Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Boletim informativo1 2014_2015

1,083 views

Published on

Boletim Informativo da Biblioteca Escolar

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Boletim informativo1 2014_2015

  1. 1. Perante uma sociedade em constante transformação exigindo uma permanente adaptação, mudança de práticas e inovação, a Biblioteca Escolar revela-se como um recurso privile- giado para o desenvolvi- mento, nos alunos, de dife- rentes literacias presentes em todas as áreas e ambien- tes de aprendizagem. Na verdade, é impensável uma Escola sem Biblioteca Escolar. Contudo, para que a biblio- teca tenha o seu papel refor- çado é imprescindível o enriquecimento dos recur- sos documentais. Conscien- tes desta necessidade, estão diferentes entidades, docen- tes e funcionários, que têm oferecido a esta Biblioteca recursos materiais como livros e revistas. Assim, no início de mais um ano letivo, considerá- mos importante expormos as últimas aquisições desta Biblioteca. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s Regresso às aulas No dia 15 de setembro, no âmbito da receção aos alu- nos do 5º ano, foi organiza- da uma visita guiada pela escola. Incluído no percurso esteve uma visita à BE. Aqui, os alunos tomaram conhecimento de algumas regras de utilização deste espaço e receberam o Guia do Utilizador. B o l e t i m I n f o r m a t i v o n º 1 d a B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Receção aos alunos do 5º ano Nesta edição: Dia Mundial do Professor 2 Exposição “Manualidades e outras Artes” 2-3 Encontros Aprender em Partilha 4 “Viagem ao mundo dos Livros” 4-5 Formação de utiliza- dores 5 Mês Internacional da Biblioteca Escolar 5 Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” 6-7 Concurso Nacional de Leitura 8 Homenagem a Ber- nardo Santareno 8 Exposição Pequeno Grande C 8-9 “Olhar e Explorar o Espaço” 9- 11 “O Livro ao longo dos tempos” 11 O Natal na BE 11 Atividades para o próximo período 12 Dezembro de 2014 Boletim Informativo 1
  2. 2. Dia Mundial do Professor As obras dos docentes Também recebemos a visita do subdiretor, Professor Luís Barreto, assim como dos restantes elementos da Dire- ção. No ano de 1954, a UNESCO proclamou o dia 5 de outubro como o Dia Mundial do Pro- fessor. Apesar da decisão tomada, esta data comemora- tiva tem sido um pouco esquecida. Assim, a Equipa das Biblio- tecas Escolares procurou dar a conhecer, à comunidade educativa, as qualidades dos docentes do nosso Agrupa- mento reveladas nas muitas obras que constituíram a exposição “Manualidades e outras Artes”. A inauguração da exposição ficou a cargo da Senhora Diretora do Agrupamento, Professora Margarida da Franca. Exposição “Manualidades e outras Artes” Já a docente Risoleta Montez gosta de mimar os seus fami- liares e amigos com prendi- nhas feitas por si. Além da mestria do ensino, os docentes são detentores de outras habilidades que ficaram bem reveladas em todas as obras expostas na exposição “Manualidades e outras Artes”, que esteve patente no átrio da biblioteca de 1 a 7 de outubro. A docente Júlia Pereira adora construir bonecos em EVA e pintar retratos a grafite. Para a docente Mafalda Gre- go, o momento de criação das suas obras é “mais do que um passatempo: um espaço de liberdade”. Quanto à docente Fátima Janeiro, um dia pegou numa tela, pincel e tinta, misturou as cores e a imaginação fluiu... A docente Ana Bela Pereira adora recriar livros e assim surgem estes exempla- res fantásticos. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 2 As marionetas como elemento cinético-dramático têm desempenhado um papel importante na difusão da cultura, em muitas partes do mundo Rosa Montez Cartaz de divulgação do Dia Mundial do Professor Coleção de marionetas de todo o mundo da docente Rosa Montez
  3. 3. Cartazes comemorativos do Dia do Professor Exposição “Manualidades e outras Artes” Quanto ao docente Joaquim Montez, o teatro é o seu hob- bie. Já a docente Henriqueta Ara- nha divide o seu tempo entre pintura de quadros, azulejos, porcelana… Outras Artes em exposição Quanto à docente Luísa Bar- bosa, dedi- ca muito do seu tempo a trabalhos de investiga- ção e à escrita de artigos para jornais. A docente Manuela Farinha tem dedicado o seu tempo livre ao projeto de produção de manuais de inglês para vários anos de escolaridade. Também a docente Maria de Jesus Pereira tem desenvolvido projetos de construção de manuais. P á g i n a 3B o l e t i m I n f o r m a t i v o 1 A Biblioteca Escolar é uma plataforma de saberes, de trabalho e de inovação que se constrói e se reinventa diariamente em cada escola. O seu sucesso resulta dos esforços de todos, e todos estamos convocados para a procura conjunta de um percurso colaborativo que conjuga continuidade e mudança, in http://www.rbe.min- edu.pt/np4/789.html Um dia sem risada é um dia desper- diçado, Charles Chaplin O fracasso deveria ser o nosso pro- fessor, não nosso coveiro. Fracasso é adiamento, não derrota. É um desvio temporário, não um beco sem saída. Fracasso é algo que nós só podemos evitar não dizendo nada, não fazendo nada e não sendo nada. Denis Waitley Também a docente Ana Bet- tencourt revelou os seus dotes artísticos na pintura.
