Apostila auto cad 2d 2012

1,082 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,082
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
87
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apostila auto cad 2d 2012

  1. 1. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 1 2D
  2. 2. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 2 Sumário 1.0 Introdução................................................................................................................................ 3 1.1 Revisão.................................................................................................................................... 3 1.2 Descrições do Desenho Técnico............................................................................................. 3 1.3 Vistas ortográficas e perspectiva ............................................................................................ 4 1.3.1 Projeções ortográficas.......................................................................................................... 4 1.3.2 Vistas em perspectivas ........................................................................................................ 5 1.4 Cotagem.................................................................................................................................. 6 1.5 Escala...................................................................................................................................... 7 1.6 Folhas para impressão............................................................................................................ 8 1.7 Legendas................................................................................................................................. 9 1.8 Normas do Desenho Técnico................................................................................................ 10 1.9 Normas do Desenho Mecânico............................................................................................. 10 2.0 Auto CAD............................................................................................................................... 11 2.1 Configurações inicial (startup) .............................................................................................. 11 2.2 Barras de ferramentas .......................................................................................................... 32 2.2.1 Barra de ferramentas DRAW ............................................................................................ 32 2.2.2 Barra de ferramenta MODIFY ............................................................................................ 54 2.2.3 Barra de Ferramentas LAYERS......................................................................................... 65 2.2.4 Barra de ferramentas DIMENSION.................................................................................... 67 2.3 Plotagem ............................................................................................................................... 87 3.0 Bibliografia........................................................................................................................... 103
  3. 3. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 3 1.0 Introdução Para um melhor entendimento do software AutoCAD, faz-se necessário conhecer alguns assuntos essenciais de Desenho Técnico. Neste sentido foram selecionados, a seguir, alguns assuntos básicos que possuem uma relação direta ou indireta com o programa. Figura 1: Pistão desenhado e renderizado no AutoCAD 2012 1.1 Revisão Esta revisão ajudará o leitor na direção dos seus estudos preliminares para, posteriormente, dar início aos estudos no software AutoCad. Lembrando que esta revisão é somente um resumo dos principais assuntos considerados pré-requisitos para um bom aprendizado e uma posterior aplicação no software. Portanto o aprofundamento destes assuntos facilitará no manuseio e na aplicação do AutoCad. Para um melhor aprendizado devem-se buscar livros pertinentes ao conteúdo contido neste resumo. No final desta apostila contém uma bibliografia que ajudará na busca por materiais que ajudem na absorção dos assuntos.
  4. 4. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 4 1.2 Descrições do Desenho Técnico O desenho técnico é um desenho que acompanha todo um rigor técnico, através de normas, que possibilitam uma única interpretação, sem ambiguidades na forma como descreve um determinado objeto. Com o avanço da tecnologia foram desenvolvidos softwares que auxiliam a construção de desenhos normatizados. Estes softwares denominados CAD (Computer Assisted Drawing ou Computer Aided Design) substituíram os papeis e as canetas facilitando a elaboração de projetos industriais. Como exemplos temos o AutoCAD, SolidWorks, Catia etc. Além dos softwares do tipo CAE que servem tanto para modelagem como para simulações. 1.3 Vistas Ortográficas e em Perspectiva 1.3.1 Projeção ortográfica Basicamente a projeção ortográfica pode ser definida como qualquer projeção isolada feita pelo abaixamento de perpendiculares sobre um plano. Todavia o consenso advindo de longo uso a considera como combinação de duas ou mais vistas. Definição: A projeção ortográfica é o método de representar a forma exata de um objeto por meio de uma ou mais projeções do objeto sobre planos que em geral estão em ângulo reto entre si baixando-se perpendicularmente do objeto ao plano. O conjunto das vistas sobre esses planos descreve totalmente o objeto. (Desenho técnico e tecnologia gráfica – Thomas E. French e Charles J. Vierck) Exemplo: Figura 2: Conjunto das vistas sobre planos
  5. 5. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 5 As vistas ortográficas da figura 1 são mostradas nas figuras 3 e 4 abaixo: OBS: Foi considerada como vista frontal a face do cubo que se encontra inclinada. Figura 3: Vistas Ortográficas Figura 4: Vistas Ortográficas 1.3.2 Vistas em perspectiva A vista em perspectiva representa o objeto como ele aparece nos nossos olhos. No entanto, suas linhas não podem ser diretamente medidas para que haja uma descrição exata do objeto. Visando a elaboração de um sistema de desenho que representasse o objeto em perspectiva, de tal forma que suas linhas principais pudessem ser medidas diretamente, foram imaginados vários métodos dentre eles: Axométrico – tendo como principal o isométrico, obliquo, em diversas variações e Perspectiva Exata
  6. 6. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 6 Exemplo de uma perspectiva isométrica: Figura 5: Perspectiva isométrica de uma peça usinada 1.4 Cotagem É um processo básico para dimensionar um desenho, onde são fornecidos, por exemplo: a distância entre dois pontos, linhas, planos ou combinação desses elementos. A figura a seguir demonstra um exemplo de cotagem: Figura 6: Cotagem de uma peça – “http://www.lugli.com.br/2009/01/cotagem/”
  7. 7. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 7 Os principais elementos que compõem uma cotagem são Cota, Símbolo, Linha de Cota e Linha de Chamada. Para o melhor entendimento do sistema de cotagem, tem-se a seguir uma figura demonstrando os elementos que o compõe: Figura 7: Elementos da Cotagem 1.5 Escala Escala é definida como a relação entre a dimensão real (física) de um determinado desenho e sua representação em um papel. Quando uma peça é representada em um papel com um determinado formato, verificam-se três casos: a. As dimensões da peça são tais que esta pode ser desenhada nas suas dimensões reais. Neste caso desenha-se em escala 1:1, ou seja, 1mm da objeto desenhado corresponde a 1mm da peça; b. A peça possui dimensões muito grandes e não é possível representá-la no tamanho real. Neste caso é necessário reduzir proporcionalmente no papel todas as suas dimensões. Por exemplo: Se as dimensões forem reduzidas na escala 1:100, isto é, 1mm da figura corresponde a 100mm do objeto; c. A peça possui dimensões muito pequenas e não seria conveniente e nem claro desenhá-lo no tamanho real, portanto é preciso, agora, ampliá-la proporcionalmente no desenho, em todas as suas dimensões. Por exemplo: Se as dimensões forem ampliadas, por exemplo, de vinte vezes, quer dizer, que foi desenhado na escala 20:1, isto é, 20mm da figura correspondem a 1mm do objeto.
