Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Projeto central de tratamento de residuos residuo zero

8,367 views

Published on

It's a presentation about a RECYCLING CENTER to be based at Guapó-GO BRAZIL.

Published in: Technology

Projeto central de tratamento de residuos residuo zero

  1. 1. PROJETO ATERRO SANITÁRIO E INDUSTRIAL CTR – Central de Tratamento de Resíduos Resíduo Zero Ambiental GUAPÓ – GOIÁS BRASIL
  2. 2. QUEM SOMOS A Resíduo Zero Ambiental desenvolveu um projeto que traz ao Município de Guapó desenvolvimento sustentável aliado a tecnologia. A Resíduo Zero e Ecoblending fazem parte do mesmo grupo empresarial que oferece soluções ambientais na destinação de resíduos industriais de forma ambientalmente correta. Objetivo do Projeto: Implementar uma CTR – Central de Tratamento de Resíduos Tecnologia de tratamento de resíduos Aterro Sanitário e Industrial Aproveitamento Energético Gestão Reciclagem eficiente e responsável Incinerador
  3. 3. CENTRAL DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS RESÍDUOS (Galpões de recepção e triagem de resíduos domiciliares, Galpões de armazenamento de pneus e recicláveis) Aterro Classe I Reciclagem Incineração Aterro Classe II Área de Galpão de Processamento Solidificação de de resíduos da Lodo construção civil
  4. 4. DIVULGAÇÃO DO EMPREENDIMENTO EM GUAPÓ-GO E ARAGOIANIA-GO Dia 24 a 28 de maio de 2010. Escola Municipal Padre Conrado Guapó Praça Central de Aragoiânia Escola Municipal Dona Sanita Guapó
  5. 5. DIVULGAÇÃO DO EMPREENDIMENTO EM GUAPÓ-GO E ARAGOIANIA-GO 6.000 folders entregues em Guapó & Aragoiânia. Equipe de educadores ambientais da Empresa Cia da Criação Publicidade & Marketing Rio Verde-GO Centro Educacional Lucas Queiróz Entrevista a Radio Ribeirão
  6. 6. BENEFÍCIOS PARA GUAPÓ • AQUECIMENTO ECONÔMICO DA CIDADE Comercio; Alimentação; Hotelaria; Mecânicas; Transportadora; Construção Civil; Mercado Imobiliário. • GERAÇÃO DE EMPREGOS – Melhoria contínua nas condições de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, incluindo todos os benefícios trabalhistas. Contratação de 30 colaboradores diretos + 60 indiretos (Fase de Implantação) Contratação de 150 colaboradores diretos + 300 indiretos (Fase de Operação) Será priorizado a mão de obra local • EMPREENDIMENTO DE INFRA-ESTRUTURA – Viabiliza novos empreendimentos na cidade.
  7. 7. BENEFÍCIOS PARA GUAPÓ • ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS: Com a instalação do projeto da Resíduo Zero, o município de Guapó será beneficiado com a arrecadação de impostos, como por exemplo o ISS (Imposto Municipal Sobre Serviço).
  8. 8. AÇÕES PRATICADAS PELA RESIDUO ZERO • AÇÕES PRATICADAS: Durante o desenvolvimento do projeto EIA, a empresa se antecipou em algumas ações ambientais: - Foram plantadas 4.000 mudas de árvores nativas na área de preservação; - O grupo previsiona plantar mais 10.000 mudas de árvores nativas, com o intuito de enriquecer a área de preservação.
  9. 9. AÇÕES PRATICADAS PELA RESIDUO ZERO • Imagens da área.
  10. 10. PROGRAMAS A SEREM DESENVOLVIDOS • EDUCAÇÃO AMBIENTAL: Como parte integrante de sua política, a empresa busca o estabelecimento de relações de aprendizagem com crianças e adolescentes (ensino fundamental e médio). - Aperfeiçoamento de Técnicas de Coleta Seletiva com oficinas pedagógicas; - Apoio a sociedade acadêmica; - Criação de oficinas e cursos técnicos profissionalizantes (parceria com instituições de ensino).
