Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

República ppt net

4,078 views

Published on

  • Be the first to comment

República ppt net

  1. 1. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3.4 Conflitos sociais: • Movimentos Messiânicos: – Líderes religiosos. – Guerra de Canudos (BA 1896 – 1897): Antônio Conselheiro (líder). Causas: miséria crônica da população nordestina, má distribuição de terras, descaso com o trabalhador rural, seca, aumento de impostos, separação entre religião e Estado decorrente da proclamação da República. Camponeses seguem Antônio Conselheiro, formando o Arraial de Canudos (ou Arraial do Belo Monte), no interior da BA. iair@pop.com.br Prof. Iair
  2. 2. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Comunidade forma um Estado paralelo a República, abandonando as fazendas, deixando de pagar o dízimo e os impostos republicanos. Governo republicano + Coronéis + Igreja unem-se contra Canudos. Campanha de difamação contra Canudos atinge os principais jornais da capital, associando Canudos ao retorno da monarquia. Após 4 expedições militares, Canudos é massacrada. Fonte bibliográfica freqüentemente citada: “Os Sertões” – Euclides da Cunha. iair@pop.com.br Prof. Iair
  3. 3. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A GUERRA DE CANUDOS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  4. 4. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  5. 5. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  6. 6. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Revolta de Juazeiro (CE – 1913): Líder: Padre Cícero. Causa: Intervenção do governo central no Ceará, retirando do poder a tradicional família Accioly (Política das Salvações). Padre Cícero lidera um exército formado por fiéis que recuperam o poder para a tradicional família. Prestígio político do Padre Cícero aumenta consideravelmente, e a família Accioly retoma o controle do Estado do Ceará. iair@pop.com.br Prof. Iair
  7. 7. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Guerra do Contestado (SC/PR 1912 – 1916): José Maria (líder). Causas: exploração de camponeses, concessão de terras e benefícios para empresas inglesas e americanas que provocaram a expulsão e marginalização de pequenos camponeses. Origem do nome: região contestada entre os estados de Santa Catarina e Paraná. Assim como Canudos, os participantes foram violentamente massacrados. iair@pop.com.br Prof. Iair
  8. 8. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A GUERRA DO CONTESTADO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  9. 9. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  10. 10. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Banditismo Social ou Cangaço (NE 1890 – 1940): – Bandos armados que percorriam o interior nordestino sobrevivendo de delitos. – Principais bandos: Lampião e Curisco. – Causas: miséria crônica da população nordestina, seca, má distribuição de terras, descaso do Estado e dos coronéis para com os mais pobres, violência. – Mito do “Robin Hood”. iair@pop.com.br Prof. Iair
  11. 11. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Os cangaceiros foram perseguidos pela polícia volante e exterminados um a um. Eram os únicos que despertavam medo nos coronéis, justamente por não terem perspectiva de melhorar sua condição e portanto não precisar temer o desrespeito das leis vigentes LAMPIÃO iair@pop.com.br Prof. Iair
  12. 12. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) MOVIMENTOS SOCIAIS NORDESTINOS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  13. 13. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Revolta da Vacina (RJ – 1904): – Projeto de modernização do RJ (Presidente Rodrigues Alves). – Destruição de cortiços e favelas, ampliação das avenidas, construção de novos prédios inspirando-se em Paris. – Expulsão de comunidades pobres das regiões centrais, inflação, alta do custo de vida. – Vacinação obrigatória contra a varíola (Oswaldo Cruz) desencadeia conflito. – Durante o conflito, um grupo de partidários radicais do Mal. Floriano Peixoto, denominados “jacobinos florianistas” tenta tomar o poder, não obtendo resultados satisfatórios. iair@pop.com.br Prof. Iair
  14. 14. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Repressão do governo. Sem maiores conseqüências. iair@pop.com.br Prof. Iair
  15. 15. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) REVOLTA DA VACINA: OSWALDO CRUZ iair@pop.com.br Prof. Iair
  16. 16. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Revolta dos Marinheiros ou Revolta da Chibata (RJ 1910): – João Cândido (líder), posteriormente apelidado de “Almirante Negro”. – Causas: maus tratos, baixos soldos, péssima alimentação e castigos corporais (como a chibata, por exemplo) dentro da marinha. iair@pop.com.br Prof. Iair
