Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Para uma cultura da colaboração em rede

1,610 views

Published on

Apresentação dada no IV Encontro de Blogues Portugueses organizada pela UCP.
14/11/2008

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Para uma cultura da colaboração em rede

  1. 1. Cultura de colaboração em rede Mário Pires Retorta.Net
  2. 2. Existe uma cultura muito arreigada de partilha na Internet
  3. 3. <ul><li>A partilha de links </li></ul>
  4. 4. <ul><li>A partilha de fotos </li></ul>
  5. 6. <ul><li>A partilha de vídeos </li></ul>Pieter Ouwerkerk
  6. 7. Mas o que ocupa horas e horas e incontável largura de banda é outro tipo de partilha
  7. 8. <ul><li>É a partilha de ficheiros </li></ul>3rd Wheel_dot_org
  8. 9. Uma outra cultura que muito presente na internet é o: “ Corta & Cola”
  9. 11. Todas estas actividades mostram o gosto das pessoas na utilização da internet. Para consultar Para criar
  10. 12. Existem muitos serviços e sites que nos permitem utilizar e criar conteúdo na Internet
  11. 13. A Web parece ser o paraíso do utilizador E até mesmo dos criadores Individuais
  12. 14. A criação colaborativa parece estar ausente No Entanto….
  13. 15. Será que falta tecnologia ?
  14. 16. Não costuma ser a principal culpada
  15. 17. É Assim Tão Difícil ?
  16. 18. Para acontecer, a criação colaborativa precisa de: Tempo Conhecimentos Vontade
  17. 19. E há sempre a questão do.… Retorno do investimento feito
  18. 20. Há exemplos em PT ? Magazine que teve um número e desapareceu num desastre de servidor
  19. 21. Retorta.Net - Crónicas da terra Desde 2004 a colaborar
  20. 22. http://aculturarte.webnode.com/
  21. 23. http://rascunho.net
  22. 24. http://irmandadedoeter.blogspot.com/
  23. 25. Desejam devolver à arte radiofónica (?) a sua pureza e honestidade anteriores. Independentemente do tema tratado, torna-se essencial que a obra transmita uma ideia autêntica, fruto da individualidade do autor. Este não tem de se submeter a regras rígidas e castradoras de construção, deve antes ser livre na sua criação artística. O autor aspira à beleza poética, à representação além da realidade audível: trabalha-se com a matéria da alma e a espiritualidade. Esta representação do &quot;sonho&quot; vai-se traduzir formalmente na busca da harmonia e equilíbrio entre os elementos. (adaptado das ideias da Irmandade Pré-Rafaelita – pintores do século XIX) Manifesto editorial – Irmandade do Éter
  24. 26. Estarão os blogues culturais condenados A ser esforços puramente amadores sempre em risco de acabar mesmo quando são meritórios ?
  25. 27. Alguma futurologia é possível neste assunto
  26. 28. Enquanto houver “ carolas ” haverá “ revistas culturais ”
  27. 29. Mas já era tempo de se encontrar um outro modelo de funcionamento!
  28. 30. Um Modelo em que colaborem Fotógrafos Videógrafos Designers Desenvolvedores Escritores (aceitam-se sugestões…..)
  29. 31. E qual o modelo financeiro que sustentaria todas esta actividade ? Espero bem descobrir depressa!
  30. 32. Mário Pires Obrigado pela vossa atenção http://retorta.net

×