Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLICIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLICIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLICIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLICIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLICIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
o
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
...
L
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
9m
L
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organiza...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
nRmpnCIA REGI0NAL N0 ESTAD0 D0 pARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Grupo de T...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado
Gr...
mê
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado...
1'
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado...
7%
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado...
a.ns
POLÍCIA FEDERAL
SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ
DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organiza...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Pf 2

1,538 views

Published on

Inquérito contra Lula parte 2

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Pf 2

  1. 1. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO Nesse sentido, causa estranheza o fato de, em declarações, o ex-presidente LULA negar conhecer PAULO GORDILHO, mas em outro momento aparecer ao lado do mesmo em fotos em uma mesma ocasião, demonstrando dessa forma haver relação de proximidade entre os mesmos. Já na foto abaixo, ao que parece, capturada no sítio em Atibaia, estão presentes - um ao lado do outro, o ex-presidente LULA e LÉO PINHEIRO - Construtora OAS - demonstrando que realmente estes já estiveram presentes no local conforme já afirmado por Lula.
  2. 2. POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO Por outro lado, vale lembrar que PAULO GORDILHO, em conversa com sua filha, ISNAIA revelou que iria ocorrer um churrasco "na fazenda de Lula", em Atibaia, e que estariam presentes na ocasião ele, Lula e Léo Pinheiro, podendo ser, nesse caso, um registro fotográfico do evento, já que na foto abaixo o vestuário usado por LULA (camisa) seria a mesma na qual ele - Lula - aparece em foto ao lado de Paulo Gordilho -fotos acima. 2.3. DAS DECLARAÇÕES DE LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA Tendo em vista a troca de mensagens entre Paulo Gordilho, sua filha, ISNAIA e Léo Pinheiro, é importante destacar alguns trechos retirados das declarações do ex-presidente LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA colhidas nos autos n° 5006617-26.2016.404.700 em oitiva realizada em 04/03/2016, quando do cumprimento de mandado de condução coercitiva, pois, na ocasião, em um dos momentos LULA revela que não conhece o senhor Paulo Gordilho, ex- diretor da OAS Empreendimentos, declaração esta que vai em sentido contrário do contexto da troca de mensagens inseridas, uma vez que pelo teor dessas mensagens era possível notar que havia alguma relação de proximidade entre Paulo Gordilho e o ex-presidente LULA. Segue trecho da oitiva na qual LULA revela que não conhece Paulo Gordilho: 37
