Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

29º relatorio gerencial_de_resultados_1º_trim-131 (1)

399 views

Published on

29º Relatório Gerencial

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

29º relatorio gerencial_de_resultados_1º_trim-131 (1)

  1. 1. Termo de Parceria celebrado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV Página 1 de 53 29º Relatório Gerencial (Resultados) Período Avaliatório 01 de janeiro a 31 de março de 2013 Data de entrega do relatório: 29/04/13 Data da Reunião da CA: 02/05/13
  2. 2. Página 2 de 53 Sumário: 1 – INTRODUÇÃO .............................................................................................................. 3 2 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E RESULTADOS ................................... 5 QUADRO 1 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E RESULTADOS NO PERÍODO ........................................................................................................................... 5 2.1 – Detalhamento dos resultados alcançados: ............................................................. 7 2.2 – Evolução histórica dos resultados alcançados: ..................................................... 33 3 - DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO PERÍODO ...................................... 43 QUADRO 3 – COMPARATIVO DE RECEITAS E DESPESAS NO PERÍODO .......................... 43 4 – ANÁLISE DAS DESPESAS E RECEITAS DO PERÍODO ................................................... 44 5 – CONSIDERAÇÕES FINAIS ........................................................................................... 45 6 – COMPROVANTES DE REGULARIDADE TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA E FISCAL.... 46 7 – DECLARAÇÃO DO DIRIGENTE DA OSCIP ................................................................... 47 8 - DECLARAÇÃO DO SUPERVISOR DO TERMO DE PARCERIA ........................................ 48
  3. 3. Página 3 de 53 1 – INTRODUÇÃO Este relatório de atividades é o mecanismo de acompanhamento e avaliação do Termo de Parceria firmado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV em 01/12/2005. Visa demonstrar o desempenho da entidade no desenvolvimento das atividades previstas no Termo de Parceria, no período de 01 de janeiro a 31 de março de 2013, a fim de permitir verificar se os resultados previstos nesta parceria estão sendo alcançados. O Termo de Parceria tem como objeto o fomento, execução e promoção de atividades culturais, educativas e informativas, por meio da produção e veiculação de radiodifusão. Trata-se de um projeto de grande relevância, pois a Rede Minas, ao longo de seus mais de 25 anos de história, vem garantindo a preservação do patrimônio material e imaterial, contribuindo para o desenvolvimento intelectual, social, cultural e econômico do Estado de Minas Gerais. TV de caráter cultural e educativo promove o intercâmbio com agentes de educação e cultura, por meio da produção e veiculação de programas de televisão de interesse público. Constitui a programação com base na diversidade cultural, cidadania, meio ambiente, educação, saúde, integração, informação, formação de cultura televisiva e prestação de serviços. Associada à ABEPEC – Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais e à Rede Pública de Televisão, conta com uma rede de 44 emissoras afiliadas e está presente na maioria dos municípios do Estado de Minas Gerais. Espera-se com a execução desta parceria, fortalecer a marca “Rede Minas” e atingir a nossa visão de futuro: “Ser referência nacional de televisão pública, comprometida com a ética e cidadania, voltada para a produção e veiculação de conteúdos criativos, inovadores e de qualidade”.
  4. 4. Em obediência ao parágrafo primeiro da Cláusula Oitava do Termo de Parceria e considerando a relevância da demonstração dos resultados obtidos, será apresentado neste relatório o comparativo entre as metas pactuadas e os resultados obtidos na condução das atividades propostas, sendo fornecidas informações complementares acerca dessas atividades, considerando o Quadro de Indicadores e Metas previstos no Programa de Trabalho. As fontes de comprovação dos indicadores aqui apresentados estão organizadas e arquivadas junto à Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV e podem ser consultadas a qualquer momento pela Comissão de Avaliação, por representantes da Fundação TV Minas Cultural e Educativa ou representantes de órgãos de controle e auditoria. Ainda em consonância com a legislação pertinente, será apresentado o demonstrativo consolidado das receitas e despesas realizadas na execução do Termo de Parceria e suas notas explicativas. De maneira complementar, serão anexados a este relatório, os comprovantes de regularidade trabalhista, previdenciária e fiscal da entidade. Ao final deste Relatório, são atestadas as informações aqui descritas, pelo Diretor Executivo da Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais – ADTV. Página 4 de 53
  5. 5. Página 5 de 53 2 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E RESULTADOS QUADRO 1 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E RESULTADOS –29º PERÍODO AVALIATÓRIO Área Temática Indicador Valores de Referência (V0)1 Peso (%) 29º PA METAS ACUMULADAS2 RESULTADOS ACUMULADOS 01/01/13 a 31/03/13 Período 1 25º PA-12 Período 2 26º PA/12 Período 3 27º PA/12 Período 4 28º PA/12 METAS RESULTADOS 1 Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico e da infra-estrutura técnica 1.1 Número de ocorrências de erros operacionais 27 17 17 18 5% 18 ocorrências no trimestre 20 18 ocorrências/ trimestre no ano 20 1.2 Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos 9,4 20,8 35,7 21,3 5% 35 minutos no trimestre 1,2 35 minutos/ trimestre no ano 1,2 2 Qualidade e diversidade da grade de programação 2.1 Tempo médio de programação própria transmitida 342,4 349,9 353,1 - 2% 230 horas/mês no trimestre 229,4 230 horas/mês no ano 229,4 2.2 Tempo médio de programação própria inédita transmitida 98,8 121,0 122,1 126,2 7% 99 horas/mês no trimestre 99,6 99 horas/mês no ano 99,6 2.3 Índice de programação própria transmitida ** ** ** 1,123 2% 0,756 no trimestre 0,767 0,756 no ano 0,767 2.4 Tempo médio de programação interativa 53,8 56,3 47,7 54,4 6% 48 horas/mês no trimestre 48,9 48 h/mês no ano 48,9 2.5 Tempo médio de programação com conteúdo do interior mineiro 36,8 29,3 33,1 30,2 6% 31 horas/mês no trimestre 25,2 31 h/mês no ano 25,2 2.6 Tempo médio de Interprogramação ** ** ** 108,8 2% 96 horas/mês no trimestre 106,5 96 horas/mês no ano 106,5
