Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
CIP
Catalogação na Publicação
O que significa CIP?

• Em inglês, Cataloging-in-Publication;
• Em português, Catalogação-na-
  Publicação;
• Também chama...
O que é a CIP?
   É a catalogação de livros e outros
  documentos antes da sua publicação,
  quando estes ainda se encontr...
Objetivos da CIP
• Reduzir o tempo entre a publicação de uma
  obra e a sua disponibilidade imediata aos
  usuários em uma...
Vantagens da CIP
• Facilita o controle bibliográfico e
  contribui para uniformizar os
  catálogos;
• Uniformiza a citação...
A CIP no mundo
Estados Unidos
• 1853
• Charles Jewett – Conceito de catalogação
  que acompanhasse a publicação;
• 1876
• Justin Winson –...
• 1877
• Richard Rogers Browker, Justin
  Winson e Melvil Dewey – Estudo da
  viabilidade de um programa de
  catalogação ...
Impressão de dados catalográficos no
livro;

Impressão de uma ficha catalográfica
a ser enviada para os assinantes;

Publi...
• 1958 e 1959
• Experiência de catalogação-na-fonte
  (CIS – Cataloging-in-Source) pela LC
  (Library of Congress);

• Não...
• 1971
• Implantação da CIP, pela LC, seguindo
  recomendações da UNESCO, contando
  com tecnologias de informática
  (MAR...
Sigla CIP e o nome da entidade responsável
por sua elaboração;
ISBD;
Autor, título principal, notas
suplementares;
Notas s...
Alemanha
• 1973 – Deutsche Bibliothek – projeto
  piloto, contando com a participação de
  apenas uma editora;
• 1975 – Co...
Austrália
• 1945 – 1950 – Acordo entre a Biblioteca
  Nacional da Austrália e uma editora para
  tentar uma experiência de...
Canadá
• 1976 – O programa tornou-se operacional, através
  de um projeto-piloto estabelecido no período de
  dois anos (1...
Reino Unido
• 1975
• British Library contrata uma empresa privada
  (BDS – Bibliographic Data Services Limited),
  que ela...
Portugal
• 1990
• Implantação da Catalogação-na-Publicação pela
  Biblioteca Nacional e a APEL (Associação
  Portuguesa de...
China
• 1970
• Cooperação entre a PPA (Information
  Anter of the Press and Publication
  Administration), a ALCP (Archive...
Ex-URSS
• 1959
• Publicação da primeira
  regulamentação sobre a Catalogação-
  na-Publicação;
• Chamada de “Pré-publicaçã...
Brasil
• 1940
• Lídia Queiroz Sambaquy – DASP
  (Departamento Administrativo do
  Serviço Público)

 Modelo de ficha catal...
• 1970
• Regina Carneiro – destacou a
  relevância da catalogação-na-
  publicação, como maneira de agilizar o
  processo ...
• 1973
• José Roberto Faria Lima – Cria um
  Projeto de Lei que propunha a
  obrigatoriedade da inclusão da ficha
  catalo...
CBL - Câmara Brasileira do Livro
•   Tem a missão de estimular a leitura no país,
    promover a indústria e o comércio do...
Fatores Motivadores da CIP
          no Brasil
• Inexistência de bibliografias gerais,
  correntes e atualizadas;
• Inexis...
Objetivos da CIP no Brasil
• Contribuir com a uniformização da
  catalogação em âmbito nacional;
• Facilitar a recuperação...
• A legislação brasileira que regulamenta a
  catalogação-na-publicação no país é a que
  institui a Política Nacional do ...
Como é o processo de
       catalogação na fonte
Editoras solicitam um formulário de coleta de
dados que é preenchido pelo...
A ABNT e a CIP
• A Associação Brasileira de Normas
  Técnicas é o órgão responsável pela
  normalização técnica no país;
•...
Outros Países
Argentina