  3. 3. POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO Delegado da Policia Federal:- O senhor conhece o senhor Paulo (.iordilhu. ex-diretor da OAS l-.mpreendimenlos? Dcclarantr:- Por mune nüo, mas... Delegado da Polícia Kederal:- Nilo1.' 0 Paulo (iordilho. nüo? Declaranle:- (sinal negativo com a lahecal ia Polícia Kederal:- O senhor conhece algum ex-diretor da OAS? Declarantc:- Não. Já em outro momento, LULA declara que ele e Léo Pinheiro estiveram apenas uma vez visitando o sítio em Atibaia, em um churrasco, informação esta que coincide com o contexto da troca de mensagens entre Paulo Gordilho e sua filha, Isnaia quando na ocasião - troca de mensagens - Paulo Gordilho comunica sua filha que vai à Atibaia em um churrasco e que seria "na fazenda da Lula" e que estariam presentes ele, Léo Pinheiro e o próprio LULA. Nesse sentido, mais uma vez as declarações de LULA - de que não conhece Paulo Gordilho - vão de encontro ao contexto das mensagens trocadas entre Paulo Gordilho e sua filha. Segue trecho da oitiva: Dvlejiudu du Polícia liiki ;il:- O senhor Ll-o Pinheiro esteve já no sítio em Atibaia por ami/ade. lhe acompanhando, lhe encontrando? Dcclarantc:- Dclcgado da Declarantc:- Delegado da Ucclaranlc:- Iile foi uma vez comigo. Policia Federal:- Uma vez só? Num churrasco. Policia Kederah- Uma vez só? Sim. Destaca-se também que em outro momento da oitiva, quando questionado se Paulo Gordilho teria alguma relação com o tríplex no Condomínio Solaris localizado no Guarujá, LULA responde negativamente, de forma que, mais uma vez, as declarações são no sentido contrário dos fatos, pois em troca de mensagens entre Paulo Gordilho e Léo Pinheiro, 38
  4. 4. POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO quando este questiona Paulo Gordilho se o projeto da cozinha do Guarujá estaria pronto, Paulo Gordilho responde de forma afirmativa (troca de mensagens inserida no item 4 deste relatório). Segue trecho da oitiva na qual Lula afirma que Paulo Gordilho não tem relação com o imóvel localizado no Guarujá: Delegado da Policia Federal:- O senhor Léo Pinheiro es-presidente da OAS, tem alguma relação com o tnplex do Guarujá, em São Paulo7 Declaranle:- Eu acho que ele era presidente da empresa que ganhou o direito de fazer a obra Delegado da Polícia Federal:- E ele tinha ciência das modificações que senam fritas no triplra"1 Dt-fi.n ante: Não ML Delegado da Policia Federal:- O senhor chegou a comentar. Derlarante:- Voeés perderam ele logo, porra" Delegado da Policia Federal:- Mas nessa visita em que o senhor esteve com ele, ou na outra oportunidade em que ele esteve com a dona Mansa, ele linha ciência dessas modificações!' DecUr>nie:'Nlo Delegado da Policia Federal:- Se eventualmente o senhor quisesse ficar com o imóvel . Declarante:- Nao. nào O que ele disse é que ta fazer o estudo Delegado da Polícia Federal:- Mas ele tinha ciência da cota-parte que o senhor tinha adquirido!1 Declarame:- Tinha, é lógico que tinha. Delegado da Policia Federal:- Esse Paulo Roberto Valente Gordilho. ex-diretor da OAS. que eu lhe perguntei, o senhor sabe dizer se ele tinha aiguma relação com esse imóvel tinha alguma coisa lã"* Declarame:- Nao Importante destacar aqui que as obras referentes ao sítio em ATIBAIA sao objeto de apuração em outro inquérito policial {50065973820164047000) e as menções no presente relatório tem por objetivo apenas a contextualização dos fatos. Isto posto, não resta qualquer dúvida no sentido de que as obras realizadas pela CONSTRUTORA OAS S.A. no apartamento objeto de investigação tinham por destinatário o casal LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA e MARISA LETÍCIA LULA DA SILVA. 39
