Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
 
Movimento Mundial Social Virtual pela Dignidade Humana   - Façamos desta terra  o paraíso que sonhamos ingressar após a mo...
Poesia FOME
Passa desapercebida por tantos indiferentes A este flagelo que assola milhões de vidas Que padecem desta sina. Passa desap...
Segue impiedosa roendo o estômago da criança carente Que não nasce cabelos, nem dentes,
Formando mais um descrente, Um doente, Um demente.
Fome! Fome! Fome!
És o suplício do homem, Que num ato de desumanidade
Renega seu semelhante sem piedade! http://www.ritapoesias.kit.net/fome.htm
Se houvesse pobres na lua, iríamos até lá. O que conta não é o que fazemos, mas o amor que colocamos no que fazemos! pensa...
“Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência,...
http://www.ritapoesias.kit.net/humanidade.htm
música: Imagine - John Lennon
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Poema Fome de Rita Madeira

1,179 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Poema Fome de Rita Madeira

  1. 2. Movimento Mundial Social Virtual pela Dignidade Humana   - Façamos desta terra  o paraíso que sonhamos ingressar após a morte, esta é a única forma de alcançá-lo.                                                                                                                                                                             SO mália S olidariedade     D ignidade I   gualdade G enerosidade N obreza I   dealismo D eterminação A mor D oação E esperança http://www.ritapoesias.kit.net/Dignidade.htm
  2. 3. Poesia FOME
  3. 4. Passa desapercebida por tantos indiferentes A este flagelo que assola milhões de vidas Que padecem desta sina. Passa desapercebida por tantos indiferentes A esse flagelo que assola milhões de vidas Que padecem dessa sina.
  4. 5. Segue impiedosa roendo o estômago da criança carente Que não nasce cabelos, nem dentes,
  5. 6. Formando mais um descrente, Um doente, Um demente.
  6. 7. Fome! Fome! Fome!
  7. 8. És o suplício do homem, Que num ato de desumanidade
  8. 9. Renega seu semelhante sem piedade! http://www.ritapoesias.kit.net/fome.htm
  9. 10. Se houvesse pobres na lua, iríamos até lá. O que conta não é o que fazemos, mas o amor que colocamos no que fazemos! pensamento de Madre Teresa da Calcutá - "A Santa dos desamparados"
  10. 11. “Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido.” pensamento de Charles Chaplin.
  11. 12. http://www.ritapoesias.kit.net/humanidade.htm
  12. 13. música: Imagine - John Lennon

×