  17. 17. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Marinheiros tomam 2 navios e ameaçam bombardear o Rio caso continuassem os castigos na marinha. – Governo promete atender as reivindicações e solicita que marinheiros se entregassem. – Envolvidos foram presos e mortos. João Cândido sobrevive mas é expulso da marinha . – Castigos corporais na marinha são abolidos. • Movimento operário: – Causas: ampla exploração dos trabalhadores urbanos das fábricas e ausência de legislação trabalhista que amparasse os trabalhadores. iair@pop.com.br Prof. Iair
  18. 18. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Até a década de 20 predomínio de imigrantes italianos de ideologia anarquista. – Principais formas de luta: formação de sindicatos e organização de greves. – A partir de 1922 o principal instrumento de luta operária foi o PCB, que tenta organizar os operários. – Postura do governo em relação ao movimento operário: repressão (“caso de polícia”). iair@pop.com.br Prof. Iair
  19. 19. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • A Semana de Arte Moderna (SP – fev/1922): – Crítica aos padrões artísticos e literários formais (métrica, rima, saudosismo, sentimentalismo). – Criação de uma nova estética sem fórmulas fixas e limitadoras da criatividade. – “Paulicéia Desvairada” – OSWALD DE ANDRADE: primeira obra modernista. – Principais representantes: Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Menotti del Picchia (literatura), Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti (pintura), Villa-Lobos (música), Vitor Brecheret (escultura). iair@pop.com.br Prof. Iair
  20. 20. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • O Tenentismo: – Movimento da baixa oficialidade do exército (tenentes e capitães). – Classe média urbana e letrada. – Contra o poder central das oligarquias. – Objetivos: moralização política (voto secreto, fim das fraudes, afastamento do controle oligárquico), ensino obrigatório, centralização positivista. – Programa elitista – para o povo, mas sem o povo. – Consideravam-se a “salvação nacional”. iair@pop.com.br Prof. Iair
  21. 21. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Revolta do Forte de Copacabana ou os 18 do Forte (RJ 1922): Contra a posse do presidente Arthur Bernardes (1922). Episódio das “Cartas Falsas”. Movimento fracassou, mas 18 integrantes (sendo um civil) marcharam em Copacabana contra uma tropa do governo de mais de 3 mil homens. Sobreviveram ao gesto suicida dois tenentes: Siqueira Campos e Eduardo Gomes. iair@pop.com.br Prof. Iair
  22. 22. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Rebelião Paulista (1924): Tenentes tomam o poder de São Paulo, liderados por Isidoro Dias Lopes, por 22 dias, até a reorganização das tropas federais. Fogem para o Paraná onde se encontram com outro grupo de tenentes vindos do RS, liderados por Luís Carlos Prestes. iair@pop.com.br Prof. Iair
  23. 23. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Coluna Prestes (1924 – 1926): Líder: Luís Carlos Prestes (“o Cavaleiro da Esperança”). Marcha pelo interior do Brasil tentando debilitar o governo de Arthur Bernardes e conseguindo mais adeptos para a causa tenentista. Caráter social mais amplo: alguns mencionavam o desejo pelo voto feminino e pela reforma agrária. Fracassou. Seus integrantes se exilaram na Bolívia. Alguns retornaram ao Brasil posteriormente. iair@pop.com.br Prof. Iair
  24. 24. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A COLUNA PRESTES: iair@pop.com.br Prof. Iair
  25. 25. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 4. O fim da República Velha: • Manifestações de diversos setores abalam o poder do governo. – Movimento operário. – Movimento tenentista. • A Revolução de 30: – Crise de 29 abala poder econômico dos cafeicultores. – Governo não tem como valorizar artificialmente o café. – Rompimento do pacto do café-com-leite: era a vez de MG indicar o candidato, porém, SP indica o paulista Júlio Prestes para a sucessão do presidente Washington Luís. iair@pop.com.br Prof. Iair
  26. 26. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – MG + RS + PB formam a ALIANÇA LIBERAL com os candidatos Getúlio Vargas (RS) e João Pessoa (PB) para presidente e vice, respectivamente. – Aliança liberal recebe apoio de alguns tenentes e classe média urbana, além de várias outras oligarquias dissidentes. – Júlio Prestes vence eleição fraudulenta. – Protestos contra o resultado das urnas tomam conta do país. iair@pop.com.br Prof. Iair