  5. 5. POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO 3. DO PAGAMENTO DE VANTAGENS ILÍCITAS NO CUSTEIO DE DEPÓSITO PELA OAS JUNTO À GRANERO Conforme manifestação da empresa GRANERO TRANSPORTES LTDA, juntada incialmente nos autos 5006617-29-2016.4.04.7000 (evento 3 - 3OUT3) e juntada aos presentes autos na fl. 78 (evento 2 - DESP3) é possível depreender, conforme informações prestadas pela empresa, que a empresa CONSTRUTORA OAS LTDA efetuou pagamentos sub-reptícios mensais no valor de R$ 21.536,84, no período de janeiro de 2011 a janeiro de 2016, conforme documentos de fl. 380 a 440, conforme nota fiscal exemplificativa abaixo: 40
  6. 6. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO IJ 00027496 SECRETARIA MUMCIPAL DE FMANCAS NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS - NFS-* "J"^ PRESTADOR DE SeRWÇQS «V Pais *LTlNO 31Í7S WWAZEM 3M1 ■ TOMADOR OE SEUVIÇOS CONlTUtnORA OM B.A 21M9JM T *H3 «. T« . MM • CfP 013» í ■' MTEKMEDtARIO DE SERVIÇOS DI9CltÍMMCAO DOS SERVIÇOS awvir: o» iíiiv. n: *i™o:r>»;m - iti n.>st.iu mnfflo - ■■ i.;:i.dc as - Rf ;.n-«.s< rwAL. m n nt.M ■...■■«>.[-. «/-i/ms VALOR TOTAL DA NOTA - R| 71.SU.U iiHwíii i" '-ruim 'Cr* o.ço OUTRAS HFORfMÇÕ» CICMI- ef» r Tio» ti. ■•»**■.. *i«.-i4 :->l.?V.- •, F.ií ■(-"■- te Resta evidente a interposição da empresa OAS, conforme já se observa no orçamento de fls. 359/374, onde se destaca no "termo de aceite" a figura de PAULO TARCÍSIO OKAMOTO como CONTRATANTE, em documento datado de 27/12/2010: 41
  7. 7. POLICIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO ar.it .ria r-* • — I0A0O* CONTRATANTE : (W**3 ■"*• '"" ) I Vi. 810 <»•JO. 3' *• O»»"** « 2C- O Ato contínuo, é firmado contrato de armazenagem, a partir de 01/01/2011, tendo como contratante a empresa CONSTRUTORA OAS SA: 42
  8. 8. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO CONTRATO 1)K ARMAZENAGEM 7 rATVRAMRVTO MENSAL NOMt: CONSTRUTORA OASLTDA rNPITPF. UJIOJTMKWWO WSf'HO: II351SJ46.1 J2 EXOEREÇO: AVDHT>A ANOEUCA. ÍM6 BAJIWO UOVSOUAÇAo UDAPli: SAC PAULO t-F I S9 CFP: 1i:iH« FONE:ll |0BJt10; ARMAZENAGEM I* MAlhíUAB DE ESCRITÓRIO RMOWLMRK) CORPORAnVU (?fc PRUnUEUAD* DA CONSTJtirrORA OA5 LTDA. t■VTRATADjI AV. PRESIDEKTi ALI7NO. II7S - J AOL .- SAO PAULO tüT OMZW»! CÚCfilfctlOJI/OMl-lí INSCIL ÊSTAWW1-- 1M.0I1 !5*.li6 ÍÕCA1. DA APANHA - OBK1CM - fMUDANÇA ENTRLOUE PIRETAMlTMre MO UNDFUEÇO Dü ARMAZÉM GRANURO): 1PRAZO IK> CONTRATO ÍNlrro 01*1 nm 1 térmiwo : uspetfrminado |KJL>£Nnf> SE* RESCINDIDO A QL AlQITOt TIMPO. MEDIAVI b AVISO EM « 1HAS D» ti OS MÓVEO SUAO ARMA2KVAD0S EM KOSSO WtfOSTTO EM SÃO FACIXWST. ( ) RSTà I ABr.i i DC CUSTO ?ARAMOVIM£KTAÇAOnr LÕTF- m"étracim |QB8, « AOENDAMH^S MIAM0V1MWAÇA0W D^WteqWEJU ^rS)^ ATMENTAÇAO r R5 quxtro c#nt*ví»«).
