Asp.net

1,263 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Asp.net

  1. 1. By SHARK
  2. 2. O ASP "antigo"ASP é uma tecnologia que a Microsoft criou para permitir o desenvolvedorweb criar suas páginas de forma rápida, fácil e sem mistérios oucomplicações. Desde o seu surgimento, houve um aumento significativo naquantidade de desenvolvedores web. Mas, como nem tudo é perfeito, oASP, com o tempo mostrou alguns pontos fracos que foram surgindo com oaumento da necessidade dos usuários e complexidade das aplicações.Entre os pontos fracos, temos:Interpretado e código fracamente tipado – O engenho de execução descripts do ASP interpreta linha a linha toda vez que a página é chamada.Além disso, mesmo dando suporte a variáveis, elas são fracamente tipadascomo variantes e associada a tipos particulares somente quando o código éexecutado. Esses problemas afetam a performance, e o late binding de tiposdeixa o código mais difícil de fazer o tratamento de erros. Osprogramadores não têm suporte ao Microsoft IntelliSense.Colaboração é difícil – Algumas empresas têm uma galera responsávelpela parte de design da página e outra parte responsável pelaimplementação do negócio da aplicação. No modelo de programação no ASPmistura código script com HTML e, dessa forma, é muito difícil manter acolaboração entre essas duas equipes. Sei que podemos escrever parte donegócio da aplicação em componentes COM mas, em alguns momentos, éinevitável misturar HTML e código.Ferramentas de depuração e desenvolvimento limitadas – MicrosoftVisual Interdev, Macromedia Visual UltraDev, e outras ferramentastentaram aumentar a produtividade dos programadores ASP através de umambiente de desenvolvimento gráfico. Porém, essas ferramentas nuncaconseguiram dar a mesma facilidade de uso que as ferramentas paradesenvolvimento de aplicações windows, tal como Microsoft Visual Basic ouDelphi. Muitos programadores ainda dependiam pesadamente ouexclusivamente do NotePad ou um editor qualquer . Isto pq um página ASP,normalmente, combinava elementos de várias tecnologias – VBScript,
  3. 3. JavaScript, CSS, DHTML, ADO, XML e XSL O suporte a depuração é mínimo.A melhor saída é o Response.Write para rastrear a execução da página.Configuração da aplicação - Para armazenar configurações, ASP usa ummetabase, que é um repositório hierárquico parecido com o registry dowindows. Essa metabase é parte do IIS e, ao mesmo tempo, uma estruturadifícil de compreender e navegar. Além disso, é difícil transferirconfigurações de um servidor web para outro.Código extra para manipular os postbacks e dar suporte a diferentenavegadores – Sempre que o usuário clica no botão submit de umformulário, é feita uma requisição ao servidor web. Sendo assim, a cadarequisição você tem que se preocupar com o que foi digitado pelo usuáriopara carregar novamente na tela. Além disso, sua aplicação roda emqualquer versão de browser? Você também tem que colocar código paraverificar a versão do browser do usuário.Reaproveitamento de código – Não fica tão fácil reaproveitar códigoquando você está misturando html e script. Além disso, a melhor forma dereutilização de código é através da orientação a objetos. O VBScript nemsonha em ser orientado a objetos.Enfim,...... temos agora a solução de todos os problemas:::: ASP.NET
  4. 4. Não é apenas uma nova versão do ASP... É uma mudança radical no modelo de programaçã o do ASP. É uma nova forma de construir aplicações WEB – mudança daágua para o vinho... Agora ficou tudo mais fácil na vida do programador,não somente na criação de páginas web, mas, também, na criação deaplicações web mais elaboradas – Web Services. É uma parte essencial naplataforma de desenvolvimento .NET da Microsoft. A principal missão doASP.NET é diminuir a barreira no desenvolvimento de aplicações web. Essamissão é realizada da mesma forma que o VB faz para programaçãowindows. Ou seja, um modelo de programação “orientado a eventos” noqual os desenvolvedores adicionam controles aos formulários e escrevemcódigos para manipular os eventos(como a mudança de um item numa listaou o clique de um botão) associados a esses controles. Além disso, tornafácil a criação de serviços que trocam dados em XML – Web Services. Osaplicativos construídos com ASP.NET são hospedados no Microsoft IIS e usaprotocolos da internet como HTTP e SOAP.O ASP.NET aboliu as linguagens de script e agora fornece uma novaestrutura de página que lhe permite, entre outras inovações, separar ocódigo do design, simplificar o modelo de distribuição para xcopy, melhorara depuração, utilizar o armazenamento em cache, adicionar novas opçõesde estado de sessão e melhorar a disponibilidade.