México

Costa Rica

Nova Zelândia
ECIP

       Electronic
Cataloging in Publication
         Program
Referências
•   1- BARBOSA, A. P. Novos Rumos da Catalogação. Rio de Janeiro:
    BNG/BRASILART, 1978. 124 p.
•   2- BIBLI...
• 6- CÂMARA BRASILEIRA DO LIVRO. Associados. Disponível
  em: <http://www.cbl.com.br/modules/associados.php>.
  Acesso em:...
•   11- CARNEIRO, R. et al. O centro de catalogação na fonte da
    Câmara Brasileira do livro: atividades e perspectivas ...
• 16- LIBRARY OF CONGRESS, THE. Eligibility. Disponível em:
  <http://cip.loc.gov/eligibility.html>. Acesso em: 17 nov.
  ...
• 22- _________________________________. The
  cataloging in publication program. Disponível em:
  <http://cip.loc.gov>. A...
• 26- _______________________________. Purpose.
  Disponível em:
  <http://www.nla.gov.au/services/purposecip.html>. Acess...
•   ARAGÃO, Esmeralda Maria de, MATTOS, Carmélia Regina de.
    Catalogação na fonte; avaliação e crítica. In: Congresso B...
Unesp - FFC
    Grupo de Catalogação

         Renata E. da Silva
      1º ano – Biblioteconomia
Profª Plácida L. V. A. da...
Catalogação da Publicação
Catalogação da Publicação
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Catalogação da Publicação