  9. 9. o POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO Nesse sentido, cabe destacar o afirmado aqui pela empresa GRANERO: Ne3te ponto, necessário esclarecer que, por determinação de Paulo Tarciso Okamotto, os pagamentos referentes a armazenagem, em 10 contaxners, da parte do acervo do ex-presidente transportada à época pela 5 ESTRELAS seriam feitos pela OAS, na qualidade de apoiadora do INSTITUTO LULA. Ainda a participação de PAULO TARCÍSIO OKAMOTO é reforçada na autorização para retirada dos materiais em depósito junto à GRANERO (fl. 450): 44
  10. 10. L POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO PROCURAÇÃO br-iNilit,. oon«Jor da Cédula de WenW*te RG n. 25 fc pr»»Bti»Bin»tmfrwnto de mandato, Sào Paulo, 12 de janeiro de 20ie. A'V PAULO TARCISOOKAUOTTO 70001fip«n,, T a'n<Ja qUe n° CUmprimento de ™^° * busca e apreensão „• 70001628055 na sede da empresa OAS (autos 5006617-29.2016.4.04.7000), que tinha como um dos objet.vos a extração das contas de correio eletrônico de luiaz.viana@nm teve seu objet,™ frustrado uma vez que não foram identificados e-maiis anteriores a fevereiro de 2016 (período em que houve o distrato do contrato com a GRANERO). as con,a, H DeVe"S! friSar ^^ 3inda ^ inf°rmaÇÕeS ^ 6mPreSa "° Sentid0 de •» fluídoas contas de corre.o eletrônico de JOSÉ ADELMARIO PINHEIRO FILHO e CÉSAR MILANI em clara destru.cao de provas que poderiam ser retevantes para as investigações em curso 45
  11. 11. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO oi Sfto Paulo 04 de maiço de 2016 Aytos5O06617-29.2016.4.04.7000 A/C: Sra. Loctana Matutino CONSTRUTORA OAS SJV regada no CNPJ/MF sob o n • MIA, rttpHtoHmtnte, MmiNÜ que. om estrito ■tend«ien«n ao FTEM 2 5 1 da ncKm« M*» N..TEC.085;oo5 «viMda «m 16 de outubro de 2015 -xcluiu a conu, C, e-ma, do Sr CÉSAR em 17 <fo Junho de 2015. 6(r) Urmtadw Bo GXpMtD, a oportunidade «lim. • drtm. co^^raçâo Atenciosa(Tien)o. 46
  12. 12. 9m L POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO oas SSo Paulo, 04 d» marçp de 2O10 RèP-. Autos 5006617 7% 2016 4.04.7000 A/C Sra Ljciana Matulmo rev,5aaa „ ,6 (&m^- * K TECS-OI OÔU O* Pagas peia s mens^i, que totalizam o valor de revidenciadas em em correspondem, notas fiscais
  13. 13. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO 15/03/13 15/03/13 11/04/13 11/04/13 15/04/13 15/04/13 02/05/13 02/05/13 10/05/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 21.536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS 21.536,84 D 5220499 GERAIS 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 21.536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS 21.536,84 D 5220499 GERAIS 10/05/13 03/06/13 03/06/13 13/06/13 13/06/13 25/06/13 25/06/13 10/07/13 10/07/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 21.536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS 21.536,84 D 5220499 GERAIS 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 21.536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS 21.536,84 D 5220499 GERAIS 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS PGTO NF .-00023105 - GRANERO PGTO NF :00023105 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 00023260 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 00023260 PGTO NF :00023260 - GRANERO PGTO NF :00023260 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 00023393 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 00023393 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 21.536,84 C 1110201 CENTRAL PGTO NF :00023393 - GRANERO PGTO NF :00023393 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000023540 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000023540 PGTO NF :000023540 - GRANERO PGTO NF :000023540 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000023693 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000023693 PGTO NF :000023693 - GRANERO PGTO NF :000023693 - GRANERO 48
