Abordagem sistemica aplicada a indicadores de desenvolvimento sustentável

1,440 views

Published on

Slides que aplicam a abordagem sistêmica, trabalhada nas aulas anteriores, ao caso de sistemas de indicadores de desenvolvimento sustentável - caso IBGE e caso Plataforma Cidades Sustent[aveis.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,440
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
182
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Abordagem sistemica aplicada a indicadores de desenvolvimento sustentável

  1. 1. Crítica, Consciência e Cidadania Socioambiental I1o. Período – Curso de Bacharelado em Ciência Ambiental Abordagem sistêmica aplicada a indicadores de DS 17 de maio de 2012
  2. 2. Abordagem sistêmica aplicada a indicadores de DS
  3. 3. Indicadores de Desenvolvimento Sustentável Indicadores são informações constituídas por uma ou mais variáveis que, associadas entre si através de diversas formas, revelam significados mais amplos sobre os fenômenos a que se referem. Os IDS objetivam acompanhar a sustentabilidade do padrão de desenvolvimento de um determinado território (local, microregional, estadual, regional, nacional). Os IDS são instrumentos essenciais para guiar a ação e subsidiar o acompanhamento e a avaliação do progresso alcançado rumo ao desenvolvimento sustentável.
  4. 4. Quantos indicadores eu preciso para… Saber se estou com febre? Se ela está me traindo? Se ele está me traindo? Se os professores estão muito insatisfeitos? Se há um bom sistema de drenagem urbana? Se estou com obesidade mórbida? Se o político é corrupto? Se o empresário é também? Se o desenvolvimento é sustentável????????????????????????
  5. 5. Indicadores de Desenvolvimento Sustentável do IBGE – IDS IBGE
  6. 6. Indicadores de DesenvolvimentoSustentável do IBGE Origem  Sua construção faz parte do conjunto de esforços internacionais para concretização dos princípios formulados na Agenda 21, da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro, em 1992. Diz respeito à relação entre meio ambiente, desenvolvimento e informações para a tomada de decisões.  Objetivo  Colher informações valiosas sobre temas relevantes para o DS do País. Permitir estabelecer comparações inter-regionais no Brasil e entre países. Indicar as necessidades e prioridades para a formulação e avaliação de políticas de desenvolvimento e sustentabilidade.  Obs. Contemplam uma série histórica e abrangem informações sobre o País e Unidades da Federação, permitindo o acompanhamento dos fenômenos e o exame de sua ocorrência no território.
  7. 7. Abordagem Sistêmica do IDS IBGE Os dados disponibilizados pelo IBGE encontram-se organizados em grandes temas (4 Dimensões), subtemas (16 Categorias) e itens (55 Indicadores). Os indicadores originam-se de estudos e levantamentos do IBGE e de outras instituições. Os indicadores contemplam série histórica e abrangem, sempre que possível, informações para o País e Unidades da Federação, mas não há indicadores para municípios
  8. 8. Indicadores do IDS IBGE Os indicadores são apresentados sob a forma de tabelas, gráficos e mapas, precedidos de uma ficha contendo a descrição das variáveis utilizadas em sua construção, a justificativa e, em casos específicos, comentários metodológicos. Há um glossário da terminologia utilizada no IDS IBGE Edição bianual, permitindo o acompanhamento dos fenômenos ao longo do tempo e o exame de sua ocorrência no território.  A última edição é de 2010 – Acesse em: http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/recursosnaturais/ids/defaul
  9. 9. Dimensões e Categorias de Indicadores
  10. 10. Dimensão Institucional: Categorias eIndicadoresCategorias IndicadoresQuadro Institucional 1. Existência de ConselhosDefinição: MunicipaisExpressa o envolvimento do País com aimplementação de acordos firmadospela comunidade internacional, atravésdos órgãos de governança global.Capacidade Institucional 1. Gastos com Pesquisa eDefinição: desenvolvimento;Expressa o esforço nacional voltado àpesquisa e desenvolvimento, medido 2. Gasto público com proteçãopelos investimentos públicos e privados. ao meio ambiente; 3. Acesso aos serviços de telefonia e à Internet
  11. 11. PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS
  12. 12. Sites consultados: http://www.cidadessustentaveis.org.br http://www.google.com.br/imgres?q=cidades+sustentáveis
  13. 13. Quais são os seus objetivos? Visa promover uma campanha que tenta sensibilizar os eleitores a escolher a sustentabilidade como critério de voto e os candidatos a adotar a agenda da sustentabilidade; Sensibilizar, mobilizar e oferecer  ferramentas para que as cidades brasileiras se desenvolvam de  forma econômica, social e ambientalmente sustentável.
  14. 14. As 5 Dimensões de Sustentabilidade doPrograma Cidades Sustentáveis •- POLÍTICA •- AMBIENTAL •- SOCIAL •- ECONÔMICA 5 - CULTURAL
  15. 15. Quantos indicadores? • O programa possui 300 indicadores gerais atrelados às dimensões e essas também aos eixos de ação programática da Plataforma • Possui um conjunto com 100 indicadores básicos que é apenas um ponto de partida • Para as cidades com menos de 50 mil habitantes é sugerido um número diferenciado de indicadores
  16. 16.  Os 12 Eixos de Ação do Programa Cidades Sustentáveis 1. GOVERNANÇA 2. DO LOCAL PARA O GLOBAL 3. AÇÃO LOCAL PARA A SAÚDE 4. MENOR MOBILIDADE, MENOS TRÁFEGO 5. CONSUMO RESPONSÁVEL E OPÇÕES DE ESTILO DE VIDA 6. ECONOMIA LOCAL, DINÂMICA E SUSTENTÁVEL 7. EDUCAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE 8. CULTURA E SUSTENTABILIDADE 9. PLANEJAMENTO E DESENHO URBANO 10. GESTÃO LOCAL PARA A SUSTENTABILIDADE 11. EQUIDADE, JUSTIÇA SOCIAL E CULTURA DE PAZ 12. BENS NATURAIS COMUNS
  17. 17. O que oferece? 1.FERRAMENTAS: • Plataforma Cidades Sustentáveis; • Indicadores gerais associados aos   eixos da plataforma; • Indicadores básicos • Casos exemplares e referências nacionais  2. MOBILIZAÇÃO: • Campanha para os candidatos adotarem a Plataforma e assumirem compromissos com o programa; • Campanha para eleitores valorizarem  os(as) candidatos(as) comprometidos  com o Programa
  18. 18. O que oferece? 3. COMPROMISSOS: •Os candidatos a cargos executivos podem confirmar seu engajamento com o desenvolvimento sustentável assinando a Carta Compromisso; •Os signatários eleitos deverão estar dispostos a promover a Plataforma Cidades Sustentáveis 4. BENEFÍCIOS PARA AS CIDADES PARTICIPANTES •As cidades participantes ganharão visibilidade , terão acesso a informações estratégicas e participarão do processo de construção de cidades justas, democráticas e sustentáveis
  19. 19. EXEMPLOS DE BOAS PRÁTICAS: Quênia, Kibera, Nairobi Para formar o banco dedados, foi desenvolvida uma extensa pesquisa, da qual foram extraídas práticas que já produziram resultados concretos na busca da sustentabilidade urbana   Parques produtivos como solução para comunidade em área vulnerável Brasil, Palhoça Brasil, Londrina Pedra Branca, um bairro Coleta seletiva com sustentável na Grande Florianópolis Responsabilidade social

×