18,820 views

Published on

Published in: Travel, Business
  • Be the first to comment

Catalogação da Publicação

  1. 1. CIP Catalogação na Publicação
  2. 2. O que significa CIP? • Em inglês, Cataloging-in-Publication; • Em português, Catalogação-na- Publicação; • Também chamada de Catalogação na Fonte, ou ainda, Catalogação Pré- Natal, denominação dada por Ranganathan, no ano de 1948.
  3. 3. O que é a CIP? É a catalogação de livros e outros documentos antes da sua publicação, quando estes ainda se encontram em fase de elaboração, de maneira a permitir as impressões bibliográficas no próprio livro ou documento. Geralmente as instituições responsáveis por essa catalogação são as Bibliotecas Nacionais.
  4. 4. Objetivos da CIP • Reduzir o tempo entre a publicação de uma obra e a sua disponibilidade imediata aos usuários em uma unidade de informação; • Padronizar a catalogação em âmbito nacional; • Diminuir os custos da catalogação realizada individualmente em cada unidade de informação.
  5. 5. Vantagens da CIP • Facilita o controle bibliográfico e contribui para uniformizar os catálogos; • Uniformiza a citação bibliográfica; • Auxilia as editoras e livrarias na divulgação; • Reduz tempo e custos.
  6. 6. A CIP no mundo
  7. 7. Estados Unidos • 1853 • Charles Jewett – Conceito de catalogação que acompanhasse a publicação; • 1876 • Justin Winson – apresenta uma proposta concreta para que fosse incluída no próprio livro uma ficha catalográfica de tamanho padronizado, que poderia ser destacada e inserida nos catálogos das bibliotecas; • Max Müller, curador da biblioteca da Oxford University, Inglaterra, propôs idéia semelhante;
  8. 8. • 1877 • Richard Rogers Browker, Justin Winson e Melvil Dewey – Estudo da viabilidade de um programa de catalogação na fonte nos EUA. • 1878 – É apresentado um projeto apontando que editores interessados em fazer parte do programa deveriam enviar a prova dos seus livros para que fossem catalogados, ao preço de U$1,00, por bibliotecários da Harvard University e do Boston Athenaeum.
  9. 9. Impressão de dados catalográficos no livro; Impressão de uma ficha catalográfica a ser enviada para os assinantes; Publicação das fichas nas revistas Library Journal e Publishers Weekly.
  10. 10. • 1958 e 1959 • Experiência de catalogação-na-fonte (CIS – Cataloging-in-Source) pela LC (Library of Congress); • Não deu certo, pois a confecção de fichas, a edição do documento e a transferência de informações catalográficas eram sofisticados para a época;
  11. 11. • 1971 • Implantação da CIP, pela LC, seguindo recomendações da UNESCO, contando com tecnologias de informática (MARC) e participação de 27 editoras; • 1976 • Encontro Internacional de Catalogação-na- publicação; • EUA, Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá e Reino Unido;
  12. 12. Sigla CIP e o nome da entidade responsável por sua elaboração; ISBD; Autor, título principal, notas suplementares; Notas secundárias, cabeçalhos de assunto; Indicação de série, subsérie e número; Notas relativas à tradução e indicação de tese ou dissertação; ISBN; Número de classificação bibliográfica de assunto.
  13. 13. Alemanha • 1973 – Deutsche Bibliothek – projeto piloto, contando com a participação de apenas uma editora; • 1975 – Consolidação do projeto; Descrição bibliográfica feita de acordo com as normas da ISBD(M), incluindo o ISBN.
  14. 14. Austrália • 1945 – 1950 – Acordo entre a Biblioteca Nacional da Austrália e uma editora para tentar uma experiência de catalogação na fonte, sem sucesso; • 1974 – 30 editoras; • 1976 – 94 editoras; AACR, normas da ISBD(M), ISBN, Sistema de Classificação Decimal de Dewey;
  15. 15. Canadá • 1976 – O programa tornou-se operacional, através de um projeto-piloto estabelecido no período de dois anos (1975 – 1977); • O programa é coordenado pela Library and Archives Canada e operado por uma rede de agências que realizam a catalogação para os editores em suas respectivas áreas; • É dividida em: Publicações Comerciais, Publicações do Governo Regional e Publicações do Governo Federal; Padrões de catalogação exigidos pelo Task Group on Cataloguing Standarts, AACR2 e ISBD(M).
  16. 16. Reino Unido • 1975 • British Library contrata uma empresa privada (BDS – Bibliographic Data Services Limited), que elabora os registros bibliográficos; Os registros são inseridos na British National Bibliography de duas maneiras: em sua publicação semanal e impressa em uma publicação mensal em CD-ROM. Responsabilidade e título, editor, data de publicação estimada, paginação, ISBN, preço e cabeçalhos de assunto.
  17. 17. Portugal • 1990 • Implantação da Catalogação-na-Publicação pela Biblioteca Nacional e a APEL (Associação Portuguesa de Editores e Livreiros); • O programa restringe-se a obras monográficas editadas no país, de editores que estabeleçam com a Biblioteca Nacional um protocolo de adesão ao programa; Normas de descrição estabelecidas a nível internacional (ISBD e AACR2).