  4. 4. Encontros “Aprender em Partilha” “Viagem ao Mundo dos Livros” - Partilha do Departamento do 1ºCiclo educação porque se considera que o trabalho colaborativo facilita o sucesso das aprendiza- gens. Mas também está provado que os resultados de aprendiza- gem dos alunos são fortemente influenciados pelo papel das bibliotecas escolares, sendo vários os autores (…) que demonstram uma forte ligação entre o desempenho dos alunos e o apoio dado pela biblioteca escolar, fundamentalmente quando o professor bibliotecário colabora com os outros professo- res”. A Equipa da Biblioteca Escolar está a organizar cinco Encontros com os docentes dos diferentes grupos disciplinares a fim de partilharem experiências de ensino/aprendizagem. Pretendemos, assim, reforçar o trabalho cooperativo entre docentes tendo em vista a melhoria das estratégias de ensi- no e dos resultados dos alunos. Já se realizaram dois Encontros: ”Viagem ao mundo dos Livros”, que abordou as estratégias de incentivo à leitura, e ”Olhar e Explorar o Espaço”, onde foram apresentadas estratégias de ensi- no da geometria. Os outros Encontros serão dois no 2º período e o último no 3º período: ”Há muito, muito tem- po…”, no dia 22 de janeiro; ”Aprendendo com Arte” a 26 de fevereiro e ”Ler a Natureza” no dia 23 de abril. Segundo Helena Araújo, “A colaboração é hoje entendida como uma das chaves para o êxito de qualquer organização e uma estratégia fundamental na “Viagem ao Mundo dos Livros” - Partilha do Departamento do Pré -Escolar tradores. - Envolvimento da família , nomeadamente com a Hora do conto com os avós. (…) O “1ºEncontro Aprender em Partilha: Viagem ao Mundo dos Livros” contou com a participação do Departamento o Pré-Escolar que se fez repre- sentar pela Coordenadora de Ciclo. Na sua apresentação, a docente Aurélia Gaivoto fez referência a algumas estraté- gias de incentivo à leitura utili- zadas na educação pré-escolar: - Organização da biblioteca na sala de atividades com obras variadas, para que as crianças contactem com grande diversi- dade de autores, de temas, de estilos e de ilustrações. - Promoção de encontros das crianças com escritores e ilus- - Envolvimento familiar. - Sala de Autor—quando quere- mos que os alunos fiquem a conhecer melhor os autores e as suas obras, nada melhor que escolher um autor para patrono da sala de aulas. - Dramatização de histórias. - (…) Ao nível do 1ºCiclo, foi repre- sentado pelas docentes Ana Fonseca e Elsa Carvalho, Coor- denadora de Ciclo e Coordena- dora do Subdepartamento do 2º Ano, respetivamente. Estas docentes mencionaram diferen- tes estratégias utilizadas no 1ºCiclo, proporcionadoras do contacto estreito e regular com o livro e a prática da leitura: - Cantinho da Leitura na Sala. - Visitas a Bibliotecas. - Hora do Conto. - Momentos de Leitura diários. - Encontros com Autores e Ilus- tradores. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 4 Os professores bibliotecários asseguram na escola (…) as atividades (…) de desenvolvimento das literacias e de formação de leitores, RBE Ministério da Educação e Ciência. Gabinete da Rede Bibliotecas Esco- lares. Portal RBE: Biblioteca esco- lar e trabalho colaborativo [Em linha]. Lisboa: RBE, atual. 27-06- 2014. [Consult. 12-12-2014] Dispo- nível em WWW: <URL: http:// www.rbe.mec.pt/np4/1286 .html> Momento da partilha do Departamento do 1ºCiclo no Encontro “Viagem ao Mundo dos Livros”