  6. 6. Página 6 de 53 Área Temática Indicador Valores de Referência (V0)1 Peso (%) 29º PA METAS ACUMULADAS2 RESULTADOS ACUMULADOS 01/01/13 a 31/03/13 Período 1 25º PA-12 Período 2 26º PA/12 Período 3 27º PA/12 Período 4 28º PA/12 METAS RESULTADOS 3 Jornalismo abrangente e de qualidade 3.1 Tempo médio de programação jornalística 77,3 78,1 78,1 72,9 8% 75 horas/ mês no trimestre 68,1 75 horas/ mês no ano 68,1 3.2 Eventos c/ cobertura especial e transmissão ao vivo * * * 4 no ano 8% * * 4 eventos no ano 1 evento no acum. do ano 3.3 Produção de material jornalístico de atos, fatos, programas e ações do Governo do Estado (acum.) ** ** ** 322 4% 230 reportagens no trimestre 361 reportagens no trimestre 230 reportagens no acum. do ano 361 reportagens no acum. do ano 4 Evolução da situação financeira 4.1 Montante de recursos diretamente arrecadados do Setor Público (acumulado) 1.466.721 2.844.975 4.041.965 5.351.830 7% R$ 1.591.992,66 no trimestre R$ 583.888,30 no trimestre R$ 1.591.992,66 no acum. do ano R$ 583.888,30 no acum. do ano 4.2 Montante de recursos diretamente arrecadados do Setor Privado (acumulado) 345.402 810.235 1.192.685 1.390.943 7% R$ 180.250,00 no trimestre R$ 751.717,54 no trimestre R$ 180.250,00 no acum. do ano R$ 751.717,54 no acum. do ano 4.3 Índice de liquidez corrente 0,99 0,82 0,63 0,36 5% 1,00 (índice) no trimestre 0,16 no trimestre 1,00 (índice) no acum. do ano 0,16 no acum. do ano 4.4 Índice de atualização tecnológica * * * 4,23 no ano 6% * * 3,0 (índice) no acum. do ano 12,0 no acum. do ano 4.5 Índice de auto-sustentabilidade 0,24 0,24 0,22 0,20 5% 0,24 (índice) no trimestre 0,17 no trimestre 0,24 (índice) no acum. do ano 0,17 no acum. do ano 5 Gestão Interna 5.1 Porcentagem de cumprimento do Regulamento de Compras e Contratações 100% 100% 100% 100% 4% 100 % no trimestre 95,23% 100% no acum. do ano 95,23% 5.2 Taxa de gastos com área meio do Termo de Parceria *** *** *** *** 3% * * 23 % no ano - 5.3 Eficácia do planejamento físico e financeiro do Termo de Parceria ** ** ** 7,00 (nota) 8% * * 90% no ano - * Indicadores com avaliação anual (ver o resultado do acumulado no ano nas colunas de metas e resultados acumulados). ** Indicadores criados a partir do 28º período avaliatório (PA). *** Indicador criado neste ano de 2013. 1 Valores de referência do indicador, constantes do quadro de indicadores e metas, pág. 15, 16 e 17 do XII aditivo. 2 As metas e os resultados acumulados referem-se à vigência do Termo de Parceria / Termo Aditivo, devendo ser preenchidos ao longo da execução do instrumento, de modo a tornar mais clara a divulgação dos resultados.
  7. 7. Página 7 de 53 2.1 – Detalhamento dos resultados alcançados: Área Temática: 1- Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico e da infra-estrutura técnica Nº e Nome do indicador: 1.1 – Número de ocorrências de erros operacionais Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 18 erros/ trimestre 20 erros/ trimestre Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório No trimestre, registrou-se um somatório de 20 falhas operacionais, para a meta de 18. A meta não foi satisfeita. Ficamos 11,12% acima da meta. (Polaridade: menor >> melhor). As falhas foram apontadas pelo Controle Mestre, pelos Editores Chefes dos Jornais e pelos Coordenadores de Programas. Foi feita a consolidação destes dados, que, ao final do trimestre, foi analisada pela Diretoria Adm/Financeira e pela Gerência Técnica, sendo extraídas as falhas que realmente impactaram na qualidade da transmissão. Como são falhas humanas, os responsáveis estão sempre sendo alertados quanto às ocorrências e, dependendo do caso, sendo treinados para evitar recorrências. No trimestre, as falhas operacionais que mais ocorreram foram: falhas de Direção de TV (9) e Operação de Áudio (5), basicamente devido a substituição de férias, quando entra um substituto menos adaptado à rotina dos jornais. Comentário da Gerência Técnica: Com relação ao 1º trimestre/2013, ratificamos que tivemos que fazer contratações de profissionais externos para cobrir ausências de férias e
  8. 8. Página 8 de 53 ausências devido a compensação de horas extras de alguns dos nossos efetivos. Infelizmente não conseguimos a contratação com antecedência para que o contratado tivesse inteiração operacional prévia com os programas a serem executados, ocasionando desempenho desfavorál às metas em questão. Especificamente no caso de direção de imagens, o diretor de imagens contratado cumpriu período de 90 dias de contratação cobrindo a ausência de três diretores de imagens, fazendo serviço externo e interno. Para os casos futuros, caso seja esta ainda a solução a ser aplicada para cobrir ausências dos profissionais efetivos, atuaremos junto à área de RH para a liberação antecipada do(s) contratado(s) temporário(s) de no mínimo cinco dias antes da sua entrada em atividade, com a finalidade de ambientação e capacitação complementar, de forma a favorecer à execução das suas atividades com a possibilidade minimizada de erros. Também iniciamos análise diária, através do Relatório de Script disponibilizado no sistema Zews, das falhas relatadas pela área de Jornalismo, e estamos dando o feedback do ocorrido, e também reforço de orientações, aos respectivos envolvidos quanto às ocorrências de anormalidades relatadas, e, de modo geral, estamos cobrando junto às equipes mais empenho e cuidados em suas tarefas para minimizar os problemas relatados e atingirmos a meta proposta. Fonte de comprovação do indicador Relatório Consolidado de Ocorrências
  9. 9. Página 9 de 53 Área Temática: 1- Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico e da infra-estrutura técnica Nº e Nome do indicador: 1.2 – Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 35 minutos/ trimestre 1,2 minuto/ trimestre Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Este indicador registrou o tempo de 1,2 minuto no trimestre, para a meta de 35 minutos. O índice foi plenamente satisfeito, ficando 96,58% abaixo da meta (Polaridade: menor >> melhor). Os tempos foram apontados pelo Controle Mestre e analisados pela Gerência Técnica. Como são falhas que envolvem equipamentos, estes estão sendo constantemente analisados para se decidir, dentro do possível, pela troca ou pelo reparo. Comentário da Gerência Técnica: (Meta: 35 minutos; 1º trimestre: 1,2 minuto) - Consideramos que o grande favorecedor a este resultado foi a manutenção corretiva efetuada no GMG - Grupo Motor Gerador - da emissora em nov/2012, e ainda os procedimentos de testes de simulação de falta de energia elétrica fornecida pela cemig, o que consolidou a confiabilidade do nosso sistema de energia alternativa. No ano de 2012, verificaram-se falhas na energia da Cemig, com funcionamento irregular do GMG, o que ocasionou os índices maiores de paralisção apresentados nos trimestres daquele ano. Investimentos feitos nos transmissores da Serra do Curral, no ano de 2010, continuam refletindo em baixo tempo fora do ar por problemas técnicos. Levando isto em conta, a meta deste indicador já foi repactuada no XI Termo Aditivo, passando de 54 para 35 minutos/trimestre. Neste trimestre, as interrupções foram provocadas por falha no exibidor. Fonte de comprovação do indicador Relatório de Ocorrências do Controle Mestre
