PARTE 1 - Conceitos - cap11

5,005 views

Published on

Published in: Travel, Entertainment & Humor
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,005
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
24
Actions
Shares
0
Downloads
151
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PARTE 1 - Conceitos - cap11

  1. 1. Séries Temporais (Conceitos Iniciais) Prof. Gercino Monteiro Filho
  2. 2. Séries Temporais - Conceitos <ul><li>O que é: </li></ul><ul><li>Por Séries Temporais compreende como sendo todos os dados oriundos de experimentos pêlos quais a variável principal é a época que deram origem aos dados, e o que deseja é avaliar o comportamento de seus valores no decorrer do tempo. </li></ul>
  3. 3. Séries Temporais - Ilustração <ul><li>Pesquisa: </li></ul><ul><li>Avaliar a incidência de Dengue, em uma dada localidade com o intuito de verificar se ela está ou não sob controle. </li></ul>
  4. 4. Séries Temporais - Ilustração <ul><li>Comentário </li></ul><ul><li>Pelo exemplo da Dengue, citado sabe-se que para haver controle é necessário que ano a ano ela venha diminuindo de forma gradual, porem não pode esquecer que seus valores não são os mesmos de estação a estação do ano. </li></ul>
  5. 5. Séries Temporais - Ilustração <ul><li>Comentário - Continuação </li></ul><ul><li>Devido ao que foi exposto, deve-se avaliar de Ano a Ano, porem levando em consideração cada estação do ano. </li></ul>
  6. 6. Séries Temporais - Ilustração <ul><li>Comentário - Continuação </li></ul><ul><li>Mesmo assim existe um outro fato: O mês de cada estação pois a precipitação de chuva diverge entre eles e a Dengue não tem a mesma ocorrência. </li></ul>
  7. 7. Séries Temporais - Ilustração <ul><li>Comentário – Continuação </li></ul><ul><li>E ainda existem outros fatores não previsíveis como: </li></ul><ul><li>a. O cuidado da população no trato do assunto; </li></ul><ul><li>b. Aparecimento do mosquito transmissor de forma </li></ul><ul><li>diferenciada de outros períodos </li></ul><ul><li>c. Etc. </li></ul>
  8. 8. Séries Temporais - Ilustração <ul><li>Comentário – Continuação </li></ul><ul><li>Pelo visto na ilustração acima, percebe-se que para fazer a análise de incidência de Dengue, se faz levando em consideração: </li></ul><ul><li>a. Ano a Ano - Longo Prazo ; </li></ul><ul><li>b. Estação a Estação – Prazo intermediário ; </li></ul><ul><li>c. Mês a Mês – Curto Prazo ; </li></ul><ul><li>d. Fatores Imprevisíveis – Instante indefinido . </li></ul>
  9. 9. Séries Temporais - Comentário <ul><li>A Ilustração citada fornece idéia do processo a seguir para avaliar uma Série Temporal: </li></ul><ul><li>01. A Longo Prazo - Tendência ; </li></ul><ul><li>02. Prazo Intermediário – Variação Cíclica ; </li></ul><ul><li>03. Prazo Curto – Variação Sazonal ; </li></ul><ul><li>04. Imprevisíveis – Variação Irregular . </li></ul>
  10. 10. Séries Temporais - Componentes <ul><li>Tendência ( T ) - É a projeção de valores de ocorrência, avaliados a Longo Prazo; </li></ul><ul><li>Variação Cíclica ( C ) – A Variação em que períodos típicos descreve em torno da tendência ; </li></ul><ul><li>Variação Sazonal ( S ) - Se trata de variações regulares que ocorrem no menor espaço de tempo; </li></ul><ul><li>Variação Irregular ( I ) - São variações que ocorrem sem nenhum comportamento natural. </li></ul>
  11. 11. Séries Temporais Exemplo Com Números
  12. 12. Séries Temporais - Ilustração Gráfica
  13. 13. Séries Temporais - Ilustração Gráfica <ul><li>Tendência: É a reta que parte de um valor inicial até o valor final. </li></ul><ul><li>Variação Cíclica : É a curva que oscila de período a período em torno da tendência . </li></ul><ul><li>Variação Sazonal: É a oscilação que ocorre em torno da cíclica, ao qual pode ser ou não de forma periódica. </li></ul>
  14. 14. Séries Temporais - Modelos <ul><li>I. Aditivo </li></ul><ul><li>Uma Série Temporal diz-se ter um modelo aditivo se no decorrer do tempo, a Variação Cíclica não se altera em torno da tendência, ou seja permanece constante, tal qual a figura ilustrativa: </li></ul>
  15. 15. Séries Temporais – Modelo Aditivo <ul><li>No modelo Aditivo, se traçasse as retas pelos valores máximos e pelos valores mínimos estas seriam paralelas entre sí e com a reta de tendência. </li></ul><ul><li>O Seu modelo Matemático é: Y = T + S + C + I. </li></ul>
  16. 16. Séries Temporais – Modelo Multiplicativo <ul><li>Uma Série Temporal diz-se ter um modelo aditivo se no decorrer do tempo, a Variação Cíclica se altera em torno da tendência, tal qual a figura: </li></ul>
  17. 17. Séries Temporais – Modelo Multiplicativo <ul><li>No caso Multiplicativo, as retas pelos valores máximos e pelos valores mínimos são inclinadas com relação à reta de tendência. </li></ul><ul><li>Seu Modelo de previsão é: </li></ul>
  18. 18. Séries Temporais <ul><li>Conceitos Iniciais </li></ul><ul><li>FIM </li></ul><ul><li>Prof. Gercino Monteiro Filho </li></ul>

×