Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Chinificação

283 views

Published on

Published in: Entertainment & Humor
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Chinificação

  1. 1. Chinifica ção A população chinesa tem uma densidade demográfica muito elevada com cento e trinta e sete chineses por quilómetro quadrado. Apesar do seu território ser muito extenso, quase cinquenta por cento da população vive em grande centros urbanos. Devido ao número excessivo de chineses nas cidades, as condições de vida tornam-se precárias. A superlotação dos centros provoca um aumento na procura de emprego, na procura de alimentos e habitação. Estas consequências obrigam a população a emigrar para países com melhores condições de vida. Este “perigo amarelo” provoca ameaças económicas para os países onde se encontram. A criação de “lojas dos chineses” gera uma grande controvérsia no mercado local, devido aos baixos preços que abafam os modestos comércios que existiam. “Poltugal” um dos muitos países invadidos, vê agora a sua paisagem Lusitana transformar-se numa paisagem ornamentada dos mais variados símbolos chineses, como se árvores de natal se tratassem. Esta situação decorre do acordo entre “Poltugal” e a China em que “os olhos em bico” não pagam impostos, conseguindo escoar os seus produtos em lojas pagas pelo próprio governo. Como “Poltugal” está muito convenientemente em crise, a China vem generosamente plena de boas intenções oferecer-se para pagar a dívida. Isto faz parte do plano de uma China ambiciosa que quer dominar o mundo. Este plano vai ser aplicado noutros países e está dependente da recessão económica causada pelas lojas de baixo custo/zero qualidade. Deste modo, os chineses criam o problema (a recessão económica) para depois arranjarem a solução (eles compram a divida do país, criando assim poder dentro desse país). Além deste disso, a China planeou perfeitamente o que a seguir vai aplicar. A conhecida e controversa política do filho único tornou a população chinesa maioritariamente masculina. Assim este “excesso” de população masculina vai emigrar para todos os países e assim vão reproduzir-se com as mulheres desses países para assim espalhar a sua étnica e facilitar o domínio chinês no mundo. Depois destas medidas em prática, a China tem poder económico sobre o país e com a política do filho único espalhada pelo mundo, torna-se fácil criar espiões para unir as pessoas ao regime ditatorial chinês. Segundo as nossas fontes, este plano estará totalmente aplicado e a funcionar até 2020 e já não há muito que possamos fazer, pois a cultura chinesa já está muito integrada na nossa sociedade portanto, a única coisa que podemos fazer é não irmos às lojas do chinês e não casar com chineses. Se nós não aplicarmos estas medidas simples, será a nossa chiniquilação.

×