  8. 8. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 8 Portanto a aplicação da escala vai depender do tamanho do desenho e, logicamente, do tamanho do papel que será inserido. Existem escalas padronizadas de acordo com normas relacionadas ao desenho técnico. Abaixo se tem uma tabela com algumas escalas padrões: Figura 8: Escalas – “http://blogdoprofessorcarlao.blogspot.com/2011/04/escalas-de-reducao-e- ampliacao-turma.html” 1.6 Folhas para Impressão As folhas para impressão de um desenho possuem formatos padrões, regulamentadas nas normas de cada país. A escolha do formato do papel será de inteira responsabilidade do projetista ou desenhista. Para isso deve-se ter o bom senso para escolher um formato adequado para um desenho com um determinado tamanho. As folhas menores são mais práticas, pois facilitam o seu manuseio, porém é necessária, a depender do desenho, a utilização de escalas de redução dificultando, desta forma, a sua interpretação e compreensão. No entanto, se for escolhido formatos maiores a interpretação do desenho será mais simples e claro. A Figura 9 mostra os formatos de papéis:
  9. 9. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 9 Figura 9: Formatos de Papéis – “http://www.graficaebrindes.com/formatos-e-aproveitamento- de-papel-na-producao-grafica.html” 1.7 Legendas São regiões contidas no desenho que possuem informações referentes ao mesmo como, por exemplo, escalas atribuídas ao desenho, o nome do projeto, o nome da empresa, a identificação dos desenhistas/projetistas etc. Possuem, geralmente, formatos retangulares e posicionam-se, na maioria das vezes, no canto inferior direito do papel. A Figura 10 mostra um exemplo de uma legenda:
  10. 10. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 10 Figura 10: Exemplo de uma legenda 1.8 Normas do Desenho Técnico Existem várias normas que regem o desenho técnico em todo o mundo. As normas estrangeiras como, por exemplo, ISO, ASTM, DIN, AISC, UNI etc. normatizam o desenho técnico, melhorando o entendimento para todos os profissionais da área. Essas normas estão contidas também em alguns CAD´s, podendo ser seguidas pelo projetista. No Brasil a ABNT rege as normas a respeito do desenho técnico, sendo algumas delas citadas a seguir:  ABNT NBR 5984 (antiga NB 8) - Norma Geral de Desenho Técnico;  ABNT NBR 8196:1999 - Emprego de escalas;  ABNT NBR 10126:1987 Errata 2:1998 - Cotagem em desenho técnico – Procedimento;  ABNT NBR 10067:1995 - Princípios gerais de representação em desenho técnico – Procedimento;  ABNT NBR 10068:1987 - Folha de desenho - Layout e dimensões – Padronização;  ABNT NBR 8403:1984 - Aplicação de linhas em desenhos - Tipos de linhas - Larguras das linhas – Procedimento etc. 1.9 Normas do Desenho Mecânico A seguir estão algumas normas relacionadas ao desenho mecânico:  ABNT NBR 14699:2001 - Desenho técnico - Representação de símbolos aplicados a tolerâncias geométricas - Proporções e dimensões;
  11. 11. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 11  ABNT NBR 11534:1991 - Representação de engrenagem em desenho técnico – Procedimento;  ABNT NBR 13043:1993 - Soldagem - Números e nomes de processos – Padronização;  ABNT NBR 7165:1982 Versão Corrigida: 2005 - Símbolos gráficos de solda para construção naval e ferroviária e etc. Essas normas citadas acima são algumas das diversas normas relacionadas à área da mecânica. É indispensável buscar as normas respectivas à área de interesse para aumentar a qualidade e a confiabilidade dos projetos. 2.0 Auto CAD O AutoCAD é um software que auxilia na elaboração de desenhos industriais. Por ser uma ferramenta global são extremamente importantes os alunos de áreas correspondentes familiarizarem-se com esta ferramenta. Para isso faz-se necessário praticar de forma expressiva para torna-se ágil e eficiente. 2.1 Configurações iniciais (startup) O AutoCAD permite que o projetista/desenhista inicie um desenho com ou sem a ajuda do assistente de configuração (WIZARD). Este assistente permite a iniciação do desenho de várias maneiras, com configurações rápidas ou avançadas. Se quisermos sempre iniciar um desenho utilizando o assistente faz-se necessário seguir os seguintes passos: 1° PASSO: Digitar STARTUP + ENTER
  12. 12. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 12 Figura 11: Digitando STARTUP na barra de comandos 2° PASSO: Digitar o número 1 + ENTER Figura 12: Digitando o número 1 na barra de comandos
  13. 13. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 13 3° PASSO: Digitar QNEW + ENTER Figura 13: Digitando QNEW na barra de comandos Após seguir estes passos o projetista força o software a sempre fornecer a janela de assistência para configuração de um novo desenho: Figura 14: Janela de assistência
  14. 14. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 14 Na primeira opção da janela, “Open a Drawing” o desenhista pode abrir um desenho, no formato DWG, na área de trabalho (MODEL): Figura 15: Opção Open a Drawing Na segunda opção, “Start from Scratch” permite-se criar um desenho de forma rápida utilizando a configuração DEFAULT para um sistema métrico ou inglês: Figura 16: Opção Start from Scratch
  15. 15. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 15 A terceira opção, “Use a Template” sugere-se a criação do desenho num formato template, ou seja, de um arquivo de desenho do AutoCAD já feito ou pré-configurado, servindo, portanto, como padrão na criação do novo desenho: Figura 17: Opção Use a Template A quarta e última opção, “Use a Wizard” permite-se a criação de um novo desenho fazendo uma rápida ou avançada configuração inicial no mesmo, utilizando uma seqüência de passos com algumas configurações essenciais para a elaboração do desenho: Figura 18: Opção Use a Wizard Na configuração rápida, o desenhista/projetista tem a opção de configurar a unidade de medida e a área do desenho, digitando a largura e o comprimento, que abrange seu projeto.
  16. 16. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 16 Figura 19: Opção Use a Template, na opção Quick Setup Na configuração avançada (Advanced Setup), o desenhista/projetista tem a opção de configurar a unidade de medida e sua precisão, a unidade de medida do ângulo e sua precisão, a direção do ângulo (0°), o sentido de crescimento do ângulo e a área do desenho. Na escolha da unidade têm-se as opções:  Decimal: unidade de medida decimal e sua precisão; Figura 20: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Decimal Units
  17. 17. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 17  Engineering: unidade de medida de engenharia e sua precisão; Figura 21: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Engineering Units  Architectural: unidade de medida arquitetural e sua precisão; Figura 22: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Architectural Units
  18. 18. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 18  Fractional: unidade de medida fracionária e sua precisão; Figura 23: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Fractional Units  Scientific: unidade de medida científica e sua precisão; Figura 24: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Units OBS: A unidade de medida mais trabalhada no Brasil é a unidade decimal e a precisão da mesma dependerá da necessidade de cada projeto.
  19. 19. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 19 Na escolha da medida do ângulo tem-se:  Decimal Degrees: Ângulos em decimais, como medida de ângulo, e sua precisão; Figura 25: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Decimal Degrees Angle  Degrees/Minutes/ Secondes: Ângulos/ Minutos/ Segundos, como medida de ângulo, e sua precisão; Figura 26: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Deg/Min/Sec Angle
  20. 20. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 20  Grads: Graus, como medida de ângulo, e sua precisão; Figura 27: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Grads Angle  Radians: Radianos, como medida de ângulo, e sua precisão; Figura 28: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Radians Angle
  21. 21. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 21  Surveyor: Unidade de ângulo topográfica, como unidade de ângulo, e sua precisão: Figura 29: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Surveyor Angle OBS: A unidade de medida do ângulo mais trabalhada no Brasil é a unidade ângulos em decimais (Decimal Degrees) e a precisão da mesma dependerá da necessidade de cada projeto. Na escolha da direção do ângulo têm-se as opções:  East (Leste), North (Norte), West (Oeste), South (Sul) e Other(Outra - Colocar outra direção para o ângulo 0°): Figura 30: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Angle Measure
  22. 22. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 22 OBS: A opção East (leste) é a mais usual na elaboração de projetos. Na escolha do sentido crescimento do ângulo têm-se as opções:  Counter-Clockwise: sentido de crescimento do ângulo anti-horário (ângulo positivo neste sentido)  Clockwise: sentido de crescimento do ângulo horário (ângulo positivo neste sentido) Figura 31: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Angle Direction OBS: A opção Counter-Clockwise é a mais usual na elaboração de projetos. Na determinação da área têm-se duas lacunas:  Width: determinar a largura;  Length: determinar o comprimento;
  23. 23. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 23 Figura 32: Opção Use a Wizard, Advanced Setup, na opção Area Após o término da configuração inicial (STARTUP) é necessário usar um comando para identificar a área de trabalho que foi determinada na configuração inicial. Para isso utiliza-se o comando VIEW, na opção ALL. Portanto para utilizá-lo é preciso seguir os passos a seguir: 1° PASSO: Clicar em VIEW na parte superior esquerda da interface do AutoCAD; 2° PASSO: Clicar em ZOOM; 3° PASSO: Clicar em ALL. Existe uma forma mais prática de utilizar o comando: 1° PASSO: Digitar Z+ENTER; 2° PASSO: Digitar A+ENTER. Aparentemente nada muda na interface do AutoCAD com a utilização deste comando, mas quando este é aplicado, utilizando uma das formas citadas acima, a área, que foi determinada na configuração inicial, é localizada e disposta no MODEL. OBS: Quando tiver um ou mais desenhos no MODEL e deseja centralizá-los basta seguir os seguintes passos: 1° PASSO: Clicar em VIEW na parte superior esquerda da interface do AutoCAD; 2° PASSO: Clicar em ZOOM; 3° PASSO: Clicar em EXTENTS.