  5. 5. Arquitetura ASP.NET
  6. 6. Muitos foram os benefícios trazidos pelo ASP.NET. Isto é, não só o ASP.NETmas o Framework.net. • Orientação a objetos – Sua aplicação será escrita numa das linguagens suportadas pelo framework.net e essas linguagens são OO. • Páginas compiladas – Após a página ter sido requisitada, o framework verifica se essa página já foi compilada e, caso não tenha sido, compila só a primeira vez. Sendo assim, nas próximas requisições a página não será compilada e a execução será bem rápida. • Componentes – Tudo agora é componente. Web controls (controles de servidor), Html controls, User controls(controles do desenvolvedor. Muito bom pra reaproveitar partes da tela) e Custom controls (controles de servidor escritos pelo desenvolvedor) e outros controles complexos que só o ASP.NET tem(Calendar, DataGrid, DataList, Repeater etc). Nos próximos artigos estarei explicando melhor essa parte de componentes. • Suporte do framework.NET – Como o ASP.NET é do framework. Sendo assim, além do suporte das classes do ASP.NET, você tem suporte de todas as classes do framework. Tem classe pra tudo que você imaginar.... Então, nada de dar uma de ninja e querer escrever coisas que já estão prontas no framework. • Configuração da aplicação – Toda configuração da aplicação ASP.NET é feita através de arquivo xml. Sendo assim, não é preciso recompilar a aplicação após alguma mudança. O próprio framework detecta a mudança e reinicia a aplicação.Ambiente RAD para desenvolvimento web – Com o Visual Studio.NET eWebMatrix você tem um verdadeiro ambiente de programação semelhanteao ambiente do Visual Basic ou Delphi. Pra quem não conhece, o WebMatrixé uma ferramenta excelente para o desenvolvimento de aplicações asp.net(usa o modelo de programação Code In Page). Não é tão maravilhosoquanto o Visual Studio.NET, mas dá pra quebrar um galho e ajuda bastantequem não tem o VS.NET.O Visual Studio.NET é tudo de bom que você podeimaginar...
  7. 7. Você pode escrever uma página ASP.NET usando qualquer uma daslinguagens compatíveis .NET – C#, VB.NET etc Dentro do código da suapágina será informado qual linguagem está usando. Quando for feita umarequisição para sua página aspx, o framework vai verificar se já tinhacompilado antes e, caso contrário, compila. Essa compilação só aconteceráuma vez.No ASP.NET temos dois modelos de programação: Code Behind e Code inPage.Code Behind – Nesse modelo teremos uma verdadeira separação do HTMLe código C#. É o que eu utilizo e aconselho você utilizar. Aqui, para cadaarquivo aspx, teremos um arquivo aspx.cs (caso tenha escrito em c#) ondeserá digitada toda parte do código c#. No arquivo aspx, só teremos a parteHTML e a parte da declaração dos componentes do ASP.NET. O reuso decódigo nesse modelo é muito grande e facilita muito a vida do programador.Além disso, existe uma total separação de HTML e código.Code in Page – Esse modelo é bem semelhante ao modelo do ASP clássico.A diferença é que existem outras tags que não temos no ASP. Tags quepermitem você fazer herança, implementar interface, importar outrasclasses etc. No próximo artigo vou escrever um exemplo code in page ondemostro como fazer herança, implementar interface etc. Aqui seu código jáfica pouco legível devido a mistura de html com código c#, JavaScript, CSSetcO código abaixo mostra uma página asp.net que possui dois Labels, umTextBox e um Button. Todos são Server Controls – controles queexecutam no servidor, controles que você visualizará como objetosdentro do seu código c#. Utilizei o VisualStudio.net pra fazer esse simplesexemplo.<%@ Page language="c#" Codebehind="WebForm1.aspx.cs"AutoEventWireup="false" Inherits="Exemplo01.WebForm1" %><!DOCTYPE HTML PUBLIC "-//W3C//DTD HTML 4.0 Transitional//EN" ><HTML><HEAD><title>Exemplo simples de asp.net</title></HEAD><body MS_POSITIONING="GridLayout">