  10. 10. Página 10 de 53 Área Temática: 2 - Qualidade e diversidade da grade de programação Nº e Nome do indicador: 2.1 - Tempo médio de programação própria transmitida Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 230 h/mês 229,4 h/mês Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Impactos positivos: Ver, abaixo, tabela com as exibições inéditas e reprises que entraram na grade no trimestre. Impactos negativos: Ver, abaixo, tabela com as exibições inéditas e reprises que saíram da grade no trimestre. O saldo entre impactos positivos e negativos da soma das horas inéditas e reprises, no trimestre, foi positivo (2:56h). Entretanto houve impacto negativo, com a saída da reprise do programa Opinião Minas, a partir de 05/11/12, devido à readequação da grade da madrugada, sendo que a meta para 2013 já estava definida. Ficamos em 99,74% da meta (muito pouco abaixo). (Polaridade: maior >> melhor) Exibições que entraram e/ou saíram da grade, no trimestre: JANEIRO/13 INÉDITOS REPRISES Programas que entraram Exibições 0:00:00 47:42:18 Brasil das Gerais (reprises férias) 22 0:51:00 18:42:00 Imagem da Palavra (reprises férias) 5 0:25:00 2:05:00 Curta (reprises férias) 4 0:25:00 1:40:00 Mais Ação (reprises férias) 4 0:22:00 1:28:00 Diverso (reprises férias) 4 0:24:00 1:36:00 Harmonia (reprises férias) 4 0:54:00 3:36:00 Concertos Harmonia (reprises férias) 4 0:51:00 3:24:00 Noturno (reprises férias) 5 0:52:00 4:20:00 Planeta Minas (reprises férias) 4 0:25:00 1:40:00 Trilhas do Sabor (reprises férias) 4 0:25:00 1:40:00 Feira Moderna (reprises férias) 4 0:53:00 3:32:00 Especial Feira Moderna 1 0:56:55 0:56:55 Especial Harmonia 1 0:55:51 0:55:51 Especial Imagem da Palavra 1 0:26:32 0:26:32 Bem Cultural (reprises aos domingos) 4 0:25:00 1:40:00
  11. 11. Programas que saíram Exibições 47:09:00 3:29:00 Brasil das Gerais (reprises férias) 22 0:51:00 18:42:00 Imagem da Palavra (reprises férias) 5 0:25:00 2:05:00 Curta 4 0:25:00 1:40:00 Mais Ação (reprises férias) 4 0:22:00 1:28:00 Diverso (reprises férias) 4 0:24:00 1:36:00 Harmonia (reprises férias) 4 0:54:00 3:36:00 Concertos Harmonia (reprises férias) 4 0:51:00 3:24:00 Noturno (reprises férias) 5 0:52:00 4:20:00 Planeta Minas (reprises férias) 4 0:25:00 1:40:00 Trilhas do Sabor (reprises férias) 4 0:25:00 1:40:00 Feira Moderna (reprises férias) 4 0:53:00 3:32:00 Alguns inéditos substituídos p/ Especiais 9 3:26:00 Algumas reprises substituídas p/ Especiais 6 3:03:00 Rede Mídia (28/01-problema com a fita) 1 0:26:00 0:26:00 FEVEREIRO/13 INÉDITOS REPRISES Programas que entraram Exibições 0:00:00 12:23:00 Bem Cultural (reprises aos domingos) 4 0:25:00 1:40:00 Brasil das Gerais (reprise +votado no mês) 1 0:51:00 0:51:00 Concertos Harmonia(reprises programadas - fev) 4 0:51:00 3:24:00 Harmonia (reprises programadas - fev) 4 0:54:00 3:36:00 Trilhas do Sabor (reprises programadas-fev) 4 0:25:00 1:40:00 Diverso (reprises programadas - fev) 3 0:24:00 1:12:00 Programas que saíram Exibições 11:09:00 0:00:00 Brasil das Gerais (reprise +votado no mês) 1 0:51:00 0:51:00 Concertos Harmonia(reprises programadas - fev) 4 0:51:00 3:24:00 Harmonia (reprises programadas - fev) 4 0:54:00 3:36:00 Trilhas do Sabor(reprises programadas - fev) 4 0:25:00 1:40:00 Diverso (reprises programadas - fev) 3 0:24:00 1:12:00 Rede Mídia (inédito de 09/02 - Carnaval) 1 0:26:00 0:26:00 MARÇO/13 INÉDITOS REPRISES Programas que entraram Exibições 1:09:10 0:51:00 Brasil das Gerais (reprise +votado no mês) 1 0:51:00 0:51:00 Especial Bibí Ferreira 1 1:09:00 1:09:10 Programas que saíram Exibições 0:51:00 0:00:00 Brasil das Gerais (reprise +votado no mês) 1 0:51:00 0:51:00 INÉDITOS REPRISES Diferença no trimestre (entradas -saídas) - 57:59:50 60:56:18 Página 11 de 53 Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre) e Sistema de Gerenciamento de Programação (TV+)
  12. 12. Página 12 de 53 Área Temática: 2 - Qualidade e diversidade da grade de programação Nº e Nome do Indicador: 2.2 – Tempo médio de programação própria inédita transmitida Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 99 h/mês 99,6 h/mês Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Impactos positivos: Ver, acima, tabela com as exibições inéditas que entraram na grade no trimestre. Impactos negativos: Ver, acima, tabela com as exibições inéditas que saíram da grade no trimestre. O saldo entre impactos positivos e negativos, no trimestre, foi negativo (58:00h), devido, basicamente, às férias de várias equipes de programas (ver quadro acima). Porém, isto não impactou negativamente o indicador, pois, em função destas férias, a meta para o 1º trimestre foi reduzida. Ultrapassamos a meta em 0,61%. (Polaridade: maior >> melhor) Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre) e Sistema de Gerenciamento de Programação (TV+)
  13. 13. Área Temática: 2 - Qualidade e diversidade da grade de programação Nº e Nome do indicador: 2.3 – Índice de programação própria transmitida (Hs inéditas/Hs reapresentadas) Página 13 de 53 Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 0,756 no trimestre (índice) 0,767 no trimestre Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Indicador criado a partir do 4º trimestre de 2012. Demonstra a relação entre horas inéditas e horas reapresentadas e o intuito é evitar a inserção de reprises sem a contrapartida de inéditos, ou seja, evitar excesso de reprises. A redução nas horas inéditas e aumento nas reprises, devido às férias das equipes de diversos programas, não impactaram negativamente o indicador, pois, em função destas férias, a meta para o 1º trimestre foi reduzida. Ultrapassamos a meta em 1,46%. (Polaridade: maior >> melhor) Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre)
  14. 14. Página 14 de 53 Área Temática: 2 - Qualidade e diversidade da grade de programação Nº e Nome do indicador: 2.4 – Tempo médio de programação interativa Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 48 h/mês 48,9 h/mês Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório A substituição de horas inéditas por reprises, devido às férias das equipes de alguns programas, não impactaram negativamente o indicador, pois, em função destas férias, a meta para o 1º trimestre foi reduzida. Os jornais e o programa Brasil das Gerais, por serem diários, são os principais responsáveis pelos resultados positivos sempre alcançados, neste indicador. Ultrapassamos a meta em 1,88%. (Polaridade: maior >> melhor) Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre)
