Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Culto
 Matutino
        em
Comemoração
 dos


 112                    anos da

Sociedade Metodista
    de Mulheres
  da Ca...
Adoração
Prelúdio
Chamado à Adoração
  Dirigente: “Ele é como árvore plantada junto a corrente de
águas, que, no devido te...
Filho nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos
pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos e a verdade não
est...
Edificação
Litania:
   Dirigente: Era o final do século dezenove, ano de 1896,
dezembro. Aromas natalinos exalavam pela cid...
à Sociedade Metodista de Mulheres e pastoreou a igreja junto
com o pastor, seu esposo – Rev. Cyrus Dawsey, deixando-nos
te...
Trabalho Missionário no Campestre – Filipe Fernandes Ri-
beiro Maia
  Desafios, projetos, perspectivas da SMM – Inayá Toled...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Culto smm web

1,309 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Culto smm web

  1. 1. Culto Matutino em Comemoração dos 112 anos da Sociedade Metodista de Mulheres da Catedral Metodista de Piracicaba DATA: 23 DE NOVEMBRO DE 2008
  2. 2. Adoração Prelúdio Chamado à Adoração Dirigente: “Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto e cuja folhagem não murcha; e tudo o que ele faz será bem sucedido”. (Salmos 1:3) Canto: Coral feminino da SMM – “Paz como um rio” Oração de Adoração Darlene Barbosa Schützer Hino Congregacional: nº. 129 1-Vós criaturas de Deus Pai, Todos erguei a voz cantai, Aleluia! Aleluia! Tu, sol dourado a refulgir, Tu, lua em prata a reluzir, Oh! Louvai-O! Oh! Louvai-O! Aleluia! Aleluia! Aleluia! 2- Oh! Boa terra mãe que dá Infindas bênçãos, canta já, Oh! Louvai-O! Aleluia! Frutos e flores, juntos dai A glória a Deus, Senhor e Pai. Oh! Louvai-O! Oh! Louvai-O! Aleluia! Aleluia! Aleluia! 3- Vós homens sábios e de bem, A todos proclamai também, Oh! Louvai-O! Aleluia! Louvor ao Filho, glória ao Pai, E ao Santo Espírito louvai! Oh! Louvai-O! Oh! Louvai-O! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Confissão Convite à Confissão Dirigente: “Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus, seu
  3. 3. Filho nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. ( I João 1: 7-9) Momentos de oração silenciosa Canto: Coral feminino da SMM. – Pelas dores deste mundo (Rodolfo Gaede Neto) Pelas dores deste mundo, ó Senhor, Imploramos piedade. A um só tempo geme a criação Teus ouvidos se inclinem ao clamor Desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação. A tua paz, bendita e irmanada co’a justiça Abrace o mundo inteiro. Tem compaixão! O teu poder sustente o testemunho Do teu povo, teu reino venha a nós! Kyrie eleison. Louvor Momentos de louvor: Coral feminino da SMM . – Rendei Graças (J.W. Faustini) Rendei graças ao Senhor! A Sua misericórdia dura para sempre. Ofertas e ofertório Dirigente: “ Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pe- quenas moedas; e disse: verdadeiramente,vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos. Porque todos estes deram como oferta daquilo que lhes sobrava; esta, porém, da sua pobreza deu tudo o que possuía, todo o seu sustento.” ( Lucas 21: 2-4) (Congregação leva ao altar suas ofertas e dízimos) Cântico congregacional: “Tudo vem de ti Senhor e do que é teu to damos” Ministério do Acolhimento: Cumprimentos aos aniversariantes e visitantes
  4. 4. Edificação Litania: Dirigente: Era o final do século dezenove, ano de 1896, dezembro. Aromas natalinos exalavam pela cidade, pelas re- sidências e, especialmente, pelas igrejas. O clima era propício para uma programação que, certamente, deveria iniciar no ano seguinte e atravessar os séculos. Mulheres: Rev. Guilherme José da Costa, português de vin- te e nove anos, casado, pastoreava as Igrejas Metodistas de Piracicaba e Capivari, cidade muito próxima de nossa cidade. Todos: Agradecemos, ó Deus, pela vinda, em 1881, dos missionários americanos, pela nomeação de um pastor, nas terras de Piracicaba, que falava a nossa língua. Dirigente: Oito mulheres reunidas em uma sala da Igreja discutiam a formação de uma Sociedade Auxiliadora de Se- nhoras.Dessa memorável reunião, quatro delas assumiram a primeira Sociedade da Igreja Metodista de Piracicaba, assim constituída: Mulheres: Leonora Dixon Amith – Presidente; Bertha Cremn Müller Krahenbuhl – Vice; Mis Mary Ann Moore – Secretá- ria; Laurinda Cândida da Costa – Tesoureira. Todos: Agradecemos ó Deus, pela iniciativa de um grupo de mulheres que criaram em nossa igreja a Sociedade Auxilia- dora de Senhoras. Dirigente: Com uma história de mais de cem anos, traze- mos à memória, os nomes das presidentes, mulheres do sécu- lo vinte, que aceitaram o desafio e com outras companheiras contribuíram com a sua fé e com o seu trabalho para o de- senvolvimento de nossa Sociedade. A vocês, queridas irmãs, nossas homenagens e o sentimento mais profundo de gratidão. A vocês: Mulheres: Eugênia Beccker – Branca Marcondes – Elza Dias de Souza- Júlia Michelucci- Jael Lopes do Amaral- Jo- ana Barbosa Duarte- Maria Amélia Villara- Sarah Toledo Veiga- Ada Sucasas- Yolanda Tognozzi Munhoz- Maria Stella Martins- Maria Eliza de Souza Barros Leitão- Yone Pereira Zitto- Eunice Hahn- Filomena Matos- Jair de Araújo Lopes- Marshlea Dawsey- Inayá Ometo- Vera Alvim- Cloris Alessi- Vera Quintanilha Caontoni e Rinalva Cassiano Silva. Todos: Agradecemos ó Deus, por todas as demais mulheres de nossa igreja, e, em especial, as presidentes da Sociedade pela dedicação e amor demonstrados durante as suas gestões. Dirigente: Dentre essas mulheres, queremos destacar o nome de Marshlea Dawsey, falecida neste mês de novembro, nos Estados Unidos. Dedicou grande parte de sua vida junto
  5. 5. à Sociedade Metodista de Mulheres e pastoreou a igreja junto com o pastor, seu esposo – Rev. Cyrus Dawsey, deixando-nos testemunho e exemplo de fidelidade à igreja e lembranças ines- quecíveis. A ela, nossa gratidão e nosso amor. Todos: Agradecemos ó Deus, pela vida e morte de Marshlea Dawsey e pelo trabalho desempenhado junto a nossa igreja, atuando como presidente, como mãe, irmã e conselheira, todo tempo que esteve entre nós. Mulheres: Todas essas mulheres mencionadas são responsá- veis pela solidez dessa caminhada empreendida desde 1896 e chega aos nossos dias com muito trabalho realizado, fruto de fé e da criatividade. Com elas, foram construídas a AMAS e o Lar Betel; instituída a reunião de oração; participação nos congressos e seminários, no trabalho missionário do Campes- tre; na “Semana pra Jesus”: publicação da “Gaivota”; formação do Coral Feminino, fundado por Marshlea Dawsey e que teve continuidade com Áurea Alves de Moraes e Vera Q. Canto- ni; realização da Festa dos Talentos; comemoração do “Dia do Pastor”, Dia da Voz Missionária e muitas outras atividades. Todos: Agradecemos, ó Deus, pela existência da SMM nes- te século XXI e pelos trabalhos desenvolvidos junto à igreja. Senhor nosso Deus, neste culto oferecemos a Ti as nossas mãos e a nossa vida, da mesma forma que fizeram Leonor, Bertha, Mary Ann e Laurinda, alcançando mulheres da estirpe de Marshlea Dawsey e Vera Baggio Alvim. Por essas mulheres e por todas nós Lhe agradecemos e rogamos a Sua bênção e o seu amor. Amém. Música: (Entrada dos frutos, conduzidos pelas pessoas que darão seus testemunhos) Dirigente: “O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o Senhor é reto”. (Salmos 92: 12, 14 e 15a) AMAS – Priscila Barroso Segabinazzi Congressos e Seminários – Zoé Pedroso Barbosa Coral Feminino Marshlea Dawsey – Vera Quintanilha Cantoni Gaivota - Vera Baggio Dias Alvim Grupo de Oração – Maria José Martins Lar Betel – Joana D’Arc Bicudo da Silva Semana prá Jesus – Hilkias Nicolau Valente
  6. 6. Trabalho Missionário no Campestre – Filipe Fernandes Ri- beiro Maia Desafios, projetos, perspectivas da SMM – Inayá Toledo Veiga Ometto Ação de Graças Hino Congregacional: nº. 125 1- Graças te rendemos, Deus de luz e amor, Pelo dom de Cristo Nosso Salvador; Pelo que nos deste Com bondosa mão; Pelos bens da vida: Veste, abrigo e pão; 2- Pelos bons amigos Que, Senhor, te apraz Congregar conosco, Nesta doce paz. Dá-nos sempre e encanto De contigo estar, Dá-nos sempre o gozo De teu nome honrar! Oração e Bênção: Pastor Paulo Dias Nogueira Amém tríplice Poslúdio: Coral feminino da SMM:“Irmãos da Lua” Comissão responsável pela elaboração do programa: Joana D’Arc Bicudo da Silva, Zoé Pedroso Barbosa, Susana F. Ribeiro Maia, Vera Q. Cantoni, Sheila Matos Hussar. Litania: Clóris Alessi Organista: Vera Quintanilha Cantoni Maestrina: Sheila Matos Hussar Dirigente: Luciana Alvim Gava Ornamentação: Adriano Inácio Ferreira

×