  24. 24. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 24 Existe uma forma mais prática de utilizar o comando: 1° PASSO: Digitar Z+ENTER; 2° PASSO: Digitar E+ENTER. Para iniciarmos o aprendizado das ferramentas que o AutoCAD possui é necessário apresentar, primeiramente, a sua interface. Começando pela barra Show Menu Bar onde estão dispostos todos os ferramentas que o AutoCAD possui. Localizada na parte superior da tela, ela possui as opções File, Edit, View, Insert, Format, Tools, Draw, Modify, Parametric, Window, Help e Express: Figura 33: Barra Show Menu Bar Abaixo dela estão dispostas as barras de ferramentas, com seus respectivos desenhos. Elas podem estar dispostas em posições diversas, conforme figura abaixo: Figura 34: Barra de Ferramentas
  25. 25. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 25 A área de trabalho, denominada MODEL, centralizada na tela, é utilizada para a confecção dos desenhos. Logo abaixo está a Barra de Comandos disposta, geralmente, na parte inferior da tela. Ela é bastante útil, pois indicam todos os passos dados no projeto, indicando as ferramentas utilizadas, as medidas mensuradas etc.: Figura 35: Barra de Comandos Para acessar seu histórico basta digitar a tecla F2: Figura 36: Histórico da Barra de Ferramentas Por último está a Barra dos Comandos de Precisão contendo, dentre outros, os indicativos de final e meio de ponto, centro de círculo etc., angulação, características geométricas: Polar Tracking:
  26. 26. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 26 Neste comando é configurado as angulações que o AutoCAD identificará para ajudar na construção de desenhos com ângulos determinados. Para isso basta clicar no ícone com o botão direito do mouse e selecionar a opção settings. Em seguida abrirá uma janela chamada Drafting Settings, na opção Polar Tracking: Figura 37: Configuração do Polar Tracking Na opção Polar Angle Settings, Increment angle o desenhista/projetista escolhe o ângulo. Este ângulo será identificado na área de trabalho toda vez que o mesmo selecionar um comando, fazendo a soma da angulação à medida que o cursor percorrer o sentido de crescimento escolhido na configuração inicial (Angle Measure):
  27. 27. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 27 Figura 38: Indicação da angulação Na opção Additional Angles, pode-se adicionar ângulos específicos, mas, estes, não serão somados de acordo com o percurso do cursor no sentido de crescimento do ângulo. Ele identificará somente o seu valor no quadrante correspondente: Figura 39: Polar Tracking – Additional Angles
  28. 28. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 28 Figura 40: Indicação da angulação determinado na opção Additional Angles OBS: Para ativar o Polar Tracking basta clicar com o botão esquerdo do mouse em cima do símbolo correspondente ou clicar na tecla F10. Object Snap: Neste comando são configurados os indicativos geométricos como meio e final de pomto, centro de círculo, perpendicularidade entre duas linhas etc. Para configurá-lo basta clicar com o botão direito do mouse no ícone e selecionar a opção settings. Em seguida abrirá uma janela chamada Drafting Settings, na opção Object Snap:
  29. 29. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 29 Figura 41: Configuração do Object Snap Nesta janela estam dispostos os “SNAPs”. Para selecionar basta clicar no quadrado referente ao SNAP. No início de um projeto podem-se selecionar todos os “SNAPs” para ajudar na confecção do desenho. Para que eles apareçam no desenho, é necessário selecionar uma ferramenta qualquer: Figura 42: Demonstrativo do Object Snap
  30. 30. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 30 OBS: Para ativar o Object Snap basta clicar com o botão esquerdo do mouse em cima do símbolo correspondente ou clicar na tecla F3. OBS: Na parte superior desta janela existe uma opção denominada Object Snap Tracking On. Esta opção dar ao desenhista/projetista a capacidade de obter centros de figuras geométricas. Para obter o centro de um quadrado, por exemplo, basta selecionar uma ferramenta e com o cursor ir em direção ao meio de uma das arestas da figura geométrica e retornar para o centro da figura e repetindo esta operação na direção oposta, sem clicar com o mouse no MODEL, o AutoCAD dará o centro do quadrado, através do ponto de interseção entre as linhas de extensão: Figura 43: Object Snap Tracking Esta opção também está na barra de Comandos de Precisão conforme a figura abaixo: Para ativá-la basta clicar em cima do ícone ou digitar a tecla F11. Dynamic Input:
  31. 31. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 31 Este comando substitui a barra de comandos onde tudo o que for digitado será mostrado próximo ao cursor: Figura 44: Dynamic Input OBS: Para ativar o Dynamic Input basta clicar com o botão esquerdo do mouse em cima do símbolo correspondente ou clicar na tecla F12. Show/Hide Lineweight: Este comando mostra as espessuras das linhas atribuídas nos Layers (Camadas – Página 65 desta apostila). A figura a seguir mostra linhas com espessuras diferentes e o comando Show/Hide Lineweight ativado:
  32. 32. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 32 Figura 45: Show/Hide Lineweight Ortho Mode: Este comando utiliza, somente, ângulos retos para a construção de desenhos. OBS: Para ativar o Ortho Mode basta clicar com o botão esquerdo do mouse em cima do símbolo correspondente ou clicar na tecla F8. Infer Constraints: Este comando ativa ou desativa as características geométricas (Infer Geometric Constraints). Para acessá-lo basta clicar com o botão esquerdo do mouse e selecionar a opção Settings. Aparecerá uma janela de configuração:
  33. 33. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 33 Figura 46 Nesta janela podem-se controlar as características geométricas convenientes em um projeto. Geralmente utiliza-se as características geométricas para construção de desenhos parametrizados. 2.2 Barras de ferramentas 2.2.1 DRAW A partir de agora serão mostradas as ferramentas essenciais para a construção e modificação de um desenho. A primeira barra de ferramentas que será demonstrada é a DRAW, uma barra que contêm ferramentas para construção de um desenho: OBS: A partir de agora serão utilizadas nomenclaturas didáticas para facilitar o aprendizado: P1, P2, P3...= ponto qualquer
  34. 34. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 34 ENTER = Enter OBS: ENTER: finaliza um comando; ESC: Cancela uma ação ou comando.  Line Função: criar segmentos de reta. Opção 1: 1. Clica em P1; 2. Coloca o cursor no sentido desejado e Clica em P2 ou digitar distância do segmento + ENTER; 3. ENTER (Finaliza comando). OBS: Para construir uma linha com uma determinada angulação: 1. Clica em P1; 2. @x<Ɵ + ENTER. Onde:  X = tamanho do segmento;  Ɵ = angulação do segmento; Pode-se, também, utilizar o polar tracking para construir uma linha com uma determinada angulação. Para isso basta ativar o polar tracking, configurar a angulação e construir a linha buscando a angulação determinada através do eixo de simetria conforme figura 46:
  35. 35. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 35 Figura 47: Construindo uma linha com uma determinada angulação Opção 2: 1. Digita FROM + ENTER; 2. Clica em PR; 3. Digiata @x,y + ENTER(P1); 4. Coloca o cursor no sentido desejado e Clica em P2 ou digitar distância do segmento + ENTER; 5. ENTER (Finaliza comando). OBS: O comando auxiliar FROM pode ser utilizado na maioria dos comandos de construção e modificação! Ele tem a função de gerar um ponto a partir de um ponto de referência. No Line, ele gera um dos pontos finais, no círculo o ponto central, no retângulo um dos vértices etc.  Construction Line
  36. 36. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 36 Função: criar linhas infinitas. 1. Clica em P1; 2. Escolhe a angulação e clica em P2; 3. ENTER (Finaliza comando). OBS: Quando o Construction Line é ativado, este dar opções entre cochetes: Horizontal, Vertical, Angular, Bissetriz e Offset. Para selecionar uma destas opções basta, primeiramente, selecionar o comando Construction Line, digitar, das opções dadas, a letra que está maiúscula e utilizá-la: Figura 48: Opções da ferramenta Contruction Line Esta ferramenta constrói linhas infinitas e servem, por exemplo, para a confecção de cortes em desenhos com duas dimensões.
