Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Desenvolvimento Embrionário!

41,998 views

Published on

  • Be the first to comment

Desenvolvimento Embrionário!

  1. 1. Desenvolvimento EmbrionárioDenise S. AntonioElidiane FeltrinKamylla B. Michelutti
  2. 2. EmbriologiaCiência que estuda o desenvolvimetno dos animais desde a fecundação até a formação do embrião.
  3. 3. Tudo se inicia no momento da fertilização do óvulo, que a partir de então se passará a chamar de zigoto.Zigoto: é o portador do material genético do espermatozóide ou do óvulo, se divide por mitose até formar um novo indivíduo.
  4. 4. Aspectos gerais do desenvolvimento embrionário O zigoto sofre divisões celulares ocorrendo assim a: Diferenciação e Especialização : células-tecidos- órgãos-sistemas-organismo
  5. 5. Nutrição do embriãoInício do desenvolvimento; →Vitelo: grânulos de substâncias nutritivas, acumuladas durante a formação do óvulo.
  6. 6. Nutrição do embrião em diferentes espéciesDifusão: água do mar (animais marinhos).Reserva de vitelo: ovo com casca, vitelo representado pela gema do ovo (répteis e aves).Alimentação parenteral: desenvolve dentro do organismo materno ao qual estão ligados (mamíferos).
  7. 7. Tipos de ovos
  8. 8. Tipos deSegmentação ou Clivagem
  9. 9. Estágios Iniciais do Desenvolvimento Embrionário• O desenvolvimento embrionário dos organismos foi estudado tendo como modelo animais como o Anfioxo, invertebrado pertencente ao grupo dos cefalocordados.
  10. 10. As clivagens sofridas pelo zigoto são muito rápidas.A massa de células resultante chama- se Mórula.
  11. 11. Formação da blástula Blastoderme BlastoceleAs células da mórula continuam a sofrer divisões e migrampara a periferia formando uma esfera e deixando no centro umacavidade cheia de líquido (blástula) sendo a cavidade em seuinterior a blastocele e a camada externa de células ablastoderme.
  12. 12. Diferentes formas de blástulas
  13. 13. GastrulaçãoFaz surgir uma nova cavidade o Arquêntero “antigointestino”, que se comunica com o exterior através deuma abertura o Blastóporo. Ex: Gastrulação por embolia.
  14. 14. Como se formam tecidos e órgãos?• Movimentos morfogenéticos: série de dobramentos celulares, que resultam em mudanças radicais na formação do embrião, com intensa síntese de material nuclear, sucessivas divisões celulares e migrações dessas células para posições específicas no embrião.• Isto resulta na formação de novas camadas os folhetos embrionários que determinam o conjunto de órgãos e tecidos bem definidos.
  15. 15. Vídeohttp://www.youtube.com/watch?v=7s- J1MG3CNw
  16. 16. Folhetos embrionáriosDiblásticos (ectoderme e endoderme): cnidáriosTriblásticos (ectoderme, mesoderme e endoderme): maioriados animais
  17. 17. Tipos de gastrulaçãoPor embolia;Por epibolia;
  18. 18. OrganogêneseMovimentos de células e o dobramento do folheto embrionário que originam os diversos órgãos do embrião.Vídeohttp://www.youtube.com/watch?v=UgT5rUQ9 EmQ&feature=related
  19. 19. Neurulação
  20. 20. Celoma É a cavidade formada pela mesoderme epreenchida pelo líquido celomático, que acomodaos orgãos internos do animal. Acelomados: animais que não possuem celoma(cnidários e platelmintos) Pseudoceloma: cavidade que não é internamenterevestida por mesoderme (vermes nematóides).
  21. 21. Celoma
  22. 22. Anexos embrionáriosAdaptações evolutivas dos vertebrados amniótas ao meio terrestre.
  23. 23. Vesícula vitelínicaMais simples e primitivo anexo embrionário(peixes, répteis, aves e mamíferos).
  24. 24. AlantóideVesícula em forma de saco que armazena as excretas produzidas pelo embrião.
  25. 25. Âmnio e CórioÂmnio: membrana interna, delimita ao redor do embrião o espaço chamado cavidade amniótica, preenchido pelo líquido amniótico (evita dessecação e impactos).Cório: membrana mais externa envolvendo todo o conjunto, vesícula vitelínica, alantóide, embrião e o âmnio.
  26. 26. Âmnio e Cório
  27. 27. Placenta e cordão umbilical• Os mamíferos sofreram modificações evolutivas que conduziram à viviparidade condições para o embrião se desenvolver dentro do corpo da mãe.• Com isso surgem modificações na forma e função dos anexos embrionários surgindo a placenta e o cordão umbilical.
  28. 28. Placenta e cordão umbilical
  29. 29. Desenvolvimento pós-embrionárioDesenvolvimento indireto: inclui fase larval que passam por metamorfose, são bem diferentes da forma adulta (alta taxa de predação).Desenvolvimento direto: não apresenta fase larval e o desenvolvimento se dá dentro do ovo ou no interior do corpo do adulto, indivíduo jovem é parecido com o adulto (menor número de descendentes).
  30. 30. Obrigada!!

×