  15. 15. Área Temática: 2 - Qualidade e diversidade da grade de programação Nº e Nome do indicador: 2.5 – Tempo médio de programação com conteúdo do interior mineiro Página 15 de 53 Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 31 h/mês 25,2 h/mês Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório A substituição de horas inéditas por reprises, devido às férias das equipes de diversos programas, não impactaram negativamente o indicador, pois, em função destas férias, a meta para o 1º trimestre foi reduzida. Impactos negativos: Restrição de viagens, por força do orçamento. Saída da grade do programa Triângulo das Gerais a partir de 09/02, por força de encerramento de contrato. Menor envio de matérias do interior pelas afiliadas, em janeiro e fevereiro, devido às férias, já que grande parte delas são TVs Universitárias. Com os impactos negativos citados, não atingimos a meta. Ficamos em 81,29%. (Polaridade: maior >> melhor). Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre); Sistema de Gerenciamento de Programação (TV+); Sinopse dos Programas e Relatório dos Coordenadores
  16. 16. Página 16 de 53 Área Temática: 2 - Qualidade e diversidade da grade de programação Nº e Nome do indicador: 2.6 – Tempo médio de interprogramação Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/01/13 96 h/mês 106,5 h/mês Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Este indicador “Tempo Médio de Interprogramação” já era indiretamente controlado, dentro do indicador Tempo Médio de Programação Própria Transmitida. A partir do 4º trimestre de 2012, passou a ser um indicador em separado. Mostra o total de horas da nossa interprogramação, que é composta de peças institucionais, peças de mídia, chamadas, vinhetas e apoios. Ela se mantém em uma média entre 100 e 110 horas/mês. Esta média só seria alterada com entrada de novos programas, próprios ou de coligadas. Portanto, considerando a atual grade, não houve dificuldade em cumprir a meta. Ultrapassamos a meta em 10,94%. (Polaridade: maior >> melhor). Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre); Sistema de Gerenciamento de Programação (TV+); Sinopse dos Programas e Relatório dos Coordenadores
  17. 17. Página 17 de 53 Área Temática: 3 - Jornalismo abrangente e de qualidade Nº e Nome do indicador: 3.1 – Tempo médio de programação jornalística Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 75 h/mês 68,1 h/mês Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Desde que os programas Opinião Minas (a partir de jan/10) e Palavra Cruzada (a partir de jun/10) passaram a compor o quadro de programas jornalísticos e com a criação do Jornal de Sábado (a partir de jul/10), a meta estava subestimada, o que foi regularizado no 11º Termo Aditivo, com o aumento da mesma de 54 para 75 horas/mês, a partir do 4º trimestre de 2012. Entretanto, o aumento da meta coincidiu com a necessidade de retirada da reprise do Opinião Minas, devido à readequação da grade da madrugada, quando a meta para 2013 já estava definida. Com isto, ficamos um pouco abaixo da nova meta, em um indicador historicamente sempre acima. Ficamos em 90,80% da meta. (Polaridade: maior >> melhor). Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre)
  18. 18. Página 18 de 53 Área Temática: 3 - Jornalismo abrangente e de qualidade Nº e Nome do indicador: 3.2– Eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/10/12 a 31/12/12 4 eventos/ ano* * Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório (*) Este indicador é de avaliação anual (meta: 4 eventos/ano). (Polaridade: Maior >> Melhor). A título de acompanhamento, neste trimestre, tivemos transmissão ao vivo de um evento especial (Show de Bibi Ferreira no Palácio das Artes). Para o próximo trimestre já temos um evento previsto ( 21 de Abril em Ouro Preto). As Diretorias de Jornalismo e de Programação e Produção estarão atentas aos eventos especiais, no decorrer do ano e, com certeza, cumpriremos a meta, como em todos os períodos avaliatórios anteriores. Fonte de comprovação do indicador Roteiro de Programação On-line (Controle Mestre) e Relatório dos Coordenadores
  19. 19. Área Temática: 3 - Jornalismo abrangente e de qualidade Nº e Nome do indicador: 3.3– Produção de material jornalístico de atos, fatos, programas e ações do Governo Página 19 de 53 de Minas Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 230 reportagens no trimestre 361 reportagens no trimestre Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Indicador criado no 4º trimestre de 2012. Mostra o número de reportagens produzidas pelo recém criado Núcleo de Multimídia da ADTV, sobre atos, fatos, programas e ações do Governo de Minas. O material produzido no 1º trimestre de 2013 demonstra que a ADTV não se fixa apenas às metas, mas também à capacidade produção das equipes. Ao final do trimestre, produzimos 131 matérias acima do estipulado. Ultrapassamos a meta em 56,96%. (Polaridade: maior >> melhor). Fonte de comprovação do indicador Relatório do Projetos Especiais
  20. 20. Página 20 de 53 Área Temática: 4 – Evolução da situação financeira Nº e Nome do indicador: 4.1 – Montante de recursos arrecadados do setor público Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 R$ 1.591.992,66 R$ 583.888,30 Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Junto a clientes do Setor Público foi faturado, no trimestre, o valor de R$ 583.888,30, resultante de: exibição dos programas da EMATER e do BDMG; gravações e produções de vídeos para a Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado de Governo e Secretaria de Estado de Educação e mídias avulsas para a Secretaria de Estado de Governo e Prefeitura de Belo Horizonte. O montante faturado no trimestre representa 36,68% da meta. A título de informação, temos já captados, programados para recebimento nos próximos períodos, o valor de R$ 904.861,00, proveniente de: EMATER, BDMG, Secretaria de Estado de Educação, Secretaria de Estado de Saúde, SECOM e Prefeitura de Belo Horizonte. Fonte de comprovação do indicador Faturamento (Controladoria) e Gerência de Marketing
  21. 21. Página 21 de 53 Área Temática: 4 – Evolução da situação financeira Nº e Nome do indicador: 4.2 – Montante de recursos arrecadados do setor privado Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 R$ 180.250,00 R$ 751.717,54 Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório No trimestre, foi faturado junto a clientes do Setor Privado o montante de R$ 751.717,54 resultante de: patrocínios via Leis de Incentivo provenientes da Magnesita, Fiat, Café 3 Corações, Santa Fé Transportes, Patrus Transportes, CBMM, Newman e Esser e St. Jude; patrocínio à programação proveniente de Nara Angélica da Silva e produção de vídeos para Unidivision Vídeo Ltda e UNESCO. O montante faturado no trimestre representa 317,04% acima da meta de R$ 180.250,00. Vale lembrar que 87,80% da receita via setor privado é proveniente de projetos via lei de incentivo, que tem plano de trabalho a ser realizado a longo prazo(12 e 24 meses). Além de ultrapassarmos em muito a meta para o 1º trimestre, temos programados recebimentos, já captados, no valor de R$ 223.999,94, provenientes de patrocínios via Lei de Incentivo, da Magnesita, da Fiat, da Santa Fé Transportes e da Saritur Transportes. Os quadros a seguir mostram a síntese dos resultados e o detalhamento das notas fiscais emitidas no período.