  18. 18. China • 1970 • Cooperação entre a PPA (Information Anter of the Press and Publication Administration), a ALCP (Archives Library Chinese Publications) e a imprementação da norma nacional chinesa; • Atualmente apresenta problemas, como a falta de envolvimento, por parte dos editores, no programa e no controle de qualidade, falta de pessoas interessadas e suporte financeiro.
  19. 19. Ex-URSS • 1959 • Publicação da primeira regulamentação sobre a Catalogação- na-Publicação; • Chamada de “Pré-publicação da Catalogação”. Aplica-se a qualquer tipo de material bibliográfico;
  20. 20. Brasil • 1940 • Lídia Queiroz Sambaquy – DASP (Departamento Administrativo do Serviço Público) Modelo de ficha catalográfica impressa no verso da página de rosto.
  21. 21. • 1970 • Regina Carneiro – destacou a relevância da catalogação-na- publicação, como maneira de agilizar o processo de catalogação. • 1971 • Início das atividades da CIP no Brasil, no mesmo ano que o programa se iniciou nos EUA.
  22. 22. • 1973 • José Roberto Faria Lima – Cria um Projeto de Lei que propunha a obrigatoriedade da inclusão da ficha catalográfica nos livros publicados no estado de São Paulo e em todo o país; • 1979 • O projeto é rejeitado;
  23. 23. CBL - Câmara Brasileira do Livro • Tem a missão de estimular a leitura no país, promover a indústria e o comércio do livro e defender os interesses de seus associados. • É responsável pela catalogação do estado de São Paulo e dos estados da região sul do país. SNEL – Sindicato Nacional dos Editores de Livros • É uma sociedade civil que tem como finalidades o estudo e a coordenação das atividades editoriais no Brasil; • É responsável pela catalogação dos demais estados do país. Possuem apoio do Instituto Nacional do Livro e da Editora da Universidade de São Paulo.
  24. 24. Fatores Motivadores da CIP no Brasil • Inexistência de bibliografias gerais, correntes e atualizadas; • Inexistência de catálogos e pré- publicações; • Ausência de programa de “Livros com ficha”; • Estímulo despertado pela CIP da LC;
  25. 25. Objetivos da CIP no Brasil • Contribuir com a uniformização da catalogação em âmbito nacional; • Facilitar a recuperação e o intercâmbio de informações bibliográficas no páis; • Criar condições para a integração do Brasil no sistema internacional de controle de informações bibliográficas; • Facilitar o serviço das bibliotecas do interior do país, carente de mão-de-obra especializada, recursos financeiros e material.
  26. 26. • A legislação brasileira que regulamenta a catalogação-na-publicação no país é a que institui a Política Nacional do Livro. A Lei nº 10.753, de 30 de outubro de 2003, no capítulo III: Da Editoração, Distribuição e comercialização do Livro, Art. 6º, com seguinte redação: “Na editoração do livro é obrigatória a adoção do Número Internacional Padronizado, bem como a ficha de catalogação para publicação. Parágrafo único. O número referido no caput desde artigo constará da quarta capa do livro impresso.”
  27. 27. Como é o processo de catalogação na fonte Editoras solicitam um formulário de coleta de dados que é preenchido pelo editor e autor ou tradutor; O formulário preenchido é enviado para uma central onde será feita a catalogação-na-fonte, de acordo com as normas e códigos vigentes, junto da prova completa da obra; O material é encaminhado ao editor no prazo de 5 a 7 dias; O editor, finalmente, imprime a ficha catalográfica na página de rosto e um exemplar é encaminhado para a Biblioteca Nacional como parte das exigências do Depósito Legal.
  28. 28. A ABNT e a CIP • A Associação Brasileira de Normas Técnicas é o órgão responsável pela normalização técnica no país; • Fixa condições exigíveis de dados de catalogação-na-publicação em monografias impressas e os elementos a serem incluídos, buscando facilitar aos bibliotecários, editores e usuários em geral a interpretação e uso desses dados.
  29. 29. Outros Países Argentina México Costa Rica Nova Zelândia
  30. 30. ECIP Electronic Cataloging in Publication Program
  31. 31. Referências • 1- BARBOSA, A. P. Novos Rumos da Catalogação. Rio de Janeiro: BNG/BRASILART, 1978. 124 p. • 2- BIBLIOGRAPHIC DATA SERVICES. The CIP programme. Disponível em: <http://213.253.134.23/bds/pub_cip.asp>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 3- BIBLIOTECA NACIONAL (Portugal). Catalogação na publicação. Disponível em: <http://www.bn.pt/servicos-ao-publico/cip/cip.html>. Acesso em: 08 nov. 2005. • 4- BRITISH LIBRARY, THE. A typical CIP Record. Disponível em: <http://www.bl.uk/services/bibliographic/pdf_files/cip.pdf>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 5- ________________. The cataloguing in publication programme. Disponível em: <http://www.bl.uk/services/bibliographic/cip.html>. Acesso em: 19 nov. 2005.
