Memento Mori V Noite de Poesia Anand Rao

696 views

Published on

Apresentação do Poeta da Noite Anand Rao, na V Noite de Poesia, realizada em Brasília-DF, no dia 23 de julho de 2008.

Published in: Entertainment & Humor
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
696
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Memento Mori V Noite de Poesia Anand Rao

  1. 1. Memento Mori V Noite de Poesia Carpe Diem – Brasília / DF 23/07/2008 A Literatura vista com outros olhos http://www.mementomori.com.br
  2. 2. Anand Rao <ul><li>Tem 18 livros de poesia publicados, participação em várias antologias, 03 CDS independentes lançados e também é jornalista. </li></ul><ul><li>Vem se apresentando desde 1979 sempre sozinho com seu violão e sua percussão de boca, elemento presente nas suas músicas, por ser filho de um indiano, o saudoso Prof. Rao, que lhe ensinou a magia da música indiana com suas percussões de boca. </li></ul><ul><li>Apaixonado pelo jazz, música instrumental e MPB, Anand criou um gênero musical e tem apresentado pelo Brasil o MPBJazz, que são músicas onde a harmonia, melodia e ritmo são criadas na hora, no palco, na frente das pessoas. </li></ul>
  3. 3. Anand Rao <ul><li>Adquiriu um estúdio de 16 canais e disponibiliza sua música na internet para download. O ouvinte monta seu CD com a música que gostar, sem custo algum. </li></ul><ul><li>Outra loucura deste filho de indiano nascido em Pernambuco é a utilização do dom de fazer músicas na hora para deixar as pessoas felizes e aumentar seu capital de giro para poder investir no Portal e em sua arte. </li></ul><ul><li>Todo o trabalho de Anand Rao pode ser encontrado no Portal Cultural Anand Rao (www.anandraobr.com). </li></ul><ul><li>Contatos pelo e-mail: anandrao@terra.com.br. </li></ul>
  4. 4. Anad Rao É Poeta da Noite... Memento Mori
  5. 5. Anad Rao É MPBJazz Memento Mori
  6. 6. Lado Dois <ul><li>Esquecer você </li></ul><ul><li>é tão difícil </li></ul><ul><li>tão breve como a flor </li></ul><ul><li>mas sei que não posso </li></ul><ul><li>deixar de te esquecer </li></ul><ul><li>senão esquecerei </li></ul><ul><li>o esquecido em mim </li></ul><ul><li>o viver de meu coração </li></ul><ul><li>e assim perderei </li></ul><ul><li>não só a você </li></ul><ul><li>mas também a mim. </li></ul>
  7. 7. Crú e Nú <ul><li>crú </li></ul><ul><li>eu preciso de um tempero </li></ul><ul><li>nú </li></ul><ul><li>eu preciso do teu cheiro </li></ul>
  8. 8. Há Luz na Sala <ul><li>quando quero me abrir </li></ul><ul><li>é difícil alguém meu ouvir </li></ul><ul><li>pois sou eu quem sempre escuta. </li></ul><ul><li>preciso te descobrir </li></ul><ul><li>além dos copos vazios </li></ul><ul><li>e da luz acesa na sala. </li></ul><ul><li>amanhã mais uma vez </li></ul><ul><li>vou amanhecer só </li></ul><ul><li>sem teu carinho, sem teu amor </li></ul><ul><li>apaixonado pelos beijos que não beijei. </li></ul><ul><li>quero alguém simples </li></ul><ul><li>que acenda o meu amor </li></ul><ul><li>e apague a luz da sala. </li></ul>
  9. 9. V Noite de Poesia Carpe Diem – Brasília / DF 23/07/2008 Memento Mori A Literatura vista com outros olhos http://www.mementomori.com.br

×