Positivismo de Augusto Comte

21,160 views

Published on

Criador da SOCIOLOGIA e do POSITIVISMO
após exaustivos estudos da estática e dinâmica
sociais, idealizou uma sociedade modelo,
tendo o amor como princípio,
a ordem como base
e o progresso como fim.

Published in: Education
1 Comment
14 Likes
Statistics
Notes
  • Gostei muito da exposição didática. Parabéns!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
21,160
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
554
Comments
1
Likes
14
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Positivismo de Augusto Comte

  1. 1. AUGUSTO COMTE: POSITIVISMO
  2. 2. ACADÊMICOS • DENISON DE SOUZA • DERMISON SALGADO • JOUSEFE DAVID • ROGER PIMENTEL
  3. 3. A BIOGRAFIA DE AUGUSTO COMTE
  4. 4. Auguste Comte, o Pai do Positivismo
  5. 5. Auguste Comte – O Fundador da Sociologia ISIDORE- AUGUSTE MARIE-FRANÇOIS XAVIER COMTE Filósofo e Sociólogo, natural de Montpellier França. Nasceu em 1798 e faleceu em Paris em 1857. Discípulo do conde Claude-Henri de Saint Simon.
  6. 6. • Em 1814, ingressou na Escola Politécnica de Paris. • 1817-1824 foi secretário do conde Henri de Saint-Simon, • 1824, rompeu com Saint-Simon ao discordar das ideias deste • • • • sobre as relações entre a ciência e a reorganização da sociedade.. Em 1826, sofreu um colapso nervoso enquanto trabalhava na criação de uma filosofia positiva. Em 1842, perdeu o emprego de examinador de admissão à Escola Politécnica por criticar a corporação universitária francesa. 1851 e 1854, redigiu o Sistema de política positiva, no qual expôs algumas das principais consequências de sua concepção de mundo não-teológica e não-metafisica. Em 1856, publicou o primeiro volume de Síntese Subjetiva. Não pôde concluir a obra ao falecer, possivelmente de câncer, em 5 de setembro de 1857, em Paris.
  7. 7. PRINCIPAIS OBRAS • Opúsculos de Filosofia Social (1816/1828) • Curso de Filosofia Positiva (1830/1842) • Sistema de Política Positiva (1851/1854) • Discurso sobre o Espírito positivo (1844) • Catecismo Positivista (1852) • Apelo aos conservadores (1855) • Síntese Subjetiva (1856) • Correspondência (1816/1857)
  8. 8. O POSITIVISMO
  9. 9. Emprego dos Termos Criador da SOCIOLOGIA e do POSITIVISMO após exaustivos estudos da estática e dinâmica sociais, idealizou uma sociedade modelo, tendo o amor como princípio, a ordem como base e o progresso como fim.
  10. 10. Campo de Pesquisa  A herança francesa do iluminismo e as ondas de choque da Revolução Francesa levaram Comte a examinar a sociedade a partir de um estudo científico.(Curso de Filosofia Social (1830-1842).  Filosofia Social no princípio, depois o termo híbrido grego-latino Sociologia.
  11. 11. Etapas do Pensamento  Lei dos três Estados, no qual o conhecimento está sujeito, em sua evolução passar por três estados diferentes.  Segundo essa Lei, o espírito humano teria passado por três fases sucessivas.
  12. 12. 1º Estado - Teológico  Pensamento místico, em que o mundo é dominado pelas considerações do sobrenatural, religião e Deus.  Fetichismo (culto de objetos materiais magias)  Politeísmo (presença de vários deuses)  Monoteísmo (presença de um único Deus)
  13. 13. 2º Estado - Metafísico  As atrações do sobrenatural são substituídas pelo pensamento filosófico sobre a essência dos fenômenos.  Reunião de todas as forças numa só chamada natureza. (panteísmo)
  14. 14. 3º Estado: Positivo  A ciência, ou a observação cuidadosa dos fatos empíricos, o teste sistemático de teorias tornam-se modos dominantes para se acumular conhecimentos.  Uso das leis científicas da Matemática, Astronomia, Física, Química, Biologia e Lógica)
  15. 15. O MÉTODO POSITIVISTA
  16. 16. •O Positivismo foi a corrente do pensamento que dominou a Europa no Século XIX, Tendo como seu principal teórico Augusto conte. • Comte, introduz a concepção de que o conhecimento só pode ser válido se provado pelo método cientifico.
  17. 17. • No processo Histórico o positivismo reduz o papel do homem, enquanto ser pensante e crítico, para um mero coleto de informações e fatos presentes nos documentos.
  18. 18. POSITIVISMO E SOCIOLOGIA
  19. 19. • Augusto Comte foi o formulador sociologia e o principal iniciador positivismo. da do O Positivismo é uma corrente filosófica cujo iniciador principal foi Augusto Comte (17981857). Surgiu como desenvolvimento filosófico do Iluminismo, a que se associou a afirmação social das ciências experimentais. Propõe à existência humana valores completamente humanos, afastando radicalmente teologia ou metafísica. Assim, o Positivismo - em sua versão comtiana, pelo menos - associa uma interpretação das ciências e uma classificação do conhecimento a uma ética humana, desenvolvida na segunda fase da carreira de Comte.
  20. 20. • A Sociologia é uma das Ciências Humanas que tem como objetos de estudo a sociedade, a sua organização social e os processos que interligam os indivíduos em grupos, instituições e associações. Enquanto a Psicologia estuda o indivíduo na sua singularidade, a Sociologia estuda os fenômenos sociais, compreendendo as diferentes formas de constituição das sociedades e suas culturas. • A Sociologia tem a função de, ao mesmo tempo, observar os fenômenos que se repetem nas relações sociais – e assim formular explicações gerais ou teóricas sobre o fato social –, como também se preocupa com aqueles eventos únicos, como por exemplo, o surgimento do capitalismo ou do Estado Moderno, explicando seus significados e importância que esses eventos têm na vida dos cidadãos.
  21. 21. • A Sociologia nasce da própria sociedade, e por isso mesmo essa disciplina pode refletir interesses de alguma categoria social ou ser usado como função ideológica, contrariando o ideal de objetividade e neutralidade da ciência. Nesse sentido, se expõe o paradoxo das Ciências Sociais, que ao contrário das ciências da natureza (como a biologia, física, química etc.), as ciências da sociedade estão dentro do seu próprio objeto de estudo, pois todo conhecimento é um produto social.
  22. 22. REFERÊNCIAS • DURKHEIM, Émile. A função da divisão social do trabalho. In Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1983. • COSTA, João Cruz. Augusto Comte e as Origens do Positivismo REVISTA DE HISTÓRIA N° 03. São Paulo: 1950 trimestral. • http://www.brasilescola.com/sociologia/sociologia2.htm acessando em 05/02/2012.
  23. 23. MUITO OBRIGADO

×