Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Nota da apc e apm

19,984 views

Published on

Nota da apc e apm

Published in: News & Politics
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Nota da apc e apm

  1. 1. NOTA DA ACADEMIA PERNAMBUCANA DE CI�NCIAS E DA ACADEMIA PERNAMBUCANA DE MEDICINA EM DEFESA DA VIDA FACE A UMA SEGUNDA ONDA DA COVID-19 Nas �ltimas semanas o n�mero de casos positivos de pessoas acometidas pela Covid-19 cresceu de forma muito r�pida em v�rios pa�ses levando os sistemas de sa�de aos seus limites de atendimento e resultando no aumento do n�mero de mortes. Muitas dessas mortes poderiam ser evitadas, caso a popula��o tivesse seguido normas sanit�rias b�sicas e fundamentais, as quais v�m sendo divulgadas e repetidas pela Organiza��o Mundial de Sa�de (OMS) e autoridades sanit�rias em todo o mundo. Nos pa�ses que seguem essas normas o n�mero de �bitos � muito reduzido quando comparado ao registrado no Brasil. Como exemplos, a Nova Zel�ndia e o Jap�o, este �ltimo com menos de 2000 casos de �bitos. No mundo, o n�mero de casos e de �bitos vem aumentando a cada dia, e j� se aproxima de um milh�o de pessoas infectadas a cada dois dias. Por melhor que seja o servi�o de sa�de a quantidade de �bitos est� tamb�m aumentando e os hospitais ir�o ficar superlotados em um curto espa�o de tempo. O presidente da Fran�a, Emmanuel Macron, acaba de anunciar um novo lockdown a partir de sexta-feira, dia 30, em fun��o da segunda onda da pandemia. Infelizmente, no Brasil, isto est� sendo observado no estado do Amazonas. � extremamente importante que se evite uma segunda onda da Covid-19 no Pa�s. A��es como o distanciamento entre as pessoas, o uso de m�scara, que n�o somente protege o usu�rio, mas protege as outras pessoas, a lavagem das m�os, a higiene e evitar ambientes fechados s�o atitudes de solidariedade, mas que est�o se reduzindo a cada dia em nossa sociedade e a consequ�ncia ser� o aumento do n�mero de pessoas infectadas e de mortes. � dram�tico ver as aglomera��es em festas, principalmente em com�cios pol�ticos, em v�rias cidades do Brasil, sem uso de m�scaras e sem obedecer ao distanciamento social. A nega��o da pandemia e a desobedi�ncia �s leis s�o atitudes que devem mudar de forma obrigat�ria e urgentemente, caso os governantes desejem salvar as vidas de seus governados. O que se tem observado � que muitos candidatos a cargos legislativos, que deveriam seguir as leis, n�o conseguem cumprir um decreto governamental, o qual pro�be as aglomera��es. S�o atitudes ego�stas e de falta de solidariedade para com o pr�ximo, o que est� fazendo com que o n�mero de casos da Covid-19 tenha estabilizado em alguns lugares e aumentado em outros, situa��o observada pelo servi�o de SAMU no estado de Pernambuco. Ontem, dia 28 de outubro, Pernambuco sinalizou com 807 novos casos positivos, o que indica uma varia��o de 20% para o aumento do n�mero de casos, possivelmente proveniente das aglomera��es nas �ltimas semanas. Seria extremamente apropriado e demonstraria real preocupa��o com a popula��o, que os candidatos ao pleito legislativo do pr�ximo m�s, demonstrassem ter uma atitude cidad�, seguindo as leis e as orienta��es das autoridades sanit�rias, usando m�scaras e n�o promovendo aglomera��es. Procedendo de forma contr�ria, eles ser�o representantes de quem? De um pequeno grupo de pessoas que s� se importam consigo mesmas, ignorando que tamb�m podem se tornar v�timas da pandemia.
  2. 2. A Academia Pernambucana de Ci�ncias (APC) e a Academia Pernambucana de Medicina (APM) solicitam aos candidatos o bom senso em orientar as pessoas para evitarem aglomera��es em quaisquer situa��es, e contam tamb�m com a colabora��o da popula��o. Caso n�o haja bom senso por parte dos candidatos e resposta positiva da popula��o, a APC e a APM apelam para as autoridades constitu�das tomarem as devidas provid�ncias com o rigor que a lei exige para que vidas sejam salvas, pois s�o mais importantes que quaisquer cargos pol�ticos que est�o em disputa. Jos� Ant�nio Aleixo da Silva Hildo Azevedo Presidente da APC Presidente da APM

×