  8. 8. <form id="Form1" method="post" runat="server"><asp:Label id="Label1" style="Z-INDEX:101;LEFT:224px;POSITION:absolute;TOP: 120px" runat="server"Font-Names="Verdana" Font-Bold="True">.NET - Sua vida vai mudar...</asp:Label><asp:TextBox id="TextBox1" style="Z-INDEX: 102; LEFT: 224px;POSITION: absolute; TOP: 144px" runat="server" Width="264px"></asp:TextBox><asp:Label id="Label2" style="Z-INDEX: 103; LEFT: 232px; POSITION:absolute; TOP: 176px" runat="server"></asp:Label><asp:Button id="Button1" style="Z-INDEX: 104; LEFT: 496px; POSITION:absolute; TOP: 144px" runat="server" Text="OK"></asp:Button><asp:ImageButton id="ImageButton1" style="Z-INDEX: 105; LEFT: 224px;POSITION: absolute; TOP: 48px" runat="server"ImageUrl="logosuico.jpg"></asp:ImageButton></form></body></HTML>Exemplo1 : Código HTML do arquivo aspx//Fazendo um “using” dos namespaces que estão sendo referenciados.using System;using System.Collections;using System.ComponentModel;using System.Data;using System.Drawing;using System.Web;using System.Web.SessionState;using System.Web.UI;using System.Web.UI.WebControls;using System.Web.UI.HtmlControls;namespace Exemplo01{/// <summary>/// Tag para fazer documentação do seu código/// </summary>public class WebForm1 : System.Web.UI.Page{protected System.Web.UI.WebControls.Label Label1;protected System.Web.UI.WebControls.TextBox TextBox1;
  9. 9. protected System.Web.UI.WebControls.Label Label2;protected System.Web.UI.WebControls.ImageButton ImageButton1;protected System.Web.UI.WebControls.Button Button1;private void Page_Load(object sender, System.EventArgs e){// Evento que é executado toda vez que a página é requisitada}#region Web Form Designer generated codeoverride protected void OnInit(EventArgs e){//// CODEGEN: This call is required by the ASP.NET Web Form Designer.//InitializeComponent();base.OnInit(e);}/// <summary>/// Required method for Designer support - do not modify/// the contents of this method with the code editor./// </summary>private void InitializeComponent(){//Na inicialização da página os eventos são registrados para os comp.//Abaixo estão sendo registrados o clique e o page load do web form.this.Button1.Click += new System.EventHandler(this.Button1_Click);this.Load += new System.EventHandler(this.Page_Load);}#endregionprivate void Button1_Click(object sender, System.EventArgs e){//Evento que é disparado quando usuário dá um clique no botão.//O código baixo ler o valor do objeto textobox1 e atribui ao label2this.Label2.Text = this.TextBox1.Text.Trim();}}}Exemplo2 : Código C# do arquivo aspx.cs que está sendo referenciado noarquivo aspxAlguns pontos devem ser observados nos exemplos acima:<%@ Page language="c#" Codebehind="WebForm1.aspx.cs"AutoEventWireup="false" Inherits="Exemplo01.WebForm1" %>Todo WebForm( = arquivo aspx) tem essa declaração. No exemplo acimaestá declarando a linguagem, o nome do arquivo codebehind e a classe que
  10. 10. ele herda. Sendo assim, lá no aspx.cs temos a classe WebForm1 que herdada super classe System.Web.UI.Page.No aspx os Server Controls são declarados com tags XML e ,obrigatoriamente, têm que ter o atributo runat=server.Quando o usuário der um clique no botão não é preciso se preocupar emmanter o valor digitado. Existe o viewstate que se encarrega de fazer tudoisso pra você. Essa característica você pode configurar pra ficar ou nãohabilitada. Imagine um formulário com mais de vinte campos....Antes vocêtinha que se preocupar em recuperar os valores e dentro do html atribuirvia VBScript esses valores aos controles. Acabou! Deixa que o asp.net fazisso.A palavra using diz quais namespaces seu código faz referência. Nesse casonão precisa colocar o nome qualificado da classe(nome da classe maisnamesmpace).Override é uma palavra reservada para indicar que essa classe estásobrescrevendo o método da classe pai.Private, protected e public são modificadores de acesso. Eles indicam qual avisibilidade de variáveis, propriedades e métodos.Quando sua página for compilada é gerada uma classe a partir do arquivo.aspx. Esse nova classe herdará da classe que está dentro do arquivoaspx.csDentro do aspx só pode ter uma tag form com o atributo runat=server.Perceba que você pode criar uma super classe herdando de Page e, emseguida, todas as outras páginas da sua aplicação irão herdar dessa superclasse. Assim você implementa todos os métodos comuns na super classe ereutiliza nas suas sub classes.