  14. 14. POLÍCIA FEDERAL nRmpnCIA REGI0NAL N0 ESTAD0 D0 pARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO 22/07/13 21.536,84 D OUTRAS DESPESAS 5220499 GERAIS 22/07/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS BANCOS - OUTRAS 12/08/13 21.536,84 C 1110201 19/08/13 21.536,84 D 5220499 19/08/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 10/09/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 10/09/13 21.536,84 C H10201 CEN™" OUTRAS 25/09/13 21.536,84 D 5220499 25/09/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 15/10/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 15/10/13 21.536,84 C 1110201 cIn™?™ OUTRAS 23/10/13 21.536,84 D 5220499 23/10/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 11/11/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 11/11/13 21.536,84 C 1110201 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000023851 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000023851 PGTO NF :000023851 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024026 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024026 PGTO NF :000024026 - GRANERO PGTO NF :000024026 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024201 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024201 PGTO NF :000024201 - GRANERO PGTO NF :000024201 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024351 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024351 PGTO NF :000024351 - GRANERO 28/11/13 21.536,84 D 5220499 28/11/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS OUTRAS' PGT° NF :0°0024351 " GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024504 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024504 49
  15. 15. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO 10/12/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS BANCOS - CANC. PGTO NF :000024504 - GRANERO 10/12/13 21.536,84 D 1110201 §£5^ PGTO NF :000024504 - GRANERO 10/12/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - <*MM» ESCRITÓRIO 10/12/13 21.536,84 C 1110201 CENTRAL PGTO NF :000024504 - GRANERO PGTO NF :000024504 - GRANERO 10/12/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 10/12/13 21.536,84 C 1110201 CENTRAL PGTO NF :000024504 - GRANERO OUTRAS 16/12/13 21.536,84 D 5220499 GERAIS 16/12/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 26/12/13 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS BANCOS - 26/12/13 21.536,84 D 1110201 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024663 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024663 CANC. PGTO NF .000024663 - GRANERO ^6^:000024663- PGTO NF :000024663 - GRANERO 26/12/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 26/12/13 21.536,84 C 1110201 CEN™'° PGTO NF :000024663 - GRANERO 26/12/13 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 26/12/13 21.536,84 C 1110201 OUTRAS 27/01/14 21.536,84 D 5220499 GERAIS 27/01/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 17/02/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 17/02/14 21.536,84 C 1110201 PGTO NF :000024663 - GRANERO PGTO NF :000024663 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024862 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000024862 PGTO NF :000024862 - GRANERO PGTO NF :000024862 - GRANERO 50
  16. 16. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO OUTRAS DESPESAS 05/03/14 21.536,84 D 5220499 GERAIS 05/03/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS OUTRAS DESPESAS 18/03/14 21.536,84 D 5220499 GERAIS SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025026 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025026 18/03/14 21.536,84 2110101 MATERIAIS SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025170 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025170 20/03/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ™,™, ESCRITÓRIO 20/03/14 21.536,84 C 1110201 CENTRAL 22/04/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 22/04/14 21.536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS 23/04/14 21.536,84 D 5220499 GERAIS 23/04/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS PGTO NF :000025026 - GRANERO PGTO NF :000025026 - GRANERO PGTO NF :000025170 - GRANERO PGTO NF :000025170 