Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Gerenciamento Costeiro & Marketing de Destinos<br />Aristides Faria. Consultor e Palestrante da [RH em Hospitalidade]. Dir...
Estrutura da apresentação<br />Gerenciamento Costeiro<br />A Região Metropolitana da Baixada Santista<br />Conceito<br />I...
Localização<br />
Alguns números da região<br />População: 1.682.435 de habitantes<br />Área territorial: 2.422,78km²<br />Densidade: 694,42...
A relação: Gerenciamento Costeiro & Turismo<br /><ul><li>LEI Nº 7.661, DE 16 DE MAIO DE 1988, que institui o Plano Naciona...
Zona Costeira divide-se em:
Faixa Marítima: que se estende mar afora até a distância de 12 milhas marítimas;
Faixa Terrestre: área do continente formada pelos municípios que sofrem influência direta dos fenômenos ocorrentes na Zona...
Gestão de Impactos: o negócio do Gerenciamento Costeiro<br /><ul><li>Contaminação das águas superficiais por esgotos domés...
Invasão e ocupação de áreas de risco e de preservação permanente como mangues, morros e margens de rios;
Condições impróprias de balneabilidade (www.cetesb.sp.gov.br);
Escassez de pescado e/ou pescado impróprio para consumo;
Inadequada disposição final de resíduos sólidos;
Uso irregular de equipamentos na orla marítima;
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria

1,312 views

Published on

Apresentacao 'Gerenciamento Costeiro e Marketing de Destinos: o caso da Costa da Mata Atlantica', realizada na Semana de Turismo da Fatec, em Sao Paulo (12 de maio de 2011).

