Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Boletim informativo7

299 views

Published on

Boletim Informativo

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Boletim informativo7

  1. 1. No dia 15 de setembro, iniciou mais um ano letivo. Para alguns foi o regresso à escola que tinham deixado há algumas semanas atrás, contudo, para os alunos do 5ºano de escolaridade a situação era diferente. De facto, estes alunos ini- ciaram uma nova etapa numa escola diferente, com outros professores e um nível de ensino estruturado de forma diferente do 1ºCiclo. Entre tantas novidades, a escola mobilizou-se para receber os novos alunos e dar-lhes a conhecer o espa- ço onde vão passar muitas horas da sua vida. Assim, visitaram os vários blocos onde funcionam as aulas, o ginásio, a biblioteca e outros espaços utilitários e de lazer. A Biblioteca Escolar teve no seu átrio uma exposição sobre a vida e obra de Ale- xandre Herculano que foi organizada pela docente Luísa Barbosa. No início da exposição um painel pintado pela docente Catarina Godinho. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s Regresso às aulas Integrada no percurso feito para conhecimento da esco- la, esteve uma visita à BE. Aqui, os alunos tomaram conhecimento de algumas regras de utilização deste espaço e receberam um miminho. B o l e t i m I n f o r m a t i v o n º 7 d a B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Receção aos alunos do 5º ano Nesta edição: Visita guiada à Biblioteca 2 Bibliopaper 2 À descoberta de novas leituras 3 Mês Internacional da Biblioteca Escolar 3 “Leituras que Unem” 3 “À descoberta da Missão Impossível” 3 Oficina de Escrita 4 Oficina de Ilustração 4 Concursos 5 Formação para docentes 6-7 Exposições em datas comemorativas 8-9 Histórias da Ajudaris 2016 10 Dezembro de 2016 Boletim Informativo 7 Encontro com Sónia Seixas: Cyberbullying 10 Aquisição de livros para a BE 10- 11 O Natal na BE 11 Atividades para o próximo período 12
  2. 2. Visita Guiada à Biblioteca À descoberta de novas leituras A professora bibliotecária preparou uma visita guiada à biblioteca a fim de dar a conhecer aos alunos do 5ºano as regras de utilização deste espaço, assim como as regras pelas quais se orienta a orga- nização da mesma. Também divulgámos algu- mas obras e revistas que poderão encontrar na biblio- teca e que os ajudarão a ser alunos brilhantes. Bibliopaper guiada à biblioteca. Após as visitas guiadas à biblio- teca, os alunos do 5ºano partici- param no bibliopa- per em que tive- ram de responder a um questionário, pondo à prova os conhecimentos adquiridos ante- riormente aquando da visita A sessão terminava com um momento de partilha sobre as leituras realizadas. Os alunos foram desafiados a procurar um livro a partir de algu- mas pistas dadas pela professora bibliotecária. Em grupos de dois elementos, partiram à descoberta . No fim de encontrarem o livro, tiveram a possibilidade de o ler. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 2 A tarefa essencial do professor é despertar a alegria de trabalhar e de conhecer Albert Einstein Exposição patente na biblioteca durante a visita guiada realizada pelos alunos do 5ºano Momento de leitura da pista e procura do livro seguindo a pista