  5. 5. Mês Internacional da Biblioteca Escolar A International Association of School Librarianship (IASL) considera que o Mês Internacio- nal das Bibliotecas Escolares permite aos responsáveis pelas bibliotecas escolares, em todo o mundo, escolher um dia, em outubro, que melhor se adeque à sua situação, de forma a celebrar a importância das BE. Neste contexto, o Gabinete da Rede das Bibliotecas Escolares deci- diu declarar o dia 27 de outubro como o Dia da Biblioteca Escolar e propôs como tema aglutinador: A tua Biblio- teca Escolar: um mapa de ideias. A fim de se desenvolver uma cultura de leitura, o Dia da Biblioteca Escolar foi marcado com o arranque de algumas iniciativas que se realizarão ao longo do ano letivo: criação de novos espa- ços de leitura, fora da biblioteca. “Viagem ao Mundo dos Livros” - Partilha do Subdepartamento de Português sentaram o seu testemunho dos contributos que consideram ter sido ou serem importantes para o gosto que têm pela leitura. Assim, estes jovens gostam de ler, porque: as mães lhes con- tavam histórias para adormece- rem; começaram a pegar nos livros desde muito pequenos; a escola/biblioteca lhes propor- ciona concursos de leitura e facilita a requisição de livros; (…). O Subdepartamento de Portu- guês foi representado pela sua coordenadora , Graça Gonçal- ves, e pela docente Ana Bela Pereira que apresentaram algu- mas estratégias utilizadas no 2º e no 3º Ciclos de incentivo à leitura: - Partilha pessoal de experiên- cias de leitura entre docentes. - Partilha entre alunos de expe- riências de leitura. - Leitura expressiva com audi- ção. - Recursos multimédias: Esco- la Virtual e Blogue. - Apresentação e/ou exposição oral de trabalhos: seleção de uma obra e sua apresentação no 2ºCiclo; trabalho orientado no 3ºCiclo e ensino secundário (…) Por fim, alguns alunos da Pro- fessora Graça Gonçalves apre- Formação de utilizadores e funciona- mento, assim como regras gerais de utili- zação. Num segundo momento, os alunos tiveram de se organizar em equipas e realizar um bibliopaper. Como vai sendo habitual, a Equipa da BE organizou ses- sões de formação de utilizado- res da biblioteca para os alunos do 5º ano, atividade que teve a adesão de todos os diretores de turma. Os objetivos destas sessões foram: desenvolver competências de literacias da informação e formar para a utilização autónoma da biblio- teca. Assim, houve um pri- meiro momento no auditório para visionamento de uma apresentação digital, onde eram divulgadas informações pertinentes quanto ao horário da biblioteca, sua organização P á g i n a 5B o l e t i m I n f o r m a t i v o 1 Cuidemos do nosso coração, porque é de lá que sai o que é bom e ruim, o que constrói e destrói. Papa Francisco Momento de partilha dos alunos da Professora Graça Gonçalves Orientados pela professora Catarina Godinho, os alunos da UAM deco- raram o espaço de acesso à bibliote- ca.