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025327 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025327 PGTO NF :000025327 - GRANERO 30/04/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO 30/04/14 21.536,84 C 1110201 CENTRAL PGTO NF :000025327 - GRANERO DESPESAS 19/05/14 21.536,84 D 5220499 GERAIS 19/05/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 30/05/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - 30/05/14 21.536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS 24/06/14 21.536,84 D 5220499 GERAIS 24/06/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025439 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025439 PGTO NF :000025439 - GRANERO PGTO NF :000025439 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025576 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025576 51
  17. 17. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO 30/06/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO CENTRAL OUTRAS DESPESAS GERAIS MATERIAIS MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO CENTRAL OUTRAS DESPESAS GERAIS 30/06/14 21.536,84 C 1110201 16/07/14 21.536,84 D 5220499 16/07/14 21.536,84 C 2110101 30/07/14 21.536,84 D 2110101 30/07/14 21.536,84 C 1110201 19/08/14 21.536,84 D 5220499 19/08/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 01/09/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO CENTRAL OUTRAS DESPESAS GERAIS OUTRAS DESPESAS GERAIS OUTRAS DESPESAS GERAIS MATERIAIS PGTO NF :000025576 - GRANERO PGTO NF :000025576 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025712 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025712 PGTO NF :000025712 - GRANERO PGTO NF :000025712 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025905 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000025905 PGTO NF :000025905 - GRANERO 01/09/14 21.536,84 C 1110201 PGTO NF :000025905 - GRANERO 26/09/14 21.536,84 D 5220499 26/09/14 21.536,84 C 5220499 26/09/14 21.536,84 D 5220499 26/09/14 21.536,84 C 2110101 26/09/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS 26/09/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 06/10/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS 06/10/14 21.536,84 C 1110201 ESCRITÓRIO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026066 EXCL. NF.:SERVICO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF NF 000026066 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026066 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026066 EXCL. NF.:SERVICO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF NF 000026066 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026066 PGTO NF .000026066 - GRANERO PGTO NF .000026066 - GRANERO 52
  18. 18. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO CENTRAL OUTRAS 21/10/14 21.536,84 21/10/14 21 30/10/14 21 D DESPESAS 5220499 GERAIS .536,84 C 2110101 MATERIAIS 30/10/14 21 22/12/14 21 22/12/14 21 30/12/14 21 .536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO .536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS .536,84 D 5220499 GERAIS .536,84 C 2110101 MATERIAIS 30/12/14 21 31/12/14 21 31/12/14 21 31/12/14 21 31/12/14 21 31/12/14 21 .536,84 D 2110101 MATERIAIS BANCOS - ESCRITÓRIO .536,84 C 1110201 CENTRAL OUTRAS DESPESAS ■536,84 D 5220499 GERAIS OUTRAS DESPESAS .536,84 C 5220499 GERAIS OUTRAS DESPESAS .536,84 D 5220499 GERAIS OUTRAS DESPESAS .536,84 C 5220499 GERAIS .536,84 C 2110101 MATERIAIS SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026132 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026132 PGTO NF :000026132 - GRANERO PGTO NF :000026132 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026398 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026398 PGTO NF :000026398 - GRANERO PGTO NF :000026398 - GRANERO SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026229 EXCL NF.:SERVICO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF NF 000026229 31/12/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS 31/12/14 21.536,84 C 2110101 MATERIAIS 31/12/14 21.536,84 D 2110101 MATERIAIS SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026229 EXCL. NF.:SERVICO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF NF 000026229 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026229 EXCL. NF.:SERVICO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF NF 000026229 SERVIÇO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF.NF 000026229 EXCL. NF.rSERVICO CONTRATADO DE TERCEIRO - GRANERO REF NF 000026229 53
