Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Liderança Inspirando a Alta Performance
Bibliografia Recomendada <ul><li>BUCKINGHAM, Marcus. COFFMAN, Curt. First Break All the Rules. 1998. </li></ul><ul><li>CAR...
Liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir aos objetivos identifi...
Poder : É a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pesso...
Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor.  Se você quiser liderar, deve servir.   ( Jesus Cristo)
Desenvolvendo Equipes de Alta Performance
A essência da gerência não é a tarefa,  mas o resultado contínuo e crescente.  Se o seu gestor cobra tarefas, você igualme...
As 5 armadilhas de um time <ul><li>Falta de Confiança </li></ul><ul><li>Receio de Conflitar </li></ul><ul><li>Falta de Com...
“ Bagre ensaboado” Provar para a equipe que vale a pena... Eles podem formar o poder paralelo da área Fonte: Mandelli (2001)
Fonte: Mandelli (2001)
Estágios de Desenvolvimento da Equipe Desempenho Tempo Participação Sub-agrupamento Confrontação Diferenciação Resp. Compa...
Forçar a aprendizagem Metas de curto prazo Fonte: Mandelli (2001)
Só se ajudam se tiver troca. DICA: forçar a sociabilidade (Atividade Lúdica) DICA: não misturar as famílias, forçar o trab...
Forçar a reflexão Solução de problemas de curto prazo Fonte: Mandelli (2001)
Fonte: Mandelli (2001)
Rodrigo Corrêa Leite [email_address] Skype: prof.rodrigo.leite
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Liderança Inspiradora

4,342 views

Published on

Conference in Mai,09, 2009, about Leadership.

Published in: Education, Travel
  • Be the first to comment

Liderança Inspiradora

  1. 1. Liderança Inspirando a Alta Performance
  2. 2. Bibliografia Recomendada <ul><li>BUCKINGHAM, Marcus. COFFMAN, Curt. First Break All the Rules. 1998. </li></ul><ul><li>CARNEGIE, Dale. Como fazer amigos e influenciar pessoas. 1937. </li></ul><ul><li>CORTELLA, M. Sergio. A Criança e seu mundo. TV Cultura, 2000. </li></ul><ul><li>CORTELLA, M. Sérgio. Qual é a tua obra?. Vozes, 2008. </li></ul><ul><li>CHIAVENATTO, Idalberto. Gestão de Pessoas. Campus, 2002. </li></ul><ul><li>CURY, Augusto. Dez Leis para Ser Feliz. Rio de Janeiro: Sextante, 2003. </li></ul><ul><li>CURY, Augusto, Pais brilhantes professores fascinantes - a educação de nossos sonhos: formando jovens felizes e inteligentes. Sextante, 2003. </li></ul><ul><li>GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional. Objetiva, 1995. </li></ul><ul><li>HUNTER, James. O Monge e o Executivo: uma história sobre a essência da liderança. Sextante, 2001. </li></ul><ul><li>MANDELLI, Pedro. O paradigma da mudança. Palestra, 2007. </li></ul><ul><li>MANDELLI, Pedro. Muito Além da Hierarquia. Gente, 2001. </li></ul><ul><li>PETERS, Tom. A marca você. Campus, 2000. </li></ul><ul><li>SENGE, Peter. A quinta disciplina. Campus, 2000. </li></ul><ul><li>WEST, L. Grubs. Como transformar sua equipe em seu maior patrimônio. Sextante, 2007. </li></ul>
  3. 3. Liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir aos objetivos identificados como sendo para o bem comum. ( James Hunter) Liderança: capacidade de influenciar uma ou mais pessoas em busca de objetivos. (Chiavenatto).
  4. 4. Poder : É a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não o fazer. Autoridade: A habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influência pessoal. Fonte: J. Hunter
  5. 5. Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser liderar, deve servir. ( Jesus Cristo)
  6. 6. Desenvolvendo Equipes de Alta Performance
  7. 7. A essência da gerência não é a tarefa, mas o resultado contínuo e crescente. Se o seu gestor cobra tarefas, você igualmente puxa sua equipe para o curto prazo e, dessa forma, reforça a prática contínua de realização de tarefas. Descrição de procedimentos é descrição de tarefa. Isso porque todo o esforço é voltado para o controle das atividades rotineiras. Quanto maior o nível de orientação para a tarefa, mais os gerentes controlam as pessoas, os detalhes e menos o resultado a ser atingido.
  8. 8. As 5 armadilhas de um time <ul><li>Falta de Confiança </li></ul><ul><li>Receio de Conflitar </li></ul><ul><li>Falta de Comprometimento </li></ul><ul><li>Falta de Coragem para responsabilização </li></ul><ul><li>Conformismo em relação ao resultado coletivo </li></ul>
  9. 9. “ Bagre ensaboado” Provar para a equipe que vale a pena... Eles podem formar o poder paralelo da área Fonte: Mandelli (2001)
  10. 10. Fonte: Mandelli (2001)
  11. 11. Estágios de Desenvolvimento da Equipe Desempenho Tempo Participação Sub-agrupamento Confrontação Diferenciação Resp. Compartilhada Manda quem pode, obedece quem tem juízo... 9 7 5 2 OBS: Ser participativo dá o mesmo resultado que o condicionamento. Depois as pessoas se sub-agrupam em 3 ou 4 membros. Isso leva à confrontação que é usar o chefe para não brigar. Depois o chefe se irrita e volta a controlar para ganhar mais 20% de performance, ou seja, sair do 2 ou 3 para voltar ao 7. Fonte: Mandelli (2001) Eu mando, vocês obedecem
  12. 12. Forçar a aprendizagem Metas de curto prazo Fonte: Mandelli (2001)
  13. 13. Só se ajudam se tiver troca. DICA: forçar a sociabilidade (Atividade Lúdica) DICA: não misturar as famílias, forçar o trabalho junto e descobrir a contribuição de cada um. Fonte: Mandelli (2001)
  14. 14. Forçar a reflexão Solução de problemas de curto prazo Fonte: Mandelli (2001)
  15. 15. Fonte: Mandelli (2001)
  16. 16. Rodrigo Corrêa Leite [email_address] Skype: prof.rodrigo.leite

×