Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

19 relatorio-gerencial

514 views

Published on

19º Relatório Gerencial

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

19 relatorio-gerencial

  1. 1. Termo de Parceria celebrado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV Página 1 de 43 19º Relatório Gerencial (Resultados) Período Avaliatório 01 de julho a 30 de setembro de 2010
  2. 2. Página 2 de 43 Data de entrega do relatório: 22/10/2010 Data da Reunião da CA: 29/10/2010 Sumário 1 Introdução ....................................................................................... 03 2 Comparativo entre metas previstas e realizadas ........................ 04 2.1 Detalhamento do resultado alcançado............................................ 06 2.1.1 Gerência Técnica 06 2.1.2 Gerência de Marketing 08 2.1.3 Gerência Operacional 13 2.1.4 Gerência Administrativo-financeira 22 3 Demonstrativo de receitas e despesas do período...................... 26 3.1 Análise das receitas e despesas....................................................... 28 4 Considerações Finais...................................................................... 29 5 Comprovantes de Regularidade Trabalhista, Previdenciária e Fiscal 30 6 Declaração do Dirigente da OSCIP e do Supervisor do Termo de Parceria....................................................................................... 35
  3. 3. Página 3 de 43 1 – INTRODUÇÃO Este relatório de atividades é o mecanismo de acompanhamento e avaliação do Termo de Parceria firmado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV, em 01/12/2005. Visa demonstrar o desempenho da ADTV no desenvolvimento das atividades previstas no Termo de Parceria, no período do 01 de julho a 30 de setembro de 2010, sendo o 19º relatório de prestação de contas de suas atividades. O Termo de Parceria tem como objeto o fomento, execução e promoção de atividades culturais, educativas e informativas, por meio da produção e veiculação de radiodifusão. Trata-se de um projeto de grande relevância, pois a Rede Minas, ao longo de seus 25 anos de história, vem garantindo a preservação do patrimônio material e imaterial, contribuindo para o desenvolvimento intelectual, social, cultural e econômico do Estado de Minas Gerais. TV de caráter cultural e educativo promove o intercâmbio com agentes de educação e cultura, por meio da produção e veiculação de programas de televisão de interesse público. Constitui a programação com base na diversidade cultural, cidadania, meio ambiente, educação, saúde, integração, informação, formação de cultura televisiva e prestação de serviços. Associada à ABEPEC – Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais e à Rede Pública de Televisão, conta uma rede de 44 emissoras afiliadas e está presente na maioria dos municípios do Estado de Minas Gerais. Em obediência ao parágrafo primeiro da Cláusula Oitava do Termo de Parceria e considerando a relevância da demonstração dos resultados obtidos, será apresentado neste relatório o comparativo entre as metas pactuadas e os resultados obtidos na condução das atividades propostas, sendo fornecidas informações complementares acerca dessas atividades, considerando o Quadro de Indicadores e Metas previstas no Programa de Trabalho. Ainda em consonância com a legislação pertinente, será apresentado o demonstrativo integral das receitas e despesas realizadas na execução do Termo de Parceria e suas notas explicativas. De maneira complementar, serão anexados a este relatório os comprovantes de regularidade trabalhista, previdenciária e fiscal da OSCIP.
  4. 4. Página 4 de 43 2 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E REALIZADAS QUADRO 1 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E REALIZADAS –(1º. de julho a 30 de setembro de 2010) Área Temática Indicador Unidade de Medida VO Peso Meta Realizado 1 Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico. 1.1 Número de ocorrência de erros operacionais Unidade/trimestre 15 2 15 15 2 Confiabilidade e disponibilidade de equipamentos e infra-estrutura técnica 2.1 Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Minutos/trimestre 41,25 2 41,25 22,05 3 Sistematização e ampliação das atividades de produção 3.1 Faturamento com projetos especiais R$ - trimestre 400.000 3 400.000 153.595,62 4.1 Tempo médio de programação própria transmitida Horas – média mensal no trimestre 250 2 250 342,0 4.2 Tempo médio de programação própria inédita transmitida Horas – média mensal no trimestre 120 3 90 * 119,7 4.3 Tempo médio de programação interativa Horas – média mensal no trimestre 40 2 30 ** 46,7 4 Qualidade e diversidade da grade de programação 4.4 Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro Horas – média mensal no trimestre 35 3 35 38,4 * Na definição das metas para 2010, solicitamos redução na meta de horas inéditas do 3º trimestre, devido às perdas com a propaganda eleitoral. Informamos que a perda era de 30 h/trimestre, ou seja, 10 h/mês. Por engano, a meta estabelecida pela SEPLAG, cuja unidade é h/mês, foi reduzida em 30 h passando para 90h/mês e não em 10 h passando para 110 h/mês, que seria o correto. Para efeito desta prestação de contas, estamos considerando o valor correto de 110 h/mês. ** Na definição das metas para 2010, solicitamos redução na meta de horas interativas do 3º trimestre, devido às perdas com a propaganda eleitoral. Informamos que a perda era de 10 h/trimestre, ou seja, 3:20 h/mês. Por engano, a meta estabelecida pela SEPLAG, cuja unidade é h/mês, foi reduzida em 10 h passando de 40 h/mês para 30h/mês e não em 3:20 h passando para 36:40 h/mês, que seria o correto.Para efeito desta prestação de contas, estamos considerando o valor correto de 36:40 h/mês.
  5. 5. Área Temática Indicador Unidade de Medida VO Peso Meta Realizado Página 5 de 43 5.1 Tempo médio de programação jornalística Horas – média mensal no trimestre 55 2 47 *** 84,2 5 Jornalismo abrangente 5.2 Eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo Unidade – anual 12 2 12 09 **** 6.1 Índice de liquidez corrente Índice 1,09 3 1,09 1,28 Evolução da situação 6.2 Índice de atualização tecnológica Índice 6 - anual 7 3 3 6,81 financeira 6.3 Índice de Auto-sustentabilidade Índice – trimestre 0,45 3 0,45 0,11 *** Na definição das metas para 2010, solicitamos redução na meta de horas de programação jornalística do 3º trimestre, devido às perdas com a propaganda eleitoral. Informamos que a perda era de 8 h/trimestre, ou seja, 2:40 h/mês. Por engano, a meta, cuja unidade é h/mês, foi reduzida em 8 h passando de 55 h/mês para 47h/mês e não em 2:40 h passando para 52:20 h/mês, que seria o correto. Para efeito desta prestação de contas, estamos considerando o valor correto de 52:20 h/mês. **** Este indicador é de apuração anual. Parcialmente apurado. ____________________ Magda Salles de Moura (Gerente Operacional) _______________________ Ana Laura Guimarães (Gerente de Marketing) __________________ Raul de Mattos Paixão Neto (Gerente Geral e Administrativo Financeiro) __________________ Douglas Pires Guerra (Diretor Executivo) _______________________ Franco Brostel Leal (Gerente Técnico)
  6. 6. Página 6 de 43 2.1 – Detalhamento do resultado alcançado 2.1.1 Gerência Técnica 1.1 Número de ocorrência de erros operacionais Descrição: Este indicador se presta a uma avaliação do comprometimento operacional e do perfeito funcionamento dos equipamentos técnicos da emissora. Entende-se por erros operacionais, aqueles que por alguma motivação humana resultem em não conformidade levada ao ar. Para aferição desse indicador, será considerado o número de erros operacionais ocorridos em cada mês (considerando que a avaliação é trimestral, serão tomados os três meses que compõem o período avaliatório). Unidade: Unidades/trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto menor, melhor Fórmula de Cálculo: Este indicador, apesar da avaliação ser trimestral, deverá ser calculado mensalmente, portanto, a fórmula de cálculo será o número absoluto de erros do mês 1, mais o número absoluto de erros do mês 2 e o número absoluto do mês 3. Índice de cumprimento da meta (ICM) = [1 - (resultado - meta) / meta] x100 Fonte de comprovação: Relatório Diário de Ocorrências do Controle Mestre (Relatório de Falhas). Local de Armazenamento: Livro de Ocorrências do Controle Mestre/ Banco de Dados Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No terceiro trimestre de 2010, registrou-se 15 erros operacionais para uma meta de 15. As mudanças de cenários e estúdio foram consolidadas e o volume de erros operacionais voltaram aos patamares anteriormente aferidos. Foi implantado cronograma de treinamento junto ao RH para os operadores que trabalham diretamente nos estúdios e usuários das novas câmeras digitais.
