BioGeo10-osmorregulacao

4,016 views

Published on

Download em: www.biogeolearning.com

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,016
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

BioGeo10-osmorregulacao

  1. 1. OSMORREGULAÇÃONO SER HUMANOSistema Excretor
  2. 2. Estrutura do Sistema ExcretorPara alémde eliminar aurina, permite manter oequilíbrio deágua e saisminerais noorganismo
  3. 3. Estrutura do Rim Estrutura geral do rim Pormenor de um nefrónio numa pirâmide renal
  4. 4. Nefrónio: unidade funcional dorimGlomérulo de Malpighi e Cápsula de Bowman-Tubo contornado proximal+Ansa de Henle+Tubo contornado distal-Tubo colector-
  5. 5. Formação da urina Ver explicação na pág. 170 do manual Permeabilidade à água controlada pela ADH
  6. 6. Excreção: processogeral Passagem de substâncias do plasma para o rim. Moléculas de grande dimensão (proteínas) e células sanguíneas não são filtradas. Recuperação de substâncias que são importantes (glicose, aminoácidos, etc.) Passagem de substâncias tóxicas do meio interno para a parte terminal do sistema excretor. Eliminação final de substâncias do organismo.
  7. 7. Osmorregulação em ambienteaquático- Regulação em peixes de água doce- Regulação em peixes de água salgada
  8. 8. Osmorregulação em meioaquático  O meio é hipertónico relativamente ao meio celular;  Há tendência para haver perda de água por osmose; Reduzem a filtração. Glomérulos são pequenos ou inexistentes
  9. 9. Osmorregulação em meioaquático O meio é hipotónico relativamente ao meio celular; Há tendência para haver entrada de água por osmose;
  10. 10. Osmorregulação em meioaquático
  11. 11. Osmorregulação em ambienteterrestre
  12. 12. Animais de zonas marinhas Tartarugas marinhas:  Aves marinhas:Libertação de sais secreção activa de através de lágrimas. sais através de glândulas no bico.
  13. 13. Animais do deserto O rato canguru apresenta longas ansas de Henle, permitindo uma reabsorção muito eficaz de água.
  14. 14. Camelo e dromedário  Consegue obter água por processos metabólicos de degradação da gordura acumulada.  Ansas de Henle muito desenvolvidas.
  15. 15. Mais material disponível em www.biogeolearning.com

×