  37. 37. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 37  Polyline Função: criar segmentos de reta agrupados. 4. Clica em P1; 5. Clica em P2 ou digita distância do segmento + ENTER; 6. ENTER (Finaliza comando). OBS: Cria linhas agrupadas, no formato Polyline.  Polygon Função: criar polígonos. 1. Digita o número de lados + ENTER; 2. Clica em P1(Ponto central onde esta, inscrito ou escrito, o polígono); 3. I ou C + ENTER (Inscrito ou Circunscrito); 4. Digita o valor do raio + ENTER. OBS: Figura 49: Opções de polígonos
  38. 38. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 38  Rectangle Função: criar retângulos. Opção 1: 1. Clica em P1; 2. @x, y + ENTER (P2); OBS: Para separar coordenadas utiliza-se vírgula  X=valor da aresta referente à x.  y=valor da aresta referente à y. Os sinais de x e y dependem da direção e do sentido do retângulo. A seguir tem-se uma figura para orientação das coordenadas: Figura 50: Diagrama para ajudar na construção de retângulos Opção 2: Utilizando o FROM 1. Digita FROM + ENTER 2. Clica em PR; 3. @x, y + ENTER (P1); 4. @x, y + ENTER (P2).
  39. 39. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 39 Figura 51: Utilizando o Rectangle com FROM  Arc 3 points Função: criar arcos. 1. Clica em P1; 2. @x,y + ENTER(P2); 3. Clica em P3. Figura 52: Arco três pontos
  40. 40. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 40 OBS: Os valores referentes à metade do segmento que contêm o arco e a altura do arco não são fixos, ou seja, variam conforme a direção e o sentido do arco.  Arc (START, CENTER, END) Função: criar arcos. Opção 1: 1. DRAW; 2. ARC; 3. START, CENTER, END; 4. P1 5. P2(Ponto fixo) 6. P3 Opção 2: 1. Digita S + ENTER; 2. Clica no ponto Inicial; 3. Digita C + ENTER; 4. Clica no ponto Central; 5. Digita E + ENTER; 6. Clica no ponto final.
  41. 41. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 41 Figura 53: Arco três pontos – START, CENTER, END OBS: O arco cresce de acordo com o sentido crescimento do ângulo, posto na configuração inicial e que usualmente é anti-horário (counter-clockwise), e a partir do primeiro ponto escolhido (P1).  Circle Função: criar círculos. Opção 1: 1. Clica em P1(ponto central); 2. Digitar o valor do raio + ENTER.
  42. 42. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 42 Figura 54: Construção do círculo através do raio Opção 2: 1. P1(ponto central); 2. Digitar D + ENTER(D=diametro); 3. Digitar o valor do diametro + ENTER. Figura 55: Construção do círculo através do diâmetro
  43. 43. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 43 Opção 3: 1. Digita T + ENTER; 2. Clica nos dois pontos de tangência; 3. Digita o valor do raio + ENTER. Figura 56: Construção do círculo através dos pontos de tangência  Ellipse Função: criar elipses. 1. Clica em P1; 2. Percorre o cursor na angulação e sentido desejados e digita o valor do eixo maior + ENTER; 3. Digita o valor da metade do eixo menor + ENTER. OBS: Pode-se atribuir o valor da angulação utilizando os seguintes passos: 1. Clicar em um ponto qualquer e digitar o valor do eixo maior juntamente com a sua angulação (@x<Ɵ) + ENTER depois digitar o valor da metade do eixo menor + ENTER;  Spline Função: criar curvas. 1. Clica nos pontos de tangência + ENTER;
  44. 44. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 44 Figura 57: Construção do Spline através dos pontos de tangência  Ellipse Arc Função: criar arcos de elipses. 1. Digita C + ENTER; 2. Clica em P1 (Centro); 3. Coloca o cursor no sentido desejado para o eixo maior(pode ser o mesmo valor do eixo menor) do arco e digita um valor para ele (P2); 4. Digita o valor do eixo menor do arco de elipse + ENTER; 5. Digita ângulo de início do arco de elipse + ENTER; 6. Digita ângulo final do arco de elipse + ENTER. Figura 58: Ellipse Arc
  45. 45. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 45  Make Block Função: criar blocos. 1. Aparecerá uma janela; Figura 59: Janela da ferramenta Make Block 2. Digita o nome do bloco; 3. Clica em Select Object: selecionar objeto + ENTER; 4. Clicar em Pick Point: Clicar no ponto de inserção; 5. Clicar em OK. OBS: Na opção Select Objects há duas opções. A primeira, Retain, cria um bloco a partir de um desenho conservando as características iniciais do desenho como, por exemplo, as características das linhas (Polyline ou line). A segunda opção, convert block, cria um bloco a partir de um desenho e transforma o mesmo num bloco, denominado Block Reference.
  46. 46. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 46  Write Block Função: criar blocos. 1. Aparecerá uma janela; Figura 60: Janela da ferramenta Write Block 2. Digita o nome do bloco; 3. Clica em Select Object: selecionar objeto + ENTER; 4. Clica em Pick Point: Clicar no ponto de inserção; 5. Destination: escolher o destino para salvar o bloco clicando num quadrado com três pontos; 6. Escolher a unidade de inserção de escala. OBS: Caso queira transformar um make block em write block, basta selecionar a opção block no topo da janela write block, escolher o bloco e depois aplicar a ferramenta.
  47. 47. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 47  Insert Block Função: Inserir blocos. Opção 1: Inserindo um make block 1. Aparecerá uma janela; Figura 61: Inserindo um Make Block 2. Escolhe o bloco pela seta localizada próximo a opção browse; 3. Insertion point: Specify on-screen; 4. Scale: Clica em uniform scale e especifica o tamanho do objeto a ser inserido; 5. Rotation: Specify on-screen ; 6. Explode: no canto inferior esquerdo da tela há a opção explode onde, se selecionado, o bloco pode ser inserido de forma fragmentada; 7. Clica em OK Opção 2: Inserindo um write block 1. Aparecerá uma janela;
  48. 48. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 48 Figura 62: Inserindo um Write Block 2. Escolhe o bloco pela opção browse; 3. Insertion point: Specify on-screen; 4. Scale: Clica em uniform scale e especifica o tamanho do objeto a ser inserido; 5. Rotation: Specify on-screen ; 6. Explode: no canto inferior esquerdo da tela há a opção explode onde, se selecionado, o bloco pode ser inserido de forma fragmentada; 7. Clica em OK.  Point 1. Format; 2. Point Style; 3. Aparecerá uma janela:
  49. 49. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 49 Figura 63: Janela de formatação do Point 4. Seleciona o tipo de ponto desejado; 5. Seleciona a forma de dimensionar o ponto: Através de coordenadas absolutas ou coordenadas relativas; 6. Na opção Point Size, digita o tamanho do ponto e clica em OK; 7. Clica em point, localizado na barra de ferramentas DRAW: 8. Clica no local desejado; 9. ESC para sair do comando.  Hatch Opção 1: User defined - esta opção trabalha com linhas contínuas perpendiculares. Função: criar hachuras.
  50. 50. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 50 1. Aparecerá uma janela; Figura 64: Hatch – User Defined 2. Type: Escolher a opção user defined como o tipo do hatch; 3. Color: Bylayer; 4. Double: se selecionada pode trabalhar com linhas duplas perpendiculares; 5. Spacing: Digitar o espaçamento entre as linhas ; 6. Hatch origin: Clicar em click to set new origin e selecionar o ponto de início do Hatch; 7. Clica em More options, no canto inferior direito da janela; 8. Islands: Clica em Island detection e depois em Outer 9. Boundaries: clica em Pick Points e clica no ponto central onde ficara o hatch; 10.OK (Finalizar).
  51. 51. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 51 Figura 65: User Defined Hatch Opção 2: Predefined - esta opção trabalha com linhas contínuas perpendiculares. 1. Aparecerá uma janela;
  52. 52. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 52 Figura 66: Hatch – Predefined 2. Type: Escolher a opção predefined como o tipo do hatch; 3. Pattern: Escolher o tipo de hachure; 4. Color: Bylayer; 5. Angle: Digitar ângulo da hachura; 6. Scale: digitar a escala do piso. 7. Hatch origin: Clicar em click to set new origin e selecionar o ponto de início do Hatch; 8. Clica em More options, no canto inferior direito da janela; 9. Islands: Clica em Island detection e depois em Outer 10.Boundaries: clica em Pick Points e clica no ponto central onde ficara o hatch; 11.OK (Finalizar).