  3. 3. “À descoberta da Missão Impossível” livro da autoria de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. No âmbito do projeto “Ler para crescer e aprender a ser”, várias turmas do 5ºano realizaram um bibliopaper em busca da obra Missão Impossível. Assim, seguindo diferentes pis- tas foram recolhendo as várias peças do puzzle que estavam escondidas em vários livros da bibliote- ca e que consti- tuíam a capa do Mês Internacional da Biblioteca Escolar A International Association of School Librarianship (IASL) considera que o Mês Internacio- nal das Bibliotecas Escolares permite aos responsáveis pelas bibliotecas escolares, em todo o mundo, escolher um dia, em outubro, que melhor se adeque à sua situação, de forma a celebrar a importância das BE. Neste contexto, o Gabinete da Rede das Bibliotecas Escolares deci- diu declarar o dia 24 de outubro como o Dia da Biblioteca Esco- lar e propôs como tema aglutina- dor: “Aprende a descodificar o teu mun- do”. Ao longo dos meses de setembro e outubro, a Equipa da Biblioteca Escolar promoveu diferentes atividades que, além dos seus objetivos específicos, pretenderam dar visibilidade ao “Leituras que Unem”: “Ler para crescer e aprender a ser” 3ºciclo. Quanto às áreas curricu- lares diretamente envolvidas são: Português, História e Geo- grafia de Portugal, Ciências Naturais, Matemática, Educação Visual, Educação Tecnológica, Educação Musical, TIC, Expres- sões Artísticas, Oferta Comple- mentar, Serviço de Mesa e Bar na Restauração e Hotelaria. O Projeto “Leituras que Unem” é uma iniciativa do Plano Nacio- nal de Leitura, o qual convidou as escolas a apresentarem proje- tos que envolvessem as crianças e os alunos em atividades de leitura. Daí, o Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano ter apresentado, através da Bibliote- ca Escolar, o projeto que se intitula “Ler para crescer e aprender a ser”. É um projeto promotor da leitura e de uma articulação transversal do currí- culo, como veículo da constru- ção de um conhecimento globa- lizante. Neste projeto estão envolvidos 3 grupos do pré-escolar, 10 turmas do 1ºciclo, 9 do 2ºciclo e 3 do P á g i n a 3B o l e t i m I n f o r m a t i v o 7 A Biblioteca Escolar é uma plataforma de saberes, de trabalho e de inovação que se constrói e se reinventa diariamente em cada escola. O seu sucesso resulta dos esforços de todos, e todos estamos convocados para a procura conjunta de um percurso colaborativo que conjuga continuidade e mudança, in http://www.rbe.min- edu.pt/np4/789.html Painel comemorativo do Dia da Biblioteca Escolar O fracasso deveria ser o nosso pro- fessor, não nosso coveiro. Fracasso é adiamento, não derrota. É um desvio temporário, não um beco sem saída. Fracasso é algo que nós só podemos evitar não dizendo nada, não fazendo nada e não sendo nada. Denis Waitley papel ativo da biblioteca escolar para atrair leitores e inovar per- manentemente o caminho que leva à leitura e ao conhecimento. Assim, realizámos visitas guia- das à biblioteca, bibliopaper, atividades de descoberta de novas leituras, assim como demos início ao projeto de arti- culação entre docentes, encarre- gados de educação e áreas curri- culares, no âmbito da candidatu- ra “Leituras que Unem”.