  11. 11. Instalando e configurando o Internet Information Services (IIS)Ao utilizar páginas ASP , quer como programador quer como usuário final ,para poder visualizar e testar as páginas ASP você precisava ter umservidor web configurado em sua máquina local. Se você quer criar projetosWeb e testar páginas ASP.NET em sua máquina local vai precisar , damesma forma , configurar um servidor Web na sua máquina local . Para aplataforma Windows você vai precisar ter o Internet Information Services -IIS , instalado. Embora o IIS faça parte do sistema operacional Windows(Windows 2000 , Windows XP , Windows NT) ele não é instaladoautomaticamente quando da instalação do Windows.O IIS para Windows XP Professional é distribuido junto com o CD doWindows XP só pode servir a 10 conexões simultâneas e não aproveitatodas os recursos do servidor e suporta os seguintes recursos : • ASP e PHP • SSI (Server sides Includes) • Controles ActiveX • scripts ISAPI(Internet Server API) e CGI(Common Gateway Interface) • Acesso a banco de dados • SSL (Secure Sockets Layer) • Para verificar se o IIS esta instalado na sua máquina , abra o seu Browser e digite a seguinte solicitação na caixa de endereço : http://localhost . Você deverá obter a tela da figura abaixo se o IIS esta instalado e ainda não foi definida nenhuma página como página padrão a ser exibida:Se ao invés desta imagem você recebeu uma tela com uma mensagem deerro , vai ter que instalar o IIS na sua máquina. Vamos lá ...:(estou usandoo Windows XP Professional )
  12. 12. • No Windows clique no botão - Iniciar - e a seguir em - Painel de Controle • Clique agora na opção - Adicionar ou Remover Programas. • A seguir clique em - Adicionar/Remover componentes do Windows • Procure por - Internet Information Service - na lista do Assistente de componentes do Windows. • No meu caso , como o IIS já esta instalado ele esta marcado , no seu caso você deverá marcar a opção e clicar em Avançar • A seguir basta clicar no botão Avançar e seguir as instruções do Assistente de instalação.Obs: Antes de instalar o IIS você deve ter o protocolo TCP/IP instalado.Após a instalação o IIS cria uma área de administração para gerenciar assuas Webs. Vamos acessá-la : • Clique em - Iniciar/Painel de Controle • A seguir acesse o ícone - Desempenho e Manutenção - e escolha - Ferramentas Administrativas • Finalmente clique em - Internet Information Services. Abaixo temos a imagem da tela que deve ser exibida: • Por padrão o diretório pessoal de web site é o diretório físico : c:inetpubwwwroot e arquivo localstart.asp • Portanto o IIS cria automaticamente um Web Site Padrão com as extensões do servidor instaladas no diretório c:inetpuwwwrootPodemos escolher um dos sites instalados , por exemplo , o Site da Webpadrão , clicando nele e ver o status do serviço (figura acima) onde temos obotão play acionado indicando que o serviço Web esta ativo e que sua homepage pode ser encontrada no endereço http://localhost ouhttp://nome_do_seu_computador ou ainda http://127.0.0.1 referindo-se asua própria máquina.Configurando o IISPodemos também configurar algumas propriedades dos sites instalados ;vamos clicar com o botão direito do mouse sobre o Site da Web padrão eselecionando o menu Propriedades. A tela abaixo mostra a janela obtida : • A tela ao lado exibe várias configurações do IIS • Vamos focar apenas algumas delas para dar um exemplo. • Assim se quisermos alterar o diretório padrão : c:inetpubwwwroot devemos acessar a aba - Diretório Base - (conforme figura abaixo)Ao lado temos um exemplo onde alteramos o diretório padrão parad:meu_site e damos acesso para leitura e gravaçãoSe ativarmos a opção - Pesquisa no diretório - quando algum usuárioacessar o este site , se o mesmo não tiver uma página padrão definido ,
