Successfully reported this slideshow.

O papel do comunicólogo na mídia social

2

Share

Upcoming SlideShare
Mídias e Redes Sociais
Mídias e Redes Sociais
Loading in …3
×
1 of 48
1 of 48

O papel do comunicólogo na mídia social

2

Share

Download to read offline

Como os comunicólogos podem agir nesta era 2.0?
Quem são os Prosumers? Como lidar com eles?

Esta apresentação pretende debater essas e outras questões sobre os novos paradigmas da comunicação.

Slides apresentados na semana da comunicação da Faculdade Isabela Hendrix, em Belo Horizonte.

Como os comunicólogos podem agir nesta era 2.0?
Quem são os Prosumers? Como lidar com eles?

Esta apresentação pretende debater essas e outras questões sobre os novos paradigmas da comunicação.

Slides apresentados na semana da comunicação da Faculdade Isabela Hendrix, em Belo Horizonte.

More Related Content

Related Audiobooks

Free with a 14 day trial from Scribd

See all

O papel do comunicólogo na mídia social

  1. 1. O Papel do comunicólogo na mídia social Renata Renault
  2. 2. Quem sou eu? • Formada em jornalismo pelo Uni-BH • Pós-graduada em Gestão Estratégica da Comunicação pelo IEC - PUC Minas • Analista de Mídia Social  UPPNA  MallGuide.me • Colaboradora de blogs sobre social media e comunicação  Publicitários Social Clube  Ceschini Consultoria
  3. 3. Um pouco mais de mim • “Viciada” em internet desde a época do disquete e da conexão discada free depois da meia noite • Jornalista por convicção, ideologia e paixão • Primeiro trabalho como assessora de imprensa foi em 2003 • Curiosa por novidades tecnológicas • Inicialmente, user do Twitter como diversão • Trabalho aliado à diversão na Glória Comunicação e na Aorta
  4. 4. Mídia social X rede social X mídias sociais
  5. 5. Emissor Mensagem Receptor
  6. 6. PROSUMER Emissor Mensagem Receptor
  7. 7. Vídeo: Revolução da Mídia http://youtu.be/XxSGYl9iKLo
  8. 8. Características dos Prosumers • Participam do processo de produção do conteúdo • Compartilham informações • Conversam, analisam, reclamam, discutem e investigam • Ditam tendências de consumo • Têm voz e poder com a mídia digital – Web 2.0
  9. 9. Da opinião para a informação • Os prosumers não compartilham somente opiniões, eles são agentes ativos da informação também.
  10. 10. Da opinião para a informação
  11. 11. Da opinião para a informação
  12. 12. Da opinião para a informação
  13. 13. Da opinião para a informação
  14. 14. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Divertido
  15. 15. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Divertido
  16. 16. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Sério e mecânico
  17. 17. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Sério e mecânico
  18. 18. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Interativo e humanizado, mas com excessos
  19. 19. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Interativo e humanizado, mas com excessos
  20. 20. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Mix profissional e pessoal com interação
  21. 21. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Mix profissional e pessoal com interação
  22. 22. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Mix profissional e pessoal com interação
  23. 23. Qual é o papel do jornalista na mídia social? Mix profissional e pessoal com interação
  24. 24. Manuais de conduta na mídia social O veículo criou um manual de boas práticas com ferramentas sociais participativas exigindo que qualquer profissional da área de comunicação parasse de produzir ou informar seus seguidores ou amigos em Facebook e Twitter com notícias de bastidores dos eventos nos quais cobrem com uma certa periodicidade.
  25. 25. Manuais de conduta na mídia social “Os profissionais que mantêm blogs ou são participantes de redes sociais e/ou do Twitter devem lembrar que: a) representam a Folha nessas plataformas, portanto devem sempre seguir os princípios do projeto editorial, evitando assumir campanhas e posicionamentos partidários; b) não devem colocar na rede os conteúdos de colunas e reportagens exclusivas. Esses são reservados apenas para os leitores da Folha e assinantes do UOL. Eventualmente blogs podem fazer rápida menção para texto publicado no jornal, com remissão para a versão eletrônica da Folha”.