  4. 4. Oficina de Escrita Alguns trabalhos da Oficina de Ilustração inspirados no ilustrador Alex Solis encaminhados para concursos de escrita. Oficina de Ilustração Trabalho da Sara Trabalho da Ana Um outra oferta de ocupação dos tempos livres é a Oficina de Ilustração, também dinami- zada pela professora bibliote- cária, que pretende o desenvol- vimento da criatividade na ilustração. Ao longo das várias sessões, os alunos têm jogado com o traço, a cor, a forma e os objetos. Trabalho da Maria Trabalho do Rodrigo O ilustrador Alex Solis utili- za objetos ao seu redor , ou mesmo as suas mãos para produzir os seus desenhos. Trabalho do Luís E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 4 Os professores bibliotecários asseguram na escola (…) as atividades (…) de desenvolvimento das literacias e de formação de leitores, RBE Cartaz de divulgação da Oficina de Escrita Cartaz de divulgação da Oficina de Ilustração Como oferta da ocupação dos tempos livres, é dinami- zada uma Oficina de Escrita pela professora bibliotecá- ria. Assim, semanalmente, à terça-feira ao final da tarde, um grupo de quatro jovens (uma do 5º, outra do 6º e dois do 7ºano) aventuram-se pelos caminhos da escrita criativa. Sempre que possível, são
  5. 5. Concursos da iniciativa da Biblioteca Escolar Ao longo deste 1º período, os alunos que se distinguiram foram os seguintes: Setembro—Nuno Nova, 5ºC Outubro—Diogo Hemei, 5ºC Novembro—Margarida Varela, 5ºF e Diogo Mendes, 8ºC Com o objetivo de promover o contacto com o livro e a práti- ca continuada da leitura, temos vários concursos. Um denomi- na-se “Ler com amigos é melhor” e o outro “Uma histó- ria em BD”. Ambos alojados no endereço nonio.ese.ipsantarem.pt/aeahbi blioteca/ Um outro concurso é o “Top Leitor” Assim, todos os meses é divul- gado o nome do aluno que mais livros requisitou em cada mês. Participação em Concursos Nacionais em articulação com a BE Este concurso é um convite à participação de crianças e alunos na celebração da leitura e do prazer de ler, através da realização de tra- balhos criativos , de cariz informativo, expressivo ou publicitário, que traduzam a festa da leitura. “Literacia 3D: o desafio pelo conhecimento” é um concurso promovido pela Porto Editora. Na EB Alexandre Herculano participaram 68 alunos , dos quais 22 do 5ºano na prova de Literacia da Leitura, 30 em Literacia da Matemática e 16 na prova de literacia científica. “Concurso Nacional de Leitura—11ª Edição” À semelhança dos anos ante- riores, o PNL lançou a 11ª edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) com o objetivo de estimular o treino da leitura e desenvolver a competência de expressão escrita e oral. A prestação da prova a nível de escola será no próximo dia 11 de janeiro. Participação dos alunos das Oficinas de Escrita e de Ilustração em Concursos Nacionais “Histórias para Ajudaris”“Um conto que con- tas”. Clicando na imagem, terá acesso ao regulamento do concurso. “7 dias, 7 dicas sobre os media” Clicando na imagem, terá acesso ao regulamento do concurso. P á g i n a 5B o l e t i m I n f o r m a t i v o 7 É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer. Aristóteles Obras a serem lidas para o Con- curso Nacional de Leitura O livro mais lido ao longo do pri- meiro período: Missão Impossível Para leitura do livro, basta clicar na imagem
  6. 6. A Arte como ferramenta pedagógica “Teatro de Luz Negra” pensamento crítico, controlo e exploração das emoções bem como das capacidades cognitivas. Cria oportunida- des únicas para as crianças compreenderem e criarem as suas identidades pessoais”. É objetivo do Projeto Educa- tivo do Agrupamento “Aprofundar práticas/ pro- cessos de gestão e articula- ção curricular adequadas à promoção do sucesso esco- lar, na perspetiva de uma Escola de qualidade e rigor”, pelo que a Biblioteca Escolar promoveu a ação de forma- ção “A Arte como ferramen- ta pedagógi- ca”. Esta formação foi dinamizada pela docente Rosa Montez que fez uma bre- ve contextualização teórica da importância da arte na educa- ção, defendendo que a arte “influencia a aprendizagem e permite o desenvolvimento do Encontro “Aprender em