  13. 13. será exibido uma listagem com todos os nomes de documentos contidos napasta.Na aba - Documentos - podemos definir qual o nome padrão iremos dar aprimeira página ocultando assim esta extensão.(ver figura abaixo)Criando diretórioso virtuaisAo criar suas novas páginas Web você pode colocá-las no diretóriod:inetpubwwwroot ou em um de seus subdiretórios ; assim para vocêcriar um novo site com extensões do servidor siga o seguinte roteiro: • clique com o botão direito do mouse sobre a Pasta web Padrão e selecione - Novo - e a seguir Diretório Virtual • Clique no botão Avançar do Assistente que irá surgir • Agora informe o aliás que irá identificar o seu diretório virtual. No nosso caso eu informei o alias : asp_netInforme a seguir o caminho do diretório onde o seu site vai serarmazenado. No exemplo da figura abaixo eu informei :d:inetpubwwwrootaspnet.Defina a seguir as permissões de acesso conforme a esquerda abaixo.Um diretório virtual representa um diretório físico na web e não precisa usaro mesmo nome que o diretório físico e também não precisa sernecessariamente um subdiretório de d:inetpubwwwroot . Assim você podecriar o diretório c:sites_web dando a ele o nome de diretório virtual - Sites.Para acessar o seu site bastaria informar http://localhost/SitesQuando você cria um diretório virtual com o IIS ele também é marcadocomo um aplicativo Web , com isto os arquivos ASP.NET nesse diretórioserão executados por si próprios , usarão o seu próprio conjunto de dadosde sessão local e terão os seus próprios ajustes de configuração.Pronto !!! esta tudo preparado para você desenvolver projetos Web e testá-los em sua máquina local usando o IIS.Como faço para instalar o IIS no Windows XP Home Edition ?
  14. 14. Eu deveria responder apenas : O IIS não funciona no XP Home Edition masvou dar a seguir uma dica para quem estiver disposto a arriscar e tentar porsua conta e risco. A dica abaixo não é minha e eu não testei e não garantonada.Essa dica serve apenas como referência para quem quiser tentar fazer o IISfuncionar no WinXP Home: ela foi testada apenas na versão em inglês doWindows XP e não me responsabilizo pelo seu uso.1º Passo: 1. Edite o arquivo C:WINDOWSINFSYSOC.INF, alterando nasessão [Components] a linha iis=iis.dll,OcEntry,iis.inf,hide,7 paraiis=iis2.dll,OcEntry,iis2.inf,,72º Passo:: Copie os arquivos iis.dl_ e iis.in_ do CD-ROM do Win2000 Serverou Advanced Server para uma pasta qualquer.3º Passo:: Expanda os dois arquivos para iis2.dll e iis2.inf respectivamente.Para isso, use "EXPAND IIS.DL_ IIS2.DLL" e "EXPAND IIS.IN_ IIS2.INF"(sem as aspas) em uma janela de prompt de comando.4º Passo:: Copie o arquivos iis2.dll para a pastaC:WINDOWSSYSTEM32SETUP e o arquivo iis.in_ para a pastaC:WINDOWSINF.5º Passo:: Vá ao Control Panel > Add/Remove Programs > WindowsComponents e veja que o componente IIS apareceu na lista. Ao instalá-lo, oWinXP pedirá o CD-ROM com os arquivos: os arquivos necessários estarãono CD-ROM do WinXP ou no CD-ROM do Win2000 Server.6º Passo:: Rode o IIS no Painel de Controle > Ferramentas Administrativas.