  32. 32. • 6- CÂMARA BRASILEIRA DO LIVRO. Associados. Disponível em: <http://www.cbl.com.br/modules/associados.php>. Acesso em: 11 nov. 2005. • 7- ________________________________. Catalogação na publicação: cbl/sp. Disponível em: http://www.cbl.org.br/pages.php?recid=54>. Acesso em: 09 nov. 2005. • 8-________________________________. Missão. Disponível em: <http://www.cbl.com.br/ ages.php?recid=28>. Acesso em: 09 nov. 2005. • 9- CAMPELLO, B. S.; MAGALHÃES, M. H. Introdução ao controle bibliográfico. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1997. 110p. • 10- CARNEIRO, R. Catalogação na fonte e catalogação na publicação: ecos de um encontro internacional de catalogação na publicação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v.9, n.4/9, p. 148-155, abr./jun. 1977.
  33. 33. • 11- CARNEIRO, R. et al. O centro de catalogação na fonte da Câmara Brasileira do livro: atividades e perspectivas de cooperação. Revista brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v.2, n.1/3, p. 62-79, jul./set. 1973. • 12- GONÇALVES, N. A. R. Catalogação: esquemas exercícios. ed. prelim. Brasília: Associação dos Bibliotecários do Distrito Federal, 1975. • 13- LIBRARY AND ARCHIVES CANADA. Canadian CIP user´s guide. Disponível em: <http://wwwcollectionscanada.ca/cip/s15- 1005-e.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 14- ___________________________. CIP: cataloguing in publication. Disponível em: <http://www.collectionscanada.ca/cip/index-e.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 15- ___________________________. Frequently asked questions. Disponível em: <http://www.collectionscanada.ca/cip/s15- 1003-e.html. Acesso em: 19 nov. 2005.
  34. 34. • 16- LIBRARY OF CONGRESS, THE. Eligibility. Disponível em: <http://cip.loc.gov/eligibility.html>. Acesso em: 17 nov. 2005. • 17- _________________________________. Frequently asked questions. Disponível em: <http://cip.loc.gov/cipfaq.html>. Acesso em: 17 nov. 2005. • 18- _________________________________. Core required materials. Disponível em: <http://cip.loc.gov/process.html>. Acesso em: 17 nov. 2005. • 19- _________________________________. Process. Disponível em: <http://cip.loc.gov/process.html>. Acesso em: 17 nov. 2005. • 20- _________________________________. Purpose. Disponível em: <http://cip.loc.gov/purpose.html>. Acesso em: 17 nov. 2005. • 21- _________________________________. Scope. Disponível em: <http://cip.loc.gov/scope.html>. Acesso em: 17 nov. 2005.
  35. 35. • 22- _________________________________. The cataloging in publication program. Disponível em: <http://cip.loc.gov>. Acesso em: 17 nov. 2005. • 23- NATIONAL LIBRARY OF AUSTRALIA. Advantages of the CIP program. Disponível em: <http://www.nla.gov.au/services/advantagescip.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 24- _______________________________. Applying for a CIP. Disponível em: <http://www.nla.gov.au/services/CIP2.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 25- _______________________________. Overview. Disponível em: <http://www.nla.gov.au/services/CIP.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 26- _______________________________. Purpose. Disponível em: <http://www.nla.gov.au/services/purposecip.html>. Acesso em: 19 nov. 2005.
  36. 36. • 26- _______________________________. Purpose. Disponível em: <http://www.nla.gov.au/services/purposecip.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 27- _______________________________.Scope. Disponível em: <http://www.nla.gov.au/services/scopecip.html>. Acesso em: 19 nov. 2005. • 28- SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS. Associados. Disponível em: <http://www.snel.org.br/lista_associados.asp>. Acesso em: 11 nov. 2005. • 29- SINDICATO NACIONAL DOS EDITORES DE LIVROS. Missão. Disponível em: <http://www.snel.org.br/missao.asp>. Acesso em 09 nov. 2005.
  37. 37. • ARAGÃO, Esmeralda Maria de, MATTOS, Carmélia Regina de. Catalogação na fonte; avaliação e crítica. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação, 10, 1979, Curitiba. Anais. documentação: Associação Bibliotecária do Paraná, 1979, p. 262- 170. • CAMPELLO, Bernadete Santos, MAGALHÃES, Maria Helena de Andrade. Introdução ao controle bibliográficos. Brasília: Briquet de Lemos, 1997. • FERREIRA, J. R. Redes nacionais de informação, catalogação na fonte e outras experiências. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo, v.12,n.1/2,p.67-75,jan./jun.1979. • FROTA, Lia. M. Catalogação-na-fonte: resultado da catalogação entre editores e bibliotecários. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. São Paulo, v. 2, n. 416, p. 126-136, out/dez, 1973. • PEREIRA, Ana Maria. Catalogação e o uso de tecnologia. Marília: UNESP, 1996. (Trabalho de conclusão de curso–tec). • ROWLEY, Jennifer. Informática para bibliotecas. Tradução de Antônio Agenor Briquet de Lemos. 3a Ed. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1994, p. 296-297.
  38. 38. Unesp - FFC Grupo de Catalogação Renata E. da Silva 1º ano – Biblioteconomia Profª Plácida L. V. A. da Costa Santos

×