Partilha: À descoberta do artista” Dia do Professor. Neste mes- mo dia, foi dina- mizada a Oficina “Colocação de Voz” pelos docen- tes Rita Ferreira, Rui Bento e Joana Fernandes.. Dando continuidade aos Encontros “Aprender em Parti- lha”, com os quais se pretende o reforço do trabalho coopera- tivo entre docentes, tendo em vista a melhoria das estratégias de ensino e dos resultados dos alunos, realizámos o primeiro deste ano, denominado “À descoberta do Artista”. Este Encontro teve por objetivo a partilha de saberes no âmbito da expressão artística. Decor- reram, então, quatro oficinas, cada uma delas dinamizada por um docente de um nível de ensino diferente. Os trabalhos resultantes destas oficinas foram, posteriormente apresen- tados no dia comemorativo da No dia comemorativo do Dia do Professor representou-se a história do tangran. A Oficina “Teatro de Luz Negra” foi dinamizada pelo docente Joaquim Montez que fez uma breve abordagem sobre as características deste espetáculo, como a escuridão do cenário, onde atores e ade- reços iluminados por luzes ultravioletas, aparecem e desaparecem de acordo com a narrativa. De seguida, cons- truíram-se os adereços. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 6 Para consultar a brochura, basta clicar aqui Jantar comemorativo do Dia do Professor
  7. 7. Encontro “Aprender em partilha: À descoberta da coleção Meninos Especiais” são, envolvendo os alunos do pré-escolar, 1º e 2ºCiclos. Foi um final de tarde de reflexão, de sensibilização à inclusão. Como referiu Maria João “Inclusão significa que todos aprendem juntos na escola do seu bairro. Inclusão significa dar valor ao que cada um é, ajudando-o a ser e a fazer cada vez melhor. No dia 14 de dezembro hou- ve mais um Encontro “Aprender em Partilha” que se denominou “À descoberta da coleção Meninos Espe- ciais”. Esta sessão foi dina- mizada por duas voluntárias da Associação Pais em Rede, Maria João Carinhas e Isabel Gouveia. A sessão foi dividi- da em dois momentos. Assim, na primeira parte, Isabel fez uma breve aborda- gem de como surgiu cada um dos livros que integram a coleção “Meninos Espe- ciais”. Num segundo momento, Maria João apre- sentou propostas de dinâmi- cas diversas visando a inclu- Danças Palacianas tação das Danças Palacianas.Um outra oficina foi a de “Danças Palacianas”, dina- mizada pela docente Rosa Montez. Ao som de Minuet, de Luigi Bocherini, construíram-se os adereços necessários para a dança palaciana. No dia do jantar, a represen- Pintura em Azulejo Ainda no âmbito do Encon- tro “Aprender em Partilha”, decorreu a oficina “Pintura em Azulejo”, dinamizada pela docente Catarina Godi- nho. P á g i n a 7B o l e t i m I n f o r m a t i v o 7 Painel do Museu Nacional do Azulejo, um espaço a visitar Painel comemorativo do Dia Mun- dial do Professor A abertura da sessão foi feita pela Senhora Diretora Margarida da Franca
  8. 8. Dia da Biblioteca Escolar Dia Mundial da Poupança “Aprende a descodificar o teu mundo” foi o tema defi- nido pela International Asso- ciation of School Librarian- ship (IASL) para o Mês Internacional da Biblioteca. Para 2016, o Gabinete da Rede de Bibliotecas Escola- res estabeleceu 24 de outubro como o Dia da Biblioteca Escolar em Portugal. Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza A data de 17 de outubro foi comemorado oficialmente pela primeira vez como o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza em 1992, com o objetivo de alertar a popula- ção para a necessidade de defender um direito básico O Dia mundial da Poupança foi criado com o objetivo de alertar os consumidores para a necessidade de orientar gastos e promover a poupan- ça evitando dívidas em cima de dívidas. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 8 Criamos um futuro sustentável quando investimos nos pobres, e não quando insistimos no seu sofrimento. Bill Gates Exposição sobre o outono Caderno1 de Educação Finan- ceira para o 1ºCiclo do Ensino Básico, disponível na Biblioteca Alexandre Herculano do ser humano. O objetivo número um de desenvolvimento sustentável da ONU diz “Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os luga- res.”