  15. 15. Fundamentos do .NETEsta ferramenta da Microsoft utiliza o conceito de OOP (LinguagemOrientada a Objetos) e este conceito de programação utiliza-se herança,polimorfismo,encapsulamento e entre outros.O que significa herança em OOP é o que vocês devem estar se perguntando.Lembram??? Módulo LIP??? É um recurso que possibilita um objeto herdarcaracterísticas de um outro.como por exemplo: objeto (filho) herdacaracterísticas do objeto (pai) e as características podem ser desde da cordos olhos até traços de personalidade.Outras palavras surgem no meio do caminho de quem deseja aprender aprogramar OOP. Palavras como encapsulamento e o que é exatamentesignifica encapsulamento. Na verdade ele é a maneira que permite separarum mecanismo de funcionamento de sua interface. Exemplificando melhornão precisamos saber como funciona em detalhes um motor só queconhecemos são os seus botões. Nesse caso os botões seriam a interface.Já o polimorfismo originário do grego, significa "muitas formas" (poli =muitas, morphos = formas). Ele permite que referências de tipos de classesmais abstratas representem o comportamento das classes concretas quereferenciam. Assim, um mesmo método pode apresentar várias formas, deacordo com seu contexto e isso no nosso cotidiano funcionaria assim umcarro pode aparecer de várias formas em nossa vida. Ele pode aparecer emrua, em uma foto e etc.
  16. 16. Agora que já sabemos o que é a tecnologia .NET temos de conhecer as suasprincipais funcionalidades para assim podermos usufruir melhor dosbenefícios que ela nos oferece.O Surgimento do .NETO Lançamento .NET para o mundo foi realizado em 2002 durante o PDC(Professional Developer Professional) e a sua principal inovação e aintegração com o XML (eXtensible Markup Language) o que demonstra oclaro direcionamento desta tecnologia para o desenvolvimento focado noambiente Web, pois possibilita facilmente o compartilhamento do dadosneste ambiente.A Microsoft aproveitando o lançamento do .net também lança uma novalinguagem, o C# (C Sharp), baseada no C++ e muito similar ao Java,objetivando dar ao desenvolvedor do C++ produtividade e facilidade para acriação de sistemas dentro desta nova proposta tecnológica.O .Net é composto por uma máquina virtual, que se utiliza do mesmoconceito usado em Java que consiste em abstrai a necessidade dodesenvolvedor interagir com o sistema operacional, e um rico conjunto deferramentas e bibliotecas de objetos que permitem alta produtividade nodesenvolvimento de sistemas.só que isto é recurso é melhorado em .NET.Ele também apresenta uma biblioteca de classes que reúne as todas asfunções normalmente associadas ao sistema operacional e faz com que osprocessos em sua máquina dependendo do tamanho de sua aplicação sejamcolocados em fila e isto nós chamamos de multihtreading que é semelhanteao conceito de enfileiramentoTermos essenciais do .NETIremos conhecer termos que são essenciais para o funcionamento dessaplataforma. Termos com o CLR, IDE COMPARTILHADO, MSIL, MANAGEDCODE, SOAP, UDDI, XML, XSD, WEBSERVICES, WSDL.CLR é um ambiente que gerencia a execução do código escrito em qualquerlinguagem e parte integrante do framework.IDE COMPARTILHADO é um ambiente integrado de desenvolvimento eisto possibilita um integração maior com outras linguagens e isto permiteque você crie aplicações para ambiente Windows ou web no mesmoambiente.MSIL(MICROSOFT INTERMEDIATE LANGUAGE OU SEJA LINGUAGEMINTERMEDIÁRIA DA MICROSOFT) é um recurso que age independenteda CPU e possibilita que na hora da execução gera um novo compilador(Just-in-time compiler ou seja copilação em tempo real) e ele converte paracódigo nativo, ou seja, um código específico para o processador da máquinaonde a aplicação será executada.
