Os novos uniformes do Exército

93,406 views

Published on

Palestra do Comando Logístico do Exército, onde são apresentados os estudos para a mudança de diversos itens dos uniformes do Exército Brasileiro, além dos modelos das novas peças.

2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Excelente apresentação. Sugiro apresentar propostas para a substituição dos atuais cachecóis de lã verde-oliva (dura e extremamente alergênica) pelo SHEMAGH (lenço de deserto ou KEFFIYEH) em algodão e viscose, em verde-oliva e preto, a exemplo do SAS britânico. O mesmo aquece o pescoço tanto quanto um cachecol de lã ou de acrílico e é muito mais confortável, não irritando a pele e assim contribuindo para a manutenção da integridade física e bem-estar do militar.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Muito bom.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
93,406
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12,710
Actions
Shares
0
Downloads
413
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os novos uniformes do Exército

  1. 1. OBJETIVO APRESENTAR AO ALTO COMANDO:  A SITUAÇÃO ATUAL DOS SEGUINTES ITENS DEFARDAMENTO: CAMUFLADO, CAMISETACAMUFLADA, COTURNO, SUÉTER DE LÃ, JAPONA DECAMPANHA E CAMISETA BRANCA SEM MANGA (TFM);E  UMA PROPOSTA PARA AUMENTAR A EFICIÊNCIAOPERACIONAL DESSES UNIFORMES.
  2. 2. CAMUFLADO ORIGEM DOS DADOS COLETADOS Proposta de modificação de uniformes do EB, pelaBda Inf Pqdt, em JUL 11; Relatório de avaliação do conjunto camuflado doEB, pelo CIGS, em AGO 11; Considerações sobre o tecido do conjuntocamuflado do EB, pela Bda Inf Pqdt, em AGO 11; e Fichas de avaliação do conjunto camuflado do EBpreenchidas pelas Bda Op Esp e Bda Inf Pqdt, emMAIO 12.
  3. 3. CAMUFLADO DADOS COLETADOS Os dados foram organizados de acordo com asvariáveis de influência:  tingimento;  tecido;  design; e  requisitos operacionais.  Bda Inf Pqdt Legenda:  Bda Op Esp  CIGS
  4. 4. CAMUFLADO ASPECTOS RELATIVOS AO TINGIMENTO DADO INFORMANTE PROPOSTA DE ALTERAÇÃO NEGATIVO (a) (b) (c) Mudança do tipo de tingimento –1 Desbotamento prematuro. x x x POSITIVONão foram citados aspectos positivos em relação ao tingimento.Legenda: (a) Bda Inf Pqdt (b) Bda Op Esp (c)CIGS
  5. 5. CAMUFLADO ASPECTOS RELATIVOS AO TECIDO DADO INFORMANTE PROPOSTA DE ALTERAÇÃO NEGATIVO (a) (b) (c)1 Baixa resistência ao rasgo. x x x 1ª FASE2 Desgaste prematuro nas regiões do x x x Mudança do tipo de tingimento – joelho, cotovelo e fundilho.3 Secagem demorada. x x 2ª FASE4 Dissipação de calor. x x Mudança da composição (SFC) – .5 Assaduras. x x POSITIVONão foram citados aspectos positivos em relação ao tecido.Legenda: (a) Bda Inf Pqdt (b) Bda Op Esp (c)CIGS
  6. 6. CAMUFLADO ASPECTOS RELATIVOS AO DESIGN DADO INFORMANTE PROPOSTA DE ALTERAÇÃO NEGATIVO (a) (b) (c) Atualização da medida padrão dos1 Pouca variedade de tamanhos. x x x brasileiros e estudo da viabilidade de se aumentar a gama de tamanhos. Bolsos inferiores da blusa com Retirada dos bolsos inferiores. Bolsos2 pouca utilidade, quando se utiliza o x x x superiores inclinados para facilitar o cinto NA. acesso.3 Falta de drenagem nos bolsos. x Ilhós de drenagem nos bolsos. Regiões do joelho e cotovelo não Bolsos para colocação de cotoveleiras4 x x oferecem proteção adequada. / joelheiras internas. Desgaste prematuro nas regiões do x x5 Aplicação de reforços nessas regiões. joelho, cotovelo e fundilho.Legenda: (a) Bda Inf Pqdt (b) Bda Op Esp (c)CIGS