  27. 27. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – João Pessoa é assassinado na PB. – Agitação popular aumenta. – Exército resolve depor o então presidente Washington Luís antes mesmo da posse de Júlio Prestes e entregar a presidência ao comandante em chefe da revolta, Getúlio Vargas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  28. 28. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  29. 29. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 1 - O PERÍODO PROVISÓRIO (1930 – 1934): • Decretos-lei. • Nomeação de interventores. • Atrelamento de sindicatos ao governo. • Criação do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio (a cargo de Lindolfo Collor). • Criação de leis trabalhistas: 8hs diárias, salário mínimo, aposentadoria, férias, estabilidade... • Revolução Constitucionalista (SP – 1932): – Oligarquia paulista insatisfeita com exclusão do poder. – Classe média urbana insatisfeita com autoritarismo varguista. iair@pop.com.br Prof. Iair
  30. 30. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Símbolo da luta: MMDC (sigla retirada de estudantes mortos em manifestações, cujos sobrenomes eram Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo). • Objetivo: constituição. • Resultado: vitória militar de Vargas e convocação de eleições para a Assembléia nacional constituinte em 1933. iair@pop.com.br Prof. Iair
  31. 31. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 2 - O PERÍODO CONSTITUCIONAL (1934 – 1937): • A constituição de 1934: – Voto secreto, obrigatório, direto. – Voto feminino (excluindo-se analfabetos). – Justiça eleitoral. – Corporativismo. – Confirmação de leis trabalhistas. – Mandato presidencial de 4 anos. – 1º presidente eleito indiretamente: Getúlio Vargas. – Intervenção do Estado na exploração de minérios. iair@pop.com.br Prof. Iair
  32. 32. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Formação de 2 correntes políticas antagônicas influenciadas pela conjuntura internacional. • AIB (Ação Integralista Brasileira): – Grupo fascista. – Plínio Salgado (líder). – Condenavam o capitalismo financeiro internacional (associado aos judeus) mas não a propriedade privada. – Totalitarismo, unipartidarismo e Estado centralizado forte. – Lema: “Deus, Pátria e Família”. – Saudação: ANAUÊ iair@pop.com.br Prof. Iair
  33. 33. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) – Apoiados por setores da Igreja (combate ao “comunismo ateu”), classe média alta, empresários capitalistas e imigrantes ou descendentes de imigrantes ítalo-germânicos radicados especialmente no RS e SC. iair@pop.com.br Prof. Iair
  34. 34. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • ANL (Aliança Nacional Libertadora): – Aliança de esquerda reunindo comunistas, socialistas, democratas e simpatizantes de esquerda em geral. – Luís Carlos Prestes (líder). – Defendiam o não pagamento da dívida externa, reforma agrária e respeito às liberdades individuais (direito de greve, imprensa livre...), nacionalização de empresas estrangeiras e governo popular; • Getúlio coloca a ANL na ilegalidade (Jul/1935). iair@pop.com.br Prof. Iair
  35. 35. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Nov/1935 - Intentona Comunista: tentativa de golpe por membros da ANL. Mal organizada, fracassou rapidamente. Seus líderes (incluindo Prestes) foram presos. OLGA BENÁRIO iair@pop.com.br Prof. Iair
  36. 36. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 1937: Divulgação do “Plano Cohen” (suposto plano comunista para tomar o poder). • Congresso é fechado e eleições suspensas. 3 - O ESTADO NOVO (1937 – 1945): • Nova constituição (1937): POLACA (constituição fascista). • Estado de Emergência permanente – plenos poderes ao presidente e a polícia. • Congresso fechado – decretos-lei. • Proibição de greves. iair@pop.com.br Prof. Iair
  37. 37. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Censura permanente (DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda). • Prisão de qualquer opositor. • Apoio das forças armadas. • Simpatia ao fascismo. • Ausência de qualquer partido (até a AIB foi fechada). • 1938 - Intentona Integralista: – Golpe fracassado da AIB. – Líderes presos. – Plínio Salgado exila-se em Portugal. iair@pop.com.br Prof. Iair
  38. 38. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Política internacional pragmática: – Exploração de rivalidades para obter vantagens para o Brasil. – Projeto de industrialização. • 1942: Navios brasileiros são afundados por submarinos alemães. FAB • Brasil declara guerra ao Eixo (ALE + ITA + JAP). • 1943: Edição da CLT (controle dos trabalhadores). • 1944: FEB (Força Expedicionária Brasileira) desembarca na Itália com aproximadamente 25 mil homens. iair@pop.com.br FEB Prof. Iair