  7. 7. Página 7 de 43 2.1 Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Descrição: Este indicador objetiva medir a confiabilidade do parque tecnológico medindo o tempo (em minutos) que a emissora ficou fora de operação por motivos técnicos. Revela na prática o resultado das ações de manutenção preventiva e corretiva da emissora, a necessidade de atualizações das instalações e a necessidade de substituição de cada equipamento quando seu tempo médio entre falhas sinaliza o fim de sua vida útil. Entende-se por defeitos técnicos toda interrupção do sinal emitido pela emissora, ocasionada por falha em equipamentos técnicos próprios da emissora. Unidade: Minutos/trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto menor, melhor Fórmula de Cálculo: T.F.O. = Tempo (em minutos) fora de operação ocasionado por defeitos técnicos no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM) = [1 - (resultado - meta) / meta] x100 Fonte de comprovação: Relatório Diário de Ocorrências do Controle Mestre (Relatório de Falhas). Local de Armazenamento: Livro de Ocorrências do Controle Mestre/ Banco de Dados Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: Este índice de 22:03, ficou dentro da meta de 41:15. Gerência Técnica conseguiu reduzir o tempo fora do ar com ações corretivas emergenciais, troca de funcionários da equipe e aquisição de novos equipamentos, como exemplo o no-break instalado na Serra do Curral.
  8. 8. Página 8 de 43 2.1.2 Gerência de Marketing 3.1 Faturamento com projetos especiais Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com base mínima anual de faturamento com projetos especiais, fomentando o conceito de auto-sustentabilidade. Entende-se por projetos especiais todo serviço prestado a terceiros - produção audiovisual e transmissões - que não esteja dentro da linha de produção para a grade de programação da emissora. Os serviços podem ser prestados pela área de Projetos Especiais, área técnica ou núcleo de registro do patrimônio cultural. Unidade: R$ - trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: C.R.P.E. = V.A.F.P.E. C.R.P.E. = Captação de recursos com projetos especiais no trimestre V.A.F.P.E. = Valor faturado em R$ com projetos especiais no trimestre Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Faturamento mensal Local de Armazenamento: Controladoria/Marketing Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: Conforme sintetizado no QUADRO 2A abaixo, nesse trimestre o faturamento da Gerência de Marketing foi de R$ 153.595,62. Meta não alcançada. O valor aferido está abaixo das expectativas e potencialidades da ADTV A suspensão total de demandas provenientes das Secretarias de Estado do Governo de Minas Gerais, em função do período eleitoral, impactou fortemente os contratos vigentes e propostas em negociação, afetando profundamente a captação global da emissora, atingindo níveis que comprometem a sua sustentabilidade. Ressaltamos que o esforço de captação se intensificou a partir de junho de 2010, com abertura de novas frentes
  9. 9. de captação, junto à iniciativa privada com possibilidades de patrocínio direto, via lei de incentivo e venda de produtos audiovisuais. Entretanto, devido ao ano de copa do mundo e de eleição, as empresas privadas concentraram seus investimentos no primeiro semestre de 2010 e as possibilidades de parceria neste setor apresentam maiores perspectivas de viabilização somente a partir de 2011. Página 9 de 43 As principais propostas enviadas desde maio de 2010: • Detran-MG – veiculação de programas na grade da Rede Minas com orçamentos em fase de aprovação – R$413.568,00; Aguardando aprovação. • IBRAM – patrocínio programa Olhar Ambiental no valor R$600.000,00. Produção de vídeo institucional no valor R$20.000,00. Aguardando aprovação. • FECOMERCIO – Proposta de parceria. • SEST e SENAT – Veiculação de programa. • Detran-MG – orçamento para aprovação TV DETRAN no valor de R$212.666,70. • Proposta de renovação via lei de incentivo apresentadas a FIAT e Café Três Corações. • Secretaria de Educação – produção de revistas eletrônicas, com gravação em 92 cidades, no valor de R$ 3.070.497,90; Aguardando aprovação. • Secretaria de Estado de Saúde - Diversos serviços dentro do contrato já assinado, no valor de R$ 2.600.000,00. Aguardando aprovação. • Secretaria de Desenvolvimento Social e Econômico, proposta em fase de aprovação para produção e veiculação de vídeo na grade – R$254.985,90; • Fapemig – orçamento Projeto Minas Faz Ciência no valor de R$501.81,01, em fase de análise para aprovação; Aguardando aprovação. • Fapemig – produção e veiculação de vídeo institucional 25 anos Fapemig, orçamento para aprovação – R$124.760,06. Aguardando aprovação.
