Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Pianista: Eliana Asano

             CORAL MUNICIPAL DE RIO CLARO, “O MENSAGEIRO”
                                        ...
ACOLHIDA E ADORAÇÃO                                                                          E o Anjo lhes falou: não tema...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2007.12.02 programa especial culto vespertino

1,172 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

2007.12.02 programa especial culto vespertino

  1. 1. Pianista: Eliana Asano CORAL MUNICIPAL DE RIO CLARO, “O MENSAGEIRO” Catedral Metodista Regente: Daniel Pedroso Sopranos: Carol Manzolli Palma, Fabiola Rodrigues Passos, Helenir Q. Ribeiro, Janaina Salvini, Lucia Seussel, Maria Luiza F. Polastri. de Piracicaba Contraltos: Celia Oehlmeyer, Julia Ferro, Luciana Ferro, Renata Giaretta. Tenores: Carlos José Gibelli e Tiago Fegadolli. Baixos: Diego R. Alves. O ORATÓRIO “O MESSIAS” DE HAENDEL Dos milhares de oratórios compostos desde a época do Renascimento (século XVI) até agora, um dos maiores é “O Messias” de Haendel, não só pelas gigantes- cas dimensões do texto como – e principalmente – pela luminosa magnifi cência e poder expressivo da música. A ORIGEM DO GÊNERO “ORATÓRIO” – Desde a Idade Média, a Igreja promovia pequenas representações, em templos e praças públicas, sobre trechos das Escrituras Sagradas e da vida dos santos, para edifi cação dos fi éis. Naturalmente a música fazia parte dessas representações tão ao gosta popular, numa época em que eram mínimas as diversões públicas e os meios de divulgação de idéias. Nos meados do século XVII, o eclesiástico Felipe Néri, que fundara na Itália uma ordem religiosa chamada Congregação do Oratório, desenvolveu tais repre- sentações piedosas, dando grande ênfase oas cânticos especialmente compostos para tais ocasiões. Essas peças religiosas, descritivas ou dramáticas, passaram grad- ualmente a ser chamadas de “oratórios”, justamente por serem apresentadas nas festas da Congregação do Oratório. Em música, pois, o termo oratório significa cantata religiosa, as vezes de maiores dimensões que esta. As DIFERENTES VOZES NO “MESSIAS” – Na época de seu aparecimento, os oratórios eram todos “polifônicos”, isto é, apresentados por diversos grupos de cantores que faziam, em cada grupo, a primeira, a segunda, a terceira voz etc. Mas quando surgiu a ópera, em inícios do século XVII, o oratório também adotou o estilo chamado “homofônico” no qual existe uma voz principal, solista, com acom- panhamento de vozes instrumentais. Ao ouvir “O Messias”, note como os recitativos e as árias são expostos por solistas acompanhados de instrumentos, em estilo homofônico, com os vários grupos de vozes diferentes cantando ao mesmo tempo. Também a partir da época barroca, a ópera tornou-se o veículo de obras musicais com representação teatral, com cenário, roupagem e movimentação especial de cada personagem, ao passo que o oratório eliminou todo o aspecto cênico, mesmo quando possuía caráter Oratório dramático, como o célebre “Jefté” de Carissimi. “O MESSIAS”, OBRA DE LOUVOR – O oratório Messias, do alemão natu- ralizado inglês Georg Friedrich Haendel, é basicamente um oratório de louvor, expresso em tons vívidos e com intenso relevo de colorido. Possui trechos con- tritos e trechos súplices, em contraste com partes de refulgente majestade, como o “Aleluia”. Na primeira