Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

A importancia do brincar

20,530 views

Published on

Pequena apresentação sobre a importância do brincar e brinquedos por faixa etária.

A importancia do brincar

  1. 1. Renata Costa rocost48@yahoo.com.br
  2. 2. Quem e’ a sua criança?
  3. 3. Quem e’ a criança? • É capaz de desenvolver-se humana e espiritualmente; • Necessita de limites e desenvolve-se moralmente; • Possui direito a uma educação integral; • Tem necessidades próprias; • Tem amadurecimento sadio; • Difere uma da outra;
  4. 4. •É ativa e coopera com os adultos e seus pares; •Desenvolve sua auto- estima por meio das relações que estabelece; •Desenvolve espírito crítico e valores por meio da educação; •É o centro do processo educativo; •Constrói seu conhecimento; •É capaz de aprender a aprender, a fazer, a conviver e a ser; •Pode ser agente de transformação social.
  5. 5. Brincar por prazer!
  6. 6. Brincar como forma de conhecer ao mundo e a si mesma.
  7. 7. Brincar para a construção de memórias afetivas.
  8. 8. Brincar para aguçar os sentidos.
  9. 9. Brincar para desenvolver corporalmente.
  10. 10. Brincar para proporcionar um ambiente social de integração com o meio e com os sujeitos.
  11. 11. Brincar para fortalecer os laços com as crianças.
  12. 12. Brincar pelo prazer! De estar com o outro e consigo mesmo!
  13. 13. Brincar pela alegria de brincar!
  14. 14. Classificação simplificada dos objetos lúdicos.  Brinquedos para jogos de exercício: brinquedos para o despertar sensorial, brinquedos de motricidade, brinquedos de manipulação;  Brinquedos para jogos simbólicos: brinquedos de papeis, brinquedos de faz-de-conta e brinquedos de representação;  Jogos de acoplagem: jogos de construção, jogos de encadeamento, jogos de experimentação e jogos de fabricação;  Jogos de regras.
  15. 15. Período Sensório-motor (0 a 2 anos) • Móbiles coloridos, que se movimentam, sonoros e improvisados; • Chocalhos pequenos, brinquedos para morder, bichinhos de vinil, bola bebe de diferentes texturas, martelos de borracha,... • Brinquedos de puxar e empurrar, livros de pano, argolas de plástico para encaixar, cubos de pano, bichos de pelúcia, caixa com vários objetos de por e tirar, caixa de musica, bonecas de pano, cavalinho de pau, ... • Brinquedos de empurrar, carrinhos ou outros brinquedos de puxar, blocos de construção, bate-estacas, brinquedos de desmontar, degraus e pequenos escorregadores, tuneis para passar por dentro, carro ou bicicleta sem pedal.
  16. 16. Período Pré Conceitual (2 a 4 anos)  Livros de pano com figuras, telefone, todo tipo de utensílios de cozinha, mobílias e objetos domésticos, bonecas, cabanas e casinhas,...  Mascaras, chapéus fantoches, fantasias, capas e fantoches.  Bichinhos de plásticos e de pelúcia, massa para modelar, quebra- cabeças simples, tambor, pandeiro e corneta, pianinho, xilofone, ...  Carros, caminhões, trenzinhos, caminhões, aviões, ...  Balde , pazinha, triciclo, material para fazer bolhas de sabão,...
  17. 17. Período Intuitivo (4 a 7 anos)  Blocos de construção;  Material para pintura e desenho;  Jogos de domino, loto, etc.;  Jogos de circuito;  Carrinho de boneca;  Livros de historia;  Jogos de dama.
  18. 18. Período das Operações Concretas (7 aos 12 anos)  Bolas de raquetes;  Boliche;  Futebol de botão;  Peteca,  Jogos de montar que sejam desafiantes;  Jogos de construção;  Jogos de circuito;  Jogos de perguntas e respostas;  Minilaboratorios;  Quebra-cabeças mais difíceis;  Ferramentas para construção de brinquedos;  Jogo de damas e xadrez.
  19. 19. Período das Operações Formais (12 anos em diante)  Jogos para todas as idades;  A brinquedoteca como um centro de recursos para a família com informações de saúde e recursos que a comunidade oferece;  Oficinas de construção de brinquedos oferecidas pelos responsáveis;  A brinquedoteca como um espaço de integração de diversas gerações.