  53. 53. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 53 Figura 67: Predefined Hatch OBS: Para cada tipo de hachura, da opção PREDEFINED, a uma escala mínima e uma escala máxima. Existem hachuras que já possuem determinadas angulações. Portanto se for atribuída uma angulação na opção Angle, esta será somada com a angulação já existente.  Table Função: criar tabelas. 1. Aparecerá uma janela:
  54. 54. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 54 Figura 68: Janela de formatação da tabela 2. Na opção table style, clica em new, coloca o nome do estilo da tabela e clica em continue; 3. Aparecerá uma nova janela: Figura 69: Nova formatação da tabela
  55. 55. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 55 4. Na opção General, escolhe a direção da tabela; 5. Na opção Cell styles, seleciona a característica da tabela; 6. Em General, na opção Fill Color, coloca-se na opção none; 7. Na opção Alignment, coloca-se a posição do texto; 8. Na opção Format, coloca-se o tipo de informação do texto; 9. Na opção Type, coloca-se o tipo de texto; 10.Na opção Margins, coloca-se os valores referentes às margens da tabela; 11.Na opção Merges Cells on row/column creation pode-se colocar, ou retirar, as divisões das colunas; 12.Clica em OK; 13.Clica na opção Set Current; 14.Clica em Close; 15.Na opção Insert Point, seleciona a opção Start from empty table; 16.Na opção Insertion Behavior, seleciona a opção Specify insertion point; 17.Na opção Column e Row settings, coloca a quantidade de colunas (Column) e a espessura correspondente; 18.Na opção Column e Row settings, coloca a quantidade de linhas (row) e a espessura correspondente; 19.Clica em OK; 20.Clica no lugar desejado.  Add Selected Função: copiar uma função. 1. Seleciona o objeto com a característica desejada; 2. Utiliza os passos referentes ao comando que foi construído o objeto. 2.2.2 MODIFY A segunda barra de ferramentas que será demonstrada é a MODIFY, uma barra que contêm ferramentas para modificação de um desenho:
  56. 56. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 56  Erase Função: apagar. 1. Seleciona o objeto desejado; 2. ENTER.  Copy Função: copiar. Opção 1: 1. Seleciona objeto + ENTER; 2. P1 (Ponto do objeto); 3. P2 (Ponto que deseja copiar). Figura 70: Copiando um objeto
  57. 57. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 57 Opção 2: 1. Seleciona objeto + ENTER; 2. Clica em P1(ponto do próprio objeto); 3. Digita FROM + ENTER; 4. Clica em PR(ponto de referência ); 5. Digita @x,y +ENTER(Distância do ponto escolhido no desenho-P1 ao ponto de referência- PR).  Mirror Função: espelhar. 1. Seleciona objeto + ENTER; 2. Clica nos pontos eqüidistantes; 3. Digitar: Y se quiser espelhar o objeto e apagar o mesmo. N se quiser espelhar o objeto e mantê-lo no desenho. Figura 71: Mirror
  58. 58. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 58  Offset Função: reproduzir um objeto a uma determinada distância de um outro objeto. 1. Digita a distância + ENTER; 2. P1; 3. P2.  Array Função: reproduzir vários objetos a partir de um único objeto. Opção 1: Rectangular Array 1. Pressionar com o botão esquerdo do mouse a ferramenta Array e escolher a opção Rectangular Array; 2. Selecionar objeto + ENTER; 3. A + ENTER (Para escolher a angulação dos objetos); 4. C + ENTER (Para configuração); 5. Digitar número total de linhas + ENTER; 6. Digitar número total de colunas + ENTER; 7. S + ENTER (Para configurar espaçamento entre os objetos); 8. Digitar o espaçamento entre as linhas + ENTER; 9. Digitar o espaçamento entre as colunas + ENTER; 10.ENTER (Finalizar).
  59. 59. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 59 Figura 72: Rectangular Array Opção 2: Polar Array 1. Pressionar com o botão esquerdo do mouse a ferramenta Array e escolher a opção Polar Array; 2. Selecionar objeto + ENTER; 3. P1 (Ponto central); 4. Digita número total de itens + ENTER; 5. Digita Ângulo de ajuste(Angle to Fill) + ENTER; 6. ENTER (Finalizar).
  60. 60. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 60 Figura 73: Polar Array Opção 3: Path Array 1. Pressionar com o botão esquerdo do mouse a ferramenta Array e escolher a opção Path Array; 2. Selecionar objeto + ENTER; 3. P1(Clicar na curva que será o caminho da reprodução); 4. Digita número total de itens + ENTER; 5. Digita a distância entre os objetos + ENTER; 6. ENTER (Finalizar). Figura 74: Path Array
  61. 61. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 61  Move Função: mover. Opção 1: 1. Selecionar objeto + ENTER; 2. P1(Ponto do objeto); 3. P2(Ponto qualquer). Opção 2: 1. Seleciona objeto + ENTER 2. Clica em P1(Ponto do objeto); 3. Digita FROM + ENTER; 4. Clica em PR; 5. Digita @x,y + ENTER.  Rotate Função: rotacionar. Opção 1: 1. Selecionar objeto + ENTER; 2. P1(Ponto do objeto); 3. Digita o ângulo de rotação + ENTER. Opção 2: 1. Seleciona objeto + ENTER
  62. 62. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 62 2. Clica em P1(Ponto do objeto); 3. Digita FROM + ENTER; 4. Clica em PR; 5. Digita @x,y + ENTER.  Scale Função: aumentar ou diminuir um determinado desenho. 1. Selecionar objeto + ENTER; 2. P1(Ponto do objeto); 3. Digita fator de escala + ENTER. OBS: Fator de escala (F.E): F.E<1 diminui o objeto. F.E>1 aumenta o objeto.  Stretch Função: aumentar ou diminuir arestas. 1. Selecionar as arestas do retângulo + ENTER; 2. P1(Ponto do retângulo); 3. Põe o sentido desejado para extensão e digita a distância correspondente + ENTER.
  63. 63. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 63 Figura 75: Utilizando o Stratch  Trim Função: apagar parte de linhas que se cruzam. 1. ENTER; 2. P1; 3. ENTER (Finalizar).  Extend Função: estender. 1. Selecionar a linha de destino + ENTER; 2. P1(Linha de extensão).  Join Função: juntar duas linhas formando uma única linha.
  64. 64. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 64 1. Selecionar os segmentos; 2. ENTER.  Chamfer Função: fazer acabamentos chanfrados em vértices. 1. D + ENTER (D=Distância); 2. Digita distância 1 + ENTER; 3. Digita distância 2 + ENTER; 4. P1; 5. P2. Figura 76: Chamfer  Fillet Função: fazer acabamentos curvados em vértices.
  65. 65. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 65 1. R + ENTER (R=Raio); 2. Digita o valor do raio + ENTER; 3. P1; 4. P2. Figura 77: Fillet  Explode Função: fragmentar. 1. Seleciona objeto; 2. ENTER.  Break at Point Função: dividir linhas. 1. Seleciona linha; 2. Clica no ponto para separar a linha em duas partes.  Break
  66. 66. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 66 Função: suprimir parte de uma linha ou aresta. 1. Seleciona linha; 2. Digita F(First point) + ENTER 3. Clica no primeiro ponto; 4. Clica no segundo ponto.  Blend Curves Função: criar spline através de duas linhas separadas. 1. Seleciona as duas linhas. Figura 78: Blend Curves 2.2.3 LAYERS A terceira barra de ferramentas que será demonstrada é a LAYERS, uma barra que contêm ferramentas para criação de camadas do desenho:
  67. 67. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 67  Layer properties Manager 1. Aparecerá uma janela: Figura 79: Layers Properties Manager 2. Clica na opção New Layer (Alt+N) 3. Digita o nome da camada + ENTER 4. On: Habilita ou desabilita a camada sendo que o AutoCAD continuará o processamento da mesma, caso ela esteja desabilitada; 5. Freeze: Habilita ou desabilita a camada sendo que o AutoCAD não processará a mesma, caso ela esteja desabilitada; 6. Lock: Deixa a camada na área de trabalho, mas não permitirá nenhum tipo de modificação na mesma; 7. Linetype: Escolhe o tipo de linha para a camada; 8. Linewight: Escolhe a espessura da linha referente à camada; 9. Transparency: Se o desenhista estiver no estilo de visualização Conceptual Visual Style, pode-se modificar a transparência do desenho permitindo, desta forma, a visualização das partes internas do desenho;
  68. 68. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 68 10.Plot: Permite, ou não, a impressão da camada. Depois de criadas as camadas, são necessárias associá-las aos respectivos desenhos. Basta selecionar o desenho, clicar na seta Layer Control, disposta na barra Layers, e escolher a camada. A seguir estão os passos representados na figura: Figura 80: Associação do layer ao desenho 2.2.4 PARAMETRIC A quarta barra de ferramentas que será demonstrada é a PARAMETRIC, uma barra que contêm ferramentas para construção de desenhos utilizando o conceito de parametrização:
  69. 69. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 69  Infer Constraints Para acessar esta ferramenta basta pressionar com o botão esquerdo do mouse em cima do símbolo correspondente e em seguida escolher a característica desejada. Esta ferramenta contém características geométricas que podem ser atribuídas a um desenho feito aleatoriamente. Figura 81: Infer Constraints Coincident: Ferramenta que coincide duas figuras geométricas em um mesmo ponto; 1. Clica na ferramenta; 2. Clica na linha P1; 3. Clica na linha P2.
