A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA E A ENERGIA NO BRASIL - PARTE I

8,080 views

Published on

A PRODUÇÃO MUNDIAL DE ENERGIA E A ENERGIA NO BRASIL - PARTE I

  1. 1. Profa. Renata M. Rodrigues email: rena7hynh@hotmail.com geo-educacao.blogspot.com.br
  2. 2. A IMPORTÂNCIA DO SETORENERGÉTICO As fontes de energia, que originam a eletricidade ou combustíveis, iluminam ruas e edifícios, movimentam máquinas, caminhões, eletrodomésticos, etc. Sem energia, não há industrialização nem desenvolvimento econômico. O avanço da industrialização necessita de energia e, ao mesmo tempo, acelera o seu consumo. Por esse motivo, costuma-se muitas vezes medir o desenvolvimento de energia, especialmente o consumo per capita.
  3. 3. Em qualquer país, a estruturaenergética é um dos elementos maisdecisivos da economia e dageopolítica, por isso é considerado umsetor estratégico.
  4. 4. PRINCIPAIS FONTES DE ENERGIA PETRÓLEO  SOLAR CARVÃO MINERAL  CARVÃO VEGETAL GÁS NATURAL  OUTROS(AS) HIDRELÉTRICA NUCLEAR COMBUSTÍVEIS RENOVÁVEIS E RESÍDUOS ÉOLICA
  5. 5. FONTES DE ENERGIA RENOVÁVEIS E NÃO RENOVÁVEISFontes renováveis Não se esgotam e podem ser aproveitadas indefinidamente, como a biomassa, a energia hidráulica, a solar, a eólica (dos ventos), etc.Fontes não renováveis Constituídas pelos recursos que existem em quantidade limitada no planeta, tendem a esgotar-se por completo daqui a algumas décadas ou séculos. Exemplo: petróleo, carvão mineral, urânio, e xisto betuminoso.
  6. 6. PRINCIPAIS FONTES DE ENERGIAUTILIZADAS ATUALMENTE NO BRASIL As principais fontes de energia do Brasil são: Petróleo – fornece gasolina, óleo diesel, querosene, e gera eletricidade nas usinas termelétricas; Energia hidráulica – produz eletricidade por meio das usinas hidrelétricas; Biocombustíveis – o álcool, o principal deles, é usado como combustível para automóveis desde a decada de 1970.
  7. 7.  O gás natural, o átomo (energia nuclear), o xisto betuminoso, a lenha, o carvão vegetal e a energia solar também são considerados fontes de energia importantes para o país.
  8. 8. Brasil – Fontes e usos de energia
  9. 9. BRASIL – CONSUMO DE ENERGIA SEGUNDO A FONTE Petróleo 42,0% Álcool e bagaço da cana 15,4% Hidráulica 14,5% Lenha e carvão vegetal 14,0% Gás natural 8,5% Carvão mineral 3,0% Urânio 1,5% Outras fontes 1,1% Total 100,0%Fonte: MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA. Balanço energético nacional –2005.
  10. 10. PETRÓLEO O petróleo é um hidrocarboneto fóssil de origem orgânica encontrado em bacias sedimentares resultantes do soterramento de antigos ambientes aquáticos . Além de servir de fonte de energia, é também importante matéria-prima para vários tipos de indústrias, tintas e produtos químicos.
  11. 11. BACIAS SEDIMENTARES As bacias sedimentares são depressões na superfície que, com o tempo, foram sendo preenchidas por sedimentos (substâncias depositadas nestas depressões) de três tipos principais diferentes de acordo com a origem:  estruturas ou materiais de origem biológica como restos de animais, fragmentos de conchas, ossos, recifes de coral (até mesmo inteiros), ou restos de animais;  materiais depositados pelo efeito da erosão de áreas adjacentes à bacia pela ação do vento, água, geleiras ou rios;  e materiais precipitados em corpos d’água dentro da bacia (quando no local da bacia existiu um lago, ou mesmo regiões ocupadas pelo mar, por exemplo). Ainda de acordo com a origem dos sedimentos, podemos dividir as bacias sedimentares em três tipos:  aquelas que são constituídas exclusivamente por sedimentos do meio terrestre;  as que são constituídas exclusivamente por sedimentos do meio marinho;
