Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Reciclagem de Resíduos Orgânicos

66 views

Published on

Proposta de destinação in-loco dos resíduos de poda e alimentos crus como forma de gerar adubo de qualidade no próprio espaço do Condomínio.
Publicado no Jornal do Síndico -

Published in: Environment
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Reciclagem de Resíduos Orgânicos

  1. 1. 04 MEIO AMBIENTE *José Furtado O que fazer com os "não" recicláveis? O s resíduos orgânicos que gera- mos no dia-a-dia e descartamos em sacos plásticos para recolha pela coleta regular de lixo, acabam nos aterros sanitários onde, devido às condições do local, geram, além de outros poluentes do ar, o metano (gás de efeito estufa indesejado) e o chorume, líquido contaminado de alto potencial poluidor do solo e daságuas. Com o crescente aumento da população nas cidades, o volume destes resíduosse tornou um grave problema para o meio ambiente e para a saúde pública. A lógica do modelo económico que vivenciamos, qual seja a de explorar ao máximo os recursos da natureza para dar suporte ao crescimento económico, produzindo e consumindo sem limites, está nos acar- retando sérios problemas. Cada um de nós deve fazer um "trabalho de formiguinha" que multiplicado pelos milhões que somos, pode trazer bons resultados. Os cuidados com aseparação dos recicláveis já são bastante divulgados e, embora ainda estejamos longe de níveis de reciclagem ideais, boa parte da população já colabora neste sentido. Por outro lado entretanto, ainda persistimos no erro de tratar a parte orgânica dos resíduos como LIXO, e destinar todo ele para os aterros. A matéria orgânica é riquíssima em ener- gia e grande parte dela pode ser aproveitada através de técnicas já domi- nadas. Uma delas é a transformação da matéria orgânica em adubo através da compostagem, que vem a ser um proces- so biológico de sua transformação em substância húmica estabilizada, pronta para uso nos jardins e gramados. Trata-se portanto, da reciclagem da matéria orgânica com o possível aproveitamento na produção de novas plantas, com avan- tagem de evitar o uso de adubos quími- cos. A compostagem em pilhas (ou leiras) dos resíduos da poda e corte de grama pode ser feita nas próprias dependências do condomínio, ocupa espaço restrito e sua manutenção depende de pouca mão de obra. Sua adoção possibilita, não apenas evitar gastos com a remoção deste mate- rial, mas até auferir alguma receita que ajude no equilíbrio do orçamento. A compostagem feita com o auxílio das minhocas, ou vermicompostagem, é um sistema no qual a matéria orgânica é digerida por minhocas e excretada em forma de húmus. Neste caso a produção do composto orgânico é acelerada e feita em poucos dias. Este processo, mais ade- quado para resíduos de alimentos, pode ser feito tanto em larga escala (restau- rantes, por exemplo) como em nossa própria residência. Adotar a compostagem no condomínio é uma forma simples de colaborar para a minimização do grave problema dos resí- duos na cidade, sendo ainda fonte interna de adubo de boa qualidade e sem conta- minação por químicos. Pode também ser usada como elemento de educação ambi- ental para as crianças e jovens que acabam por ser os mais diretamente beneficiados com a melhoria da qualidade do meio onde brincam e convivem. * O autor é engenheiro especialista em sustentab/fidade pe/a Un/comp. Trabalha com escolas, condomínios e empresas sobre destinação de resíduos orgânicos e pode ser contatado pefo e- mail: compostanobairro@gmail.com. JURISPRUDÊNCIA AÇÃO DE COBRANÇA - QUOTASC DADE PASSIVA AD CAUSAM - Aaç haver o valor de cotas condominiais em ; tra quem figure no álbum imobiliário corr sionário ou como locatário da unidade ai aberto. Calcada na prova a decisão das apelo especial. (STJ- REsp 30. l 17-1 - RJ l l ,09.95) AÇÃO DE INDENIZAÇÃO - RESPOI FURTO DE VEÍCULO OCORRID< Consolidada na jurisprudência do STJa apartamentos é responsável por ato de sobretudo quando deixa de exercer a de ter na guarda e conservaçãoda coisa de ter com o que lhe pertence (art. 1.266, é furtada, responde aquele pelos prejuí com culpa in vigilando. (STJ - REsp 26.45 03.11.92) ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA l CONDÓMINO - CELEBRAÇÃO DE i SÚMULA N° 05/STJ - l. A Lei n. 4 59 do condomínio estabelecera forma de c< mínimo para os diversos tipos de votaçã tenha direito algum condómino. 2. Infc ensejo a interposição de recurso especis dencial não foi comprovada. (STJ - RE: Alberto Menezes Direito - DJU 30.09.9í CITAÇÃO - CONDOMÍNIO - REPRE lar, da propriedade de todas as unidade: domínio instituído na forma da Lei n° 4. T. - Rei. Min. Ari Pargendler - DJU 01.01 COMPROMISSO DE COMPRA E COBRANÇA - TITULARIDADE DO < RAR NO PÓLO PASSIVO DA DEM- deve recair sobre o comprador da unid vante o fato da escritura de compra e ver (STJ - REsp 40.263-8 - RJ - 3a T. - Rei. M CONDOMÍNIO - ALTERAÇÃO CONDÓMINOS - GRADEAMENTO AS BICICLETAS - Não se insere entre síndico a modificação de área de uso cor causar embaraços à regular utilização d 33.853-4 - SP- 4a T. - Rei. Min. Barros r CONDOMÍNIO - ALTERAÇÃO NECESSÁRIO PARA A DELIBERAÇ importe em transformação da substânci senso unânime dos condóminos. Inteligê 3.234 - RJ- 4a T. - Rei. Min. Barros Mon

×