Histórico e exame físico respiratório

60,431 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
70 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
60,431
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10,610
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
70
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Histórico e exame físico respiratório

  1. 1. Histórico e Exame físicoRespiratório: Avaliação doEnfermeiroEnfermeira residente: Tallita VeríssimoMarço - 2013PRONTO SOCORRO CARDIOLÓGICO DE PERNAMBUCOPROFº LUIZ TAVARESPROGRAMA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIAMODALIDADE RESIDÊNCIA
  2. 2. Objetivo• Compreender a sequência investigativa que compõe ohistórico de enfermagem no sistema respiratório.• Identificar os sinais e sintomas mais frequentes empacientes com distúrbios respiratórios.• Conhecer os métodos propedêuticos para elaboração doexame físico do sistema respiratório.• Diferenciar as características dos sons respiratóriosnormais e adventícios.
  3. 3. Histórico do paciente• Avaliação da história familiar• Tabagismo• Alergias• Dispnéia• Fraqueza
  4. 4. Histórico do paciente• Ocupação• Procedência• Condições de habitação• Fadiga• Febre
  5. 5. Histórico do paciente• Tosse persistente• Expectoração▫ Rósea edema agudo de pulmão▫ Mucóide resfriados, bronquite e infecções virais▫ Amarelado ou esverdeado infecções bacterianas▫ Cor de ferrugem tuberculose e pneumonia pneumocócica• Hemoptise• Dor torácica
  6. 6. MétodospropedêuticosInspeçãoPercussãoAuscultaPalpação
  7. 7. Exame físico• Inspeção estática▫ Condições da pele Coloração Integridade Cicatrizes▫ Abaulamento▫ RetraçõesBaqueteamento digitalCirculação colateralCianose
  8. 8. Exame físico• Inspeção estática▫ Assimetria▫ Configuração do tórax:Tórax embarrilCifoescolioseNormalTórax depomboTórax emfunil
  9. 9. Exame físico• Inspeção dinâmica▫ Frequência respiratória: Fr = 12 a 20 rpm▫ Amplitude▫ Ritmo: relação entre inspiração e expiração▫ Uso de musculatura acessória▫ Retrações ou tiragem intercostalSuperficialProfunda
  10. 10. Exame físicoPadrões respiratórios DefiniçãoEupnéia Padrão normal da respiração Fr= 12 a20 rpm.Taquipnéia Respiração rápida e superficial > 24rpm.Bradpnéia Respiração com profundidade normale ritmo regular < 10 rpm.Hiperventilação Frequência e profundidade darespiração aumentadas.Hipoventilação Respiração superficial e irregular.Apnéia Período de cessação da respiração.
  11. 11. Exame físico• Padrões respiratórios:▫ Respiração de Kussmaul – rápida e profunda,sem pausas.
  12. 12. Exame físico• Padrões respiratórios:▫ Respiração de Cheyne- Stokes – frequência eprofundidade da respiração aumentam e depoisdiminuem até períodos de apnéia.Apnéia
  13. 13. Exame físico• Padrões respiratórios:▫ Respiração de Biot – período de respiraçãoirregular seguidos por períodos variado de apnéia.
  14. 14. Exame físico• Palpação torácica▫ Linfonodos▫ TraquéiaCervicaisSupra clavicularesAxilares
  15. 15. Exame físico• Palpação torácica• Hipersensibilidade• Massas• Lesões
  16. 16. Exame físicoExcursão respiratória• Palpação torácicaExcursão respiratória posterior.Excursão respiratória anterior.
  17. 17. Exame físicoFrêmito tátil ou vocal•Palpação torácica
  18. 18. Exame físico•Percussão torácicaPercussão do tórax posterior.5 a 6 cm
  19. 19. Exame físicoSons da percussão ExemplosRessonância ou claro pulmonar NormalSubmacicez Derrame pleuralMacicez Pneumonia lobarHiper-ressonância Enfisema, pneumotóraxTimpanismo Grande pneumotórax• Percussão torácica
  20. 20. Exame físicoExcursão diafragmática• Percussão torácicaAvaliação da expansibilidade torácica.Mudançade som doclaropulmonarp maciço.
  21. 21. Exame físico• Ausculta torácica▫ Murmúrios vesiculares
  22. 22. Exame físicoTipo Localização TomVesicular Todo o campo pulmonar,exceto esterno e entre asescápulas.BaixoBrônquico Traquéia e laringe. AltoBronquiovesicular No 1º e 2º espaçosintercostais,anteriormente e entre asescápulas.Médio•AuscultaMurmúrios vesiculares
  23. 23. Exame físico• Ausculta torácica▫ Ruídos adventíciosTipo Localização ProblemasassociadosCaracterísticasAtrito pleural Superfícieis pleurais Pleurite Som de rangido, creptanteouvido geralmente entre ainspiração e expiração.Crepitações(Estertores)Vias aéreas periféricas ealvéolosAtelectasiaInflamaçãoExcesso de líquido oumucoSons discretos edescontínuos queresultam a reaberturatardia das vias aéreas.Roncos Vias aéreas calibrosas InflamaçãoExcesso de líquido oumucoSons grosseiros e graves.Som contínuo.Sibilos Vias aéreas greandes oupequenasBroncoconstrição porbroncoespasmoSom musical contínuo.Geralmente, expiratório.
  24. 24. Exame físico• Ausculta torácica▫ Sons vocais É a ausculta dos sons produzidos no momento dedeterminadas palavras.
  25. 25. Sons vocaisBroncofoniaSom mais alto que onormal quando auscultadaa parede torácica,detectável durante apronúncia do “33”.Tecido pulmonarcondensadoEgofoniaÉ uma modificação naqualidade do som da letra“i” para “ê” com umaqualidade anasalada.Tecido pulmonarcondensadoPectorilóquia afônicaou fônicaSom susurrado mais alto eclaro que o normal, audíveisna pronúncia do 1,2 e 3.Consolidação resultante detumores, pneumonia oufibrose pulmonar.
  26. 26. Referências• BRUNNER, Lillian Sholtis; SUDDARTH, Doris Smith.; BARE,Brenda G. Tratado de enfermagem medico-cirurgica. 10. ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.• PALOMO, Jurema da Silva Herbas. Enfermagem emcardiologia: cuidados avancados. Barueri, SP: Manole, 2007.
  27. 27. Obrigada pela atenção!

×