Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)

307 views

Published on

Material de apoio elaborado pelo Prof. Me. Aristides Faria Lopes dos Santos (aristidesfaria@ifsp.edu.br) para as disciplinas "Ecoturismo e Turismo de Aventura", "Gestão Pública", "Marketing e Turismo", "Organização de Eventos (I)" e "Fundamentos do Turismo (I)" do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do IFSP Campus Cubatão.

Published in: Education
  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Disciplina Ecoturismo e Turismo de Aventura (IFSP Campus Cubatao) (aula 04)

  1. 1. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Ecoturismo e Turismo de Aventura IFSP Campus Cubatão | 2016 Prof. Aristides Faria Lopes dos Santos
  2. 2. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Ecoturismo e Turismo de Aventura • Material analisado – Manual de Ecoturismo de Base Comunitária: ferramentas para um planejamento. – WWF Brasil (Brasília, 2003) • Mais informações – http://www.wwf.org.br/
  3. 3. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Componentes do turismo • O que é Turismo? – “As atividades realizadas por pessoas físicas durante viagens e estadas em lugares diferentes do seu entorno habitual, por um período inferior a 1 (um) ano, com finalidade de lazer, negócios ou outras” (Lei Geral do Turismo: Lei nº 11.771/2008, Art. 2º). • Exemplo de elementos característicos do turismo: – Atrativos turísticos (naturais, culturais, patrimônio histórico, eventos, etc.) – Serviços públicos e privados – Infraestrutura básica e infraestrutura de apoio ao turista – Comunidades receptoras – Turistas • Pergunta! – Você acredita que faltou “gestão do turismo” nesta lista!?!? • Importante! – Esses elementos são dinâmicos e existem de forma inter-relacionada!
  4. 4. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Planejamento: conceito, objetivos e processos • O que é planejamento? – Uma atividade interdisciplinar, dinâmica, contínua e presente em todas as diversas fases do desenvolvimento do turismo, e que deve representar os anseios de diferentes atores de interesse; – É a definição de estratégias e meios para sair de uma situação atual visando alcançar uma situação futura desejada. – É um processo dinâmico e contínuo de definição de objetivos, metas e ações, de forma integrada entre os diversos agentes sociais de interesse. • Relacionamento entre diferentes atores (ou agentes) sociais – Para o planejamento do ecoturismo não bastam técnicas e ferramentas práticas de elaboração de planos e projetos.
  5. 5. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Planejamento: conceito, objetivos e processos • O que é Planejar (BARRETO, 2000): – Decidir antecipadamente o que deve ser feito; – Determinar objetivos e meios para seu alcance; – Projetar um futuro desejado e os meios específicos para torná-lo realidade. • Há dimensões (ou variáveis) que interferem no processo de planejamento. O planejador deve considerar os seguintes elementos: – Elemento temporal: planejamento de curto, médio e longo prazo; – Elemento político: regulador, incentivador, financiador, integrado; – Elemento administrativo: público ou privado; – Elemento social: participativo ou de gabinete; – Elemento geográfico: • Internacional (continente, bloco de países, regiões trans-fronteiriças); • Nacional (país, macrorregiões, regiões, estados); • Regional (delimitado por bacias hidrográficas, por pólos de desenvolvimento, por grandes parques) • Local (municipal) ou sítio (propriedades, áreas protegidas de pequeno porte).
  6. 6. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Desenvolvimento econômico e social • Desenvolvimento social e econômico – O ecoturismo não pode ser a única atividade econômica num município ou região – Risco: qualquer alteração na demanda pode levar todo o município/região pode fragilizar a economia local/regional • Exemplo: surgimento de destinos concorrentes • Príncipe Harry, Reino Unido – Visita ao Projeto Ateliê Arte nas Cotas, em Cubatão (SP)
  7. 7. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo CONCEITOS IMPORTANTES Diferenças fundamentais entre planos, programas e projetos!
  8. 8. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Níveis de planejamento • Planejamento estratégico – Aquele em que se projeta um espaço de tempo de implementação de médio a longo prazo. Isto pode ocorrer também em função da dificuldade em se obter dados fundamentais e os recursos necessários para o plano. • Planejamento tático – O planejamento tático, por outro lado, envolve um horizonte de tempo intermediário, cerca de um ano. • Planejamento operacional – O planejamento operacional é implementado em curto prazo, semanas ou meses. • Importante! – Para a realização dos níveis “tático” e “operacional” deve-se contar com uma base ampla e sólida de dados e recursos técnicos e financeiros já disponíveis.
  9. 9. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Planos, Programas e Projetos • Qual a diferença entre planos, programas e projetos? – Plano: uma grande missão; é o objetivo maior almejado de um governo ou entidade, sem maiores detalhamento de projetos ou atividades. Envolvem diretrizes gerais para serem adotados por setores ou regiões, incluindo a identificação da fonte de recursos e dos responsáveis por ações de implementação. • Exemplo: Plano Nacional de Turismo (PNT)
  10. 10. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Planos, Programas e Projetos • Qual a diferença entre planos, programas e projetos? – Cada programa possui projetos, que são compostos por atividades detalhadas que devem ser conduzidas para se concretizar os programas. – Exemplo: Programa Turismo Sustentável e Infância (TSI)
  11. 11. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Planos, Programas e Projetos • Qual a diferença entre planos, programas e projetos? – Os projetos dividem-se em subprojetos e atividades, cada uma com metas e recursos próprios; – No caso do Ecoturismo, o planejamento pode possuir, então, vários programas que permitem atingir os princípios do ecoturismo (desenvolvimento social e econômico, sustentabilidade e educação ambiental, entre outros) e definir os projetos que são necessários para alcançá-los; – O planejamento deve ser compreendido (e realizado) de forma integrada, estabelecendo- se parcerias e otimizando recursos humanos e financeiros – Exemplo: Projeto de Observação de Aves em Santos (SP)
  12. 12. Prof. Aristides Faria | Curso de TurismoProf. Aristides Faria | Curso de Turismo Planejamento participativo • Forma de condução – O processo de planejamento pode (ou deve) ser conduzido de forma participativa – Característica: momentos frequentes de avaliação, que permitam ajustes em todas as fases deste processo • Investir em planejamento é importante? – O planejamento evita que planos/programas/projetos sejam expostos a riscos demasiados; – Permite maximizar os benefícios para a conservação e incrementar o envolvimento e a organização comunitária – se conduzido de modo participativo – Otimiza recursos humanos e financeiros – Atendendo aos princípios do ecoturismo, o planejamento contribui para que seu projeto minimize os impactos indesejáveis nos recursos naturais e culturais.

×