Isolamento

34,894 views

Published on

2 Comments
27 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
34,894
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
11
Actions
Shares
0
Downloads
789
Comments
2
Likes
27
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Isolamento

  1. 1. Precauções de IsolamentoPrecauções de Isolamento Rodrigo Abreu
  2. 2.  De um paciente para outro paciente; De um paciente para um profissional da saúde; De um portador são ou doente para outro.
  3. 3. Sempre que houver suspeita ouconfirmação de doença infecciosa ,colonização ou infecção por ummicrorganismo passível de ser disseminadopara outros pacientes ou profissionais queos assistem.
  4. 4.  Quarto privativo ou com pacientes apresentando infecção ou colonização pelo mesmo patógeno; Manter preferencialmente um profissional exclusivo para os cuidados do paciente; Avental e luvas de uso único antes de entrar em contato com o paciente ou material infectante; Lavar as mãos com anti-séptico (PVPI ou clorexidina degermantes) ou utilizar álcool gel, antes e após o contato com o paciente ou material infectante. Lavar as mãos após a retirada das luvas; Uso de artigos (estetoscópio, aparelho de pressão, termômetros) individualizado para o paciente ou, se não possível, proceder à desinfecção.
  5. 5.  Padrão ou Universal Contato Respiratório para Aerossol Respiratório para Gotículas Reverso
  6. 6.  Aplicam-se mediante contato direto ou indireto com sangue, todos os líquidos corporais, secreções e excreções de todos os pacientes, independentemente de sua condição infecciosa. Portanto, independem da presença ou ausência de sangue visível. Também se aplicam à pele lesada e as membranas mucosas dos pacientes.
  7. 7. Está indicada para situações em queexista possibilidade de transmissão deagentes infecciosos por contato direto ouindireto. Isto é,contato entre pacientes,contato através do profissional de saúde(mãos) ou contato por meio de artigos.Vírus/bactérias entéricos, Clostridium difficile,Varicela Zoster disseminado, Vírus SindicalRespiratório ou Vírus Parainfluenza, Bactériamulti-resistente, Staphylococcus /Streptococcus.
  8. 8.  Diarréia aguda e provavelmente infecciosa Diarréia em adulto com historia de uso recente de antimicrobiano Exantema vesicular História de colonização ou infecção por bactérias multi-resistentes; Infecção de pele, ferida ou trato urinário em paciente com internação recente em hospital onde bactérias multi-resistentes são prevalentes. Abcessos ou feridas com drenagem de secreção não contida pelo curativo.
  9. 9. A transmissão por aerossóis é diferente datransmissão por gotículas suspensas no ar.Algumas partículas eliminadas durante arespiração, fala ou tosse se ressecam eficam suspensas no ar, podendopermanecer durante horas e atingirambientes diferentes, inclusive quartosadjacentes (são carreados por corrente dear).Destinam-se às situações de suspeita ouconfirmação de tuberculose pulmonar oularíngea, sarampo, varicela e herpes zosterdisseminado.
  10. 10. A transmissão por gotículas ocorre através docontato próximo com o paciente.Gotículas de tamanho considerado grande(>5m) são eliminadas durante a fala,respiração, tosse, e procedimentos comoaspiração.Atingem até um metro de distância, erapidamente se depositam no chão, cessandoa transmissão. Portanto, a transmissão nãoocorre em distâncias maiores, nem porperíodos prolongados.Exemplos de doenças transmitidas porgotículas: Doença MeningocócicaCoqueluche e Rubéola.
  11. 11. Indicado para pacientes queapresentam patologias que causamImunodepressão ou Imunossupressão,com o objetivo de proteger o pacientede micro-organismos oportunistas.Ex: Pacientes Transplantados, em uso dequimioterapia ou radioterapia, em usode dosagens elevadas decorticosteroides, Portadores de SIDA,doenças autoimunes em crise.
  12. 12. Precaução Reversa

×