  7. 7. CAMUFLADO ASPECTOS RELATIVOS AO DESIGN DADO INFORMANTE PROPOSTA DE ALTERAÇÃO NEGATIVO (a) (b) (c) Cadarço de ajuste da blusa causa Retirada do cadarço de ajuste da blusa 6 má apresentação e atrapalha o x x x (??) movimento. Falta de praticidade dos botões, Substituição dos botões por velcro / 7 além da inutilização do bolso, x x x ziper. caso os mesmos se desprendam. Mudança para “gola tipo padre” e Fechamento das mangas e golas 8 x x fechamento da manga com ajuste por ineficientes. velcro. Falta de bolsos laterais e Implementação dos bolsos laterais e 9 x traseiros na calça. traseiros na calça.10 Falta de bombacha fixa na calça. x Fixação da bombacha na calça.Legenda: (a) Bda Inf Pqdt (b) Bda Op Esp (c)CIGS
  8. 8. CAMUFLADO ASPECTOS RELATIVOS AO DESIGN DADO INFORMANTE PROPOSTA DE ALTERAÇÃO POSITIVO (a) (b) (c) Camuflagem adequada ao ambiente1 de mata e como símbolo de x x x Camuflagem será mantida. reconhecimento do EB. Bolso da manga esquerda permite guardar eficientemente e ter fácil2 x x Bolso em ambas as mangas. acesso a objetos pequenos de uso frequente. Pregas nas costas facilitam a3 x x Implementação de pregas maiores. abertura dos braços.Legenda: (a) Bda Inf Pqdt (b) Bda Op Esp (c)CIGS
  9. 9. CAMUFLADO REQUISITOS OPERACIONAIS REQUISITOS DESEJÁVEIS OBSERVAÇÃO1 Baixa assinatura térmica2 Proteção contra insetos3 Secagem rápida Requisitos operacionais levantados em4 Leveza e maleabilidade relatórios do CIGS, Bda Inf Pqdt, Bda5 Durabilidade Op Esp, e em pesquisas realizadas pela6 Camuflagem eficiente Seção de Catalogação, Certificação e Especificação (SCCE) da D Abst.7 Conforto8 Mnt da integridade física do combatente9 Tingimento adequado
  10. 10. CAMUFLADOSistema fechamento velcro Retirada cadarço cintura+ zíper = maior (???)funcionalidade = maior mobilidade
  11. 11. CAMUFLADO Duplo sistema de fechamento = maior conforto e proteçãoBolsos inclinados = fácil acesso Remoção bolso inferior
  12. 12. CAMUFLADOPunho velcro = melhor ajuste e Bolsos laterais = fácil acessomaior proteção Duas formas dobragem manga e Detalhe tingimento Indanthren
  13. 13. CAMUFLADOFundilho reforçado = maior Bolsos laterais :=conforto e resistência maior funcionalidade Bombacha fixa = Ilhós = drenagem água maior funcionalidade
  14. 14. CAMUFLADO Joelheira e cotoveleira embutida: maior conforto e proteção
  15. 15. CAMUFLADO PROPOSTA AÇÃO OBSERVAÇÕES  Manter o tecido atual (67% - Melhor apresentação da tropa e maior resis- poliéster e 33% algodão). tência à lavagem. 1ª FASE - Possibilidade de  Alterar o design. (2015) (custo).  Aplicar o tingimento - Mantendo-se o padrão de camuflagem atual. - Aumento de 10% no custo, fora o acabamento. - Melhor apresentação da tropa, maior resis- tência à lavagem, durabilidade e conforto.  Alterar o tecido p/ 50% - Possibilidade de ine- 2ª FASE poliamida e 50% algodão rentes à fibra (custo).(3 a 5 anos) (SFC). - Aumento de 35% no custo, fora o acabamento. - Maior tempo para implementação. - Depende de teste operacional.
  16. 16. CAMUFLADO CUSTOS ESTIMADOS AÇÃO OBSERVAÇÕES  Aquisição Anual = 265.000 unidades  Preço Unitário Atual = R$ 70,70  Manter o tecido atual (67%  Gasto atual = 18.735.500,00 poliéster e 33% algodão).  Previsto p/ próx. Licitação = R$ 100,00 1ª FASE  Alterar o design.  Gasto Previsto = R$ 26.500.000,00 (2015)  Aplicar o tingimento  Δ = R$ 7.764.500,00  Novo Custo (10%) = R$ 29.150.000,00  Δ TOTAL = R$ 10.414.500,00 (*)  Novo Custo Estimado (35%) =  Alterar o tecido p/ 50% 2ª FASE R$ 39.352.500,00 poliamida e 50% algodão(3 a 5 anos)  Δ = R$ 12.852.500,00 (SFC).  Custo do Desenvolvimento = ???(*) R$ 7.764.500,00 (aumento do custo atualizado do uniforme) R$ 2.650.000,00 (aumento do custo do novo tingimento) R$ 10.414.500,00
  17. 17. CAMUFLADO SITUAÇÃO ATUAL Contrato com o Centro de Tecnologia da IndústriaQuímica e Têxtil - SENAI/CETIQT para especificaçãodo uniforme camuflado. Protótipos já em produção com empresasparceiras (CEDRO / TENCATE / MAXFIBRAS) paraavaliação operacional. Teste e decisão sobre a especificação do uniformecamuflado mais adequado para emprego no EB.