  20. 20. Alguns cuidados na hora da escolha...  Evitar brinquedos pequenos, frágeis e pouco duráveis;  Escolher brinquedos bem acabados sem pontas e arestas;  Verificar se a tinta que colore o brinquedo não e’ tóxica;  Verificar se contem peças pequenas que podem ser engolidas pelas crianças;  Evitar brinquedos que instigam a violência.
  21. 21. O que a criança aprende na brinquedoteca?  Aprende de forma prazerosa e cooperativa;  Aprende que não esta sozinha no mundo;  Aprende a escolher;  Aprende a incorporar a importância do cuidar, consertar e tomar conta dos brinquedos que pertencem a todos.
  22. 22. Pensando nossos espaços do brincar...  O espaço e’ atraente para a criança?  O espaço e’ definido em áreas de interesse bem definidas, de forma a encorajar diferentes tipos de atividades?  As áreas de interesse estão organizadas de forma assegurar a visibilidade dos objetos e materiais que incluem, bem como a locomoção em diferentes áreas?  As áreas de interesse estão organizadas de forma a ter em conta aspectos práticos, bem como as mudanças de interesse das crianças nas atividades?  Os objetos e materiais são numeroso de forma a permitir uma grande variedade de brincadeiras?  Os objetos refletem o tipo de vida e experiências familiares das crianças?  A arrumação dos materiais proporciona a execução do ciclo “encontra- brinca-arruma”?
  23. 23. A área de arte Encontra-se diversos materiais artísticos para a criança manipular livremente: tintas, lápis e papel; Encontra-se disponíveis outros materiais que refletem tradições artísticas das diferentes comunidades; Encontra-se materiais artísticos das cores de pele das pessoas que habitam a comunidade local.
  24. 24. Área da casa Ter bonecas multiraciiais; Os conteúdos e o arranjo da área da casa deve refletir o que se encontra nas habitações da região; Os instrumentos de cozinha e as caixas de guardar alimentos devem refletir aquilo que as crianças vêem ser usado pelos seus familiares; A roupa refletira o que a comunidade usa, inclusive indumentárias de profissões desempenhadas pelos responsáveis; Sempre que possível encontra-se disponível nessa área cadeiras de rodas de crianças, óculos sem lentes,...
  25. 25. Área dos livros Livros que ilustram diferentes culturas. Os livros devem representar uma grande variedade de representações familiares incluindo famílias monoparentais, famílias biparentais e com avos, tios ou tias , casais biraciais,... Os livros devem refletir homens e mulheres em situações realísticas com papeis ativos de forma equitativa. Os livros devem refletir sobre as pessoas com deficiência como seres reais e capacitados para exercerem seus papeis em sociedade.
  26. 26. Área dos brinquedos: mercadinho, medico, ... Os jogos refletem a atmosfera da comunidade, ou seja, rural ou urbana. os jogos representam ocupações dos responsáveis e elementos da comunidade. Os jogos são de diferentes raças e evitam os estereótipos sexuais.
  27. 27. Área da musica CDs de musicas e instrumentos musicais devem refletir as culturas das crianças. Estão disponibilizados diversos instrumentos musicais. São efetuados jogos de movimentos e pantomima refletindo a cultura das crianças.
  28. 28. Área de construção e jogos. Os jogos refletem a atmosfera da comunidade, ou seja, rural ou urbana. os jogos representam ocupações dos responsáveis e elementos da comunidade. Os jogos são de diferentes raças e evitam os estereótipos sexuais.
  29. 29. O brincar e a realidade, D. W. Winnicott. Brinquedoteca: um mergulho no brincar, Nylse Helena Silva Cunha. Educar a criança, Mary Hohman e David P. Weikart. O direito de brincar, Adriana Friedmann. Brincar: um baú de possibilidades, Instituto Unilever.

×