  22. 22. Página 22 de 53 QUADRO 2B Síntese dos resultados Notas fiscais emitidas por tipo Valor faturado MA (Mídia Avulsa) 129.660,56 PE (Projetos Especiais) 339.450,16 PP (Patrocínio à Programação) 206.523,64 Lei de Incentivo 659.971,48 Faturamento Setor Público 583.888,30 Faturamento Setor Privado 751.717,54 Total Geral 1.335.605,84 Média mensal no trimestre 445.201,95 Fonte: Gerência de Marketing e Controladoria
  23. 23. Página 23 de 53 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM JANEIRO/13 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE (público) 1212 MA 21/01/13 14.250,00 SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO (público) 1213 MA 21/01/13 18.811,52 PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE(público) 1215 MA 31/01/13 8.550,00 MA Total 41.611,52 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE(público) 1206 PE 07/01/13 2.460,11 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE(público) 1207 PE 09/01/13 183.381,06 UNIDIVISION VIDEO LTDA (privado) 1208 PE 09/01/13 21.634,55 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE(público) 1209 PE 21/01/13 22.425,00 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE(público) 1210 PE 21/01/13 10.265,87 SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE - SES(público) 1214 PE 31/01/13 29.422,95 PE Total 269.589,54 NARA ANGÉLICA DA SILVA (privado) 1211 PP 21/01/13 6.000,00 EMPRESA DE ASSISTÊNCIA TEC EXT RURAL DE MG(público) 1216 PP 31/01/13 13.691,16 PP Total 19.691,16 Total geral 330.892,22 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 41.611,52 Sub-total PE (Projetos Especiais) 269.589,54 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) 19.691,16 Sub-total RD (Rede Cult) Total Global Total 330.892,22 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.817,52 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 345.466,66 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS CANCELAMENTO NOTA FISCAL PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 678.176,40 Fonte: Gerência de Marketing e Controladoria
  24. 24. Página 24 de 53 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM FEVEREIRO/13 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO SECRETARIA DE ESTADA DA EDUCAÇÃO (público) 1218 PE 07/02/13 7.368,52 PE Total 7.368,52 EMPRESA DE ASSISTÊNCIA TEC EXT RURAL DE MG(público) 1221 PP 28/02/13 13.691,16 NARA ANGÉLICA DA SILVA (privado) 1220 PP 14/02/13 6.000,00 BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS 76.725,08 (público) 1222 PP 28/02/13 PP Total 96.416,24 Total geral 103.784,76 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 0,00 Sub-total PE (Projetos Especiais) 7.368,52 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) 96.416,24 Sub-total RD (Rede Cult) Total Global Total 103.784,76 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 0,00 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 295.338,16 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 399.122,92 Fonte: Gerência de Marketing e Controladoria
  25. 25. Página 25 de 53 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM MARÇO/13 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO (público) 1223 MA 04/03/13 39.830,08 PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE (público) 1226 MA 08/03/13 9.220,32 SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO/SEF (público) 1230 MA 20/03/13 17.736,88 PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE (público) 1231 MA 28/03/13 11.269,28 SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO (público) 1234 MA 28/03/13 9.992,48 MA Total 88.049,04 UNESCO - ORG. DA ONU PARA A EDUC. E CULTURA (privado) 1228 PE 12/03/13 58.111,51 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS (público) 1232 PE 28/03/13 2.414,48 SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO (público) 1225 PE 04/03/13 1.966,11 PE Total 62.492,10 EMPRESA DE ASSISTENCIA TEC EXT RURAL DE MG (público) 1233 PP 28/03/13 13.691,16 BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS (público) 1227 PP 11/03/13 76.725,08 PP Total 90.416,24 Total geral 240.957,38 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 88.049,04 Sub-total PE (Projetos Especiais) 62.492,10 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) 90.416,24 Sub-total RD (Rede Cult) Total Global Total 240.957,38 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA LEI DE INCENTIVO A CULTURA 19.166,66 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 260.124,04 Fonte: Gerência de Marketing e Controladoria
  26. 26. Página 26 de 53 Área Temática: 4 - Evolução da situação financeira Nº e Nome do indicador: 4.3 – Índice de liquidez corrente Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 1,00 0,16 Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Descrição jan/13 fev/13 mar/13 Total 1º Trimestre 2013 ATIVO CIRCULANTE(Menos Recursos de Convênios) 7.176.234 3.547.642 1.793.979 12.517.855 PASSIVO CIRCULANTE (Menos Convênios) 12.345.199 10.834.340 11.068.229 34.247.768 ILC - Índice de Liquidez Corrente* 0,58 0,33 0,16 0,37 O ILC, no trimestre, não alcançou a meta de 1,0. O realizado em março foi de 0,16. O desvio da meta deve-se, principalmente, à não realização de captação prevista com órgãos públicos (meta: R$ 1.591.992,66, captados: R$ 583.888,30) e saldo de contas a pagar referente à reprogramação de pagamentos de aluguel de fevereiro e março (R$ 528.086,76). Fonte de comprovação do indicador Controladoria (Relatório de Evolução das Contas de Resultado e Balancete)
  27. 27. Página 27 de 53 Área Temática: 4 - Evolução da situação financeira Nº e Nome do indicador: 4.4 – Índice de atualização tecnológica Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 3,00 * no ano * Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Descrição jan/13 fev/13 mar/13 Total 1º Trimestre 2013 Recursos em atualização tecnologica - 770.630 150.000 920.629 Recurso total 7.317.629 299.187 269.256 7.886.072 IAT - Índice de Atualização Tecnológica 0% 257,57% 56% 12% * Indicador com avaliação anual (meta: índice anual = 3,00) No acumulado do ano estamos em 12% . Fonte de comprovação do indicador Controladoria (Relatório de Evolução das Contas de Resultado e Balancete)