  9. 9. António Gedeão: apontamentos da vida e obra Também apresentámos uma exposição onde divulgámos alguns apontamentos da vida e obra de Rómulo de Carva- lho/António Gedeão. Dia Europeu da Alimentação e Cozinha Saudáveis—8 de novembro saudáveis.No dia 8 de novembro cele- brou-se nos Estados- Membros da União Europeia (EU), o Dia Europeu da Ali- mentação e da Cozinha Sau- dáveis. A criação deste Dia surgiu no âmbito de uma campanha da Comissão Europeia para combater a obesidade, incentivando os cidadãos da EU a optarem por um regime alimentar equilibrado e a fazerem mais exercício físico. Para lem- brar a data, levámos para a biblioteca alimentos Dia Nacional da Cultura Científica —24 de novembro estes últimos sob o pseudóni- mo de António Gedeão. Lembrando a data, a equipa da BE montou uma pequena exposição com materiais disponibilizados pelo Depar- tamento das Ciências Experi- mentais. No dia 24 de novembro comemorou-se o Dia Nacio- nal da Cultura Científica que foi criado em 1996 em Portu- gal, como homenagem a Rómulo de Carvalho nascido nesse dia no ano de 1906. Rómulo de Carvalho foi pro- fessor de Física e Química responsável pela promo- ção do ensino da ciência e da cultura científica no nosso país. Além de professor, foi metodólo- go, investigador e autor de manuais escolares, de livros de divulgação científica e de poesia, P á g i n a 9B o l e t i m I n f o r m a t i v o 7 Pedra Filosofal (…) Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida, que sempre que um homem sonha o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança. António Gedeão Exposição na biblioteca com mate- riais do Laboratório das Ciências Experimentais Exposição na biblioteca sobre o Dia Europeu da Alimentação e Cozinha Saudáveis
  10. 10. “Histórias da Ajudaris 2016” - participação da Escola Alexandre Herculano Livros adquiridos com o prémio obtido no concurso “Elos de Leitura em Cartaz” mãos dos padrinhos solidá- rios os diplomas e o livro de oferta. Quem o acompanhou neste evento foi a Senhora Diretora , Margarida da Fran- ca, que usou da palavra enal- tecendo as mais-valias da iniciativa. A “Ajudaris” é uma associa- ção de caráter social e huma- nitário de âmbito nacional, sem fins lucrativos, conside- rada de interesse público desde 2008. Desenvolve projetos de intervenção social que visam combater a fome, a pobreza e a exclusão social, através da capacitação e da educação. Um desses projetos é o “Histórias da Ajudaris” criado em 2009. Incentivados pela professora bibliotecária, o Tiago Figuei- redo e o Rafael Raimundo participaram com um conto sobre a alimentação. Apesar de serem duas excelentes histórias, só foi escolhida a do Rafael para integrar um dos cinco livros editados pela Ajudaris. Daí ter sido convi- dado para estar presente na cerimónia de apresentação dos livros para receber das Encontro com Sónia Seixas Encontros para Saber+ é uma iniciativa da Biblioteca Esco- lar, cujo objetivo é promover encontros com convidados para discussão com os alunos sobre questões abertas. Foi neste contexto que algu- mas turmas do 3ºCiclo (7ºA/ B/D/E e o V82) encontraram -se com Sónia Seixas. Sónia Seixas é psicóloga educacional e investigadora com doutoramento feito na área de bullying e coautora do livro Cyberbullying: um guia para pais e educadores. Assim, o tema da conversa foi bullying e cyberbullying. A exposição, assim como os vídeos foram seguidos com toda a atenção. No final, foi apresentado um vídeo produzido na EB Ale- A pequena rã de boca grande O que estás a fazer Conta-quilómetros Era uma vez um cão Eu sou um artista Mudou-se um monstro cá para casa O monstro das cores A locomotiva Uma biblioteca é onde cabe muita gen- te A rainha das cores E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 1 0 O Rafael na sessão de autó- grafos xandre Her- culano, em que os alunos do V82 foram atores, técnicos de som, de imagem e de montagem, devidamente orientados pelo professor Sérgio Coelho. Foi um momento perturbador, mas simultaneamente trans- missor do valor da amizade. Tino Truz, truz As luvas do Capuchinho O gato da Matilde E s t e livro comeu o meu cão