  39. 39. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Luta contra o nazifascismo estabelece contradição interna: ditadura lutando ao lado das “forças pró-democracia”. • Diversos setores sociais começam a pedir democracia interna (entre eles a UNE, criada em 1937, os meios de comunicação, apesar da censura...). • Vargas convoca eleições para 1945, acaba com a censura e anistia presos políticos. • Vargas cria 2 partidos políticos, o PTB e o PSD, para agradar aos trabalhadores e a elite, respectivamente, além de permitir a formação de partidos oposicionistas. • Surge o “Queremismo”, apoiado discretamente por Vargas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  40. 40. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Vargas aproxima-se até dos comunistas para permanecer no poder. • Propõe uma “Lei Anti-Truste” que desagrada os EUA. • Em 1945, é afastado do poder pelo exército (influenciado pelos EUA), que temia uma nova tentativa golpista do presidente. Vargas retorna para São Borja e é eleito posteriormente senador por dois estados ao mesmo tempo (RS e SP). • José Linhares (presidente do STF) assume o poder até que as eleições tivessem transcorrido e o novo presidente assumisse. iair@pop.com.br JOSÉ LINHARES Prof. Iair
  41. 41. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3 - CARACTERÍSTICAS GERAIS DO GOVERNO VARGAS: • POPULISMO – tipo de governo que possui as seguintes características: autoritarismo, estatismo, corporativismo, culto ao líder combinado com concessões parciais a camada mais pobre da população visando obter seu apoio. Ocorreu na América Latina entre os anos 30 e 50, e tem em Getúlio Vargas, no Brasil, Juan Domingo Perón, na Argentina e Lázaro Cardenas, no México seus mais notórios representantes. • O Estado era o “mediador” dos conflitos sociais. • Nacionalismo econômico, com criação de empresas estatais e obras públicas. • Intervenção do Estado na economia, inspirado no modelo do “New Deal” norte-americano. iair@pop.com.br Prof. Iair
  42. 42. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Controle dos trabalhadores com criação de leis (a CLT, é um exemplo disso) e atrelamento dos sindicatos. • Utilização intensa de propaganda governamental e censura, com a criação da DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda), que cuidadosamente “fabrica” a imagem do “pai do trabalhador”. • Descaso com o trabalhador rural (as leis trabalhistas não chegavam no campo). • Aproximação com camadas populares urbanas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  43. 43. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Incentivo ao mercado interno. • Recuperação do preço do café (queima de estoque). • Incentivos a indústria nacional (especialmente a de base durante a II Guerra Mundial), com a criação da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e a nacionalização de refinarias de petróleo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  44. 44. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3 - EURICO GASPAR DUTRA (1946 – 1951): • PSD + PTB. • Proibição de cassinos e jogos de azar. • 1946 – nova constituição: – Liberalismo + conservadorismo. – República Federativa Presidencialista. – Voto secreto e universal (excluindo-se analfabetos, soldados e cabos). – Sindicatos atrelados – restrições a greves. – Mandato presidencial de 5 anos. – Liberdade partidária (?) iair@pop.com.br Prof. Iair
  45. 45. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Alinhamento internacional com os EUA (Guerra Fria): – Rompimento de relações com URSS. – 1947 – cancelamento do PCB. • Liberalismo econômico – facilidades para importações. – Esgotamento de reservas financeiras. – Retração da indústria nacional. – Endividamento. – Arrocho salarial. – Descontentamento de trabalhadores. • 1947 – Intervencionismo estatal. • 1948 – Plano SALTE (fracasso). iair@pop.com.br Prof. Iair
  46. 46. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) INFLAÇÃO E DESGASTE DE SALÁRIOS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  47. 47. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 4 - GETÚLIO VARGAS (1951 – 1954): • PTB + PSP • Crise econômica – inflação e falta de recursos. • Crise política – greves e pressões de oposicionistas. • Criação do BNDE - investimentos industriais nacionais. • NACIONALISMO X LIBERALISMO (“Entreguismo”) Estudantes, sindicalistas, PTB, comunistas. Campanha “O Petróleo é nosso!” iair@pop.com.br UDN, empresários ligados aos EUA, setores das forças armadas (ESG) e dos meios de comunicação. Prof. Iair
  48. 48. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) CAMPANHA “O PETRÓLEO É NOSSO” iair@pop.com.br Prof. Iair
  49. 49. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Criação da Petrobrás (1953). • Criação da Eletrobrás. • Aumento de 100% para o salário mínimo (MAI/1954). – Jango. • Críticas generalizadas da oposição. • “Manifesto dos Coronéis” • Atentado da Rua Toneleiros (AGO/54). – “República do Galeão”. – Pressões para renúncia. • Suicídio (24/08/1954). iair@pop.com.br Prof. Iair