  19. 19. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO Observa-se, portanto, a interposição da CONSTRUTORA OAS, comandada por JOSÉ ADELMARIO PINHEIRO FILHO, para ocultar valores pagos por esta ao INSTITUTO LULA, em benefício direto de LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA, em ação intermediada por PAULO TARCÍSIO OKAMOTO. °^ido acercados ^^^fAUL^TARÇISIO OKAMORO afirmou que: (CONSULTAR ANEXO 07) No di. í- hÍ " qUe ° INü ' " U ÍU 1U ls3|,. Sabe os motivos pêlo^w* aC^iSSiSV qUatrocontrato com a GRANEROI!ais a C0NSTRUTORA OAS celebrou esse ex-Pres,üente possui um^o TceZ㣣^7* í dít° ™*™™*- como o Para guardar, o declarante e^oU em coma.o ™%na° ha™ Um '°Ca[ ^"^ poss.bílidade deles apoiarem com^tocâò E,« SST °AS e venflC0u a OE BENS tem relação com aquelesbnsdop.P T™* de ARMAZENAGEM SILVA que motivou a solicitação dn « ex-Pres'dente LUIZ INÁCIO LULA DA £ (CONSULTAR ANEXOo °A ^^0^^:° ^T™ f* "^ S-nformou que a contratação cessou em «i- P ü mforma«oes ao MPF e CONSTRUTORA OAS não reSSi o, bên, ri í ™'™ G ^ DÍSSG ainda «« a qual a OAS se recusou a retiraiosbe ^OHdepos'to' Sabe *»r o motivo pelo pres-dencia, não eram ^T^^J^'"?^ S'm D°'s b sim: O que estava armazenado „,^GRANERO cartas, documentos. Nvros. puW.«cões obl.ns Zf va, cornem m contrataPda tt^^i.1^^^ .NÁr.n ■... An íÍd° de que a OAS teria "aPoiado" LU.S presença considerado "acen,o presidenciar. Curiosamente, ao invés de realizarem o ato por . term dI0 do ,NST,TUTO LULA, buscou-se a ocultacâo do rea, titu.ar do contrato mediante a comrateçao d.reta" pela OAS, beneficiária direta do esquema de desvios de recursos no âmbito da PETROBRAS investigados na OPERAÇÃO LAVAJATO. 54
  20. 20. POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO 4 DO INDICIAMFNTn Isto posto, INDICIO, com base no artigo 2°, § 6° da Lei n° 12.830/2013: I - JOSÉ ADELMÁRIO PINHEIRO FILHO: 1.1. Corrupção ativa, previsto no artigo 333 do Código Penal Brasileiro- CONSTRnTnDâT0U ° Pa9amen'° ^ Vanf39em indevida enquant0 responsável pelaCONSTRUTORA OAS S.A., em concurso com PAULO ROBERTO VALENTE GORDILHO dTSr lnZT° da OASi consistente na realizaçao de reformas n° ^™«° 174o d ,o SOLARIS, no GUARUJA, devidamente descritas e ava,,adas no ,audo pericial n* 92 724, T, , ' 777189'13)' mÓV6ÍS (R$ 32000°'00) 6 ^etrodomésticos ( R$19.257,24), totalizando R$ 1.116.446,37; CONSTRMTnn/^c°U ° Pa9ament° * V3nta9em ind6VÍda enquant0 «sponsavel pelaCONSTRUTORA OAS s consjsten(e ^ pagamen(o ^ despesas ^ ^^ P pertencentes a LUIS INACO LULA DA SILVA junto à GRANERO TRANSPORTES LTDA conforme apontado no corpo do presente despacho consistente na armazenagem de dez ,e,neres, no período de C1.0L2011 a 17.01.2016, que totalizaram 61 pagamen os mensa que alcançam o valor de R$ 1.313.747,24 ; "ensais IA Falsidade ideológica, previsto no art. 299 do Código Penal Brasileiro- - atuou na celebração de contrato de prestação de se-viços de armazenamento •deolog.camente falso com a GRANERO TRANSPORTES LTDA, conforme já exposto; I.3. Lavagem de capitais, previsto no art. 1° da Lei n° 9 613/98- - dissimulou o recebimento de vantagens ilícitas consubstanciadas no ;;:;"5"0 apartamemo' devid~ " si: 55
