul><ul><li>-na comunicação </li></ul><ul><li>-ou estereotipias motoras. </li></ul>Alunos com transtornos globais do desenvolvimento - TGD
    18. 18. <ul><li>São os alunos com: </li></ul><ul><li>-autismo clássico, </li></ul><ul><li>-síndrome de Asperger, </li></ul><ul><li>-síndrome de Rett, transtorno desintegrativo da infância (psicose infantil) </li></ul><ul><li>-e transtornos invasivos sem outra especificação (MEC/SEESP, 2008). </li></ul>Alunos com transtornos globais do desenvolvimento - TGD
    19. 19. Alunos com altas habilidades/superdotação <ul><li>Resolução Nº 2/2001 Art. 5º, III </li></ul><ul><ul><li>grande facilidade de aprendizagem; </li></ul></ul><ul><ul><li>domina rapidamente, conceitos, procedimentos e atitudes; </li></ul></ul>
    20. 20. Quando a educação é acessível ao público alvo da educação especial?
    21. 21. ≠ =
    22. 22. Educação Especial e Educação inclusiva é a mesma coisa?
    23. 23. DOCUMENTOS QUE NOS GARANTE A ACESSIBILIDADE
    24. 24. DOCUMENTOS DECLARAÇÕES MUNDIAIS
    25. 25. DOCUMENTOS LEGISLAÇÃO BRASILEIRA
    26. 26. DECRETO Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004. Regulamenta as Leis n os 10.048 , de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica , e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências.
    27. 27. <ul><li>CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES </li></ul>DECRETO Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004. <ul><li>CAPÍTULO III - DAS CONDIÇÕES GERAIS DA ACESSIBILIDADE </li></ul><ul><li>CAPÍTULO II - DO ATENDIMENTO PRIORITÁRIO </li></ul><ul><li>CAPÍTULO IV- DA IMPLEMENTAÇÃO DA ACESSIBILIDADE ARQUITETÔNICA E URBANÍSTICA </li></ul><ul><li>CAPÍTULO V - DA ACESSIBILIDADE AOS SERVIÇOS DE TRANSPORTES COLETIVOS </li></ul>
    28. 28. <ul><li>CAPÍTULO VI- DO ACESSO À INFORMAÇÃO E À COMUNICAÇÃO </li></ul>DECRETO Nº 5.296 DE 2 DE DEZEMBRO DE 2004. <ul><li>CAPÍTULO VII - DAS AJUDAS TÉCNICAS </li></ul><ul><li>CAPÍTULO VIII - DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSIBILIDADE </li></ul><ul><li>CAPÍTULO IX - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS </li></ul>
    29. 29. <ul><ul><li>Aprova o texto da Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência; promulgado em 2006 pela ONU </li></ul></ul><ul><ul><li>Seu protocolo facultativo, foi assinado em Nova Iorque, em 30 de março de 2007 pelo Brasil. </li></ul></ul>Decreto Legislativo nº. 186/ 2008
    30. 30. <ul><ul><li>Dispõe sobre o Atendimento Educacional Especializado </li></ul></ul>Decreto nº 6.571/ 2008
    31. 31. Resolução do CNE Nº 4, DE 2 DE OUTUBRO DE 2009 Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial.
    32. 32.   não existe acessibilidade sem a ação humana. Esta é a mais importante!!!!! Cristina Reis
    33. 33.   acessibilidade Rampa piso tático livro em braile Fixa variada Tamanho e tipo de fonte Interação comunicação
    34. 34. Que espaço privilegiado a escola pode ter para promover acessibilidade aos alunos público alvo da educação especial ????
    35. 35. Como eu posso dar a acessibilidade para os alunos público alvo da educação especial????
    36. 36. Teoricamente !
    37. 37. Para a acessibilidade do aluno deficiência física eu dou.....????
    38. 39. Para a acessibilidade do aluno com cegueira eu dou????
    39. 40. Reglete de bolso e de mesa com régua metálica Máquinas de Escrita em Braille Punções Apagador cela braille Sorobam Guias de Assinatura
    40. 41. Para a acessibilidade do aluno com baixa visão eu dou????
    41. 42. AUXÍLIOS ÓPTICOS
    42. 43. <ul><ul><li>RECURSOS NÃO-ÓPTICOS. </li></ul></ul>
    43. 44. Para a acessibilidade do aluno com surdez eu dou????
    44. 46. Para a acessibilidade do aluno com surdocegueira eu dou????
    45. 48. Para a acessibilidade do aluno com deficiência intelectual eu dou????
    46. 49. apropriação ativa do próprio saber posição passiva e automatizada diante da aprendizagem ACESSIBILIDADE A B C D
    47. 50. Acessibilidade para o aluno com TGD eu dou????
    48. 51. estimular a socialização, planejadas estratégias que estruturem rotinas favoráveis ao desenvolvimento potencializar as habilidades desses alunos de se comunicarem com outras pessoas, na escola, na família e demais espaços.
    49. 52. Acessibilidade para o aluno com altas habilidades eu dou????
    50. 53. <ul><li>devem ter a oportunidade de participar de atividades de enriquecimento curricular desenvolvidas no âmbito de suas escolas em interface com as instituições de ensino superior, institutos voltados ao desenvolvimento e promoção da pesquisa, das artes, dos esportes, entre outros. </li></ul>
    51. 54. A cor do paraíso
    52. 55. Para conseguirmos que Educação Especial e Acessibilidade caminhe junto na UE é necessário o que ?
    53. 56. COMEÇANDO PELA FAMILIA? VÍDEO INCLUSÃO NA FAMILIA
    54. 57. COMEÇANDO PELA ESCOLA? AEE - VÍDEO TECNOLOGIA
    55. 58. MÚSICA SOMOS TODOS DIFERENTES DV

    ×