Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Cauda Longa

7,372 views

Published on

Cauda Longa - The Long Tail, na teoria e prática

Published in: Education, Technology

Cauda Longa

  1. 2. O que é Cauda Longa? A partir de um artigo do Editor Chefe da Revista Wired – Chris Anderson , surge o livro que trata do conceito de Cauda Longa (The Long Tail). Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  2. 3. Podemos dizer que a Cauda Longa é uma evolução da Curva ABC ou 80-20 , é baseada no teorema do economista Vilfredo Pareto , na Itália, no século XIX. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  3. 4. No mercado de produtos e serviços as empresas adotavam a Curva ABC como regra para controle de estoque , investindo nos produtos de maior saída, sempre os colocando como destaque. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  4. 5. Foi gerada uma economia de mercado de Hits . Marcas fortes X Concorrência Fraca. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  5. 6.   Mas, graças à internet e com a democratização da tecnologia isso mudou! Os bits se tornaram os novos átomos! Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  6. 7. Os custos de produção, estocagem e distribuição ficaram bem mais reduzidos. E a facilidade de encontrar produtos, antes raros, e comprá-los facilmente por e-commerce gerou um grande mercado de nichos . Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  7. 8. Com isso a parte da curva que não representa os Hits se alongou , tornando a parte horizontal do gráfico mais representativa do que a parte vertical . Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  8. 9. AS 3 GRANDES FORÇAS DA CAUDA LONGA Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  9. 10. 1 – Democratização da Produção Com a revolução tecnológica muito mais indivíduos podem produzir produtos ou oferecer serviços que antes só podiam ser oferecidos por corporações. Muito mais pessoas podem se tornar empreendedoras. Cauda Longa – Na Teoria e Prática Maior oferta de bens, o que alonga a cauda
  10. 11. 2 – Democratização da Propagação Ao invés de ter de investir em mídias caríssimas como TV e Rádio, ou ter que mandar imprimir 10 mil folhetos para atingir poucos clientes a internet possibilita que o custo para divulgar uma oferta de mercado seja até mesmo zero, se forem usados blogs ou redes sociais por exemplo. Anunciar na internet também tem um custo bem mais reduzido em comparação as outras mídias. Cauda Longa – Na Teoria e Prática Maior acesso aos nichos, o que torna a cauda cada vez mais horizontal
  11. 12. 3 – Relação Oferta demanda. Através de buscadores como o Google (que é muito maior que qualquer outro buscador), Blogs, Sites de e-commerce e outras ferramentas da internet, fica muito mais fácil para os consumidores acharem exatamente o que procuram, e com a possibilidade de adquirir-los sem desgaste de locomoção ou perda tempo, podendo comprar online Cauda Longa – Na Teoria e Prática Deslocamento dos negócios dos hits para os nichos
  12. 13. Cauda Longa – Na Teoria e Prática A Cauda Longa na Prática Análise do Case: Artecola, quanto mais longe do líder, melhor. Fonte: Portal Revista Exame http://portalexame.abril.com.br/inovacao/noticias/artecola-quanto-mais-longe-lider-melhor-557780.html
  13. 14. Ao investir em nichos diversos, numa estratégia consagrada pelo conceito da "cauda longa", a gaúcha Artecola se tornou uma lanterninha por convicção - e, paradoxalmente, nunca cresceu tanto. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  14. 15. A opção da Artecola partiu de um problema enfrentado no final dos anos 90. Com a expansão de produtos vindo da China a industria de calçados foi devastada no interior gaúcho. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  15. 16. A idéia foi direcionar a atuação da empresa para outros setores. Ela surgiu do Diretor Eduardo Kunst após ele ter feito um curso na Universidade da Califórnia, onde aprendeu a ingressar em diversos nichos para fugir da concorrência contra empresas poderosas. Cauda Longa – Na Teoria e Prática Eduardo Kunst
  16. 17. Anteriormente a Artecola produzia 2000 tipos de cola e outros componentes para fabricantes de sapatos. Até o ano 2000 90% da receita vinha de componentes para calçados. Naquele mesmo ano boa parte destes produtos deixou de ser fabricada. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  17. 18. Ficaram só os adesivos e laminados. Hoje são 5000 itens, que são vendidos desde setores da construção civil até a indústria automobilística. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  18. 19. Graças à multiplicação de milhares de produtos de nicho que as vendas da empresa cresceram 55% desde 2006, atingindo 280 milhões de dólares no ano passado. Cauda Longa – Na Teoria e Prática
  19. 20. Para se introduzir no mercado de nicho a Artecola teve de se expandir em outros países. Escolheu os países da América Latina ao invés de se aventurar em mercados mais competitivos como América do Norte e Europa.Em 2009 a empresa chegou ao nono lugar das empresas brasileiras mais internacionalizadas. Cauda Longa – Na Teoria e Prática

×