  12. 12. AS PRINCIPAIS ÁREAS PRODUTORAS DE PETRÓLEO NO BRASIL Áreas de plataforma continental – desde a Bahia até o Rio de Janeiro, onde se destaca a produção de Campos (RJ); Recôncavo Baiano – bacia sedimentar com terrenos do período Cretáceo (era Mesozoica) que liderou a produção nacional durante várias décadas. Bacias de Sergipe-Alagoas e do Rio Grande do Norte – ao norte do Recôncavo, é praticamente uma continuação dele (2ª maior produtora do país); Bacia do Espírito Santo – ao sul do Recôncavo, também é formada por terrenos cretáceos. Bacia sedimentar amazônica – em especial no estado do Amazonas.
  13. 13. Plataforma de petróleo da Petrobras na Bacia de Campos, Rio deJaneiro (Foto: Marcelo Sayão).
  14. 14. PRÉ-SAL A camada pré-sal é uma formação geológica de aproximadamente 150 milhões de anos que se formou com a separação dos continentes africano e sul- americano, ao longo das bacias de Santos, Campos e Espírito Santo. As maiores reservas conhecidas em área pré-sal no mundo ocorreram no litoral brasileiro, onde passaram a ser conhecidas como “petróleo do pré-sal” ou simplesmente “pré-sal”.
  15. 15.  O termo pré-sal refere-se a um conjunto de rochas localizadas nas porções marinhas de grande parte do litoral brasileiro, com potencial para a geração e acúmulo de petróleo. Convencionou-se chamar de pré-sal porque forma um intervalo de rochas que se estende por baixo de uma extensa camada de sal, que em certas áreas da costa atinge espessuras de até 2.000m.O termo pré é utilizado porque,ao longo do tempo, essas rochasforam sendo depositadas antes dacamada de sal. A profundidadetotal dessas rochas, que é adistância entre a superfície do mare os reservatórios de petróleoabaixo da camada de sal, podechegar a mais de 7 mil metros.
  16. 16. CARVÃO MINERAL E GÁS NATURAL Ocupam respectivamente, a segunda e a terceira posições no consumo mundial de energia. Mais da metade da energia elétrica produzida no planeta é obtida em usinas que utilizam carvão mineral ou gás natural como fonte primária de energia. O carvão mineral é uma rocha metamórfica de origem sedimentar e não deve ser confundido com o vegetal. Entre as fontes não renováveis de energia, o carvão mineral é a mais abundante.
  17. 17. Mineração de carvão a céu aberto. Carvão mineralLocal: Mina do Recreio, Butiá - Leão, RS. Foto COPELMI
  18. 18. CARVÃO MINERAL É utilizado em atividades siderúrgicas e na produção de energia em usinas termelétricas. Além de constituir fonte de energia, o carvão mineral é importante matéria-prima da indústria de produtos químicos orgânicos, como piche, asfalto, corantes, plásticos, inseticidas, tintas e náilon, entre outros. DESVANTAGENS Acarreta sérios prejuízos ambientais, pois sua estrutura molecular contém enorme quantidade de carbono e enxofre que, após a queima, são lançados na atmosfera na forma de gás carbônico (CO2), que agrava o efeito estufa, e de dióxido de enxofre (SO2), o grande responsável pela chuva ácida.
  19. 19.  O carvão mineral encontrado em território brasileiro acha-se em fase menos avançada de transformação siderúrgica.  Possui alto teor de enxofre e sua queima libera menos energia que o necessário para essa atividade. Embora existam jazidas de carvão mineral em outros estados da federação, elas são muito pequenas e poucos espessas. Apenas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná as camadas de carvão apresentam viabilidade econômica para exploração.
  20. 20. GÁS NATURAL O gás natural além de ser mais barato e facilmente transportável em dutos, apresenta uma queima quase limpa, que polui muito pouco a atmosfera em comparação ao carvão e ao petróleo. É utilizado na geração de energia elétrica, nas máquinas e altos-fornos industriais, nos motores de veículos, nos fogões e no aquecimento das residências, entre outros.
  21. 21.  No Brasil, o gás natural é a fonte de energia que vem apresentando as maiores taxas de crescimento na participação na matriz energética. Vem substituindo, principalmente, derivados de petróleo – o gás liquefeito de petróleo (GLP) e o óleo combustível na indústria, o óleo diesel e gasolina nos transportes – e vem sendo usando na geração de termeletricidade em usinas construídas nos últimos anos.

×