  6. 6. Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” O Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” na Oficina de Leitura e Escrita (Para conhecer o projeto, basta clicar na imagem) A Equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Alexandre Herculano candidatou-se com o projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” para integrar a Rede nacional aLer+, contudo não tivemos a sorte de obter a sua aprovação, pelo que não receberemos apoio financeiro para a compra de livros e de outros materiais necessários ao seu desenvolvimento. Apesar do constrangimento financeiro, estamos empe- nhados em desenvolver este projeto de incentivo à leitura. O primeiro passo foi apre- sentar o projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” no Encontro “Viagem ao Mundo dos Livros”. O Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” na EB de Vale de Santarém no refeitório, nas casas de banho, à hora de almoço e em muitos outros espaços da escola. A fim de se desenvolver uma cultura de leitura em todo o Agrupamento, sugerimos que os diferentes estabelecimentos de ensino comemorassem o Dia da Biblioteca Escolar com algumas iniciativas que incen- tivassem a leitura, conforme sugestão apresentada no proje- to “Ler+ aqui, ali e acolá”. Foi neste âmbito que recebe- mos notícias da Escola Básica de Vale de Santarém. Nets escola foram criados novos espa- ços de leitura: no pátio, Na EB de Vale de Estacas, nas aulas de Oferta Complementar, os alunos da T.2 escolheram a autora Alice Vieira para patrona da sua sala. Também têm um placard dedica- do a esta escritora, onde coloca- ram cartazes com a sua biografia e marcadores específicos para cada livro de Alice Vieira que viram ou leram. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 6 As linhas estratégicas do Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” são o envolvimento do Agrupamento e da comunidade e a adoção da leitura como transversal ao currículo. Projeto de voluntariado das Bibliotecas Escolares (Para o ler, basta clicar na imagem da capa) O livro para crianças—porque elas são um destinatário espe- cífico, com lacunas em vias de formação da sua personalida- de—tem de ser visto como um objeto importante e não como qualquer coisa supérflua e acessória. Leonor Riscado
  7. 7. O Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” na EB de Combatentes A docente aposentada Car- men Ferreira está a desen- volver o projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” na EB de Com- batentes, como voluntária. Em articulação com o corpo docente desta escola, já foram escolhidos os patronos das várias salas e criados os respetivos cantinhos dos autores, onde está exposta a sua biografia e alguns livros da sua autoria. O Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” na Oficina de Leitura e Escrita Fez-se o Cantinho de Luísa Ducla Soares. Ainda em Vale de Estacas, mas na T.3, escolheram Matilde Rosa Araújo e foi construído o pla- card com informações biográfi- cas desta autora, marcadores e desenhos sobre os poemas ouvi- dos . Já na EB de Vale de Santarém, a T.2 escolheu Luísa Ducla Soa- res. Colocou- se o nome na porta Fizeram-se marcadores alusivos às obras lidas. O Projeto “Ler+ aqui, ali e acolá” no Apoio Educativo Como a professora bibliote- cária também tem apoio edu- cativo nas suas funções, escolheu com esses alunos do 2º ano o autor de livros António Mota para patrono da sala. Na sala de aula, fez- se o seu cantinho com livros, biografia, frases e desenhos. P á g i n a 7B o l e t i m I n f o r m a t i v o 1 A Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas promove projetos e ações de difusão do livro e promoção da leitura, em parceria com diversas entidades públicas e privadas. Casa da Leitura, é um espaço online onde se encontra bibliografia, orien- tações teóricas, programas de dina- mização da leitura, exemplos de práticas e projetos. É um espaço a visitar. Página inicial do sítio da Direção- Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. É um espaço que mere- ce a nossa visita.
  8. 8. Concurso Nacional de Leitura —9ª edição Exposição das obras premiadas no concurso “Pequeno Grande C” autoria de Sophia de Mello Breyner Andresen. O conto “Tesouro” in Contos da autoria de Eça de Queiroz. No blogue, estão disponíveis os vários contos. À semelhança dos anos ante- riores, o PNL lançou a 9ª edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) com o objetivo de estimular o treino da leitura e desenvolver a competência de expressão escrita e oral.. As obras que devem ser lidas para a prova ao nível de escola já estão escolhidas. História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luís Sepúlveda. O conto “Saga”, in His- tórias da Terra e do Mar, da Homenagem a Bernardo Santareno No dia 19 de novembro, comemorámos o nascimento de Bernardo Santareno com uma pequena exposição de homenagem ao maior drama- turgo português do século XX. panharam a Professora Margari- da da Franca a fim de o deposi- tarem junto de outros troféus e dos documentos que constituem património da Escola Alexandre Herculano. No dia 20 de novembro foi inaugurada a exposição “Pequeno Grande C” com a presença da Professora Margari- da da Franca, assim como dos alunos das turmas B e F do 5º ano, que integram os alunos que no ano letivo 2013-2014 concor- reram àquele concurso. Na ceri- mónia, identificaram-se as entidades que promoveram o concurso, deu-se visibilidade ao trabalho que antecedeu a cons- trução da obra premiada do nosso Agrupamento, Os três desejos da Mariana, enquadrou- se a exposição e abordaram-se os direitos de autor. Posteriormente, as alunas pre- miadas levaram o troféu e acom- E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 8 A cultura é uma das formas de libertação do Homem. In Assembleia Constituinte (1975), Sophia de Mello Breyner Andresen Regulamento do Concurso Nacional de Leitura (Para ficar a conhecê-lo, basta clicar na imagem) Homenagem a Sophia de Mel- lo Breyner Andresen na data do seu nascimento: 6 de novembro