  50. 50. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A MORTE DE VARGAS: iair@pop.com.br Prof. Iair
  51. 51. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  52. 52. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 5 - O FINAL DO MANDATO DE VARGAS (1954 – 1956): • Café Filho (PSD – vice): – aproximação com UDN. – SUMOC 113 – facilidades de importações para empresas estrangeiras. – Afastamento por doença. • Carlos Luz (PSD - Presidente do Congresso Nacional) assume: – Tentativa de golpe. – Impedido pelo Marechal Henrique T. Lott. CAFÉ FILHO CARLOS LUZ iair@pop.com.br Prof. Iair
  53. 53. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Nereu Ramos (Presidente do Senado) completa o mandato. 6 - JUSCELINO KUBITSCHEK (1956 – 1961): • PSD + PTB. • Democrata, hábil politicamente. – “Presidente Bossa Nova”. • Desenvolvimentismo. – “50 anos em 5” – Plano de Metas – ênfase na indústria. iair@pop.com.br Prof. Iair
  54. 54. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Facilidades para multinacionais – setor automotivo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  55. 55. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Construção de estradas (Belém-Brasília) e usinas (Furnas, Três Marias). • Construção de Brasília (1960). • Empréstimos – endividamento externo. • Urbanização intensa e desordenada. • SUDENE (fracasso). • Inflação e concentração de renda. • 1960 – Rompimento com FMI. – Emissão monetária. FURNAS iair@pop.com.br Prof. Iair
  56. 56. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) UMA NOVA CAPITAL SURGE DO NADA iair@pop.com.br Prof. Iair
  57. 57. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 7 - JÂNIO QUADROS (1961): • Sem base partidária: – PTN (Partido Trabalhista Nacional), de representação inexpressiva. • Teatral, contraditório, apresentavase como a renovação política. – Vassoura – símbolo de campanha (“varrer a corrupção”). • Apoio da UDN – “UDN de porre” iair@pop.com.br Prof. Iair
  58. 58. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Política interna: conservadorismo econômico – Congelamento de salários. – Corte de subsídios para o trigo e o petróleo. – Inflação. • Política externa “independente” – não alinhamento. – Reatou relações diplomáticas com URSS, CHINA e CUBA. – Condecorou Ernesto “Chê” Guevara. iair@pop.com.br Prof. Iair
  59. 59. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Moralismo: – Proibição de brigas de galo. – Proibição de corridas de cavalo em dias úteis. – Proibição do uso do biquíni. • Descontentamento geral. • Renúncia. iair@pop.com.br Prof. Iair
  60. 60. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 8 - JOÃO GOULART (1961 – 1964): • PTB • Crise para a posse – medo do comunismo: – 1961: Movimento da Legalidade (Leonel Brizola – RS). – Solução negociada – instituição do parlamentarismo (Tancredo Neves). • 1963: Retomada de poderes (volta do presidencialismo – plebiscito). JANGO LEONEL BRIZOLA iair@pop.com.br Prof. Iair
  61. 61. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Lei de Remessa de Lucros: – Descontentamento dos EUA e da oposição ligada a UDN. • Plano Trienal de Desenvolvimento. • Reformas de Base (agrária, urbana, política e educacional). • Atuação intensa das Ligas Camponesas (Francisco Julião). FRANCISCO JULIÃO iair@pop.com.br Prof. Iair
  62. 62. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Greves generalizadas. OBS: Dados em milhares de trabalhadores. iair@pop.com.br Prof. Iair
  63. 63. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Acirramento de atritos entre defensores e opositores do governo: MARCHA DA FAMÍLIA COMÍCIO DA COM DEUS PELA CENTRAL DO BRASIL LIBERDADE (SP) – (RJ) - Manifestação de Manifestação contrária ao apoio ao presidente. presidente. X iair@pop.com.br Prof. Iair
  64. 64. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 31/3/1964: Golpe militar derruba o presidente e institui a ditadura no país. iair@pop.com.br Prof. Iair
  65. 65. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 1 - Antecedentes: • Esgotamento do populismo: manifestações de massa, greves, agravamento de tensões sociais. • Temor dos EUA com a possibilidade de “novas revoluções cubanas” na América Latina. • Apoio de setores civis conservadores ao golpe militar. • Doutrina de Segurança Nacional é assimilada pelo exército: – Guerra total contra o comunismo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  66. 66. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) MUITOS APOIARAM O GOLPE MILITAR... iair@pop.com.br Prof. Iair