  10. 10. Página 10 de 43 3º Trimestre 2010 QUADRO 2A Síntese dos resultados Notas fiscais emitidas por tipo Valor faturado MA (Mídia Avulsa) 25.855,56 PE (Projetos Especiais) 153.595,62 PP (Patrocínio à Programação) 352.742,54 RC (Rede Cult) 4.641,00 Total geral (PP+PE+MA+RC) 536.834,72 Média Trimestral 178.944,91 Fonte: Gerência Geral e Administrativo-financeira
  11. 11. Página 11 de 43 QUADRO 2A Detalhamento das notas fiscais emitidas no trimestre NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM JULHO/2010 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO VENCIMENTO MA C/APRES. MA Total - PP PP Total - INSTITUTO CULTURAL FILARMÔNICA 767 PE 08/07/10 35.622,34 C/APRES. INSTITUTO CULTURAL FILARMÔNICA 768 PE 28/07/10 8.220,54 C/APRES. PE Total 43.842,88 RD Total - 43.842,88 Total Global TOTAL FATURADO EM JULHO/2010 43.842,88 Sub-total MA (Mídia Avulsa) - Sub-total PE (Projetos Especiais) 43.842,88 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) - Sub-total RD (Rede Cult) - 43.842,88 Total Global Total ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.520,35 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 44.903,66 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS CANCELAMENTO NOTA FISCAL PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 90.266,89
  12. 12. Página 12 de 43 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM AGOSTO/2010 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO VENCIMENTO FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA FMC 771 MA 17/08/10 14.723,28 C/APRES. PBH/FUT - FUNDO DE TRASNPORTE URBANO 772 MA 19/08/10 7.318,80 C/APRES. SINDIMOVEIS SIND. CORRETORES DE IMOVEIS 775 MA 27/08/10 3.813,48 C/APRES. ESTADO MG MA Total 25.855,56 PP C/APRES. PP Total - SARAIVA AS. LIVREIROS EDITORES 769 PE 03/08/10 5.000,00 C/APRES. INSTITUTO CULTURAL FILARMONICA 773 PE 27/08/10 8.220,54 C/APRES. INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO - IBRAIM 774 PE 27/08/10 19.558,44 C/APRES. OPEN FILME LTDA 776 PE 31/08/10 6.500,00 C/APRES. EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO S/A 777 PE 31/08/10 25.000,00 C/APRES. PE PE Total 64.278,98 RD Total - 90.134,54 Total Global TOTAL FATURADO EM AGOSTO/2010 90.134,54 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 25.855,56 Sub-total PE (Projetos Especiais) 64.278,98 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) - Sub-total RD (Rede Cult) - 90.134,54 Total Global Total ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.562,10 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 40.474,74 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS 3 21,60 DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS CANCELAMENTO NOTA FISCAL 7.318,80 PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 125.174,18
  13. 13. Página 13 de 43 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM SETEMBRO/2010 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO VENCIMENTO MA MA Total - PP C/APRES. PP Total - PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 779 PE 30/09/10 9.758,40 C/APRES. INSTITUTO CULTURA FILARMONICA 780 PE 30/09/10 5.480,36 C/APRES. INSTITUTO DE RADIODIFUSÃO DA BAHIA 781 PE 30/09/10 5.235,00 C/APRES. EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO - EBC 782 PE 30/09/10 25.000,00 C/APRES. PE Total 45.473,76 HENRIQUE ROSCOE CORREA PINTO 778 RD 14/09/10 4.641,00 C/APRES. RD Total 4.641,00 Total Global 50.114,76 TOTAL FATURADO EM SETEMBRO/2010 50.114,76 Sub-total MA (Mídia Avulsa) - Sub-total PE (Projetos Especiais) 45.473,76 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) - Sub-total RD (Rede Cult) 4.641,00 Total Global Total 50.114,76 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.728,62 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 34.777,40 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS CANCELAMENTO NOTA FISCAL PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 86.620,78 2.1.3 Gerencia Operacional. Os resultados da gerência operacional englobam tanto os indicadores relativos à programação própria, quanto ao jornalismo. Os quadros 3A e 3B sintetizam os resultados de ambos, respectivamente.
  14. 14. Página 14 de 43 QUADRO 3A Indicadores Julho Agosto Setembro Média 3º Trimestre Meta- Hs/mês Tempo Médio de Programação Própria Transmitida 358:44:35 345:54:11 321:20:39 341:59:48 250:00:00 Total Programas Diários Inéditos 74:25:18 67:47:08 63:13:17 68:28:34 Total Programas Semanais Inéditos 54:54:42 52:26:34 46:07:18 51:09:31 Total Reapresentações Progr. Semanais 90:27:29 93:08:03 92:14:57 91:56:50 Total Reapresentações Programas Diários 44:02:42 40:58:45 37:49:42 40:57:03 Total Inter Programas (transmitidos) 94:54:24 91:33:41 81:55:25 89:27:50 Tempo Médio de Programação Própria Inédita Transmitida 129:32:34 120:17:44 109:24:38 119:44:59 110:00:00 Total Programas Diários Inéditos 74:25:18 67:47:08 63:13:17 68:28:34 Total Programas Semanais Inéditos 54:54:42 52:26:34 46:07:18 51:09:31 Total Interprogramas (produzidos) 0:12:34 0:04:02 0:04:03 0:06:53 Tempo Médio de Programação Interativa 53:18:08 48:12:48 38:33:44 46:41:33 36:40:00 Agenda 1:38:02 0:36:59 0:00:00 0:45:00 Brasil das Gerais 18:26:26 15:23:45 6:59:57 13:36:43 Emprego e Renda 5:01:12 5:06:01 4:52:17 4:59:50 Jornal Minas 1 9:35:03 9:10:23 9:16:41 9:20:42 Jornal Minas 2 12:18:46 10:39:32 9:20:12 10:46:10 Meio de Campo 3:35:26 4:32:43 3:36:25 3:54:51 Palavra Cruzada 2:43:13 2:43:25 4:28:12 3:18:17 Tempo Médio de Programação c/ Conteúdo s/ Interior Mineiro 44:30:21 36:55:02 33:53:28 38:26:17 35:00:00 Programas Diários 10:08:50 8:33:44 4:52:56 7:51:50 Programas Semanais 6:37:09 3:09:08 6:32:19 5:26:12 Interprogramas 23:33:30 21:07:56 18:11:05 20:57:30 Matérias Veiculadas nos Telejornais 4:10:52 4:04:14 4:17:08 4:10:45 4.1 Tempo médio de programação própria transmitida Descrição: Programação própria é aquela produzida pela Rede Minas. Não se incluem os programas terceirizados, mesmo quando co-produzidos com a emissora, a programação retransmitida e produzida por outras emissoras e os programas realizados por terceiros que alugam horário na grade da Rede Minas.