  70. 70. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 70 Figura 82: Coincident Perpendicular: Ferramenta que tornam duas linhas perpendiculares; 1. Clica na ferramenta; 2. Clica na linha em que deseja torna-la perpendicular P1; 3. Clica na linha tomada como referência P2. Figura 83: Perpendicular Parallel: Ferramenta que tornam duas retas paralelas; 1. Clica na ferramenta; 2. Clica na linha em que deseja torna-la paralela P1; 3. Clica na linha de referênica P2.
  71. 71. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 71 Figura 84: Parallel Tangent: Ferramenta que interceptam duas figuras geométricas em um único ponto; 1. Clica na ferramenta; 2. Seleciona o objeto de referência; 3. Seleciona o objeto que tangenciará o objeto referente (Este irá se mover em direção ao objeto, tangenciando-o); Figura 85: Tangent Horizontal: Ferramenta que torna uma linha horizontal; 1. Seleciona a linha que deseja tornar sua direção horizontal;
  72. 72. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 72 Figura 86: Horizontal Vertical: Ferramenta que torna uma linha vertical; 1. Seleciona a linha que deseja tornar sua direção vertical; Figura 87: Vertical Collinear: Ferramenta que tornam duas linhas colineares; 1. Seleciona ferramenta; 2. Seleciona a linha de referência; 3. Seleciona a linha que deseja tornar colinear.
  73. 73. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 73 Figura 88: Collinear Concentric: Ferramenta que transformam dois centros de círculos em um mesmo ponto em comum; 1. Seleciona o círculo de referência; 2. Seleciona o círculo que deseja tornar concêntrico. Figura 89: Concentric Smooth: Ferramenta que unificam dois pontos de uma linha do tipo Spline; 1. Seleciona a primeira parte da Spline; 2. Seleciona a segunda parte da Spline.
  74. 74. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 74 Figura 90: Smooth Symmetric: Ferramenta que tornam duas figuras simétricas em relação a um eixo; 1. Seleciona as linhas que deseja tronar simétricas; 2. Selecionar o eixo de simetria das linhas. Figura 91: Symmetric
  75. 75. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 75 Figura 92: Symmetric finalizado Equal: Ferramenta que tornam duas figuras geométricas iguais em dimensões e características geométricas. 1. Seleciona a figura de referência; 2. Seleciona a linha que deseja tornar igual a referência em relação as características geométricas e dimensionais.
  76. 76. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 76 Figura 93: Equall  Constraints Para acessar esta ferramenta basta pressionar com o botão esquerdo do mouse em cima do símbolo correspondente e em seguida escolher o dimensionamento desejado. Esta ferramenta contém características dimensionais que podem ser atribuídas a um desenho feito aleatoriamente.
  77. 77. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 77 Figura 94: Constraints Aligned: Cota parametrizada de uma linha com uma determinada angulação. 1. Clica nos pontos extremos da linha; 2. Especifica o local da cota parametrizada ou digita distância + ENTER; 3. Digita a dimensão da linha + ENTER. Figura 95: Aligned
  78. 78. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 78 Figura 96: Continuação do Aligned Figura 97: Aligned finalizado OBS: Caso deseje alterar o valor das cotas parametrizadas, basta dar dois cliques no valor correspondente e retifica-lo. Horizontal: Cota parametrizada de uma linha na direção horizontal. 1. Clica nos pontos extremos da linha; 2. Especifica o local da cota parametrizada ou digita distância + ENTER; 3. Digita o valor da linha + ENTER.
  79. 79. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 79 Figura 98: Horizontal Figura 99: Horizontal finalizado Vertical: Cota parametrizada de uma linha na direção vertical. 1. Clica nos pontos extremos da linha; 2. Especifica o local da cota parametrizada ou digita distância + ENTER; 3. Digita o valor da linha + ENTER.
  80. 80. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 80 Figura 100: Vertical Figura 101: Vertical finalizado Angular: Cota parametrizada de uma angulação entre duas linhas. 1. Clica nas linhas; 2. Especifica o local da cota parametrizada ou digita distância + ENTER; 3. Digita o valor da linha + ENTER. Figura 102: Angular
  81. 81. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 81 Figura 103: Angular finalizado Radius: Cota parametrizada do raio de um círculo. 1. Clica na linha do círculo; 2. Especifica o local da cota parametrizada ou digita distância + ENTER; 3. Digita o valor da linha + ENTER. Figura 104: Radius
  82. 82. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 82 Figura 105: Radius finalizado Diameter: Cota parametrizada do diâmetro de um círculo. 1. Clica na linha do círculo; 2. Especifica o local da cota parametrizada ou digita distância + ENTER; 3. Digita o valor da linha + ENTER. Figura 106: Diameter
  83. 83. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 83 Figura 107: Diameter finalizado  AutoConstrain Basta selecionar a ferramenta, selecionar a figura e ENTER para gerar as características existentes na mesma. Figura 108: AutoConstrain Caso queira fazer um projeto, cotá-lo e, posteriormente, queira mudar as dimensões das cotas é necessário parametrizar as cotas. Para isso é preciso mudar a interface do AutoCAD para a opção Drafiting & Annotation. A seguir estam os passos a ser seguidos:
  84. 84. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 84 1. Pressionar com o botão esquerdo do mouse na opção Workspace Switching, uma engrenagem que se encontra no rodapé da interface do AutoCAD: Figura 109: Workspace Switching 2. Seleciona a opção Drafiting & Annotation;
  85. 85. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 85 Figura 110: Workspace Switching 3. Selecionar a opção Parametric; 4. Seleciona a ferramenta Convert; Figura 111: Convert 5. Clica na cota que deseja converter para o sistema de parametrização + ENTER;
  86. 86. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 86 Figura 111: Convert finalizado Agora, caso queira modificar o valor da dimensão da cota basta clicar duas vezes com o botão esquerdo do mouse, fazer a modificação e dar um ENTER. 2.2.5 DIMENSION A quinta barra de ferramentas que será demonstrada é a DIMENSION, uma barra que contêm ferramentas para criação de todo o processo de cotagem: Para iniciar o processo de cotagem, é necessário criar uma formatação de cota. Na barra Show Menu Bar, na opção FORMAT, basta clicar em Dimension Style. Aparecerá uma janela:
  87. 87. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 87 Figura 112: Janela de formatação da cota Clica em New, digita um nome para a configuração de cota e clica em Continue: Figura 113: Criando uma nova configuração de cota
  88. 88. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 88 Aparecerá uma nova janela: Figura 114: Dimension Styles – Dimension Lines
  89. 89. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 89  Configurando Lines: Figura 115: Extension Styles - Lines Dimension Lines 1. Color : cor da linha de cota; 2. Linetype: Tipo de linha da cota; 3. Lineweight: Espessura da linha de cota; 4. Caso utilize seta (Arrows) do tipo Tick (Traço), essa opção indica o quanto a linha de cota (Dimension Lines) ultrapassará a linha de chamada (Extension Lines); 5. Baseline spacing: Espaçamento entre as linhas de base; 6. Suppress: Suprimir linha de cota da esquerda (Dim Line 1) ou direita (Dim Line 2). Extension Lines 1. Color : cor da linha de chamada; 2. Linetype ext line 1: Tipo da linha de chamada; 3. Linetype ext line 2: Tipo da linha de chamada;
  90. 90. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 90 4. Lineweight: Espessura da linha de chamada; 5. Suppress: Suprimir linha de chamada da esquerda (Dim Line 1) ou direita (Dim Line 2); 6. Extend Beyond dim lines: Distância da linha de cota até a parte superior da linha de chamada; 7. Offset from origin: Distância do objeto a linha de chamada; 8. Fixed length extension lines: Ativar a opção da distância da linha de cota até a parte inferior da linha de chamada; 9. Length: distância da linha de cota até a parte inferior da linha de chamada.  Configurando Symbols and Arrows: Figura 116: Dimension Styles – Symbols and Arrows Arrowheads: 1. First e Second : tipo da seta ou símbolo da cota; 2. Leader: Tipo da seta ou símbolo do Quick Leader; 3. Arrow Size: Tamanho da seta ou símbolo. Center Marks: 1. Tipo e tamanho do símbolo referente à cota do centro do círculo.