  21. 21. mê POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO totalizam o valor de R$ 1.313.747,24 em benefício de LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA; II - LUIS INÁCIO LULA DA SILVA: Brasiieiro: "' ^^ ^'^ ^'^ "° "* 31?' C3pUt' d° Códi9° Pe"a' por parte de JOSE ADELMARIO PINHEIRO FILHO de reformas no apartamento 174 do Edifício SOLAR,S, no GUARUJÁ, devidamente ::::: av?das::laudo periciai n s 724,Z TZ R '13)' ^^ <R$ 32a°00'00) e e'e«cos ( R$19.257,24), totalizando R$ 1.116.446,37; recebeu vanta3e™ indevida por parte de JOSE ADELMARIO PINHEIRO DTsZtt0 de despesas de armazena9em do bens perte—s a ^LULA DA SILVA junto a GRANERO TRANSPORTES LTDA, conforme apontado no resen, d ch0, stente ng armazenagem ^ ^ ^^ ; J™ ^^ - 1.313 747,2! '" aram ^ Pa9amen'°S menSaiS qUe alCa"?am ° valor * W M.2. Falsidade ideo.ógica, previsto no art. 299 do Código Pena. Brasileiro - atuou na celebração de contrato de prestação de serviços de armazenamento ■deolccamente fa.so com a GRANERO TRANSPORTES LTDA, conforme » expôs" H.3. Lavagem de capitais, previsto no art. 1° da Lei n° 9.613/98- o recebimento de vantagens ilícitas consubstanciadas no 56
  22. 22. 1' POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO prestados ao INSTITUTO LULA; III - MARISA LETICIA LULA DA SILVA: Brasileiro: ^"""^ ^^ PreVÍSt° "" ^ ™' CapUt' do Códi9° ""«' POT Parte de JOSE ADELMARIO PINHEIRO FILHO de reformas no apartamento 174 do Edifício SOLARIS, no GUARUJÂ, devidamente desertas e aval.adas no laudo pericial n« 375/2016-SETEC/SR/DPF/SC (evento 1 - LAUDO^ Z12T ,77ias no imóvel avaliadas em obras (R$ ™13>.eletrodomésticos (R$ 19.257,24), totalizando R$ 1.116.446,37; III.2. Lavagem de capitais, previsto no art. 1° da Lei n° 9 613/98- paaamentn H T de vanta9ens »'<*as consubstanciadas no pagamento de obras reahzadas no apartamento, devidamente detalhadas e precificadas no laudo per,c,a, „• laudo pericial n« 375/2016-SETEC/SR/DPF/SC (evento 1 - LAUDO3) q pontam melhorias no imove, avaüadas em obras (R$ 777,89,13), moveis (R$ 320 000 00) eletrodomest,cos( R$19.257,24), totalizando R$1.116.446,37. VI - PAULO ROBERTO VALENTE GORDILHO: IV.1. Corrupção ativa, previsto no artigo 333 do Código Penal Brasileiro- que apontam meihorias no imóvel avaliadas em obras (R$ 777 89 Z m !i' 320.000,00, e eletrodomésticos ,R$ 19.257,24), totaüzando R$ !"16.446,37 ' $ IV.2. Lavagem de capitais, previsto no art. 1o da Lei n° 9.613/98: 57
  23. 23. 7% POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO - dissimulou o recebimento de vantagens ilícitas consubstanciadas no pagamento de obras realizadas no apartamento, devidamente deta,hadas e precificadas no :rr "setec/sr/dpf/sc ím1 lo :rr , /sr/dpf/sc íevem°1 - laud°^ <- — *■**» 5 ; T " 6m °braS ÍR$ 777189'13)- mÓV6ÍS ÍR$ 320-000^ • e,etrodomésticos (R$19.257,24), totalizando R$ 1.116.446,37; V - PAULO TARCÍSIO OKAMOTO: Brasiieiro: PÇ ^^ """"^ "° "* ^ CaPUt' d° CÓdÍ9° Penal P°r PartS de JOSE ADELMÁRIO PINHEIRO rsza9amento de despesas de armazenagem d°bens pertencent-a lh h ' ° " ^^^ TRANSPOR^S LTDA, conforme apontado node h0, consistente na armazenagem de ^ ^^ ^ ^ ^ « V.2. Falsidade ideológica, previsto no art. 299 do Código Penal Brasileiro- - atuou na celebração de contrato de prestação de serviços de armazenamento ideologicamente ,a,so com a GRANERO TRANSPORTES LTDA, conforme já exposto; V.3. Lavagem de capitais, previsto no art. 1° da Lei n° 9.613/98- 2. £ laudo pericial n° 375/2016; - dissimulou, com a celebração de falso contrato de prestação de serviços dearmazenage Junt0 à GRANERQ[ ^ ^ ^ ^ ^ _ JJ mensais que alcançam o valor de R$ 1 313 747 24- Considerando que a posição reiterada dos relacionados 1a empresa OAS em 58
  24. 24. a.ns POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANÁ DRCOR - Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado Grupo de Trabalho Operação LAVAJATO manter-se em silêncio, nestes autos já evidenciada com a oitiva de PAULO GORDILHO (fl 80) mao de esclarecer os fatos investigados, conforme já objeto de petição em feito conexo; Cons.derando ainda que PAULO TARCSIO OKAMOTO e LUIS INÁCIO LULA DA Imos com 0 d rt ímesmos, com os devidos registros. dos 5. DA CONCLUSÃO do casal. R$ 2.430.193 BI referente a. nh,^ de reforma m custeio de armazenagem dt> hpnc Considerando-se a conclusão das investigações nos autos, queira o =-- - apreendido, caso pertinentes à presente investigação. Curitiba, 26 de agosto de 2016. cio adrianoansèlm|o Delegado de Polícia Federal Matrícula 9.837 9 59

×