  15. 15. Este indicador objetiva sedimentar a política de priorizar a veiculação de programas próprios, sem aferir os programas de terceiros. Página 15 de 43 Serão aferidas neste indicador: 1. A programação própria transmitida no período (trimestre); 2. A transmissão de inter-programas; Serão aferidos nesse indicador programas que estiverem em condição de co-produção com a Rede Minas e que recebem financiamentos diretos da emissora. O regime de co-produção pode ser ampliado nos casos de financiamentos externos para programas que sejam realizados pela Rede Minas de Televisão. Podem ser aferidos, portanto, programas com periodicidade sazonal. A exemplo temos, no ano de 2009, o Doc TV IV que co-produzimos financeiramente 4 documentários de 52 minutos. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda, Agenda Preview, Alto Falante (uma edição de 1 hora e uma edição de ½ hora), Bem Cultural, Brasil das Gerais, Coletânea, Concertos, Harmonia, Curta, Dango Balango, Diverso, Especial Rede Minas, Imagem da Palavra, Outros Sons, Feira Moderna, Mais Ação, Noturno, Opinião Minas, Palavra Cruzada, DocTV (sazonal), Missa Dominical, Palavra de Deus, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Jornal de Sábado, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta Minas, Rede Mídia e a Interprogramação transmitida. Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: P.P.T. =V.P.P /3 P.P.T. = Tempo médio mensal de Programação Própria Transmitida V.P.P.= Veiculação de Produção Própria em horas no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line e Sistema de Gerenciamento de Programação/TV +(interprogramação)
  16. 16. Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 36,8%. Como impacto positivo, incluímos na grade de programação: Jornal de Sábado, a partir de julho; uma temporada do Outros Sons (inéditos e reprises) em jul/ago; uma temporada do Bem Cultural (inéditos e reprises) em setembro; reprises diárias do Arrumação, a partir de julho e mais uma reprise do Música Independente, aos domingos, a partir de julho. Como impacto negativo tivemos perda com o horário eleitoral obrigatório tanto na programação como na interprogramação, o que, no entanto, não prejudicou o resultado do indicador. Página 16 de 43 4.2 Tempo médio de programação própria inédita transmitida Descrição: Este indicador objetiva sedimentar a política de priorizar a veiculação de programação inédita própria (programação e interprogramação) sem os programas de terceiros. Serão aferidos nesse indicador: 1. A programação própria inédita transmitida no período; 2. A primeira transmissão de interprogramas. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda, Agenda Preview, Alto Falante (uma edição de 1 hora e uma edição de ½ hora), Bem Cultural, Brasil das Gerais, Coletânea, Concertos Harmonia, Curta, Dango Balango, Diverso, Especial Rede Minas, Imagem da Palavra, Harmonia, Outros Sons, Feira Moderna, Mais Ação, Noturno, Opinião Minas, Palavra Cruzada, DocTV (sazonal), Missa Dominical, Palavra de Deus, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Jornal de Sábado, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta Minas, Rede Mídia e a Interprogramação produzida. Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 3
  17. 17. Página 17 de 43 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: P.P.I.T. = V.P.P.I./3 P.P.I.T. = Tempo Médio Mensal de Programação Própria Inédita Transmitida V.P.P.I. = Veiculação de Produção Própria Inédita em horas no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line e Sistema de Gerenciamento de Programação/TV +(interprogramação) Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 33%. Como impacto positivo, incluímos na grade de programação: Jornal de Sábado, a partir de julho; uma temporada do Outros Sons (inéditos) em jul/ago e uma temporada do Bem Cultural (inéditos) em setembro. A propaganda eleitoral obrigatória não impactou negativamente o indicador, pois a meta deste trimestre foi reduzida em função da mesma. 4.3 Tempo médio de programação interativa Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com a veiculação de programação interativa, fomentando o conceito de aproximação e participação da sociedade no conteúdo veiculado, excluídos aqui os programas terceirizados. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda (edição de sábado), Brasil das Gerais, Palavra Cruzada, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Emprego e Renda e Meio de Campo. Eventualmente, podem ser retirados e/ou a incluídos novos programas que incluam interatividade, e a FTVM deve solicitar que a ADTV faça referência às eventuais alterações realizadas no Relatório Gerencial de Resultados e no Relatório da Comissão de Avaliação.
  18. 18. Página 18 de 43 Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: T.M.P.I. = T.V.P.I./3 T.M.P.I.= Tempo médio mensal de programação interativa. T.V.P.I. = Tempo de veiculação em horas de programação interativa no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 22,33%. Motivo do bom desempenho deste indicador: implantação de interatividade nos jornais, com a participação dos telespectadores através de emails e telefonemas, fazendo questionamentos aos entrevistados e sugerindo pautas. A propaganda eleitoral obrigatória não impactou negativamente o indicador, pois a meta deste trimestre foi reduzida em função da mesma. 4.4 Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro Descrição: Este indicador objetiva a interiorização da TV e o comprometimento da organização com veiculação de conteúdos sobre e no interior mineiro, fomentando o conceito de integração do Estado e Rede Estadual de Televisão. O conceito de interior mineiro conforme considerado nesse indicador inclui tanto sobre o que é produzido internamente pela emissora, quanto o que é produzido no interior pelas emissoras afiliadas ou outros canais de geração de conteúdo. Serão aferidos neste indicador o conteúdo próprio produzido pela emissora e veiculado sobre o interior mineiro; o conteúdo produzido e gerado pelas emissoras
