Escola inclusiva e
   as novas
tecnologias
Grupo:
   Alessandra Rogê Ferreira Auricchio
   Arinize Lays Ferreira Santos
   Daiana A. de Oliveira Costa
   Dalva S...
Escola inclusiva e
as novas tecnologias
 A Lei n° 9.394/96,da LDB,é muito
  importante e fundamental para a
  educação brasileira, porque ela prevê a
  inclusão ...
 A escola é o ambiente ideal para a criança com
  necessidades especiais interagirem com o meio
  social,mas é muito difí...
 De acordo com Vygotsky,os professores precisam
  rever os seus conhecimentos curriculares e métodos,
  visando a qualida...
 O computador no desenvolvimento dos projetos
  pode potencializar a comunicação,a criação e a
  produção dos alunos e ta...
 A metodologia favoreceu as crianças terem
  consciência de seu crescimento e habilidades,
  permitindo que o aluno perce...
 Com isso a autora,Elisa Tomoe Moriya
  Schlünzen,diz que as crianças com
  necessidades especiais podem ser educadas
  e...
 Bibliografia
 Almeida, M.E.Informática e Formação de
  Professores.Brasília:Ministério da Educação, 1999
 Braga, l.w. ...
QUESTÕES

 Para que serve a inclusão e a tecnologia?

 Qual a principal finalidade da inclusão
  tecnológica para o alun...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Escola Inclusiva e as Novas Tecnologias

5,352 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Escola Inclusiva e as Novas Tecnologias

  1. 1. Escola inclusiva e as novas tecnologias
  2. 2. Grupo:  Alessandra Rogê Ferreira Auricchio  Arinize Lays Ferreira Santos  Daiana A. de Oliveira Costa  Dalva Silva Pinto  Ermina  Gislene S. dos Santos  Josecleia A. Santos Andrade  Mayara do Nascimento Silva  Tânia Cristina Valente
  3. 3. Escola inclusiva e as novas tecnologias
  4. 4.  A Lei n° 9.394/96,da LDB,é muito importante e fundamental para a educação brasileira, porque ela prevê a inclusão e a ampliação do atendimento educacional, em rede pública,aos educandos com necessidades especiais.
  5. 5.  A escola é o ambiente ideal para a criança com necessidades especiais interagirem com o meio social,mas é muito difícil ter essa interação porque existem várias dificuldades que impedem a operacionalização da inclusão no ambiente.  A grande dificuldade de incluir alunos com necessidades especiais é a metodologia instrucionista praticada nas escolas.  Os professores devem rever os seus métodos utilizados nas salas de aulas,pois cada aluno aprende de uma maneira,não andam e nem pensam da mesma forma,fazendo com que o professor use a sua criatividade para conseguir fazer com que cada aluno entenda o mesmo assunto,com sua própria linguagem.
  6. 6.  De acordo com Vygotsky,os professores precisam rever os seus conhecimentos curriculares e métodos, visando a qualidade e não a quantidade no ensino,mas para isso acontecer é necessário haver um desenvolvimento de projetos abordativos.  Com este sentido a autora investigou os princípios básicos para construir uma metodologia que usa o computador para despertar as potencialidades,as habilidades e resgatar um ambiente onde as crianças com necessidades especiais aprendam os conceitos de forma lúdica; onde esses alunos tenham um contato e convivam com a sociedade.
  7. 7.  O computador no desenvolvimento dos projetos pode potencializar a comunicação,a criação e a produção dos alunos e também ser usado como uma forma de diagnóstico e de avaliação formativa.  Através desse método utilizado pode-se corrigir seus erros,refletindo sobre todo o seu processo de construção de conhecimento, conseguindo assim realizar suas tarefas sem o auxilio de outras pessoas.  O uso do computador veio para somar o cotidiano na sala de aula e aumentar o conhecimento e a busca de informação,pois assim o aluno pode construir algo real.
  8. 8.  A metodologia favoreceu as crianças terem consciência de seu crescimento e habilidades, permitindo que o aluno percebesse e verificasse suas capacidades.  O professor avalia melhor as manifestações sociais,afetivas, cognitivas e emocionais na aprendizagem dos alunos.Conseguindo perceber as suas dificuldades e facilidades para ajudá-los melhor.  Os trabalhos em grupo foram os mais favorecidos, porque os alunos trocavam idéias e ajudavam uns aos outros.  Com o desenvolvimento desse trabalho os pais passaram a ser mais participativos na vida escolar desse aluno.
  9. 9.  Com isso a autora,Elisa Tomoe Moriya Schlünzen,diz que as crianças com necessidades especiais podem ser educadas em uma escola normal desde que tenham essa metodologia.Resultando na perspectiva de uma inclusão escolar com o uso das novas tecnologias.
  10. 10.  Bibliografia  Almeida, M.E.Informática e Formação de Professores.Brasília:Ministério da Educação, 1999  Braga, l.w. Cognição e paralisia cerebral: Piaget e Vygotsky em questão. Salvador. Editora Sarah, 1995  Elisa Tomoe Moriya Schlünzen Mudanças nas práticas pedagógicas do professor: criando um ambiente construcionistas contextualizados e significativos para crianças com necessidades especiais físicas.Tese de Doutorado em Educação:Currículo,Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,São Paulo,2000.
  11. 11. QUESTÕES  Para que serve a inclusão e a tecnologia?  Qual a principal finalidade da inclusão tecnológica para o aluno?

×