  9. 9. 2º Encontro Aprender em Partilha No dia 20 de novembro realizou- se o 2º Encontro “Aprender em Partilha” cujo tema foi “Olhar e Explorar o Espaço”. Neste Encontro, participaram como oradores vários docentes em representação do seu depar- tamento. Assim, a docente Aurélia Gaivo- to do departamento do Pré- Escolar e a docente Olga Farinha do departamento do 1ºCiclo. Quanto ao departamento de Matemática, fez-se representar pelo docente Isabel Carvalho, ao nível do 2ºCiclo, e o docente Luís Barreto do 3ºCiclo. Além destes docentes, também participou o Professor Nelson Mestrinho do Departamento de Ciências Matemáticas e Naturais da Escola Superior de Educação de Santarém. Visita à Exposição “Pequeno Grande C” da Escola Básica de Vale de Estacas No dia 25 de novembro, três turmas da EB de Vale de Estacas visitaram a Exposi- ção. O circuito das várias turmas pela Exposição foi complementado com vários ateliers dinamizados por docentes da EB de Alexandre Herculano a quem a Equipa da Biblioteca agradece a preciosa colaboração. Visita à Exposição “Pequeno Grande C” da Escola Básica de São Domingos As seis turmas do 1º Ciclo da EB e os dois Grupos do JI de São Domingos também visi- taram a Exposição. O suces- so das visitas deveu-se à valiosa colaboração dos docentes da EB de Ale- xandre Herculano na dinamização de ateliers. P á g i n a 9B o l e t i m I n f o r m a t i v o 1 O livro é o ser mais paciente do mundo. Espera por um leitor a vida inteira. António Mota Programa de Matemática do Ensino Básico (Para ficar a conhecê-lo, basta clicar na imagem) A passagem pela biblioteca foi motivo de grande alegria. De facto, bons livros provocam os melhores sorrisos.
  10. 10. “Olhar e Explorar o Espaço” - Partilha do Departamento do Pré -Escolar “Olhar e Explorar o Espaço” - Partilha do Departamento de Matemática (2ºCiclo) 6. Fazer percursos. 7. Fazer a representação oral e gráfica desses percursos. 8. Explorar o espaço de for- ma lúdica. 9. Resolver exercícios com o Tangran a partir de modelos diversos. 10. Descobrir labirintos em exercícios no PC ou em papel. Na sua apresentação, a docente Aurélia Gaivoto referiu algumas estratégias utilizadas, no pré-escolar, no âmbito da geometria, nomea- damente: 1. A manipulação de objetos no espaço e a utilização de materiais diversificados faci- lita a construção de ideias e conceitos geométricos. 2. Observar e manipular for- mas geométricas contribui para o desenvolvimento da capacidade de reconhecimen- to dessas formas. 3.Construir com material moldável. 4. Alguns artistas plásticos servem de mote para a reali- zação de tarefas ligadas à geometria. 5. Especificar localizações e descrever relações espaciais. “Olhar e Explorar o Espaço” - Partilha do Departamento do 1ºCiclo A docente do 1ºciclo, olga Fari- nha, começou por apresentar uma sequência didática: 1. Observação do espaço envol- vente (natureza/construções). 2. Descrição do observado. 3. Comparação entre o observa- do e os objetos do dia a dia. 4. Exploração dos objetos do dia a dia (ex. jogos de manipulação: apalpar o sólido e identificar o objeto com o mesmo formato). 5. Representação de objetos observados (modelagem com materiais diversos, desenho de objetos em papel ponteado, liso e quadriculado. Através da manipulação e expe- rimentação, os alunos são leva- dos a formularem conclusões. (A sequência do desafio apresen- tado pode ser vista no blogue da Biblioteca). O 2º encontro “Aprender em Partilha” contou, igualmente, com a participação do Departa- mento de Matemática que se fez representar pela sua coordenado- ra, professora Isabel Carvalho. Este departamento partilhou as estratégias utilizadas na aborda- gem do conteúdo “Ângulos e Triângulos”, mais especifica- mente, da desigualdade triangu- lar, na verificação da relação entre os elementos de um triân- gulo e na soma das amplitudes dos ângulos internos de um triângulo. Sugeriu a apresentação de desa- fios para serem resolvidos com material manipulável. E n t r e l i v r o s e l e i t u r a s P á g i n a 1 0 A Geometria—como estudo das formas e das relações espaciais— oferece às crianças uma das melhores oportunidades para relacionar a Matemática com o mundo real Freudenthal (1973) Também foram apresentados alguns livros a partir dos quais se pode trabalhar no âmbito da geometria Educação e Matemática, revista da Associação de Pro- fessores de Matemática Após a apresentação desta sequência didática, foram apre- sentadas outras tarefas para o desenvolvimento da capacidade espacial. (Todas as estratégias apresentadas podem ser lidas no blogue da Biblioteca).