  67. 67. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 2 - O Brasil após o golpe: • Ranieri Mazzili (presidente da Câmara) assume interinamente. • Poder de fato = Comando Supremo Revolucionário (exército). • 09/04/1964: Ato Institucional nº 1 (AI – 1): – Demissão de funcionários públicos (civis ou militares) leais ao antigo governo. – Cassações de mandatos de opositores do golpe. – Prisões de opositores. – Eleições indiretas para presidente. iair@pop.com.br Prof. Iair
  68. 68. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Divisões entre os militares: – SORBONNE: oriundos da ESG (Escola Superior de Guerra – 1948), intelectuais, veteranos da 2ª Guerra, próximos da UDN, alinhados ideologicamente com os EUA, anticomunistas, partidários de um poder executivo forte e soluções econômicas técnicas. – LINHA DURA: também anticomunistas, sem ligações diretas com os EUA, nacionalistas, avessos a políticos e a qualquer tipo de democracia. iair@pop.com.br Prof. Iair
  69. 69. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) OS PRESIDENTES MILITARES: MÉDICI COSTA E SILVA GEISEL FIGUEIREDO CASTELLO BRANCO iair@pop.com.br Prof. Iair
  70. 70. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 3 - O governo CASTELLO BRANCO (Sorbonne 1964 – 1967): • PAEG (Plano de Ação Econômica do Governo): – Corte de gastos. – Aumento de tarifas e impostos. – Fim da Lei da Estabilidade. – Criação do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). – Aumento salarial (1X ao ano) abaixo da inflação. – Restrição de crédito. – Arrocho salarial, recessão e desemprego. iair@pop.com.br Prof. Iair
  71. 71. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Fim da Lei de Remessa de Lucros (1962). • Desvalorização monetária (cruzeiro novo). – Compra de empresas nacionais por estrangeiras. • Renegociação da dívida externa. • Novos empréstimos. • Aproximação cada vez maior com EUA. – “O que é bom para os EUA é bom para o Brasil” (Juracy Magalhães – Ministro das Relações Exteriores) iair@pop.com.br Prof. Iair
  72. 72. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) EFEITOS DO PLANO ECONÔMICO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  73. 73. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Jul/64 – prorrogação do mandato presidencial até mar/67. • Impopularidade do governo. • 1965: eleições em 11 Estados. – Candidatos governistas perdem em vários. • Out/65 – AI – 2: Bipartidarismo – Extinção dos antigos partidos. – ARENA (Aliança Renovadora Nacional) – partido do governo. – MDB (Movimento Democrático Brasileiro) – oposição ao governo. – Autorização para fechar órgãos legislativos. iair@pop.com.br Prof. Iair
  74. 74. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) O BIPARTIDARISMO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  75. 75. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Fev/66 – AI-3: Eleições indiretas para governadores e indicação de prefeitos de capitais e cidades estratégicas. • Tentativa frustrada de formação de uma frente oposicionista composta por antigos rivais: Carlos Lacerda, Juscelino Kubitschek e João Goulart – FRENTE AMPLA. iair@pop.com.br Prof. Iair
  76. 76. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Constituição de 1967: – Fortalecimento do Executivo. – Emendas constitucionais a cargo exclusivo do presidente. – Incorporação de Atos Institucionais. • LSN (Lei de Segurança Nacional) – defesa da pátria contra o “perigo comunista” (repressão consentida). iair@pop.com.br Prof. Iair
  77. 77. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 4 - O governo COSTA E SILVA (Linha Dura 1967 – 1969): • Manifestações estudantis contra o governo (68). – Oposição ao acordo MEC-USAID. – Melhor qualidade e preço nos RU’s. – Assassinato do estudante Édson Luís (RJ mar/68) em confronto com a polícia. • Passeata dos 100 mil (RJ jul/68). • Greves em Osasco (SP), Contagem e Belo Horizonte (MG). • Ampla repressão do governo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  78. 78. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) MANIFESTAÇÕES CONTRA O GOVERNO: Estudante Édson Luís iair@pop.com.br Missa de 7º dia de Édson Luís Prof. Iair
  79. 79. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Greve em Contagem - MG Passeata dos 100 mil Manifestação estudantil iair@pop.com.br Prof. Iair
  80. 80. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) CCC = Comando de Caça aos Comunistas Atritos entre estudantes da USP (oposição aos militares) e MACKENZIE (conservadores e anticomunistas) iair@pop.com.br Prof. Iair