  91. 91. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 91 Dimension Break: 1. Break size - Tamanho do intervalo de quebras de cotas. Arc Length Symbol: 1. A posição do símbolo (Texto) referente à cota de comprimento de arco. Radius Jog Dimenson: 1. Jog Angle – Ângulo entre a linha de chamada e linha de cota do comando Jogged. Linear Jog Dimension: 1. Jog heigth factor – Fator para a altura do Jog.  Configurando Text: Figura 117: Dimension Styles - Text Text Appearance: 1. Text style: Selecionar um estilo de texto ou criar um novo estilo de texto; 2. Text color: Cor do texto;
  92. 92. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 92 3. Fill color: Pintar a caixa de texto; 4. Text Height: Altura do texto; 5. Fraction Height Scale: Escala do tamanho das frações relativas referente ao tamanho do texto; 6. Draw Frame Around Text: Desenha uma caixa de texto em torno do texto da cota. Text Placement: 1. Vertical: posição do texto, no sentido vertical, ao longo da linda de cota (Dimension Line); 2. Horizontal: posição do texto, no sentido horizontal, ao longo da linda de cota (Dimension Line); 3. View Direction: Direção da vista para a leitura do texto da cota; 4. Offset from dim line: Distância do texto em relação à linha de cota. Text Alignment: 1. Alinhamento do texto de cota.  Configurando Fit: Figura 118: Dimension Styles - Fit
  93. 93. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 93 Fit options: 1. Ajuste dos elementos da cota caso não haja espaço suficiente para o texto e/ou a seta/símbolos entre as linhas de chamada. Text placement: 1. Determina o lugar do texto caso ele saia da sua configuração padrão. Scale for Dimension Features: 1. Põe o valor de escala global para o desenho. Fine Tuning: 1. Place text manually: Coloca o texto na posição que deseja ignorando qualquer configuração; 2. Draw dim line between ext lines: desenha uma linha de cota entre as linhas de chamada quando o software localiza uma seta/símbolo fora das linhas de chamada.  Configurando Primary Units: Figura 119: Dimension Styles – Primary Units
  94. 94. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 94 Linear Dimensions: 1. Unit format: Formato da unidade da cota; 2. Precision: Precisão da unidade; 3. Fractional format: Formato de fração que deseja. Usado, em sua maior parte, para grandezas em polegadas ou pés; 4. Decimal separator: Tipo de símbolo que deseja separa o decimal; 5. Round off: fixa uma regra para aproximação de medidas; 6. Prefix: Digita texto antes do texto da cota; 7. Sufix: Digita texto antes do texto da cota. Measurement Scale: 1. Scale Factor: digitar um fator de escala para os valores da cota. Caso esteja cotando em metros e precisa demonstrar os valores da cota em milímetros, basta digitar 1000; 2. Apply to Layout Dimension Only: Aplica o fator de escala, somente, em cotas criadas em layouts. Zero Suppression: 1. Leading: Suprimir zeros à direita; 2. Trailing: Suprimir zeros à esquerda. Angular Dimensions: 1. Unit format: Formato de unidade para ângulos; 2. Precision: Precisão da unidade. Zero Suppression: 1. Leading: Suprimir zeros à direita; 2. Trailing: Suprimir zeros à esquerda.
  95. 95. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 95  Configurando Alternate Units: Figura 120: Dimension Styles – Alternate Units Para ativar esta formatação é necessário clicar na opção Display alternate Units para ativar esta formatação. Alternate Units: 1. Unit format: Formato de unidade de medida; 2. Precision: Precisão da unidade; 3. Multiplier for alt units: fator a ser multiplicado à unidade de medida. Neste caso, quando se utiliza milímetros como unidade de medida e deseja-se trabalhar com polegadas, como unidade de medida alternada, basta multiplicar pelo fator 0.0393700 (1mm/25.4mm = 1’’); 4. Round distance to: sistema de arredondamento da unidade alternada; 5. Prefix: Digita texto antes do texto da cota; 6. Sufix: Digita texto antes do texto da cota.
  96. 96. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 96 Zero Suppression: 1. Leading: Suprimir zeros à direita; 2. Trailing: Suprimir zeros à esquerda. Placement 1. Local onde ficará disposta a unidade alternada.  Configurando Tolerances: Figura 121: Dimension Styles - Tolerance Tolerance format: 1. Method: escolhe o método para a descrição da tolerância. Os mais usuais são Symmetrical e Deviation;
  97. 97. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 97 2. Precision: Precisão da tolerância; 3. Upper value: maior valor da tolerância; 4. Lower value: Menor valor da tolerância; 5. Scale for height: Altura do texto da tolerância em relação à unidade primária; 6. Vertical position: Posição do texto da tolerância em relação à unidade primária. Zero Suppression: 1. Leading: Suprimir zeros à direita; 2. Trailing: Suprimir zeros à esquerda. Alternate unit tolerance: 1. Precision: Precisão da tolerância para a unidade alternada. Zero Suppression: 1. Leading: Suprimir zeros à direita; 2. Trailing: Suprimir zeros à esquerda.  Linear Função: construir cotas lineares. 1. P1; 2. P2; 3. Digitar distância + ENTER.
  98. 98. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 98 Figura 122: Linear Dimension  Continue Função: continuar cotas lineares a partir de uma cota existente. Opção 1: Caso tenha usado o linear e deseja utilizar o Continue para prosseguir a cotagem: 1. Clica nos pontos que delimitam o tamanho do desenho + ENTER; 2. ENTER.
  99. 99. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 99 Figura 123: Continue Dimension Opção 2: Caso queira cotar a partir de uma cota já existente 1. ENTER; 2. Clica na cota; 3. Clica nos pontos que delimitam o tamanho do desenho + ENTER; 4. ENTER.  Aligned Função: construir cotas para desenhos com determinadas angulações. 1. P1; 2. P2; 3. Digitar distância + ENTER.
  100. 100. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 100 Figura 124: Aligned  Arc Length Função: construir cotas para indicar comprimentos de arcos. 1. Clica no arco; 2. Digitar distância + ENTER. Figura 125: Arc Length
  101. 101. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 101  Radius Função: construir cotas para indicar raios de círculos. 1. Clica no círculo; 2. P1(Ponto qualquer da área de trabalho).  Diameter Função: construir cotas para indicar diâmetros de círculos. 1. Clica no círculo; 2. P1(Ponto qualquer da área de trabalho).  Angular Dimension Função: construir cotas para indicar ângulos entre linhas. 1. Clica nas duas linhas; 2. Digita distância + ENTER.
  102. 102. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 102 Figura 126: Arc Length  Quick Dimension Função: construir cotas para indicar comprimentos totais de segmentos. 1. Clica na linha; 2. Digita distância + ENTER.  Center Mark Função: construir cotas para indicar centros de círculos. 1. Clica no círculo.  Baseline Função: construir cotas de forma regressiva/progressiva. Opção 1: Caso tenha usado o linear e deseja utilizar o Baseline para prosseguir a cotagem;
  103. 103. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 103 1. Clica nos pontos que delimitam o tamanho do desenho + ENTER; 2. ENTER. Opção 2: Caso queira cotar a partir de uma cota já existente; 1. ENTER; 2. Clica na cota; 3. Clica nos pontos que delimitam o tamanho do desenho + ENTER; 4. ENTER. Figura 127: Baseline  Tolerance Função: construir cotas para indicar tolerâncias. 1. Aparecerá uma janela; 2. Digita os valores das tolerâncias; 3. P1.
