Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Projeto arca de vinicius.rtf

10 views

Published on

Projeto desenvolvido a partir dos poemas de Vinicius de Moraes da obra arca de Noé.na sala de crianças de 4 e 5 anos.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Projeto arca de vinicius.rtf

  1. 1. RELATO DO PROJETO DE TRABALHO ARCA DE VINICIUS O projeto “Arca de Vinicius foi desenvolvido pelo agrupamento E sendo desenvolvido pelas crianças do agrupamento, pelas professoras Renata Damasceno e Valderez Lauro além da importante participação dos pais em ajudarem na memorização dos poemas pelas crianças, no segundo semestre do ano de 2018, o mesmo surgiu a partir do interesse das crianças que participaram do musical a Arca de Noé da obra de Vinicius de Moraes em que participaram de uma riqueza poética no teatro e trouxeram para a roda de conversa. Mediante o entusiasmo das crianças em expor o que foi vivido com riqueza de detalhes sobre os poemas musicalizados, não poderíamos deixar passar tal interesse sobre poesias. Neste enfoque trabalhamos o Poema “Poesia” de Paulo Paes com as crianças para que elas pudessem entender que o quê o autor Vinicius de Moraes fez, foi brincar com as palavras assim como no poema Poesia de Paulo Paes. Confeccionamos um cartaz com as crianças em que elas enfeitaram com as brincadeiras que gostariam de colocar no poema, as crianças enfeitaram no cartaz e em sua atividade individual.
  2. 2. A partir da compreensão de que poemas e poesias significa brincar com as palavras, conversamos com as crianças enfatizando que Vinicius de Moraes brincou tanto com as palavras que acabou fazendo um livro em homenagem aos seus filhos e à todas as crianças do planeta e que este livro virou até uma obra chamada arca de Noé. Então a Ana Julia perguntou: __ Professora é a Arca da bíblia? Então eu respondi que não, mas que ele a chamou de arca de Noé porque seus filhos gostavam muito de animais, mas que a arca de Noé de Vinicius trazia coisas que não era bicho; trazia relógio, porta, casa e muito mais. Neste momento a Lorena falou: __Uai professora então deveria se chamar arca do Vinicius! A partir deste diálogo surgiu a ideia do nome do projeto a ser desenvolvido.
  3. 3. Em outro momento em uma roda de conversa voltada ao vivido em relação aos poemas; trouxemos para o agrupamento a foto de Vinicius de Moraes e apresentamos a obra escrita da “Arca de Noé!” foi exposta a biografia do autor e também conversamos sobre o Músico parceiro cultural de Vinicius que colocou a melodia em suas poesias, nesta apresentamos as músicas de Toquinho em parceria com Vinicius, relembrando que a arca de Noé foi um trabalho em conjunto com os dois. Após a roda da conversa sobre o musical, as crianças hora ou outra relembravam, neste enfoque foi desenvolvido Relembramos da atividade que fizemos no semestre anterior da sequência didática da música o pato, trabalhamos a musicalidade e a declamação do poema, enfatizando o autor e o compositor. Então dissemos às crianças que iriamos entrar na arca, mas não na arca de Noé que só tinha bichos, mas que entraríamos na arca de Vinicius, porque na arca de Vinicius não teria só bichos, mas entraria a porta, a casa, a aquarela e muito mais. Brincando as crianças compreenderam e o mais interessante foi que mesmo com tão pouco tempo em casa, elas levaram o aprendizado e algumas pediram até mesmo os pais para ajudá-las a declamar e filmar o poema. Trabalhamos com as crianças os tipos de casas existentes: casa de alvenaria, iglu, palafitas, papelão, dentre outras. As crianças expuseram que havia casa grande, casa pequena, casa feia, casa bonita, então chamamos a atenção para elas da diferença entre se ter uma casa física e um lar psicológico, expusemos a importância do amor, da família, do afeto, do respeito da colaboração e solidariedade dentro de uma casa.