  11. 11. O Natal na Biblioteca Uma Prenda de Natal para os utilizadores mais jovens da biblioteca Os Lusíadas para gente nova Ocultos Animais Extraordi- nários A Ordem do Poço do Inferno O Tesouro do Califa A Floresta de Metal Todos os anos, a Direção tem autorizado a Biblioteca a adquirir livros e outros mate- riais. Assim, a professora bibliotecária orienta essa compra de acordo com as exigências dos novos progra- mas, pedidos feitos pelos utilizadores da biblioteca ou conforme as novidades na ocasião da compra. Adquirimos, então, Momoko O Dragão Voa comigo! A bicicleta que tinha bigodes O Planeta Azul Uma Prenda de Natal para os utilizadores da biblioteca diferentes meninos, assim como abordam os seus desejos e as suas limitações, para que os outros os compreendam e aceitem. Dois livros técnicos Desenhar Design e Comunicação Visual Doze livros, cada um com a história de um menino que existe de verdade. As várias problemáticas servem de ponto de partida às aventuras dos P á g i n a 1 1B o l e t i m I n f o r m a t i v o 7 Lerás bem quando leres o que não existe entre uma página e outra da mesma folha. Agostinho da Silva Nas escadas de acesso à Biblioteca foi colocada uma espetacular Árvore de Natal construída pelos alunos da UEAM sob orientação da professora Catarina Godinho “Biblioteca Digital” é um espa- ço online gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian. Para visitar a página, basta cli- car na imagem.
  12. 12. Um conto que contas Literacia 3D: o desafio pelo conhecimento 7 Dias, 7 Dicas sobre os media Comemorações Dia da Internet Segura Semana da Leitura, centrada no mote: O prazer de ler Dia Mundial da Poesia Dia Mundial do Teatro Dia Mundial da Árvore Dia do Livro Português O Boletim Informativo Entre Livros e Leituras pretende divul- gar as atividades realizadas pela Equipa da Biblioteca Escolar da Escola Básica de Alexandre Herculano. Assim, promovemos a articulação das atividades da BE com os objetivos do PE, incentivámos a leitura, desenvolvemos ativida- des de enriquecimento curricular, assim como promovemos uma gestão eficaz e eficiente da BE. Este Boletim, difundido apenas em suporte digital, é divulgado via e-mail e no blogue da BE, no final de cada período letivo. Atividades relevantes no 2º período Ao longo do 2º período, as atividades mais relevantes a serem desenvolvidas pela Equipa da BE estão divididas em três grandes polos: Projetos Encontro “Aprender em Par- tilha”: “À descoberta de pro- jetos inovadores” Oficina de Escrita Oficina de Ilustração “Ler para crescer e aprender a ser”, projeto de articulação entre a BE e turmas do pré- escolar e do 1º/2º/3ºciclos “Pelos caminhos da leitura e da comunicação”, um projeto de articulação entre a BE, turmas do 2ºciclo e a ESE. “Todos juntos podemos ler”, um projeto de articulação entre a BE, a UEAM, o CRTIC e turmas do regular Concursos Top Leitor À descoberta de autores e de livros Cartaz “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor” Concurso Nacional de Leitura Faça lá um poema ESTAMOS NA WEB http://aeahbiblioteca.blogspot.pt/ Quinta do Mergulhão Senhora da Guia 2005-075 Santarém Tel: 243 309 420 Fax: 243 309 426 Correio eletrónico: secretaria@ae-aherculano.pt E n t r e L i v r o s e L e i t u r a s B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Para conhecer o Referencial Apren- der com a Biblioteca Escolar, basta clicar na imagem

×