  19. 19. afiliadas (do interior mineiro) ou de outros canais de geração de conteúdo condizente com a missão da emissora e cobertura de eventos do e no interior. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda, Agenda Preview, Alto Falante (uma edição de 1 hora e uma edição de ½ hora), Bem Cultural, Brasil das Gerais, Coletânea, Concertos Harmonia, Curta, Dango Balango, Diverso, Especial Rede Minas, Imagem da Palavra, Harmonia, Outros Sons, Feira Moderna, Mais Ação, Noturno, Opinião Minas, Palavra Cruzada, DOC-Tv, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Jornal de Sábado, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta Minas e Rede Mídia e a interprogramação transmitida. Página 19 de 43 Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: T.M.C.I.M.= T.V.I.M./3 T.M.C.I.M = Tempo médio mensal de conteúdo veiculado sobre o interior mineiro. T.V.I.M.= Tempo de veiculação em horas de programas sobre o interior mineiro no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line, sinopse dos programas, relatório dos coordenadores, Sistema de Gerenciamento de Programação/TV + (interprogramação) Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, ultrapassamos a meta em 9,8%. Histórico: Em 2006, conseguimos a média de 38 h para este indicador, em função da veiculação de muitas peças das séries “Viva” e “Cidades de Minas”, com conteúdo do interior. Este desempenho estimulou a alteração da meta de 12 para 45 h/mês, ficando
  20. 20. superestimada, quando da redução da veiculação daquelas peças. Na revisão, no 1º trimestre de 2009, ela passou para 35 h/mês, que, proporcionalmente, equivalem às 45h/mês dos períodos anteriores, já que antes eram computados os programas de terceiros e passamos a utilizar a hora efetiva dos programas (sem o tempo de inter-programação). Mesmo superestimada, a TV Minas e ADTV vem fazendo esforços para que a meta seja alcançada, o que já aconteceu neste 3º trimestre. Uma das medidas foi o direcionamento de mais viagens financiadas pelo Projeto Itinerante de Lei de Incentivo, para o interior mineiro. Página 20 de 43 QUADRO 3B Indicadores Julho Agosto Setembro Média 3º Trimestre Meta 3º Trim- H/mês Tempo Médio de Programação Jornalística 84:56:37 85:15:29 82:18:59 84:10:22 52:20:00 Emprego e Renda 9:59:48 10:08:50 9:45:34 9:58:04 Jornal de Sábado 1:21:26 1:41:59 1:32:57 1:32:07 Jornal Minas 1a. Ed. 9:35:03 9:10:23 9:16:41 9:20:42 Jornal Minas 2a. Ed. 12:18:46 10:39:32 9:20:12 10:46:10 Jornal Visual 7:26:38 6:45:26 7:04:36 7:05:33 Meio de Campo 6:18:01 9:04:37 7:12:37 7:31:45 Opinião Minas 21:02:09 20:52:05 20:59:55 20:58:03 Palavra Cruzada 6:21:00 7:15:57 8:56:38 7:31:12 Planeta Minas 4:22:01 3:01:28 1:45:38 3:03:02 Rede Mídia 3:27:16 4:00:11 3:52:30 3:46:39 Repórter da Hora 2:44:29 2:35:01 2:31:41 2:37:04 Julho Agosto Setembro Total 3º Trimestre Meta Unid./ano Eventos c/cobertura esp. e transmissão ao vivo 0 0 0 0 12 * * Indicador com apuração anual – Parcialmente apurado: 9 eventos de jan a set. 5.1 Tempo Médio de Programação Jornalística Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com difusão, em TV aberta, de um jornalismo crítico, aprofundado e voltado para os interesses do cidadão, bem como a formação da cidadania. Serão aferidos neste indicador: 1. A duração da programação jornalística diária inédita transmitida;
  21. 21. Página 21 de 43 2. Reapresentações da programação jornalística. Os programas aferidos neste indicador são: Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Jornal de Sábado, Emprego & Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Rede Mídia, Planeta Minas, Opinião Minas e Palavra Cruzada. Unidade: Horas - Média mensal no trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: T.M.P.J.= T.V.P.J./3 T.M.P.J. = Tempo médio mensal de programação jornalística; T.V.P.J. = Tempo de veiculação em horas de programação jornalística no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on line Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, ultrapassamos a meta em 60,8%. Neste indicador ultrapassamos a meta em todos os períodos de apuração, desde o 1º, em 2006. No trimestre tivemos ainda, como impacto positivo, a entrada na grade do Jornal de Sábado, a partir de julho. 5.2 Eventos com Cobertura Especial e transmissão ao vivo Descrição: Este indicador objetiva incentivar o caráter dinâmico da divulgação das produções da emissora, com conseqüente aumento da exposição pública da emissora. Indicador de aferição anual, com apuração no último período avaliatório do ano. Coberturas especiais são aquelas, com ou sem planejamento que, em razão da relevância da ocorrência, justifiquem a transmissão ao vivo. Serão aferidos neste indicador: 1. Eventos jornalísticos e de programas realizados a partir de planejamento;
  22. 22. 2. Eventos jornalísticos e de programas sem planejamento que, em razão da relevância da ocorrência, justifiquem a transmissão ao vivo. Página 22 de 43 Unidade: Unidade/ano Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: N.E.C.E.T.V.= Número absoluto de eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on line, sinopse dos jornais e programas, relatórios fornecidos pelos coordenadores. Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, não tivemos cobertura especial, ao vivo. A apuração deste indicador é anual e no acumulado do ano estamos com 9 eventos. 1.4 GERÊNCIA ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA 6.1 Índice de Liquidez Corrente Descrição: Este indicador objetiva identificar a disponibilidade de recursos realizáveis de curto prazo, em relação às obrigações de curto prazo. Identifica a capacidade da empresa em saldar suas dívidas de curto prazo. Unidade: Índice/trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor
  23. 23. Fórmula de Cálculo: I.L.C. = A.C. / P.C. I.L.C. = Índice de Liquidez Corrente A.C. = Ativo Circulante medido no último dia útil do período avaliatório P.C. = Passivo Circulante medido no último dia útil do período avaliatório Página 23 de 43 Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: Mesmo superando a meta de 1,09, o ILC realizado no trimestre foi de 1,28 e pode-se aferir queda significativa em relação ao trimestre passado, onde o indicador foi de 1,41. Houve, no período eleitoral, significativa redução das receitas e diminuição do valor em caixa, o que será regularizado, caso ocorra o retorno dos patrocínios/parceiras das Empresas Públicas, que correspondem a aproximadamente 93% do faturamento total. Descrição jul/10 ago/10 set/10 Acum 3º Trimestre ATIVO CIRCULANTE(Menos Recursos de Convênios) 1 2.862.581,60 11.161.351,97 8.496.240,75 32.520.174,32 PASSIVO CIRCULANTE (Menos Convênios) 9 .250.558,15 8.676.664,78 7.388.676,90 25.315.899,83 ILC - Índice de Liquidez Corrente 1,39 1 ,29 1,15 1,28 6.3 Índice de Auto sustentabilidade Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com um percentual de receita própria diretamente faturada, e com práticas de boa gestão de fluxo de caixa - receitas financeiras, fomentando o conceito de auto-sustentabilidade. As receitas financeiras são aquelas provenientes de aplicações dos recursos próprios e do Termo de Parceria, em poupança ou fundos de investimento que não apresentem risco financeiro institucional. Por haver um descompasso entre o tempo de faturamento e o de arrecadação, este indicador é avaliado com base na receita faturada, a qual gera compromissos fiscais que devem ser honrados a despeito do prazo de recebimento.