  11. 11. PROGRAMAS A SEREM DESENVOLVIDOS • Programas de Revitalização de Nascentes na Área do Empreendimento - Recuperação e preservação de matas ciliares, previsionando uma área para a visitação do publico com o intuito de conhecer as nascentes e a reserva ecológica da fazenda Serrinha, dispondo de trilhas ecológicas, monitoramento e educação ambiental
  12. 12. PROGRAMAS A SEREM DESENVOLVIDOS • Programas de Capacitação da Mão de Obra local – Absorver a mão de obra local, treinando e capacitando os futuros contratados da RESIDUO ZERO AMBIENTAL; • Programas em Parcerias com a Prefeitura – Desenvolver trabalhos com os profissionais da área de reciclagem; • Programas de Saúde e Segurança para os funcionários – Benefícios trabalhistas, plano de saúde, plano odontologico.
  13. 13. PROJETO DE ENGENHARIA Eng. Renan Lindner
  14. 14. PREMISSAS FUNDAMENTAIS DO PROJETO • Evolução do tema dos resíduos sólidos • Lançamento conjunto de resíduos urbanos e industriais em lixões; • Evolução da legislação ambiental, com definição das diretrizes para processos de tratamento e destinação final; • Início da operação dos aterros para resíduos industriais; • Ações do MP sobre lixões de resíduos urbanos; • Início da operação dos aterros para resíduos urbanos; • Busca da valorização dos resíduos – integração dos resíduos na atividade econômica; • Aprovação da política nacional de resíduos sólidos.
  15. 15. ASPECTOS ORIENTADORES DO PROJETO • Características gerais do projeto; • Ampliação de opções para tratamento e destinação final de resíduos; • Ênfase na valorização de resíduos, com a permanência dos materiais nos ciclos de atividades econômicas; • Proposta de processos diversos para a valorização de resíduos; • Projeto com instalações flexíveis, capazes de permitir a implantação de diversos tipos de tratamento de resíduos.
  16. 16. ASPECTOS ORIENTADORES DO PROJETO (CARACTERISTICAS ESPECIFICAS) • Orientação do projeto para a minimização de impactos sobre o terreno, com redução de emissões durante a execução e instalação prévia de barreiras de proteção das APPs; • Aproximação de atividades que requerem operação, gerenciamento e energia intensivas, com localização na região de entrada do plano. Com a aproximação, buscam-se efeitos de sinergia entre as atividades, com otimização dos custos de operação; • Instalação de técnicas de tratamento que contemplam principais demandas de resíduos industriais, domiciliares e urbanos (RSS, RCC, recicláveis, etc).
  17. 17. ÊNFASE NOS SISTEMAS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL • Projeto das células orientado para a redução da geração de percolados; • Declividades adequadas na construção das células; • Sistemas compostos de impermeabilização e drenagem; • Poços de monitoramento; • Sistemas de tratamento de percolados, com destinação final dequada (sem lançamentos nos receptores próximos); • Implantação de sistemas de contengência e gerenciamento de riscos; • Projeto de encerramento das áreas de aterro.
  18. 18. MODELO ESQUEMATICO DE UM ATERRO SANITÁRIO / INDUSTRIAL
  19. 19. IMPLANTAÇÃO DE MANTA IMPERMEABILIZANTE
  20. 20. IMPLANTAÇÃO DE MANTA IMPERMEABILIZANTE
  21. 21. ASPECTOS QUANTITATIVOS • Residuo Classe 1 --------------------------------------------- 50 ton/dia • Residuo Classe 2 --------------------------------------------- 100 ton/dia • Residuo de Serviço de Saúde ---------------------------- 2 ton/dia • Residuo de Construção Civil ------------------------------ 50 ton/d • Residuo de Serviço Urbano • Recicláveis
  22. 22. “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.” Antoine Lavoisier Muito obrigado.

×