apresentação deste oratório em Londres, o Aleluia causou tal im- pacto nos ouvintes, que o rei Jorge II levantou-se, num impulso espontâneo, ouvindo-o todo de pé, sendo naturalmente acompanhado por todos os súditos presentes. Daí se originou o costume, ainda hoje mantido naquele país e em O Messias certas congregações evangélicas do mundo todo, de os ouvintes levantarem para a audição desse trecho fulgurante. (G. F. Haendel) Sobre a composição de “O Messias” cita-se um detalhe espantoso: em pouco mais de vinte dias, de 22 de agosto a 14 de setembro de 1741, Haendel compôs essa magnífi ca obra, nela deixando toda a marca de seu gênio e a força de sua fé. Afrânio do Amaral Garboggini Culto Vespertino POR QUE CANTAMOS EM PORTUGUÊS? 02 de dezembro de 2007 Apresentando “ O Messias” não estamos pensando num público super-seleto, formado por pessoas que possuem inúmeras gravações da obra com diferentes re- gentes, coros, volitas ou que estiveram em Londres ou em N. York e assistiram “ao vivo” a interpretação desse monumental oratório. E que além do mais dominam perfeitamente a língua inglesa. Participação especial do Coro Sinfônico Naturalmente, fazer uma boa tradução é difícil e negar que a obra em inglês, da Escola de Música de Piracicaba língua original em que a obra foi composta, os efeitos são ainda maiores, seria ingenuidade. Ernst Mahle (EMPEM) e do Coral Municipal A experiência, entretanto, vem demonstrando que o fato do CORO, formado de Rio Claro, O Mensageiro. por brasileiros, cantar em português, oferece ao público, que afinal também é constituído por brasileiros, comunicação emotiva e atrativos especiais. Cidinha Mahle
  2. 2. ACOLHIDA E ADORAÇÃO E o Anjo lhes falou: não temais, porque eis que anuncio novas de alegria que serão para todo povo, pois na cidade de Davi hoje vos é nascido o • Prelúdio Salvador, que é Cristo, o Senhor! • Palavra de Acolhida e Oração: Rev. Paulo Dias Nogueira E súbito surgiu com o Anjo grande multidão das hostes celestiais, lou- vando a Deus, dizendo: RECITATIVO  Tenor (Isaias 40:1-3) CORO - (Lucas 2:14) Consolai meu povo, diz Jeová, vosso Deus; proclamai a Jerusalém que Glória a Deus nas alturas e entre os homens paz e muito amor. suas lidas estão terminadas e que sua falta esta perdoada. A voz do que proclama no deserto: preparai o caminho do Senhor; aplai- EDIFICAÇÃO nai as veredas, no ermo, a nossa Deus. • Leitura bíblica: Isaías 55:1-13 ÁRIA  Tenor (Isaias 40:4) Todo vale será elevado, colina e monte serão abaixados e o escarpado • Sermão: Rev. Paulo Dias Nogueira ficará bem plano. CORO DEDICAÇÃO E a glória de Deus o Senhor será revelada e hão de vê-la os povos da ÁRIA – Soprando (Zacarias 9:9,10) terra, pois a voz do Senhor assim falou. Cantai ó filha de Sião! Regozijai-vos! Cantai ó filha de Jerusalém! Virá RECITATIVO  Baixo (Ageu 2:6,7 – Malaquias 3:1) a vós o vosso Rei. É Ele o verdadeiro Salvador e Ele anunciará às nações Deus o Senhor assim falou: “ainda em pouco tempo farei tremer o chão a paz. e o mar, os povos, o céu e a terra e chegará o Salvador das nações. Aquele RECITATIVO – Contralto (Isaias 35:5,6) a quem procurais a seu templo virá de repente; e o anjo da aliança, que Então verão os olhos dos cegos, se abrirão os ouvidos dos surdos e desejais, breve virá”. saltarão os coxos como cervos; cantará a língua dos mudos. ÁRIA  Contralto (Malaquias 3:2) ÁRIA – Contralto ( Lucas 40:11); Soprando ( Mateus 11:28,29) Quem subsistirá quando Ele vier? Quem resistirá no dia de Sua vinda? E ele apascentará seu rebanho, os cordeirinhos recolherá em seus braços Pois Ele será como o fogo do ourives. e os levará no seu regaço; as que amamentam guiará com mansidão. CORO  (Malaquias 3:8) Ó vinde a Jesus , ó vós cansados o oprimidos e Ele vos aliviará. D’Ele E purificará os filhos de Levi que assim farão ofertas a Deus; ofertas em aprendei e Seu jugo tomai, pois manso e humilde é de coração e as vossas justiça ao Senhor farão. almas repouso dará. CONFISSÃO CORO – (Mateus 11:30) Seu jugo é suave e seu fardo é leve. • Chamado à Confissão: Rev. Paulo Dias Nogueira • Oração silenciosa • Oração Final • Declaração do perdão de Deus • Bênção RECITATIVO  Contralto ( Isaias 7:14; Mat 1:23) • Saudação do Ministério do Acolhimento Ouvi: uma Virgem conceberá e dará à luz um filho que se chamará CORO – (Hebreus 1:6) Emanuel: “Deus conosco”. Os anjos todos de Deus lovem-No. ÁRIA  Contralto (Isaias 40:9) CORO – (Apoc. 19:6; 11:15; 19:16) Ó vós que tão boas novas trazeis, alcançai a alta montanha e erguei vossa Aleluia, pois o Senhor onipotente reina. O reino deste mundo já passou a voz com muito ardor! Dizei às cidades de Judá: chegou o Rei, vosso ser do Nosso Senhor e de seu Filho e Ele reinará para sempre. Rei dos Reis e Deus. Levantai! De pé, pois chegou vossa luz. E a Glória do Senhor se Grande Senhor e Ele reinará para sempre e sempre. eleva sobre vós. CORO  (Isaias 60:2,3) • Postlúdio Vêde, então: trevas envolvem a terra, trevas cobrem os povos, mas sobre ti surgirá o Senhor. Sua glória se verá sobre ti! As nações virão para a luz CATEDRAL METODISTA DE PIRACICABA e os reis para o brilho de Tua aurora. ÁRIA  Baixo (Isaias 9:2) Celebrante: Rev. Paulo Dias Nogueira O povo que anda em trevas viu grande luz. E sobre os que habitam na sombra da morte resplandeceu a luz. CORO SINFÔNICO DA EMPEM CORO  (Isaias 9:6) Maestro: José Roberto Gallo Pois um Menino nos nasceu e a nós foi dado um Filho. E o poder repou- Sopranos: Ana Foizer, Ana Lucia Passuelo, Bruna Borghesi, Carina Petrini, Cíntia sa sobre os seus ombros e será o seu nome: Deus de Amor; Conselheiro Pinotti, Daniele Defavare, Débora Letícia, Érica Gualazi, Ester Holcman, Maria Maravilhoso; o Pai da Eternidade; o Príncipe da Paz. Apparecida Mahle, Mônica Moraes, Nara Sebastião, Tânia Perticarrari, Vera M. Vieira, Raquel Oliveira. LOUVOR Contraltos: Adelina Pinotti, Ângela Tupy, Elisa Ayres, Eneida Lobo, Graziele Tinos, • Convite ao Louvor Juliana Narciso, Lílian Mitidieri Degaspari, Luciana Pimpinato, Maria Odete Ri- beiro, Sônia Dechen, Tânia Bragion. • Lançamento da Campanha: Tenores: Alex Cazzonato, Anderson Oliveira, Antonio Pessotti, Cláudio Costa, “Restaurar para Continuar a Missão” Cláudio L. Vieira, Daniel Pedroso, Eduardo A. Franco, Eduardo Salim, Everson • Reflexão Bíblica: Ageu 1:1-11 Paduan, José Luiz de Maio, José Roberto Gallo. •Ofertório Baixos: Danilo Schmidt, Danilo Sarti, Edison Cerignoni, Eliseu Pozzani, Jonathas B. Ramos, José Vicente Fessel, Lucas Metler, Manoel Elias, Marcos, William de Bar- SINFONIA PASTORAL ros, Wulf Schimidt. RECITATIVO  SOPRANDO LUCAS 2:8,9,10,11,13 Acompanhamentos: Eliana Asano E pastores estavam no campo e aguardavam seu rebanho à noite. Maestros ensaiadores: Maria A. Mahle e José Roberto Gallo. E eis: o Anjo do Senhor veio a eles e a glória do Senhor iluminou-os.

×