  28. 28. Página 28 de 53 Área Temática: 4 - Evolução da situação financeira Nº e Nome do indicador: 4.5 – Índice de auto sustentabilidade Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 0,24 0,17 Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Descrição jan/13 fev/13 mar/13 Total 1º Trimestre 2013 Receita faturada (receita própria) + Rec. Financeira 676.359 399.123 260.124 1.335.606 Recurso total 7.317.629 299.187 269.256 7.886.072 IA - Índice de Auto Sustentabilidade 0,09 1,33 0,97 0,17 O resultado do período foi de 0,17 tendo como meta o valor de 0,24 (70,83% da meta). A dependência de captação junto ao setor público continua sendo o principal dificultador para o alcance da meta. Junto ao setor privado, ultrapassamos a meta trimestral de faturamento em 317,04% e, junto ao setor público, devido às dificuldades de captação junto aos órgãos públicos, conseguimos faturar 36,68% da meta. Fonte de comprovação do indicador Controladoria (Relatório de Evolução das Contas de Resultado e Balancete)
  29. 29. Página 29 de 53 Área Temática: 5 – Gestão Interna Nº e Nome do indicador: 5.1 – Porcentagem de cumprimento do regulamento de compras e contratações Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 100 % 95,23% Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Alcançamos 95,23% da meta de 100% nos processos em conformidade com o regulamento de compras e contratações. Dos 48 processos analisados, 2 apresentaram inconformidade. Posteriormente, será emitido o Relatório de Efetividade. Todos os processos de compras e contratações, além de elaborados dentro do regulamento no Setor de Compras, são repassados ao Setor Jurídico para conferência e validação. As contratações de serviços passam ainda pela Auditoria Interna. Desta forma, os processos vão para assinatura da Diretoria já de acordo com o Regulamento de Compras e Contratações. Daí, o baixo índice de inconformidade no trimestre. Fonte de comprovação do indicador Processos de Compras – Relatório ou e-mail do Supervisor do Termo de Parceria
  30. 30. Página 30 de 53 Área Temática: 5 – Gestão Interna Nº e Nome do indicador: 5.2 – Taxa de gastos com área meio do Termo de Parceria Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 23 % * Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório * Indicador com avaliação anual (último período avaliatório de 2013) Fonte de comprovação do indicador Processos de Compras – Relatório ou e-mail do Supervisor do Termo de Parceria
  31. 31. Página 31 de 53 Área Temática: 5 – Gestão Interna Nº e Nome do indicador: 5.3 – Eficácia do Planejamento Físico e Financeiro do TP Resultados alcançados no período avaliatório Período avaliatório Meta do período avaliatório Resultado do período avaliatório 01/01/13 a 31/03/13 90% no ano * Informações relevantes acerca da execução do indicador no período avaliatório Previsto Realizado 2 Saída de Recursos Jan Fev Mar TOTAL Jan Fev Mar TOTAL Realizado (/) Previsto Previsto (-) Realizado 2.1 Despesas de Pessoal 2.1.1 Salários 1.062.303,12 1.062.303,12 1.062.303,12 3.186.909,37 1.168.800,74 988.359,14 1.109.420,15 3.266.580,03 102,50% (79.670,66) 2.1.2 Estagiários 12.852,00 12.852,00 12.852,00 38.556,00 12.048,75 9.611,25 9.684,90 31.344,90 81,30% 7.211,10 2.1.3 Encargos 748.737,15 748.737,15 748.737,15 2.246.211,45 723.339,09 652.653,50 561.549,99 1.937.542,58 86,26% 308.668,87 2.1.4 Benefícios 51.464,40 51.464,40 51.464,40 154.393,20 38.528,85 54.026,01 55.749,44 148.304,30 96,06% 6.088,90 Subtotal (Pessoal): 1.875.356,67 1.875.356,67 1.875.356,67 5.626.070,02 1.942.717,43 1.704.649,90 1.736.404,48 5.383.771,81 95,69% 242.298,21 2.2 Gastos Gerais 594.226,31 565.386,31 567.766,31 1.727.378,92 544.901,56 1.857.958,45 421.892,98 2.824.752,99 163,53% (1.097.374,08) 2.3 Aquisição de Bens Permanentes 1.873.445,50 37.519,50 37.519,50 1.948.484,50 7.331,00 770.629,60 150.278,87 928.239,47 47,64% 1.020.245,03 (S) Total de Saídas: 4.343.028,48 2.478.262,48 2.480.642,48 9.301.933,43 2.494.949,99 4.333.237,95 2.308.576,33 9.136.764,27 98,22% 165.169,16 * Indicador com avaliação anual (último período avaliatório) Para efeito de acompanhamento, demonstramos abaixo, as porcentagens de execução dos itens de despesa e dos indicadores:
  32. 32. Página 32 de 53 1) Porcentagem de execução dos itens de despesa (executado/previsto): - Despesa com pessoal: 5.383.771,81/5.626.070,02 = 95,69% - Gastos Gerais: 2.824.752,99/1.727.378,92 =163,53% (aluguéis em atraso pagos em fevereiro) - Bens Permanentes: 928.239,47/1.948.484,50 = 47,64% (2ª parcela de Bens do Projeto FAPEMIG ficou p/ abril, quando da entrega do bem. Total despesas: 9.136.764,27/9.301.933,43 = 98,22% 2) Porcentagem de execução dos indicadores: (realizado/meta* peso) 1.1 = 1-(realizado - meta/meta) = 88,89 x 5 = 444,45 1.2 = 1-(realizado - meta/meta) = 100,00 x 5 = 500,00 2.1= realizado/meta = 99,74 x 2 = 199,48 2.2= realizado/meta = 100,00 x 7 = 700,00 2.3= realizado/meta = 100,00 x 2 = 200,00 2.4= realizado/meta = 100,00 x 6 = 600,00 2.5= realizado/meta = 81,29 x 6 = 487,74 2.6= realizado/meta = 100,00 x 2 = 200,00 3.1= realizado/meta = 90,80 x 8 = 726,40 3.3= realizado/meta = 100,00 x 4 = 400,00 4.1= realizado/meta = 36,68 x 7 = 256,76 4.2= realizado/meta = 100,00 x 7 = 700,00 4.3= realizado/meta = 16,00 x 5 = 80,00 4.5= realizado/meta = 70,83 x 5 = 354,15 5.1= realizado/meta = 95,23 x 4 = 380,92 75 6.229,90 Porcentagem de execução de todos os indicadores = 6229,90 / 75 = 83,07% Fonte de comprovação do indicador Relatório Comparativo entre Receitas e Despesas Previstas e Realizadas (Controladoria)