  24. 24. Recursos suplementares para fomentar a implantação da TV Digital e atender ao marco regulatório do Ministério das Telecomunicações, não devem fazer parte do cômputo deste indicador, por não se incluírem no objeto fim deste Termo de Parceria. Página 24 de 43 Unidade: Índice - trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: I.A.t = ((R.P.D.F.t + R.F.t)/(R.T.t - R.S.t)) I.A. t = Índice de Auto Sustentabilidade no período t R.P.D.F.t = Receita Própria Diretamente Faturada no período t (Projetos de Leis de Incentivo, apoios e patrocínios aos programas, projetos especiais, anúncios, e programas terceirizados) R.F.t: Receita Financeira no período t (valor bruto apurado pelo Critério de Regime de Competência) R.T.t = Receita Total Faturada no período t (Termo de Parceria, Recursos Próprios Diretamente Faturados e Receita Financeira) R.S.t = Receita Suplementar para TV Digital no período t Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: O resultado do período foi de 0,11, tendo como meta o valor de 0,45. A meta de 2010 foi estabelecida com base na evolução de captação de anos anteriores, principalmente o ano de 2009, no qual houve expressivo crescimento, com 93% de participação do setor público. No período de janeiro a setembro de 2009 foi faturado o montante de R$7.328.260,57 em comparação com R$3.253.766,71, referente ao mesmo período do ano corrente. No terceiro trimestre de 2010, o faturamento total de captação foi de R$ 300.498,02, sendo R$ 81.800,48 para o setor público e R$ 218.697,54 para o setor privado. Ressalte-se que o valor faturado para o
  25. 25. setor privado, até setembro de 2010, acumulado de R$787.006,49, já supera o total de 2009, que foi de R$ 695.337,97. A expressiva queda de faturamento de publicidade institucional do setor público (não prevista corretamente no estabelecimento da meta de 2010), a partir do cancelamento dos patrocínios durante o período eleitoral, é o principal impacto negativo no resultado deste indicador. Página 25 de 43 Descrição jul/10 ago/10 set/10 Acum 3º Trimestre Receita faturada (receita própria) + Rec. Financeira 141.359,91 187.314,39 132.965,28 461.639,58 Recurso total 1.326.576,99 1.372.531,47 1.318.182,36 4.017.290,82 IA - Índice de Auto Sustentabilidade 0,11 0,14 0,10 0,11 Concluindo, a forte dependência de captação do setor público, associada à redução de gastos com publicidade e restrições do período eleitoral, estão impactando o faturamento em 2010, o que compromete as metas do acordo de parceria, para o indicador de auto-sustentabilidade. Vale ressaltar o que foi previsto no item 3 do VII Termo de Parceria (Dezembro de 2009): “3. ATRIBUTOS DOS INDICADORES Observações gerais: No ano de 2010 o País terá eleições em níveis federal e estadual, afetando diretamente a grade de programação das emissoras de rádio e televisão. Sazonalmente, percebe-se uma queda na receita própria faturada, em virtude da redução de espaços para mídias e de restrições impostas pela Justiça Eleitoral. Diante desse contexto, as metas que envolvem recursos financeiros sofrerão impacto negativo e, portanto, foram dimensionadas considerando este fator. As metas para o Índice de Auto-sustentabilidade, Faturamento com Projetos Especiais e Índice de Atualização Tecnológica foram calculadas contemplando-se os efeitos sazonais do período eleitoral.” Ou seja, a queda de receita foi prevista, porém só foi considerada redução na meta do indicador de auto-sustentabilidade, ainda assim mantido superestimado para a realidade da situação (realizado 0,48 em 2009, meta de 0,45 para 2010). Como a base de cálculo da receita captada é o indicador de auto-sustentabilidade e a receita de subvenção (cresceu de R$11,3 milhões em 2009 para R$14,2 milhões em 2010), o valor orçado para a receita de captação subiu de R$6,1 milhões em 2009 (realizado R$9,98 milhões), para R$10,4 milhões em 2010, apesar de textualmente registrado
  26. 26. que sazonalmente percebe-se queda na receita própria faturada, em ano eleitoral. Com os cortes de publicidade e restrições do período eleitoral, a previsão é de se realizar menos de R$ 6milhões em 2010, dependendo ainda de retorno de patrocínios, no último trimestre do ano. Esta situação compromente gravamente a situação financeira da ADTV. 6.2 Índice de Atualização Tecnológica / Recursos Totais em R$: Descrição: Este indicador objetiva conduzir os esforços da emissora no direcionamento de recursos em caráter prioritário à atualização do parque tecnológico. Este indicador possui aferição anual, com apuração no último período avaliatório do ano. Recursos suplementares para fomentar a implantação da TV Digital e atender ao marco regulatório do Ministério das Telecomunicações, o qual define a manutenção das atividades da Rede Minas/FTVM, não fazem parte do cômputo deste indicador, por não se incluírem no objeto fim deste Termo de Parceria. Página 26 de 43 Unidade: Índice - anual Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: I.A.T.t = ((R.D.A.T.t)/(R.T.t – R.S.t))*100 I.A.T.= Índice de Atualização Tecnológica no período t R.D.A.T.t = Recursos da emissora destinados à atualização/manutenção tecnológica, no período t (incluem-se gastos com novos equipamentos, reposição e manutenção do parque tecnológico da emissora) R.T.t= Receita Total Faturada no período t (Termo de Parceria, Recursos Próprios - diretamente arrecadados, e Receitas Financeiras) R.S.t = Receita Suplementar para TV Digital no período t Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete.
  27. 27. Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: O índice superou a meta de 3% devido a modernização do parque tecnológico e de infraestrutura da emissora, com a aquisição de câmeras digitais, novas ilhas para os programas, para atender às demandas da Fundação para criação novos conteúdos, novos programas, novos cenários, novos equipamentos para o departamento de projetos especiais e investimentos em segurança patrimonial do prédio. - Total ano Recursos em atualização tecnologica 3 1.781,44 5 .500,44 14.555,44 51.837,32 1.000.739,19 Recurso total 1 .326.576,99 1 .372.531,47 1 .318.182,36 4.017.290,82 14.684.911,87 IAT - Índice de Atualização Tecnológica 2,40% 0,40% 1,10% 1,29% 6,81% Página 27 de 43