  81. 81. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A REPRESSÃO DO GOVERNO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  82. 82. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Dez/68: AI – 5: – Maior instrumento de repressão da ditadura militar. – Pretexto: discurso do deputado Márcio Moreira Alves (MDB). – Fechamento do Poder Legislativo (presidente assume sua função). – Suspensão dos direitos políticos e individuais (HÁBEAS CORPUS). – Intervenção em Estados e municípios. – Permissão para cassar mandatos, demitir, prender, editar leis. – Prazo de validade indeterminado. iair@pop.com.br Prof. Iair
  83. 83. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) O AI – 5: Deputado Márcio Moreira Alves iair@pop.com.br Prof. Iair
  84. 84. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Início da ação armada contra o governo: – ALN, AP, MR-8, VPR, VAR-PALMARES, PCBR. – Guerrilha urbana (seqüestros de embaixadores e diplomatas estrangeiros, assaltos a banco). Capitão Carlos Lamarca – Guerrilha rural (Araguaia – PA) VAR - PALMARES Marighella - ALN iair@pop.com.br Assista!!! Prof. Iair
  85. 85. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A GUERRILHA DE ESQUERDA: C. B. Elbrick – embaixador dos EUA seqüestrado pelo MR-8 e ALN em troca da soltura de presos políticos. Assista!!! iair@pop.com.br Prisioneiros libertados em troca do embaixador alemão. Prof. Iair
  86. 86. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  87. 87. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Ago/69: Costa e Silva adoece e é afastado. • Vice Pedro Aleixo é impedido de assumir. • Ago-out/1969 – Junta militar assume o poder e escolhe novo presidente. JUNTA MILITAR iair@pop.com.br BOLETIM MÉDICO DE COSTA E SILVA Prof. Iair
  88. 88. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 5 - O governo E. G. MÉDICI (Linha Dura 1969 – 1974): • Auge da ditadura. • Binômio SEGURANÇA Exército iair@pop.com.br X DESENVOLVIMENTO Tecnocratas Prof. Iair
  89. 89. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Pau de arara • Prisões, torturas, assassinatos (“desaparecidos”). • Repressão intensa e eliminação da guerrilha de esquerda (SNI, DOI-CODI, OBAN, DOPS...) Assassinato de Marighella iair@pop.com.br Prof. Iair
  90. 90. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  91. 91. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Repressão a qualquer manifestação anti-governista Carlos Lamarca assassinado iair@pop.com.br Prof. Iair
  92. 92. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Popularidade: censura e propaganda. • Slogans ufanistas e otimistas: iair@pop.com.br Prof. Iair
  93. 93. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A IMPRENSA VIGIADA: iair@pop.com.br Prof. Iair
  94. 94. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Valorização de conquistas esportivas: futebol e automobilismo (associação de vitórias com o sucesso do governo). SELEÇÃO TRICAMPEÃ MUNDIAL (1970) Carlos Alberto, Presidente Médici e Zagallo Assista!!! iair@pop.com.br Prof. Iair
  95. 95. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Tentativa fracassada de ocupação da região Norte (Amazonas): – objetivo – evitar inchaço das cidades do centro-sul, atrair investimentos. – conseqüências – dizimação de indígenas, lutas pela posse da Presidente Médici e João B. terra, desmatamento, Figueiredo vistoriando construção assassinato de seringueiros, da rodovia transamazônica. instalação do tráfico de drogas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  96. 96. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Milagre Econômico (1969 – 1974): – Delfim Netto (Ministro da economia). – Crescimento de 10% ao ano. – Facilidades de crédito (bens de consumo duráveis). – Arrocho salarial. – Investimentos externos (favorecimento do governo). – Grandes empréstimos. iair@pop.com.br Prof. Iair
  97. 97. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  98. 98. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) CONSEQÜÊNCIAS DO “MILAGRE”: DÍVIDA EXTERNA iair@pop.com.br DESVALORIZAÇÃO SALARIAL Prof. Iair
  99. 99. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  100. 100. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair
  101. 101. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Obras faraônicas: – Rodovia Transamazônica (jamais concluída). – Rodovia RioSantos. – Ponte Rio-Niterói. – Ponte ColomboSalles (SC). – Hidrelétricas de Solteira (SP) e Passo Fundo(RS). Rio-Niterói Colombo-Salles Transamazônica iair@pop.com.br Prof. Iair
  102. 102. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Ampliação do mar territorial brasileiro de 12 para 200 milhas marítimas (aproximadamente 350 Km). • Crise do petróleo (73 – 74) abala crescimento do “Milagre”. iair@pop.com.br Prof. Iair
