Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Jornalzinho do ponci finalizado

69 views

Published on

Trabalho desenvolvido pelos alunos dos 7º ano - Escola Municipal José Ponciano

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Jornalzinho do ponci finalizado

  1. 1. 1 JORNALZINHO DO PONCI Rio Real, abril de 2017 Nº 01 Cuidado: Febre amarela mata! A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um tipo de vírus chamado flavivírus. Existem dois tipos de febre amarela: a silvestre, transmitida pela picada do mosquito Haemagogus, e a urbana, transmitida pelo Aedes Ae- gypti. Essa doença causa certos tipos de sintomas como: Mal-estar, fadiga, febre, perda de apetite, entre outros. Como se prevenir? Tomando a vacina como forma de se proteger, usar repelente, usar roupas que protegem o corpo tam- bém é uma boa medida. Outra medida é sempre verificar se não há criadouros em seu quintal co- mo: pneus com água, garrafas destampadas, tam- pinhas de garrafa pet, etc. Entrevista com a diretora Qual o seu nome completo? Irene Nascimento de Oliveira Qual sua formação? Sou formada em Português/inglês e pós- graduada em Ciências da Educação. Qual é o seu maior desafio na direção da escola? Fazer com que todos os educandos en- tendam que eles merecem uma educa- ção de qualidade e que para isso eles precisam querer, ter objetivo, foco, obe- decer e cumprir as regras da escola. A senhora acha que usar bermuda pre- judica o bom funcionamento da escola? Não, o não uso da bermuda é devido a padronização e nem todos colocam uma bermuda adequada, já com a calça, a padronização é bem clara e o aluno fica mais bem vestido, arrumado e transmi- tindo seriedade. O que um aluno precisa para ter suces- so? Compromisso, responsabilidade, organi- zação, apoio familiar, entre outras coi- sas. Você sabe o que essas coisas significam?
  2. 2. 2 O MISTÉRIO DO ASSASSINATO Domingo passado, um milionario foi encontrado morto, com um corte violento na cabeça. Quando os policiais chegaram, interrogaram todos da casa. Cada um apre- sentou seu alibi. A esposa disse que estava lendo um livro na sala. O cozinheiro alegou estar ocu- pado com o jantar. A empregada alegou es- tar assistindo novela na tv do seu quarto. O jardineiro afirmou que estava lavando as suas ferramentas. O mordomo alegou estar polindo a prataria. Depois de ouvir cada depoimento, a polícia logo prendeu o suspeito, porque ele mentiu em seu depoimento. Quem foi o culpado? Foto da galera Assista toda segunda- feira na Tv Escola, canal 20 O que são as coisas? Hugo e seus amigos vão descobrir coisas inte- ressantes e você também pode embarcar nes- sa aventura. Deixar o carregador de celular na tomada sem o aparelho estraga o carregador? Consome muita energia? É perigoso? Não, não e não. O consumo de energia aumenta, mas não muito. Ainda que o celular seja plugado todas as noites na tomada, a diferença na conta de luz fica em torno de R$ 0,20 por mês. Além disso, mesmo com o celular plugado o dia inteiro, o carre- gador entra em modo de baixo consumo quando a carga está cheia. Mosquito Aedes Aegypti, o combate deve ser permanente!
  3. 3. 3 Anderson 7º c v 02/04/2002 Vitor 8º b v 09/04/2004 Josielma 6º b v 11/04/2004 Rafael 6º c v 12/04/2004 Rony 6º c v 15/04/2004 Maria Edilene 7º c v 17/04/2002 Maurício 8º b v 19/04/2002 Alexandre 7º b v 20/04/2004 Dielson 6º c v 20/04/2004 Rosenilda 7º c v 23/04/2004 Wandson 9º c v 24/04/2000 Luanderson 9º c v 25/04/2000 Toni 9º c v 25/04/2001 Raissa 7º b v 30/04/2004 Laís 7º b v 30/04/2004 ENQUETE O que você está achando da nova direção da nossa escola? Boa / Ruim Colaboradores do Jornal Imagens: Jamile, Liasa e Ketley. Entrevista: Leilâne, Laís, Jandson e Vitória Notícia principal: Romário, Guilherme e Clécio Anedota: Alexandre, Eduardo e Gabriel Poema: Keteley, Hemyle e Fernanda Revisão geral: João Paulo Dicas e sugestões para as próximas edições, procurar a turma do 7º ano b vespertino. Por que Deus permite que as mães vão-se embora? Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento. Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio. Mãe, na sua graça, é eternidade. Por que Deus se lembra — mistério profundo — de tirá-la um dia? Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho Pra sempre Carlos Drummond de Andrade Anedota Cheguei para o gerente do banco e disse: ----- Meu Deus! Para que tanto dinheiro? E ele respondeu: ---- Não é da sua conta! Hora da poesia! Agradecimentos Alunos do 7º ano b vespertino, direção e coordenação pelo apoio
  4. 4. 4 Quem não está assustado? É bem verdade que a questao da violencia nao e algo novo, pois ela sempre existiu, mas o que vemos hoje nos parece algo incomum. Vidas sao ceifadas como capim velho, como se uma vida fosse nada, como se tirar a vida de uma pessoa fosse algo trivial, porem diferente do capim, estas vidas apagadas nao ressurgem, nao brotam novamente. Diante de tantos assaltos, roubos e crueldades, ficamos sem saber como agir e acabamos nos trancando em casa. Sera essa a melhor atitude? Sera mesmo que as portas, muros e grades irao nos proteger? Aonde tudo isso ira nos levar? Deve haver uma resposta que nos convença de que o mundo ainda tem jeito. As pessoas nao sao so boas ou mas, todos nos temos os dois lados, entretanto o que nos difere e saber cultivar dentro de nos um dos dois lados. Ha quem diga que o problema esta na família, outros acreditam ser algo que nasce com a pessoa e ha ainda quem defenda a ideia des- se problema possa ser resolvido com uma boa educaçao escolar. É voce acredita em qual das opçoes? Ou voce tem uma nova opçao? Diante de tudo isso, uma coisa e certa: precisamos encontrar o mais rapido possível uma soluçao para este grave problema social que afeta desde os mais humildes ate as classes mais abastadas, embora seja nas camadas menos providas de educaçao, saude e lazer onde o problema da violencia se manifeste com maior intensidade. Por que tantos jovens envolvidos com drogas, entregues a criminalidade? Talvez porque estejamos deixando de acreditar neles e ate mesmo os incentivando a desacreditar em si mesmos e consequentemente num mundo me- lhor. Vamos começar agora, olhando para nosso vizinho com respeito, mostrar as crianças e aos jovens que a vida e muito mais que consumir; mostrar que “ser” e muito melhor que “ter”. Vamos praticar o bem, para que tenhamos ao nosso redor o bem e nao o mal. Tudo isso pode ser feito a partir de pequenas atitudes cotidianas, sendo gentil com o outro, respeitando toda e qualquer diferença, sendo cada dia mais paciente, tolerante e, sobretudo, amar uns aos outros. Joao Paulo Orrico Para refletir...

×