  28. 28. Total 2010 total 3º trimestre Página 28 de 43 3- DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO PERÍODO DESCRIÇÃO RECEITAS OPERACIONAIS ADTV - ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA RADIODIFUSAO DE MG COMPARATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO PERÍODO Previsto (R$) Realizado (R$) Total 2010 total jul/2010 set/2010 jul/2010 ago/2010 ago/2010 set/2010 3º trimestre TERMO DE PARCERIA 1 .185.217 1 .185.217 1 .185.217 3.555.651 12.671.476 1.185.217 1.185.217 1.185.217 3.555.651 12.666.954 RECEITA CAPTADAS 8 72.945 8 72.945 8 72.945 2.618.834 7.856.501 141.360 187.314 132.965 461.640 4.017.958 - - TOTAL DE RECEITAS 2 .058.162 2 .058.162 2 .058.162 6.174.485 20.527.976 1.326.577 1.372.531 1.318.182 4.017.291 16.684.912 - - DESPESAS OPERACIONAIS - - PESSOAL 1 .386.489 1 .386.489 1 .386.489 4.159.468 12.197.989 1.332.642 1.692.285 1.600.606 4.625.533 12.552.909 SALARIOS 1 .026.636 1 .026.636 1 .026.636 3.079.909 9.028.652 910.887 1.158.242 1.103.481 3.172.611 8.539.487 ENCARGOS 3 16.928 3 16.928 3 16.928 950.784 2.783.011 354.829 449.086 437.737 1.241.652 3.362.412 BENEFÍCIOS 2 0.518 2 0.518 2 0.518 61.555 184.664 19.298 21.619 24.636 65.553 200.031 BOLSAS, ESTÁGIOS, ETC 2 2.407 2 2.407 2 2.407 67.221 201.663 47.628 63.338 34.751 145.718 450.979 PROVISÃO DE FOLHA JAN/2011 - - - - - DESPESAS DE CUSTEIO 5 24.627 5 24.732 5 24.732 1.574.091 4.746.154 698.421 596.083 628.192 1.922.697 5.187.857 - - INVESTIMENTOS 31.304 31.304 31.304 93.911 2.511.256 32.738 283.107 583.006 898.851 3.101.716 - - TOTAL DE DESPESAS 1 .942.420 1 .942.525 1 .942.525 5.827.471 19.455.400 2.063.802 2.571.475 2.811.804 7.447.081 20.842.482 - - SUPERAVIT / (-)DEFICIT 1 15.741 1 15.636 1 15.636 347.013 1.072.576 (737.225) (1.198.944) (1.493.622) ( 3.429.790) (4.157.570)
  29. 29. Página 29 de 43 QUADRO 3.2 - EVOLUÇÃO DAS CONTAS DE RESULTADOS ADTV Descrição jul/10 ago/10 set/10 Total do 3º Trimestre Total Acum 2010 TOTAL RECEITAS 1 .326.576,99 1 .372.531,47 1.318.182,36 18.601.820,90 22.106.224,81 TERMO DE PARCERIA 1 .185.217,08 1 .185.217,08 1.185.217,08 3.555.651,24 12.666.953,72 RECEITAS CAPTADAS 4 5.363,23 8 4.699,44 51.843,38 181.906,05 2.878.143,04 RECEITAS LEI DE INCENTIVO/CONVÊNIOS 49.278,98 44.511,35 38.562,12 132.352,45 730.417,10 RECEITAS FINANCEIRAS 4 6.717,70 5 8.103,60 42.559,78 147.381,08 409.398,01 - - TOTAL DESPESAS 2 .031.063,08 2 .288.368,76 2.228.797,79 14.031.078,39 17.740.766,06 - - DESPESAS DE PESSOAL 1 .332.641,93 1 .692.285,43 1.600.605,76 4.625.533,12 12.552.908,68 SERVIÇOS DE TERCEIROS 1 41.094,30 1 16.652,74 125.716,35 383.463,39 1.191.830,51 DESPESAS GERAIS 4 28.338,65 4 50.430,63 433.608,23 1.312.377,51 3.448.922,34 DESPESAS FINANCEIRAS 8 3,95 1 .002,88 92,83 1.179,66 2.588,29 DESPESAS TRIBUTÁRIAS 1 3.864,17 1 6.243,89 26.343,01 56.451,07 161.807,27 GASTOS LEI DE INCENTIVO/CONVÊNIOS 115.040,08 11.753,19 42.431,61 169.224,88 382.708,97 - - SUPERÁVIT / (DÉFICIT) (704.486,09) (915.837,29) (910.615,43) ( 2.530.938,81) (1.055.854,19) - - - - TOTAL INVESTIMENTOS 3 2.738,44 2 83.106,56 583.006,45 898.851,45 3.101.715,50 Investimento (Equipamentos e computadores) 2 4.691,44 2 81.923,84 573.670,95 880.286,23 2.869.631,93 Imobilizado (Outras imobilizações) 9 57,00 1 .182,72 9.335,50 11.475,22 20.576,12 Veículos - - - - 40.573,80 Investimento e Imobilizado (Convenios) - - - - 141.967,10 Intangível 7 .090,00 - - 7.090,00 28.966,55 Benfeitorias em Imóveis de Terceiros - - - - - - - DEPRECIAÇÃO / AMORTIZAÇÃO (60.969,19) (62.370,77) (71.176,07) ( 338.041,13) (417.603,01) - - ATIVO CIRCULANTE(Menos Recursos de Convênios) 1 2.862.581,60 1 1.161.351,97 8.496.240,75 32.520.174,32 144.277.167,63 PASSIVO CIRCULANTE (Menos Convênios) 9 .250.558,15 8 .676.664,78 7.388.676,90 25.315.899,83 109.950.487,99 ILC - Índice de Liquidez Corrente 1 ,39 1 ,29 1,15 1,28 1,31 - - Recursos em atualização tecnologica 3 1.781,44 5 .500,44 14.555,44 51.837,32 1.000.739,19 Recurso total 1 .326.576,99 1 .372.531,47 1.318.182,36 4.017.290,82 14.684.911,87 IAT - Índice de Atualização Tecnológica 2,40% 0,40% 1,10% 1,29% 6,81% Receita faturada (receita própria) + Rec. Financeira 141.359,91 187.314,39 132.965,28 461.639,58 4.017.958,15 Recurso total 1.326.576,99 1.372.531,47 1.318.182,36 4.017.290,82 14.684.911,87 IA - Índice de Auto Sustentabilidade 0,11 0,14 0,10 0,11 0,27
  30. 30. Página 30 de 43 3.1 – ANÁLISES DAS DESPESAS E RECEITAS Para atender as crescentes demandas da Fundação Rede Minas, a ADTV executou diversas ações, nas áreas de produção, técnica e jornalismo. Agregou a grade de programação melhor conteúdo jornalístico, novos programas, novos cenários, novas contratações e novos investimentos em tecnologia. No terceiro trimestre de 2010, com o cancelamento dos patrocínios advindos das empresas públicas, o volume faturado reduziu significativamente e houve defasagem, em comparação com o orçamento, de R$2.157.194, quando comparando com o período compreendido de janeiro a setembro, houve redução de R$3.843.064. Há necessidade emergencial do retorno dos patrocínios/parcerias das Empresa Públicas, todas as propostas comerciais já foram enviadas aos parceiros, a Gerência de Marketing está aguardando aprovação para faturar os meses de outubro, novembro e dezembro. Também vale ressaltar que, no terceiro trimestre, as despesas médias da ADTV, cresceram, em comparação com o segundo trimestre, por três motivos: a folha de pagamento, a partir de agosto, foi acrescida de 5,3% para radialistas e 6,92% para os jornalistas, referente ao dissídio, com pagamento retroativo ao mês de abril; as despesas de custeio acompanharam as crescentes demandas da Fundação; e as despesas de investimentos seguem o cronograma de implantação da TV digital. Hoje, existe grande preocupação com a captação de recursos: na iniciativa privada porque o sinal da Rede Minas não atinge plenamente o interior (com problemas de retransmisssão pelas afiliadas e interrupção de retransmissores do DETEL) e podemos oferecer apenas publicidade institucional; e no setor público pela suspensão dos patrocínios durante o período eleitoral. E há necessidade emergencial de mudança da sede, o prédio atual não é adaptado perfeitamente para a operação de TV e o gasto operacional anual é de R$2.500.000. No terceiro trimestre do ano, os indicadores da área financeira da ADTV, Índice de Liquidez Corrente (total de ativo circulante/total passivo) e Índice de Aplicação de Recursos em Atualização Tecnológica superaram a meta orçamentária do exercício. O Índice de Auto Sustentabilidade não atingiu a meta, devido expressiva redução de gastos do setor público, com publicidade institucional e projetos especiais, totalmente diferente do que foi previsto no estabelecimento da meta deste indicador.