  103. 103. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 6 - O governo ERNESTO GEISEL (Sorbonne 1974 – 1979): • Abertura “lenta, gradual e segura”. • Crise econômica. • Programa PROÁLCOOL. • 2º PND (Plano Nacional de Desenvolvimento): – Manutenção de modelo anterior. – Novos empréstimos – Mais importações. – Busca de novos mercados para exportação. – Tentativa de substituir importações. iair@pop.com.br Prof. Iair
  104. 104. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Mais obras faraônicas ou projetos de utilidade questionável: – Usinas siderúrgicas de Tubarão (ES) e Açominas (MG). – Ferrovia do Aço (MG) – interrompida em 1979. – Usinas hidrelétricas de Itaipu (PR), Tucuruí (PA), e Sobradinho (BA). – Acordo nuclear com ALE para construção de 8 usinas nucleares (apenas uma realmente começou a funcionar – ANGRA I). iair@pop.com.br Prof. Iair
  105. 105. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Eleições parlamentares (1974): vitória do MDB. • Fim da censura prévia aos meios de comunicação (1975). • OUT/1975: assassinato do jornalista Wladimir Herzog sob tortura. • JAN/1976: assassinato do operário Manoel Fiel Filho, também torturado. – Demissão de Ednardo D’Ávila Filho (comandante do 2º Exército). • Lei Falcão (1976): limitação da propaganda política. Wladimir Herzog iair@pop.com.br Prof. Iair
  106. 106. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Assista!!! • ABR/77: Pacote de Abril: – Fechamento do Congresso. – Mandato presidencial de 6 anos. – Criação dos “senadores biônicos”. • OUT/78: Fim do AI – 5. • Início das greves dos sindicatos do ABC paulista (Lula). iair@pop.com.br Prof. Iair
  107. 107. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) 6 - O governo JOÃO BAPTISTA FIGUEIREDO (1979 – 1985): • Conclusão do processo de abertura política. • Crise econômica permanente (inflação, desemprego, empréstimos com altos juros). – Desgaste do governo. iair@pop.com.br Prof. Iair
  108. 108. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • AGO/1979: Lei da Anistia. – Exceto para envolvidos com luta armada e atos terroristas. – Retorno de exilados políticos : Brizola, Prestes, Miguel Arraes... Retorno de Brizola iair@pop.com.br Prof. Iair
  109. 109. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • NOV/1979: Pluripartidarismo ARENA PDS (Partido Democrático Social) 1984 PFL (Partido da Frente Liberal) PP (Partido Popular) – Tancredo Neves 1982 MDB PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) – Ulysses Guimarães PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) – Ivete Vargas PDT (Partido Democrático Trabalhista) – Leonel Brizola 1980: PT (Partido dos Trabalhadores) – sindicatos paulistas iair@pop.com.br Prof. Iair
  110. 110. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) A DIVISÃO DA OPOSIÇÃO: iair@pop.com.br Prof. Iair
  111. 111. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Reação da “Linha Dura” do exército à abertura política: – Atentados terroristas em bancas de revistas, contra a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). – Atentado do Riocentro (30/04/1981). – Desmoralização da “Linha Dura” iair@pop.com.br Prof. Iair
  112. 112. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 1982: Eleições diretas para governador (vitória de candidatos oposicionistas em 10 estados, incluindo SP, RJ e MG). • MAR/84: Emenda Dante de Oliveira (PMDB – MT): – Eleições diretas para Presidente da República. – Mobilização nacional – campanha das “Diretas Já” – Vetada pelo congresso por 22 votos de diferença. iair@pop.com.br Prof. Iair
  113. 113. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • JAN/85: Eleições indiretas para presidente: PDS Paulo Maluf – presidente Mário Andreazza - vice Paulo Maluf iair@pop.com.br X ALIANÇA DEMOCRÁTICA* (PMDB + PFL) Tancredo Neves – presidente José Sarney - vice Tancredo Neves Prof. Iair
  114. 114. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • 21/04/1985: Tancredo Neves morre. – José Sarney (vice), assume definitivamente a presidência. Funeral de Tancredo Neves José Sarney iair@pop.com.br Prof. Iair
  115. 115. Sarney • • • • BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) Plano Cruzado: Fiscais do Sarney e queda da inflação (de 14,4% para – 0,1%) Eleições 86 e Plano Cruzado II que anistia sonegadores; libera aumentos (aluguel, luz e água); Nova Constituição Eleições 89 (Sequestro de Abílio Diniz explorado pela Globo, exnamorada na TV e a repercussão dos debates). iair@pop.com.br Prof. Iair
  116. 116. Collor (1990-92) REPÚBLICA (1889 – ) BRASIL REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) • Plano Brasil Novo X inflação de 84,3% ao mês; • 16/03 – Pacote de Zélia Cardoso de Mello; • Confisco; • Escândalo da LBA; • Denúncia de Pedro Collor; • “Cara-pintada” iair@pop.com.br Prof. Iair
  117. 117. BRASIL REPÚBLICA (1889 – ) REPÚBLICA VELHA (1889 – 1930) iair@pop.com.br Prof. Iair

×