  33. 33. Página 33 de 53 2.2 – Evolução histórica dos resultados alcançados: Área Temática: 1– Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico e da infra-estrutura técnica Indicador 1.1 – Número de erros operacionais (erros/trimestre): NÚMERO DE ERROS OPERACIONAIS (menor melhor) 20 29 14 20 15 18 Meta; 45 20 19 15 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ÊRROS OPERACIONAIS/trimestre REALIZADO META Obs.: de 2006 a 2008 a forma de cálculo do indicador era outra (% de redução de erros operacionais) Área Temática: 1– Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico e da infra-estrutura técnica Indicador 1.2 – Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos (minutos/trimestre): TEMPO FORA DO AR POR PROBLEMA TÉCNICO (menor melhor) 14,7 31,1 21,5 1,2 39,0 50,75 35 60 Meta; 41,25 41,25 70 60 50 40 30 20 10 0 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. MINUTOS REALIZADO META Obs.: de 2006 a 2008 a forma de cálculo do indicador era outra (% de redução de defeitos técnicos)
  34. 34. Página 34 de 53 Área Temática: 2 – Qualidade e diversidade da grade de programação Indicador 2.1 – Tempo médio de programação própria transmitida (horas/mês): TEMPO MÉDIO DE PROGRAMAÇÃO PRÓPRIA TRANSMITIDA 400 350 300 250 200 150 100 50 Obs.: As metas e os realizados dos anos de 2006 a 2008 foram convertidos de hora cheia p/ hora efetiva, para igualar a unidade de medição com a de 2009 a 2012. Indicador 2.2 – Tempo médio de programação própria inédita transmitida (horas/mês): TEMPO MÉDIO DE PROGRAMAÇÃO PRÓPRIA INÉDITA TRANSMITIDA 180 160 140 120 100 80 60 40 20 Obs.: As metas e os realizados dos anos de 2006 a 2008 foram convertidos de hora cheia p/ hora efetiva, para igualar a unidade de medição com a de 2009 a 2012. 100 121 119 116 118 120 118 117 99 Meta; 157 165 120 120 118 121 102 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013- 1ºtrim. HORAS / MÊS REALIZADO META 336 227 263 272 304 332 346 348 326 Meta; 234 250 250 250 250 318 285 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. HORAS / MÊS REALIZADO META
  35. 35. Página 35 de 53 Indicador 2.3 – Índice de programação própria transmitida ÍNDICE DE PROGRAMAÇÃO PRÓPRIA TRANSMITIDA Obs2.: O indicador índice de programação própria transmitida foi criado no 4º trimestre/12. 1,2 1 0,8 0,6 0,4 0,2 Indicador 2.4 – Tempo médio de programação interativa (horas/mês): 60 50 40 30 20 10 Obs.: As metas e os realizados dos anos de 2006 a 2008 foram convertidos de hora cheia p/ hora efetiva, para igualar a unidade de medição com a de 2009 a 2012. 1,123 0,767 0,756 Meta; 1,035 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ÍNDICES REALIZADO META TEMPO MÉDIO DE PROGRAMAÇÃO INTERATIVA 49 39 37 34 54 50 54 53 48 Meta; 28 40 40 40 39 49 40 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ANOS HORAS / MÊS REALIZADO META
  36. 36. 25 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. 106 96 TEMPO MÉDIO DE PROGRAMAÇÃO COM CONTEÚDO SOBRE O INTERIOR MINEIRO 30 35 35 35 32 30 31 36 35 34 33 30 31 Meta; 12 25 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. Página 36 de 53 Indicador 2.5 – Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro (horas/mês): 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Obs.: As metas e os realizados dos anos de 2006 a 2008 foram convertidos de hora cheia p/ hora efetiva, para igualar a unidade de medição com a de 2009 a 2012. Indicador 2.6 – Tempo médio de Interprogramação (horas/mês) HORAS DE INTERPROGRAMAÇÃO 109 Meta; 96 REALIZADO META Obs.: Indicador criado a partir do último trimestre de 2012. Anteriormente as horas de 110 105 100 95 90 85 HORAS/ MÊS interprogramação compunham o indicador 2.1 Tempo Médio de Programação Própria Transmitida. HORAS / MÊS REALIZADO META
  37. 37. Página 37 de 53 Área Temática: 3 – Jornalismo Abrangente e de qualidade Indicador 3.1 – Tempo médio de programação jornalística (horas/mês): TEMPO MÉDIO DE PROGRAMAÇÃO JORNALÍSTICA 90 80 70 60 50 40 30 20 10 Obs.: As metas e os realizados dos anos de 2006 a 2008 foram convertidos de hora cheia p/ hora efetiva, para igualar a unidade de medição com a de 2009 a 2012. Indicador 3.2 – Eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo - eventos/ano (aferição anual): 68 77 43 41 47 60 80 83 75 Meta; 38 38 41 55 54 54 50 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. HORAS / MÊS REALIZADO META EVENTOS COM COBERTURA ESPECIAL E TRANSMISSÃO AO VIVO 12 1 8 12 14 13 14 4 4 Meta; 6 8 12 12 12 12 4 16 14 12 10 8 6 4 2 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. EVENTOS / ANO REALIZADO META
  38. 38. Indicador 3.3 – Produção de Material Jornalístico de Ações do Governo (reportagens/ trimestre) PRODUÇÃO DE MATERIAL JORNALÍSTICO DE AÇÕES DO GOVERNO - MATÉRIAS/TRIMESTRE Página 38 de 53 400 350 300 250 200 150 100 50 Área Temática: 4 – Evolução da situação financeira Indicador 4.1 – Montante de recursos arrecadados do setor público (R$ / trimestre) MONTANTE DE RECURSOS ARRECADADOS DO SETOR PÚBLICO - R$/ TRIMESTRE 1.337.958 583.888 Meta; 1.762.857 1.591.993 2000000 1800000 1600000 1400000 1200000 1000000 800000 600000 400000 200000 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ANOS R$ / TRIMESTRE REALIZADO META 322 361 230 Meta; 132 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. REALIZADO META MATÉRIAS/ TRIMESTRE
  39. 39. Página 39 de 53 Indicador 4.2 – Montante de recursos arrecadados do setor privado (R$ / trimestre) MONTANTE DE RECURSOS ARRECADADOS DO SETOR PRIVADO - R$ / TRIMESTRE 347.736 751.718 Meta; 225.000 180.250 800000 700000 600000 500000 400000 300000 200000 100000 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ANOS R$ / TRIMESTRE REALIZADO META FATURAMENTO COM PROJETOS ESPECIAIS 712.768 1.664.799 1.956.333 4.777.320 1.670.751 1.600.000 1.408.473 1.600.000 1.600.000 1.600.000 650.000 750.000 6.000.000 5.000.000 4.000.000 3.000.000 2.000.000 1.000.000 0 2006 2007 2008 2009 2010 2011 ANOS VALORES (R$ ) / ANO REALIZADO META Obs.: Até 2011 o indicador referia-se ao faturamento apenas do Setor de Projetos Especiais e não separava faturamento c/setor público e faturamento c/ setor privado. A partir de 2012 o indicador foi desdobrado em dois: faturamento c/ setor público e faturamento c/ setor privado, já apresentados acima, e que referem-se ao faturamento total da Gerência de Marketing. Para efeito deste acompanhamento, apresentamos acima o gráfico para o antigo indicador (período 2006 a 2011).