  18. 18. CAMUFLADO CRONOGRAMA DURAÇÃO 1ª FASE PRAZO (mês) I Apresentação da proposta SET/12 1 II Aquisição e teste de lote piloto OUT/12 – MAR/13 6 III Especificação ABR/13 – JUN/13 3 IV GTU - Mudança do RUE JUL/13 – AGO/13 2 V Licitação do novo uniforme SET/13 – DEZ/13 4 VI Produção e distribuição 2014 12 TOTAL 28A ADOÇÃO DEVERÁ ACONTECER A PARTIR DE JAN 2015!
  19. 19. CAMISETA CAMUFLADA PRINCIPAIS CRÍTICAS Necessidades do clima equatorial nãoatendidas - Composição atual (100% algodão). Absorção de muita água / suor – dificulta asecagem e a dissipação de calor. Desbotamento prematuro.
  20. 20. CAMISETA CAMUFLADA EM ESTUDO Composição: 60% algodão e 40% poliamida: - secagem rápida; - maior conforto (dissipa calor e umidade); - maior durabilidade; e - menor desbotamento. Cor única – Verde Oliva: - menor desbotamento.Aquisição anual: 411.000 unidadesPreço atual = R$ 6,89 Gasto atual = R$ 2.831.790,00Preço estimado = R$ 11,00 Gasto estimado = R$ 4.521.000,00 ∆ = R$ 1.689.210,00
  21. 21. CAMISETA CAMUFLADA Camisa Baselayer
  22. 22. COTURNO PRINCIPAIS CRÍTICAS Excesso de peso; Baixa resistência do solado; e Amortecimento do solado ineficiente.
  23. 23. COTURNO SITUAÇÃO ATUAL Modificações já implementadas: - diminuição do peso e solado blaqueado; - melhoria do sistema de amortecimento; - troca da alma de aço por alma plástica; e - cano mais maleável e resistente. EM ESTUDO Troca da cor (preto por uma cor neutra). Coturno em “couro invertido” (tipo camurça): - não há necessidade de engraxar; e - melhora a camuflagem do coturno contra equipamentos de visão noturna.
  24. 24. COTURNO
  25. 25. COTURNOCoturno camurça
  26. 26. SUÉTER DE LÃ PRINCIPAIS CRÍTICAS Pouco confortável (pinicamento). Deforma e desfia com facilidade. Baixa durabilidade.OBS: É prevista a utilização sobre a camiseta meia mangacamuflada (Letra b do Inciso XX do Art. 33 do RUE).
  27. 27. SUÉTER DE LÃPRINCIPAIS CRÍTICAS
  28. 28. SUÉTER DE LÃ EM ESTUDO Implementação da “SEGUNDA PELE” (87%Poliéster e 13% Elastano) como uniforme: - proporciona proteção adequada a clima frio; - não há a necessidade de sobrepor vários agasalhos; e - é mais confortável que o suéter de lã. RDM enviado pelo 19º GAC – Santiago/RS: - não prejudica a operacionalidade; e - material não deforma ao ser lavado.Aquisição anual (suéter): 29.100 unidadesPreço atual = R$ 41,00 Gasto atual = R$ 1.193.100,00Preço estimado = R$ 68,00 Gasto estimado = R$ 1.978.800,00 ∆ = R$ 785.700,00
  29. 29. SUÉTER DE LÃ Segunda pele
  30. 30. JAPONA DE CAMPANHA PRINCIPAIS CRÍTICAS Limita a mobilidade do combatente. Não é impermeável. Costuras e zíper frágeis. Desbota com facilidade.
  31. 31. JAPONA DE CAMPANHA EM ESTUDO Substituição do tecido da japona por umimpermeável – poliamida; Reforço das costuras e zíper (SENAI); e Mudança do design – forro de microfibraremovível.Aquisição anual: 37.400 unidadesPreço atual = R$ 58,60 Gasto atual = R$ 2.191.640,00Preço estimado = R$ 140,00 Gasto estimado = R$ 5.236.000,00 ∆ = R$ 3.044.360,00
  32. 32. SUÉTER E JAPONA SITUAÇÃO ATUAL Confecção de protótipos de agasalho parasubstituir o suéter e a japona (custo: 30 milreais). Busca de parcerias com empresas nacionaispara o desenvolvimento de um novo modelo dejapona.