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria

  1. 1. Gerenciamento Costeiro & Marketing de Destinos<br />Aristides Faria. Consultor e Palestrante da [RH em Hospitalidade]. Diretor de Comunicação da ABBTUR São Paulo.<br />Assessor de Eventos e Novos Negócios do Santos e Região Convention & Visitors Bureau.<br />
  2. 2. Estrutura da apresentação<br />Gerenciamento Costeiro<br />A Região Metropolitana da Baixada Santista<br />Conceito<br />Impactos: negativos e positivos<br />Marketing de Destinos<br />Case: Santos e Região Convention & Visitors Bureau<br />Ações institucionais<br />Promoção e Marketing do destino<br />Parcerias fundamentais<br />Captação de eventos<br />Relacionamento com associados e parceiros<br />
  3. 3. Localização<br />
  4. 4. Alguns números da região<br />População: 1.682.435 de habitantes<br />Área territorial: 2.422,78km²<br />Densidade: 694,42 habitantes/km²<br />Grau de urbanização: 99,79% (maior índice do Estado)<br />PIB per capita: R$ 24.988,70<br />Matriz da atividade economia (%):<br />Agropecuária: 0,27; Indústria: 31,48; Serviços: 68,25<br />Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE)<br />
  5. 5. A relação: Gerenciamento Costeiro & Turismo<br /><ul><li>LEI Nº 7.661, DE 16 DE MAIO DE 1988, que institui o Plano Nacional de Gerenciamento Costeiro (PNGC), afirma que Zona Costeira é a “área de interação do ar, do mar e da terra, incluindo ou não os seus recursos naturais renováveis”, e transfere aos estados a tarefa de delimitação das áreas que serão objeto do Gerenciamento Costeiro.
  6. 6. Zona Costeira divide-se em:
  7. 7. Faixa Marítima: que se estende mar afora até a distância de 12 milhas marítimas;
  8. 8. Faixa Terrestre: área do continente formada pelos municípios que sofrem influência direta dos fenômenos ocorrentes na Zona Costeira.</li></ul>www.planalto.gov.br<br />
  9. 9. Gestão de Impactos: o negócio do Gerenciamento Costeiro<br /><ul><li>Contaminação das águas superficiais por esgotos domésticos e industriais;
  10. 10. Invasão e ocupação de áreas de risco e de preservação permanente como mangues, morros e margens de rios;
  11. 11. Condições impróprias de balneabilidade (www.cetesb.sp.gov.br);
  12. 12. Escassez de pescado e/ou pescado impróprio para consumo;
  13. 13. Inadequada disposição final de resíduos sólidos;
  14. 14. Uso irregular de equipamentos na orla marítima;
  15. 15. Especulação imobiliária e degradação da paisagem;
  16. 16. Perda da diversidade cultural e desarticulação das comunidades tradicionais;
  17. 17. Subemprego e desemprego.</li></li></ul><li>Santos e Região Convention & Visitors Bureau<br />Fundado em 08 de abril de 2002<br />Entidade sem fins lucrativos, formada pela união da iniciativa privada, do poder público e de entidades de classe (3º setor)<br />Área de atuação: Região Metropolitana da Baixada Santista<br />Missão<br />Promoção,captação, geração e incremento de eventos que aumentem o fluxo de visitantes na região, especialmente na Baixa Temporada.<br />Costa da Mata Atlântica<br />Abril de 2003: Criação da marca turística da região<br />Produto turístico diferenciado, mais atraente, com apelo nacional e internacional<br />Tendência mundial: consolidação do destino regional e não mais municipal<br />
  18. 18. Promoção e Marketing do Destino<br /> Presença garantida nas principais feiras nacionais e internacionais do trade turístico, com o Estande Metropolitano, divulgando a região e nossos parceiros para mais de 50 mil profissionais de 17 Estados do Brasil e Argentina. Participação em mais de 12 feiras anuais.<br />Parceria com a ECOVIAS, com distribuição de material informativo no pedágio do Sistema Anchieta-Imigrantes, por onde passam mais de 3 milhões de pessoas por temporada.<br />Produção contínua de material (folders, guias, mapas, sacolas, brindes, etc) com informações de toda região. Em média são 45 mil impressos por ano.<br />
  19. 19. Promoção e Marketing do Destino<br /> Realização do 1º Road Show de Desenvolvimento e Capacitação em Eventos, em parceria com a ABEOC, apresentando o destino aos organizadores de eventos, representantes da Embratur, Ministério do Turismo, entidades de classe, e autoridades.<br />Estande no Terminal do Concais, há cinco anos, durante a temporada de cruzeiros, com atendentes bilíngues, divulgando a região e aplicando pesquisas sobre a percepção dos turistas para mais de 600 mil cruzeiristas que passam pelo local.<br /> Publicações e espaços em grandes mídias nacionais, e especializadas, como Veja, Panrotas, Jornal de Turismo, Brasil Travel News, Mercado & Eventos, entre outros<br />
  20. 20. Promoção e Marketing do Destino<br /> Também fomos notícia em jornais e diversas mídias(TV, internet, rádios), de estados como São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Bahia, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, entre outros, divulgando o Circuito Turístico da Costa da Mata Atlântica, e as principais ações do Convention Bureau. <br />Diversos Press Trips, com jornalistas de importantes publicações do País, que renderam grandes matérias, e até cadernos especiais inteiros sobre nosso destino.<br />Retorno de mídia em nível nacional: apenas nos últimos sete meses tivemos um retorno na ordem de R$ 800 mil em mídia espontânea, fruto do trabalho de assessoria de imprensa e ações de divulgação em nível regional e nacional.<br />
  21. 21. Promoção e Marketing do Destino<br />Lançamento portal do Bureau:<br />Até o momento:<br />- 2.500 acessos mensais, em média<br />- Internautas de todo Brasil, além de países como Estados Unidos, Argentina, Portugal, Itália, Espanha, Irlanda, Cuba, China e até da Nigéria, entre outros.<br />CVC lança o Cruzeiro Temático da Costa da Mata Atlântica, homenageando a nossa região.<br />Em janeiro de 2010, a bordo do navio Zenith, o público terá a oportunidade de embarcar num cruzeiro temático da região, com gastronomia típica, artesanato, entre outras atrações. <br />
  22. 22. Promoção e Marketing do Destino<br />Bureau, AGEM e Prefeituras implantaram seis unidades das Centrais de Informações Turísticas Metropolitana (CIT), em Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe. <br />Restam apenas 3 cidades (Guarujá, Bertioga e Cubatão) em fase de conclusão.<br />Criação do Circuito Turístico da Costa da Mata Atlântica, em parceria com o Sebrae-SP, e lançamento do catálogo que apresenta sugestões de roteiros, que variam de 1 a 10 dias, divididos em Histórico e Cultural, Ecológico e Rural e o Científico e Ambiental.<br />
  23. 23.  <br /> <br /> <br />Um case de sucesso!<br />
  24. 24. Muito obrigado!!!<br />Aristides Faria<br />Consultor | Palestrante<br />(13) 3302-3499 | 8136-3397<br />www.rhemhospitalidade.com<br />aristidesfaria@rhemhospitalidade.com<br />

×