  26. 26. Manuais de conduta na mídia social “Com o objetivo de proteger seus conteúdos – fruto do esforço individual de centenas de colaboradores – da exploração indevida por terceiros, assim como preservar seus Princípios e Valores e a independência da sua linha editorial, a expansão de novas plataformas “virtuais” nos leva a reforçar normas que já devem prevalecer quanto aos demais veículos de comunicação tradicionais. Neste sentido, a política para o uso das chamadas mídia sociais (blog, twitter, facebook etc.) pelos contratados da Rede Globo segue, rigorosamente, a mesma regra geral determinada para as demais formas de manifestação pública: - A divulgação e ou comentários sobre temas/informações direta ou indiretamente relacionados às atividades ligadas à Rede Globo; ao mercado de mídia e ao nosso ambiente regulatório, ou qualquer outra informação/conteúdo obtidos em razão do relacionamento com a Rede Globo são vedados, independentemente da plataforma adotada, salvo expressamente autorizada pela empresa. - A hospedagem em Portais ou outros sites, bem como a associação do nome, imagem ou voz dos contratados da Rede Globo a quaisquer veículos de comunicação que explorem as mídias sociais, ainda que o conteúdo disponibilizado seja pessoal, só poderá acontecer com prévia autorização formal da empresa.
  27. 27. Manuais de conduta na mídia social - O uso de ferramentas associadas a um produto da empresa dependerá de avaliação e aprovação da direção de cada área, cabendo a esta definir sua linha editorial – de acordo com as diferentes características da área de trabalho -, zelando pelo cumprimento dos nossos Princípios e Valores, da nossa política comercial e pelas questões legais que podem envolver a atuação em veículos de relacionamento pessoal. - As Promoções relativas à grade da emissora são de responsabilidade exclusiva dos canais oficiais dos programas e das áreas com essa função. - A presença individual e particular dos nossos contratados deve se restringir, se desejada, exatamente a este universo, estando totalmente desvinculada da atuação na Rede Globo, nem tampouco associados a outros veículos de comunicação. Se essa separação clara não puder ser estabelecida, o uso dessas mídias fica inviabilizado. Esclarecemos, por fim, que, salvo na hipótese de acordo formal ou de citação de fonte jornalística, nossos programas, telejornais e peças de promoção ou divulgação jamais remeterão nossos telespectadores para plataformas de terceiros.”
  28. 28. Manuais de conduta na mídia social Criou um manual de conduta somente este ano, com normas muito parecidas às da Folha, que é do mesmo grupo. A empresa orienta que “jornalistas do site devem evitar manifestações partidárias e políticas, tampouco antecipar reportagens que ainda não foram publicadas, bem como divulgar bastidores da redação. Está terminantemente proibido emitir juízos que prejudiquem a independência ou imagem do veículo”.
  29. 29. Blogs: grandes veículos estão de olho! AOL comprou os blogs TechCrunch e The Huffington Post
  30. 30. Blogs: grandes veículos estão de olho! AOL comprou os blogs TechCrunch e The Huffington Post
  31. 31. Blogs: grandes veículos estão de olho! R7, portal de notícias da Record, comprou o Te dou um dado
  32. 32. Blogs: grandes veículos estão de olho! R7, portal de notícias da Record, comprou o Te dou um dado e depois criou o Ex-tricô (antigo “Tricô dos brother”)
  33. 33. E eu, posso ganhar dinheiro com um blog? O blog Café com notícias é um bom exemplo de sucesso com jornalismo sério e de qualidade feito por nós, pobres mortais. • Feito por um jornalista também formado no Uni-BH. • 4 mil acessos por dia. • Teve pico de 9 mil visualizações em uma hora. • Responsabilidade na apuração: já ficou uma semana checando a veracidade de uma notícia. • Como ganhar dinheiro:  Google Adsense  Mídia Kit (anúncios no blog)
  34. 34. Resumindo… “A mídia social pode ser a fonte informação do jornalista, o canal divulgação de seu trabalho simplesmente uma forma direta de de ou de ” interação com seu público.
  35. 35. Cases de sucesso
  36. 36. Cases de sucesso
  37. 37. Cases de sucesso
  38. 38. Cases de sucesso
  39. 39. O Grande #FAIL
  40. 40. O Grande #FAIL
  41. 41. O Grande #FAIL
  42. 42. O Grande #FAIL
  43. 43. O Grande #FAIL
  44. 44. O Grande #FAIL
  45. 45. O Grande #FAIL
  46. 46. Cases bacanas, ou não
  47. 47. Cases bacanas, ou não
  48. 48. #OBRIGADA!!! Renata Renault renata.renault@gmail.com facebook.com/ReRenault twitter.com/ReRenault slideshare.net/ReRenault

×