  33. 33. JAPONA Tecido impermeável à água e permeável ao vapor = corpo secoRedução comprimento = maior Costuras reforçadas e seladas =mobilidade rusticidade e impermeabilidade
  34. 34. JAPONAUso triplo: japona + blusa fleece – japona – blusa fleece =maior versatilidade
  35. 35. UNIFORME DE TFM EM ESTUDO Utilização de tecido do tipo “DRY FIT”(poliéster ou poliamida) para a camiseta: - melhor respirabilidade; - melhor durabilidade; - manter a cor atual (branca); e - sem manga (camiseta regata).
  36. 36. UNIFORME DE TFM Camiseta Dry Fit
  37. 37. CONCLUSÕES É preciso mudar o camuflado do EBnos seguintes aspectos:  tingimento;  tecido;  design; e  requisitos operacionais.
  38. 38. CONCLUSÕES Deve-se continuar o aperfeiçoamentodo coturno. Há necessidade de modificação dosuniformes para clima frio. Deve-se alterar o tecido das camisetascamuflada e branca (TFM), melhorando oconforto e durabilidade.
  39. 39. CONCLUSÃO
  40. 40. CAMUFLADO TINGIMENTO ATUAL PROPOSTO PIGMENTAÇÃO CORANTE - INDANTHRENNão há interação química entre o corante e as Há forte interação química entre o corante e as fibras. fibras algodão. VANTAGEM DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGEM baixo custo.  menor resistência à  maior resistência à  maior custo – 10%. lavagem. lavagem.  menor  maior maleabilidade. maleabilidade.  menor  maior respirabilidade. respirabilidade.
  41. 41. CAMUFLADO TINGIMENTO ATUAL PROPOSTO PIGMENTAÇÃO CORANTE - INDANTHRENNão há interação química entre o corante e as Há forte interação química entre o corante e as fibras. fibras algodão. VANTAGEM DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGEM baixo custo.  menor resistência à  maior resistência à  maior custo – 10%. lavagem. lavagem.  menor  maior maleabilidade. maleabilidade.  menor  maior respirabilidade. respirabilidade.
  42. 42. CAMUFLADO TECIDO ATUAL PROPOSTO PARA 2ª FASE (SFC) (SEM O NOVO TINGIMENTO) 67% POLIÉSTER E 33% ALGODÃO 50% POLIAMIDA E 50% ALGODÃO VANTAGEM DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGEM menor custo.  dificuldade de  possibilidade de  maior custo – 35%. implementação de acrescentar maior capacidade acabamentos especiais acabamentos especiais  vulnerabilidade àde produção nacional. resistentes na fibra do tecido. luz solar. (antivetores, baixa assinatura térmica,  maior conforto.  necessidade de proteção UV). maiores estudos  maior retardo à (desempenho no nosso  menor resistência chama. clima, capacidade de mecânica. produção nacional).  maior resistência mecânica.
  43. 43. CAMUFLADO TINGIMENTO ATUAL PROPOSTO PIGMENTAÇÃO CORANTE - INDANTHRENNão há interação química entre o corante e as Há forte interação química entre o corante e as fibras. fibras algodão. VANTAGEM DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGEM baixo custo.  menor resistência à  maior resistência à  maior custo – 10%. lavagem. lavagem.  menor  maior maleabilidade. maleabilidade.  menor  maior respirabilidade. respirabilidade.
  44. 44. CAMUFLADO TINGIMENTO ATUAL PROPOSTO PIGMENTAÇÃO CORANTE - INDANTHRENNão há interação química entre o corante e as Há forte interação química entre o corante e as fibras. fibras algodão. VANTAGEM DESVANTAGENS VANTAGENS DESVANTAGEM baixo custo.  menor resistência à  maior resistência à  maior custo – 10%. lavagem. lavagem.  menor  maior maleabilidade. maleabilidade.  menor  maior respirabilidade. respirabilidade.
  45. 45. CAMUFLADO ACABAMENTOS ESPECIAIS DESEJÁVEIS EFEITO Permitir a camuflagem do combatente contra aBAIXA ASSINATURA TÉRMICA utilização de equipamento de visão noturna. ANTIVETORES Permitir a proteção contra insetos (repelente). Permitir que a água (chuva ou respingos) HIDROREPELÊNCIA escorra sobre o tecido sem penetrá-lo. ANTIMICROBIANO Impedir a proliferação de fungos e bactérias. Impedir que o fogo se espalhe pelo uniforme RETARDANTE DE CHAMAS do militar, extinguindo-o rapidamente. Protege o tecido contra o desbotamento e PROTEÇÃO UV degradação pela luz solar.

×