  11. 11. O Natal na Biblioteca orientados pelo Professor Gusta- vo Faria, deco- rámos a nossa Mesa das Expo- sições. O primeiro passo antes de decorarmos a biblioteca foi tentar , ao máximo, recuperar elementos decorativos do ano anterior. Assim, a professora bibliote- cária da BE de São Domin- gos cedeu-nos a sua decora- ção do Natal 2013 e colocá- mos no expo- sitor à entrada da biblioteca. Para as jane- las fizemos cortinas de estrelas. Com a nossa decoração de 2013, os livros existentes na biblioteca alusi- vos ao Natal e um centro de mesa feito pelos alunos do 1ºCiclo na aula de Educação Moral e Religiosa Católica, “Olhar e Explorar o Espaço” - Partilha do Departamento de Matemática (3ºCiclo) O Professor Luís Miguel Barreto, Subdiretor do Agru- pamento de Escolas de Ale- xandre Herculano, represen- tando o grupo do 3º ciclo, abordou as transformações geométricas em triângulos utilizando o GeoGebra. Exemplificando as diversas atividades no GeoGebra, mostrou como se pode colo- car os alunos a identificarem transformações geométricas: reflexão, transla- ção, homotetia, rotação, reflexão deslizante, isome- trias. (Todas as estratégias apresentadas podem ser lidas no blogue da Biblioteca). O Livro ao longo dos tempos No passado dia 1 de dezem- bro, a Dra. Luísa Cotrim, Diretora da Biblioteca Muni- cipal de Santarém, esteve na EB de Alexandre Herculano, onde, em conversa com os alunos das turmas do 5ºF, do 6ºD e do 6ºF, apresentou a “O Livro ao longo dos tem- pos”. Falou sobre os vários supor- tes de anteciparam o papel: as placas de argila, os rolos de papiro, as peles dos ani- mais e no pergaminho. Mostrou manuscritos enri- quecidos com iluminuras e, em silêncio, os alunos ouvi- ram o folhear dos livros anti- gos. P á g i n a 1 1B o l e t i m I n f o r m a t i v o 1 Lerás bem quando leres o que não existe entre uma página e outra da mesma folha. Agostinho da Silva Painel do Advento realizado pelos alunos do TVA, orientados pela docente Catarina Godinho O encerramento do Encontro foi feito pelo Professor Nelson Mestri- nho que sintetizou as ideias princi- pais dos vários oradores.
  12. 12. Comemorações Dia da Internet Segura Semana da Leitura, centrada no mote Palavras do Mundo Dia Mundial da Saúde Oral Dia Mundial da Poesia Dia Mundial da Árvore Dia do Livro Português O Boletim Informativo Entre Livros e Leituras pretende divul- gar as atividades realizadas pela Equipa da Biblioteca Escolar da Escola Básica de Alexandre Herculano. Assim, promovemos a articulação das atividades da BE com os objetivos do PE, incentivámos a leitura, desenvolvemos ativida- des de enriquecimento curricular, assim como promovemos uma gestão eficaz e eficiente da BE. Este Boletim, difundido apenas em suporte digital, é divulgado via e-mail e no blogue da BE, no final de cada período letivo. Atividades relevantes no 2º período Ao longo do 2º período, as atividades mais relevantes a serem desenvolvidas pela Equipa da BE estão divididas em três grandes polos: Projetos Encontros “Aprender em Partilha”: 3º Encontro—”Há muito, muito tempo…” 4º Encontro—”Aprendendo com Arte” Implementação do Referen- cial “Aprender com a Biblio- teca Escolar”. Concursos Top Leitor À descoberta de autores e de livros Cartaz “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor” Concurso Nacional de Leitura Faça lá um poema SuperTmatik 7 Dias, 7 Dicas para os Media Inês de Castro ESTAMOS NA WEB http://aeahbiblioteca.blogspot.pt/ Quinta do Mergulhão Senhora da Guia 2005-075 Santarém Tel: 243 309 420 Fax: 243 309 426 Correio eletrónico: secretaria@ae-aherculano.pt E n t r e L i v r o s e L e i t u r a s B i b l i o t e c a E s c o l a r d a E s c o l a B á s i c a d e A l e x a n d r e H e r c u l a n o Para conhecer o Referencial Apren- der com a Biblioteca Escolar, basta clicar na imagem

×