  4. 4. Após conversarmos sobre os tipos de casa existentes confeccionarmos uma casa, com palitos de picolés pintados com tinta guache, desenharmos nossa família dentro e demonstrarmos a importância do amor e do respeito dentro desta casa, realizamos a dramatização do poema e as crianças encenaram e cantaram. Desenvolvemos várias atividades de registro dentre elas a atividade com a música Casa de Vinicius de Moraes as crianças foram incentivadas a encontrarem a palavra casa e a contarem os versos do poema, após realizarmos esta atividade as crianças cantaram e declamaram o mesmo. Trabalhamos com as crianças o poema encenado e dramatizado pelas crianças e professoras “A porta” primeiro apresentamos o cartaz do poema em uma porta gigante, após as crianças ouvirem, conhecerem, encenarem e brincarem com o poema, entregamos a elas uma porta com o poema dentro, e em cada espaço destinado as crianças representariam o poema em desenhos , o desenvolvimento desta atividade foi gratificante pois a cada risco as crianças iam revivenciando o poema algumas perguntavam ou recitavam os trechos do mesmo. O poema as borboletas foi apresentado para as crianças inicialmente em libras, percebemos que a linguagem de sinais fascinou as crianças que só recitava o poema fazendo os gestos. Após apresentarmos o poema realizou-se a confecção coletiva do cartaz do poema as borboletas inicialmente trabalhamos as cores, os tipos de borboletas e as figuras geométricas, após trabalharmos as cores e as figuras que deram formas às borboletas , elas conheceram a letra
  5. 5. do poema, fizeram a dobradura da borboleta que voa e brincaram de voar com a borboleta de dobradura que bate as asas. Contamos também a história do macaco danado em que havia uma borboleta que não sabia que os filhotes de borboletas eram diferentes das mães, então explicamos o que é metamorfose para as crianças que desenharam o ciclo de vida da “borboleta”. Ao apresentar o poema Tic tac para as crianças demonstramos o relógio de madeira com ponteiro grande e pequeno explicando que o ponteiro menor marcas as horas e o ponteiro maior os minutos, demonstramos em desenho a contagem de 5 em 5 e as crianças foram desafiadas a desenharem o relógio. E apesar de tão pequenas conseguiram assimilar e registrar o relógio em desenho. Conversamos sobre os animais selvagens e em especial sobre o rei da floresta “o leão”, as crianças rugiram imitando o leão, após conhecerem o poema realizamos a atividade de pintura do leão com o carimbo das mãos com tinta guache e a juba dele com as pontas do garfo. A atividade do poema que mais surpreendeu foi o da música aquarela que ao lermos com as crianças elas faziam os gestos com atenção na letra, então cada criança recebeu uma parte da música para ilustrar e foi surpreendente como elas assimilaram os versos a releitura em desenho.
  6. 6. Ainda relacionado a aquarela não poderíamos deixar de realizarmos a pintura livre com tintas guache ao som da música aquarela, atividade esta que as crianças retrataram com prazer a música em desenhos com tinta e pincel. O produto final do trabalho do agrupamento foi um grande livro que reuniu o trabalho de todas as crianças, já a culminância final do mesmo ocorreu-se de forma festiva em formato de sarau de poesia, este projeto poderia estender-se por um tempo maior porém finalizamos em dezembro e com o trabalho dos poemas que, mais chamaram a atenção das crianças, que levaram os poemas para casa e junto com a família escolheram os preferidos para memorizar, para que depois pudessem recitar . As crianças recitaram os poemas que mais lhes chamou a atenção e o interessante é que elas não gostaram de repetir o mesmo recitado pelo colega nosso recital serviu para percebermos que não se pode desvalorizar ou ignorar nenhum saber fazendo um julgamento antecipado sem verificação pois cada criança soube expor de maneira diferente as crianças que se expressaram e memorizaram um numero maior de poema se embaraçaram na hora de expressar no coletivo já individualmente souberam relembrar, expressar e gesticular com muita nitidez, já aquelas crianças
  7. 7. mais alheias deram um show escolheram um único poema e se expressaram com ênfase nas palavras e nos gestos deixando até os colegas com maior interesse em expor seus conhecimentos “surpresos” em ver o quanto os colegas se superaram. O projeto trouxe muitos aprendizados pois tratamos de vários assuntos em sequencia didática baseados nos poemas trabalhados.

×