  31. 31. 4 – CONSIDERAÇÕES FINAIS No terceiro trimestre de 2010, a administração da ADTV deu continuidade à execução das novas diretrizes de conteúdo, jornalismo e programação que estão sendo implementadas pela Fundação Rede Minas. As principais propostas foram priorizadas considerando a afinidade com as diretrizes estabelecidas, ineditismo na programação, máximo aproveitamento/disponibilidade dos recursos internos. Entre as novas diretrizes de programação destacamos: Diretoria de Jornalismo: 1 - Série especial Juventude em Risco: em fase de edição – Aguardando definição da diretoria de jornalismo sobre data para exibição. Previsão: novembro 2 - Quadro Histórias da Cidade, com a Júlia Tavares, remanejada do Planeta para fazer este trabalho no jornalismo geral. Em edição. Aguardando definição da diretoria de jornalismo sobre a data de estréia do programa, pois é necessário "gaveta" para entrar no ar. 3 - Intercâmbio - projeto Casa Aberta I: recebemos a jornalista Larissa Zimmermann, de Juiz de Fora, nesta semana estamos com o Darlisson Dutra, de Governador Valadares. Esta semana estamos com André Cristino de Castro, de Juiz de Fora. 4 - Planeta Minas 4 (com editores contribuintes): contratamos um produtor e um repórter cinematográfico. Equipe está utilizando, durante o mês de outubro, o equipamento disponibilizado para o Departamento de Projetos Especiais. Aguardando instalação da ilha. A data de estréia do programa será definida pela diretoria de jornalismo 5 - Contratado um editor finalizador para as demandas extras do jornalismo geral e Rede. 6 – Desde julho, está no ar o Jornal de Sábado. 7 - Debate Nacional - Debate Nacional - piloto gravado 8 – Reforçar jornalismo de serviços, com a participação de comentaristas e especialistas. 9 – Implantação do jornalismo em Rede com as Empresa Brasileira de Comunicação. Página 31 de 43 Diretoria de Produção:
  32. 32. 1 - programa Gastronomia: externas gravadas. Em fase de roteirização pelo Rusty Marcelini. Início da edição prevista para dia 18 de outubro. Precisaremos de contratação temporária de editor de vt, pois é um período de aumento de demanda com os conteúdos extras de final de ano. Após avaliação do piloto, que será contratada a equipe. 2 - Olhar Ambiental: Espaço físico readequado no 5º andar para acomodar a equipe formada por funcionários da casa. 3 - Agendinha: em execução, pela equipe do Agenda 4 - Programa Encontros: Apresentadora: Daniela Zuppo. Aguardando mais detalhes sobre o formato do programa. 5- Repaginação do cenário Brasil da Gerais - concluido 6- Renovar a interprogramação e identidade visual da emissora – em fase de estudo Os resultados alcançados no terceiro trimestre, apresentados neste 19o. Relatório Gerencial, demonstram que o Termo de Parceria firmado com a Fundação TV Minas Cultural e Educativa/FTVM continua sendo executado pela ADTV - Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais, em grau de eficiência progressivamente crescente, ressalvada a queda atípica de captação de recursos, que impacta diretamente o indicador de auto-sustentabilidade e a necessidade em atender as crescentes demandas da Fundação Rede Minas, gerando aumento nas despesas operacionais. As demandas da Fundação visaram agregar mais valor e qualidade aos conteúdos dos programas, tornar o jornalismo mais dinâmico e interessante e reformular cenários. aos programas da Televisão, Históricamente, considerado o período de vigência do Termo de Parceria, a partir de dezembro de 2005, os recursos de patrocínios e publicidade institucional do setor público, em sua maioria secretarias, fundações ou empresas do governo do estado, representam mais de 75% da receita captada pela ADTV, atingindo 93% em 2009. Neste primeiro semestre, houve uma expressiva queda de captação, por redução dos gastos de publicidade destes orgãos. Para o segundo semestre, em função das restrições do período eleitoral, a previsão é de maior queda na captação, projetando-se uma realização de cerca de 60% do valor orçado para o ano. Tal situação requer, a curto prazo, uma reavaliação junto à SEPLAG e SEGOV, intermediada pela SEC, no sentido de buscar o incremento de captação junto ao setor público, ainda no segundo semestre. A médio e longo prazo, devemos buscar maior alinhamento na elaboração Página 32 de 43
  33. 33. orçamentária, adequando o orçamento de captação da ADTV ao orçamento do setor público e um plano de ação para ampliar a captação do setor privado, hoje pouco expressiva. Os indicadores técnicos e operacionais vem atingindo resultados que superam as metas. O controle efetivo de gastos mantem as despesas dentro dos valores orçados, sendo que o desvio ocorrido neste trimestre deve-se ao maior investimento em modernização do parque tecnológico e maior segurança, o que comprova que as ações gerenciais estão focadas no atendimento dos objetivos e interesses fixados pelo Termo de Parceria e pela FTVM. Alinhada com as orientações e diretrizes da FTVM, a programação da Rede Minas tem evoluido, com a melhoria da produção própria e através das parcerias com a TV Cultura e TV Brasil. No caso da TV Brasil, destaque para as negociações em andamento, para transmissões simultâneas de programação própria em rede nacional e comercialização de videos dos programas Dango Balango e Diverso. Além disto, o novo site da Rede Minas, com transmissão ao vivo e disponibilização de videos gravados dos programas veiculados, aumenta a atratividade de telespectadores e internautas, além de ser mais uma importante ferramenta de captação de recursos. Este conjunto de ações e de resultados projetam o fortalecimento da marca “Rede Minas”, caminhando para atingir a nossa visão de futuro – “Ser referência nacional de televisão pública, comprometida com a ética e cidadania, voltada para a produção e veiculação de conteúdos criativos, inovadores e de qualidade” Página 33 de 43
  34. 34. 5-COMPROVANTES DE REGULARIDADE TRABALHISTA, REVIDENCIÁRIA E FISCAL Página 34 de 43
  35. 35. Página 35 de 43
  36. 36. Página 36 de 43
  37. 37. Página 37 de 43
  38. 38. Página 38 de 43
  39. 39. 6 – DECLARAÇÃO DO DIRIGENTE DA OSCIP E DO SUPERVISOR DO TERMO DE PARCERIA Declaro, para todos os fins, que são verídicas todas as informações contidas no 16º Relatório Gerencial do Termo de Parceria firmado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV Página 39 de 43 Belo Horizonte, 22 de outubro de 2010 __________________________________ Douglas Pires Guerra Diretor Executivo Declaro ter supervisionado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório. Belo Horizonte, 22 de outubro de 2010 __________________________________ Luiz Fernando de Moraes Supervisor do Termo de Parceria, representante da Fundação TV Minas
  40. 40. 6.1 - Declaração dos Diretores da Fundação TV Minas Cultural e Educativa Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 40 de 43 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Peso Meta 2010 Realizado Diferença Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico. Índice de ocorrência de erros operacionais Unidade/Tri mestre 2 15 15 0 Confiabilidade e disponibilidade de equipamentos e infra-estrutura técnica Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Minuto/ trimestre 2 41,25 22,05 19,20 Luiz Silvério Pereira Meireles (Diretor Técnico - FTVM)
  41. 41. Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 41 de 43 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Peso Meta 2010 Realizado Diferença Tempo médio de programação própria transmitida Horas - Média mensal no trimestre 2 250 342 92 Tempo médio de programação própria inédita transmitida Horas - Média mensal no trimestre 3 90 119,7 29,7 Tempo médio de programação interativa Horas - Média mensal no trimestre 2 30 36,7 6,7 Qualidade e diversidade da grade de programação Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro Horas - Média mensal no trimestre 3 35 38,4 3,4 Luciano Ferreira de Alkmim (Diretor de Programação e Produção - FTVM)
  42. 42. Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 42 de 43 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Pes o Met a 2010 Realizado Diferença Tempo médio de programação jornalística Horas – média mensal no trimestre 2 47 84,2 37,2 Jornalismo abrangente Eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo Unidade – avaliação anual 2 12 9 3 Túlio Marcus Coelho Ottoni (Diretor de Jornalismo - FTVM)
  43. 43. Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 43 de 43 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Peso Meta 2010 Realizado Diferença Sistematização e ampliação das atividades de produção Faturamento com projetos especiais R$ - trimestre 3 400.000 153.595,62 -246.404,38 Índice de liquidez corrente (total de ativo circulante / total passivo) Índice trimestre 3 1,09 1,28 0,19 Recursos em atualização tecnológica / recursos totais em R$3 % anual 3 3 6,81 3,81 Evolução da situação financeira Índice de Auto-sustentabilidade Índice - trimestre 3 0,45 0,11 -0,34 Celma Regina Ferreira (Diretora de Planejamento, Gestão e Finanças - FTVM)

×