  40. 40. Página 40 de 53 Indicador 4.3 – Índice de liquidez corrente: ÍNDICE DE LIQUIDEZ CORRENTE 0,36 0,16 1,04 1,19 1,18 2,70 0,39 0,89 1,00 META; 1,12 1,18 1,12 1,09 1,09 1,03 1,00 3,00 2,50 2,00 1,50 1,00 0,50 0,00 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ANOS ÍNDICES REALIZADO META Indicador 4.4 – Índice de atualização tecnológica (aferição anual): ÍNDICE DE ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA 12,00 4,23 1,00 6,00 6,00 4,01 6,77 1,21 3,00 Meta; 10,00 10,00 10,00 7,00 3,00 3,00 3,00 14,00 12,00 10,00 8,00 6,00 4,00 2,00 0,00 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ANOS ÍNDICES REALIZADO META
  41. 41. Página 41 de 53 Indicador 4.5 – Índice de auto sustentabilidade: ÍNDICE DE AUTO SUSTENTABILIDADE 0,22 0,17 0,48 0,49 0,20 0,16 0,24 Meta; 0,45 0,45 0,45 0,35 0,30 0,60 0,50 0,40 0,30 0,20 0,10 0,00 2008 2009 2010 2011 2012 2013-1º trim. ÍNDICES REALIZADO META Obs.: Indicador criado a partir de 2008 Área Temática: 5 – Gestão interna Indicador 5.1 – Porcentagem de cumprimento do regulamento de compras: PERCENTUAL DE CONFORMIDADE DOS PROCESSOS 100% Meta; 100% 100% 100% 120% 100% 80% 60% 40% 20% 0% 2012 2013-1º trim. ANOS PORCENTAGEM REALIZADO META
  42. 42. Página 42 de 53 Indicador 5.2 – Taxa de gasto com a área meio do TP: INDICADOR CRIADO NESTE PERÍODO (não tem histórico) Indicador 5.3 – Eficácia do Planejamento Físico e Financeiro do TP: INDICADOR CRIADO NESTE PERÍODO (não tem histórico)
  43. 43. Página 43 de 53 4 - DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO PERÍODO QUADRO 3 – COMPARATIVO DE RECEITAS E DESPESAS NO PERÍODO Tabela 2 - Comparativo entre Receitas e Gastos Previstos e Realizados no Período em Regime de Caixa Previsto Realizado Realizado (/) Previsto Previsto (-) Realizado 1 Entrada de Recursos Jan Fev Mar TOTAL Jan Fev Mar TOTAL 01/01/13 a 31/01/13 01/02/13 a 28/02/13 01/03/13 a 31/03/13 01/01/13 a 31/01/13 01/02/13 a 28/02/13 01/03/13 a 31/03/13 1.1 Receitas 1.1.1 Repasses do Termo de Parceria 6.857.995,92 - - 6.857.995,92 6.862.512,57 - - 6.862.512,57 100,07% (4.516,65) 1.1.2 Receita Arrecadada em Função do TP 515.753,72 515.753,72 515.753,72 1.547.261,16 658.131,61 386.743,62 196.372,77 1.241.248,00 80,22% 306.013,16 1.1.3 Rendimentos de Aplicações Fin. 16.850,00 16.850,00 16.850,00 50.550,00 13.875,36 25.802,47 14.967,99 54.645,82 108,10% (4.095,82) 1.1.4 Outras Receitas 5.798,58 5.798,58 5.798,58 17.395,75 907,52 209,94 39,06 1.156,52 6,65% 16.239,23 (E) Total de Entradas: 7.396.398,22 538.402,30 538.402,30 8.473.202,82 7.535.427,06 412.756,03 211.379,82 8.159.562,91 96,30% 313.639,91 2 Saída de Recursos Jan Fev Mar TOTAL Jan Fev Mar TOTAL Realizado (/) Previsto Previsto (-) Realizado 2.1 Despesas de Pessoal 2.1.1 Salários 1.062.303,12 1.062.303,12 1.062.303,12 3.186.909,37 1.168.800,74 988.359,14 1.109.420,15 3.266.580,03 102,50% (79.670,66) 2.1.2 Estagiários 12.852,00 12.852,00 12.852,00 38.556,00 12.048,75 9.611,25 9.684,90 31.344,90 81,30% 7.211,10 2.1.3 Encargos 748.737,15 748.737,15 748.737,15 2.246.211,45 723.339,09 652.653,50 561.549,99 1.937.542,58 86,26% 308.668,87 2.1.4 Benefícios 51.464,40 51.464,40 51.464,40 154.393,20 38.528,85 54.026,01 55.749,44 148.304,30 96,06% 6.088,90 Subtotal (Pessoal): 1.875.356,67 1.875.356,67 1.875.356,67 5.626.070,02 1.942.717,43 1.704.649,90 1.736.404,48 5.383.771,81 95,69% 242.298,21 2.2 Gastos Gerais 594.226,31 565.386,31 567.766,31 1.727.378,92 544.901,56 1.857.958,45 421.892,98 2.824.752,99 163,53% (1.097.374,08) 2.3 Aquisição de Bens Permanentes 1.873.445,50 37.519,50 37.519,50 1.948.484,50 7.331,00 770.629,60 150.278,87 928.239,47 47,64% 1.020.245,03 (S) Total de Saídas: 4.343.028,48 2.478.262,48 2.480.642,48 9.301.933,43 2.494.949,99 4.333.237,95 2.308.576,33 9.136.764,27 98,22% 165.169,16
  44. 44. Página 44 de 53 Justificativa Orçado x Realizado no 1º trimestre: Receitas: Receita arrecadada em Função da Existência do TP: Tivemos mais recurso recebido que o projetado, com o Setor Privado, devido ao esforço de captação da OSCIP, principalmente dentro dos Projetos de Lei de Incentivo. No Setor Público, não alcançamos a meta, mas temos captados para recebimento nos próximos períodos o valor de R$ 904.861,00. Despesas: 2.1 Despesas com Pessoal: A despesas com pessoal ficaram dentro das previstas. 2.2 Despesas Gerais: Foram impactadas pelo pagamento de 4 aluguéis em atraso, no mês de fevereiro. 2.3 Aquisições de Bens Permanentes: Segunda parcela de Bens do Projeto FAPEMIG, que estava prevista para o 1º trimestre, será paga somente em abril, na entrega do bem.
  45. 45. Página 45 de 53 4.1 – ANÁLISE DAS DESPESAS E RECEITAS DO PERÍODO Despesas: As despesas com pessoal ficaram dentro das previstas. Nos gastos gerais, o pagamento de 4 meses atrasados, no mês de fevereiro, impactou negativamente este ítem. No restante das despesas, a ADTV manteve as estritamente necessárias ao funcionamento da T e, para garantia de pagamento da Folha de Pessoal. A transferência para abril do pagamento bens permanentes do Projeto FAPEMIG, que é quando será entregue o bem, impactou este ítem. Receitas: A captação própria ficou abaixo da planejada. Junto ao setor privado, faturamos R$ R$ 751.717,54 (317,04% acima da meta de R$ 180.250,00). Deste setor, temos já captados, para recebimento nos próximos períodos o valor de R$ 223.999,94. Junto ao setor público, não conseguimos atingir a meta de R$ 1.591.992,66, devido às dificuldades de efetivação de novos contratos com órgãos públicos. Faturamos R$ 583.888,30 (36,68% da meta). Deste setor, temos captados, para recebimento nos próximos períodos o valor de R$ 904.861,00.
  46. 46. Página 46 de 53 6 – CONSIDERAÇÕES FINAIS Um dos desafios da Administração atual da ADTV é a captação de recursos próprios, através do desenvolvimento de trabalhos para o setor público e privado. O cenário apresenta-se positivo no setor privado no que se refere ao faturamento da Rede Minas, que continuará acompanhando o crescimento do faturamento total do mercado de televisão no Brasil. Os investimentos em publicidade na mídia televisão vêm crescendo cerca de 15% ao ano, representando mais de 50% do bolo publicitário no país. Apesar de os maiores investimentos publicitários serem provenientes do mercado varejista, que a Rede Minas não atende por ser uma TV pública de caráter cultural e educativo, observa-se ao mesmo tempo crescimento dos investimentos das instituições em promover e fortalecer suas marcas corporativas de forma separada à promoção exclusiva de produtos e seus preços no mercado, o que favorecem emissoras como a Rede Minas. Essas organizações procuram cada vez mais aliar suas marcas a conteúdos de qualidade e que estejam desvinculados das promoções de varejo. E estão também promovendo nos veículos de comunicação de massa suas ações de apoio ao meio cultural e de responsabilidade socioambiental. Para 2013, a Rede Minas prevê a continuidade de parcerias com órgãos do Governo do Estado de Minas Gerais e com órgãos privados. Os resultados alcançados, nos diversos indicadores, exceto financeiros, demonstram que o Termo de Parceria firmado com a Fundação TV Minas Cultural e Educativa - FTVM continua sendo executado pela ADTV em grau de eficiência crescente. Com relação à situação financeira, aguardamos a efetivação do XIII Termo Aditivo ao Termo de Parceria, com o novo orçamento a partir de maio.
  47. 47. Página 47 de 53
  48. 48. Página 53 de 53

×