  17. 17. MANAGED CODE(CÓDIGO GERENCIADO) é o código escrito para oexecutar em tempo de execução do visual studio.netSOAP(PROTOCOLO DE ACESSO SIMPLES A OBJETO) é um protocoloque permite um acesso mais simples e rápido aos objetos e possui umpadrão de aberto e baseado em XML.UDDI são iniciais de Universal Description,Discovery and Integration) É oprotocolo desenvolvido para a organização e registro de webservices.XML é uma linguagem que é baseada em tags similar ao HTML. Tem comoprincipal característica é a extensibilidade.XSD é a sigla XML schema defnition é um arquivo associado a um outrodocumento XML que descreve e valida aos dados no documento.e ele aceitaos dados de diferentes tipos,como números e data e moeda.WEBSERVICES é uma maneira de comunicação entre aplicativos utilizandoa Internet. Surgiu por um consórcio de empresas lideradas pela Microsoft eIBM, e hoje se tornou um padrão do W3C.WSDL(Web Service Description Language) é uma linguagem que defineregras baseadas em XML para a descrição de serviços WEB.Agora que já abordamos algumas terminologias para você familiarizar como .net e iremos abordar um pouco sobre aspectos característicos de serviçosweb existentes na plataforma. NET:Independência de navegador ou seja o próprio framework no momento quevocê cria uma aplicação e na hora em que ela for solicitada pelo navegador.Ele cria condições baseado nas características dele e envia a aplicação paraser visualizada somente se o navegador suportar.Usando o SOAP/XML permite que quando você cria um webservices e oreferencie em qualquer aplicação .NET a comunicação seja via http, usandoo protocolo SOAP em XML.Dicas ImportantesNão existe um Visual Studio 2005 Express e sim versões Express referentesa cada uma das linguagens usada no VS 2005 a saber:1. Visual Basic 2005 Express2. Visual C# 2005 Express3. Visual J# 2005 Express4. Visual C++ 2005 Express5. Visual Web Developer 2005 Express6. SQL Server 2005 ExpressSite para download destas tecnologias:
  18. 18. • http://www.asp.net/ • http://www.msdn.com/Nestes sites possuem ótimas referências e bons materiais para você iniciarseus estudos, como por exemplo,downloads de versõesExpress,documentos para você melhor compreender o funcionamentosdessas tecnologias.Existe uma versão da plataforma .net que pode ser usada em Linux e elachama-se Mono e tem como objetivo fazer desenvolvedores novell e deoutras plataformas não- Windows possam desenvolver em .NET usandoUnix. E os componentes dela são baseados em C#.Maiores informações a respeito no site: • http://www.mono-project.com/
  19. 19. Para o nóvo Tópico, construiremos a Web Form utilizando uma ferramenta(.dll) adicional FCKEditor.Para instalar, siga o passo-a-passo1º Passo - Botão direito na ToolBox2º Passo - Choose Items3º Passo - Selecionar a pasta que terá a dll do FCKEditor.4º Passo - Copiar a pasta com todos os arquivos necessários para o Editorfuncionar. Esta pasta está disponibilizada na pasta APOIO. Receberá o nomede Editor.5º Passo - Configurar o .js de acordo com o nome que foi dado pelo(a)professor(a) referente a propriedade ToolBarSet.6º Passo - Utilizando as classes construídas anteriormente importaremos oNameSpace utilizado durante o desenvolvimento da classe.7º Passo - No botão Salvar, capturamos o nome do usuário logado emanipularemos a Stored Procedure de inclusão através da Sub rotinaIncluirTopico.
  20. 20. Para começar construir suas aplicações ASP.NET você precisa: • Um computador com sistema operacional microsoft: Windows 2000, XP etc • Verifique se já está rodando o servido do IIS. Qualquer dúvida, tem um artigo muito legal de José Carlos Macoratti em Instalando e Configurando o Internet Information Services (IIS) • .NET Framework 1.1 - O framework só é preciso na máquina onde será hospedada a aplicação e na máquina de desenvolvimento. Outra forma de baixar o framework e fazer um windows update na sua máquina. Você pode baixar o SDK (Software Development Kit) que, além do framework, também vem várias ferramentas para facilitar algumas tarefas. Qualquer máquina que esteja rodando uma aplicação .NET tem que tê-lo instalado. Possui todas as classes necessárias para que você possa desenvolver qualquer tipo de aplicação (Windows Forms, Web Forms, Web Services, Console, Remoting, XML, ADO.NET, entre outras) e, além disso, tem o CLR (Common Language Runtime) que é responsável por compilar e gerenciar a execução da sua aplicação. Agora tudo está muito mais seguro porque sua aplicação estará rodando dentro de uma caixa(CLR), ou seja, você terá seu código gerenciado – managed code. • Ferramenta de desenvolvimento – Você pode utilizar o Visual Studio.NET 2003 (todo poder em suas mãos), WebMatrix (quebra o galho e já ajuda muito), NotePad (quando o camarada é muito macho...) ou outra qualquer do mercado. Além disso, ainda existe uma excelente ferramenta que é free SharpDeveloper. Ele é muito bom pra criar suas aplicações windows, classes etc

×