  104. 104. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 104 Figura 128: Tolerance  Quick leader Função: construir linhas de chamadas. 1. Digitar QLEADER + ENTER; 2. P1; 3. P2; 4. P3; 5. Digita texto + ENTER; 6. ENTER (Finalizar). OBS: Caso queira configura o LEADER basta seguir os passos abaixo: 1. Digitar QLEADER + ENTER; 2. Digita S + ENTER; 3. Configurar LEADER; 4. Clica em OK; 5. P1; 6. P2; 7. P3; 8. Digita texto + ENTER; 9. ENTER (Finalizar). 2.3 Plotagem Para o processo de plotagem é necessário acessar, primeiramente, o Layout da página na opção Layout1:
  105. 105. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 105 Figura 129: Layout do Desenho No layout da página o desenhista/cadista configura toda a página de impressão escolhendo o formato do papel, o carimbo, atribuindo uma escala para o desenho etc. O papel branco com um retângulo tracejado refere-se à página de impressão podendo aproximar ou afastar a mesma. Caso queira aproximar ou afastar somente o desenho, é necessário clicar com o botão esquerdo do mouse dentro do retângulo que contêm o desenho valorizando, desta forma, as arestas do retângulo (Viewports) podendo mover ou afastar/aproximar o desenho:
  106. 106. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 106 Figura 130: Viewport ativada Portanto caso queira afastar/aproximar ou mover o desenho basta clicar com o botão esquerdo do mouse dentro do retângulo que contêm o mesmo. Caso queira aproximar/afastar ou mover a página de impressão clica duas vezes com o botão esquerdo do mouse fora do retângulo que contêm o desenho (Viewports). Para auxiliar na configuração de página é necessária a ativação da barra de ferramentas Viewports. Para isso basta clicar com o botão direito do mouse em alguma das ferramentas das barras de ferramentas disposta na área de trabalho: Clicando com o botão direito do mouse em Layout1 tem-se algumas opções importantes:
  107. 107. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 107 Figura 131: Opções do Layout  New Layout: Criar um novo Layout;  Delete: Apagar um Layout;  Rename: Renomear um Layout;  Page Setup Manager: Gerenciamento da configuração de página;  Plot: Imprimir Layout. Para configurar o Layout da página, clica com o botão direito mouse em layout1 e seleciona a opção Page Setup Manager. Abrirá uma janela de gerenciamento:
  108. 108. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 108 Figura 132: Page Setup manager Clica na opção New, digita um nome para uma nova configuração e clica em OK. Em seguida, abrirá uma nova janela:
  109. 109. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 109 Figura 133: Configurando o Layout  Page setup: Nome da configuração criada.  Printer/plotter:  Name: Nome da impressora. Nesta opção escolhe a impressora que deseja imprimir;  Paper size: O tamanho do papel para impressão (Formato). Neste caso a impressora dará os formatos compatíveis para impressão;  Plot scale: Na opção scale, a escala será 1:1, pois será determinada uma escala para o desenho de forma manual.  Drawing orientation: Orientação do desenho. A orientação do tipo paisagem (Landscape) é mais usual. Feitas as configurações, clica em OK e a janela de configuração fechará. Em seguida, seleciona a nova configuração de Layout, clica em Set Current e Close:
  110. 110. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 110 Figura 134: Associando a configuraçãoda página ao Layout correspondente Após a configuração do Layout, é necessário inserir um carimbo. A denominação Carimbo refere-se a um desenho contendo as margens e legenda para um determinado formato de papel. A seguir tem-se um desenho de um carimbo com suas dimensões básicas:
  111. 111. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 111 Figura 135: Dimensões do carimbo Este carimbo será inserido como bloco no Layout1. Este possui um formato compatível com o papel A4. Para outros formatos de papéis é necessário um carimbo compatível, em seu tamanho, ao formato do papel. É importante, ao construir o carimbo, selecionar um ponto de inserção, do próprio objeto, para que não haja problema ao inseri-lo. Para isso basta seguir os passos a seguir: No arquivo do carimbo: 1. Digita BASE + ENTER; 2. P1 (Ponto de inserção do próprio objeto); 3. Alvar arquivo e Fechar; Com o carimbo em mãos, inseri-o no layout1 com as suas dimensões originais sem, portanto, precisar fazer qualquer modificação no bloco Carimbo:
  112. 112. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 112 Figura 136: Inserindo o carimbo no Layout 1. Insertion point: Deixar na opção Specify On-screen; 2. Scale: Deixar na opção Uniform Scale. Esta opção trabalhará em escalas relativas para determinar o tamanho do bloco; 3. Rotation: Na opção Angle, determinar ao ângulo de rotação do bloco. Clica em OK, seleciona uma das extremidades do papel para inserir o carimbo:
  113. 113. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 113 Figura 137: Ponto de inserção do carimbo Figura 138: Vista ampliada do ponto de inserção do carimbo
  114. 114. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 114 Após inserir o bloco, ajusta-se o retângulo (Viewports), que contêm o desenho, com as extremidades do carimbo e legenda: Figura 139: Ajustando a Viewport ao carimbo Em seguida ajusta-se o desenho na viewports:
  115. 115. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 115 Figura 140: Centralizando o desenho Depois, criam-se duas figuras geométricas quaisquer e transformam-nas em Viewports. Para isso basta seguir os seguintes passos: Seleciona a opção Convert Object to Viewports, na barra Viewports: Clica na linha da figura geométrica:
  116. 116. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 116 Figura 141: Criando Viewports Ajustam-se os desenhos nas Viewports e aplicam-se as escalas. Para aplicá-las utilizam-se os passos a seguir:
  117. 117. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 117 Figura 142: Ajustando os desenhos as Viewports Ativa a Viewport desejada, clicando duas vezes com o botão esquerdo do mouse no interior do retângulo que contêm o desenho, digita a escala desejada + ENTER na opção Viewports Scale Control:
  118. 118. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 118 Figura 143: Aplicando a escala Faz-se isso em todos os desenhos e, em seguida, coloca os textos necessários: Figura 144: Inserção dos textos
  119. 119. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 119 OBS: Os textos devem ser inseridos com a Viewports desativada. Para isso basta ver se as arestas do retângulo referente à Viewports estão desvalorizadas. Nesta etapa pode ser preenchida a legenda com suas respectivas informações. Os desenhos feitos no Model (área onde é confeccionado o desenho) devem estar com as dimensões em milímetros para que a escala seja aplicada de forma correta. Portanto, caso o projeto esteja em outra grandeza, é necessário convertê-la para milímetros utilizando o comando SCALE, da barra de ferramentas MODIFY, colocando o fator de escala referente à conversão (Ex: Caso o projeto esteja em Metros, o fator de escala do comando SCALE será 1000, pois 1 m = 1000 mm). Para imprimir, é necessário clicar na ferramenta Plot, na barra Standard: Aparecerá uma janela: Figura 145: Janela para impressão
  120. 120. pedromanot@hotmail.com/pedromanot@ifba.edu.br - Apostila AutoCAD 2012 Pedro Frederico Manot Sarrat 120 Na opção Page setup, seleciona a configuração feita e clica em OK. 3.0 Bibliografia  SILVA, Arlindo/RIBEIRO, Carlos Tavares/DIAS, João/SOUSA, Luís. Desenho Técnico Moderno. 4°Edição. Ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006;  MANFÈ, Giovanni/ POZZA, Rino/ SCARATO, Giovanni. Desenho Técnico Mecânico – Curso Completo. 2° Edição. Ed.: HEMUS;  OLIVEIRA, Adriano de/BALDAM, Roquemar/COSTA, Lourenço. AutoCAD 2012 – Utilizando Totalmente. 1° Edição. Ed. ÉRICA, 2011.  SÃO PAULO (Estado). Prof. Carlos. Site sobre Desenho Técnico. Disponível em:<http://blogdoprofessorcarlao.blogspot.com/2011/04/escalas-de-reducao-e- ampliacao-turma.html>. Acesso em: 25 Out. 2011;  SÃO PAULO (Estado). Professor Carlos. Site sobre Desenho Técnico. Disponível em:<http://www.lugli.com.br/2009/01/cotagem/>. Acesso em: 25 Out. 2011.

×