Successfully reported this slideshow.

Como oferecer apoio permanente

659 views

Published on

Published in: Health & Medicine
  • Be the first to comment

Como oferecer apoio permanente

  1. 1. COMO OFERECER APOIO PERMANENTE A NUTRIZES 41 3 52 Instituto de Saúde CIP/SES-SP
  2. 2. Práticas de saúde mesmo quefavoráveis não podem prevenir todasas dificuldades com a amamentação. As dificuldades podem aparecer nasprimeiras semanas de vida do bebê emuitas mães desistem de amamentar ecomeçam a dar alimentação artificial.Em comunidades onde as mães não contam com um sistema de apoio de parentes e amigos, o profissional de saúde podeprovidenciar alguma forma de acompanhar e encaminhar as mães a grupos de apoio.
  3. 3. Como prepararas mães para aamamentação em casa ?
  4. 4. As mães devem compreender: Que sua vontade de amamentar é muitoimportante para o sucesso da amamentação. A importância da amamentação exclusiva, sem utilização de mamadeiras e chupetas. Como posicionar o bebê para que estabeleçauma pega adequada. Que a freqüência e a duração das mamadas devem ser definidas pelo bebê. O que fazer se achar que não tem leite suficiente.
  5. 5. Durante a internação todas as mães devem receber informação individual ou em grupo, de forma gradativa....6 Aproveite a presença de familiares e amigos para orientar e tirar dúvidas sobre a amamentação e os cuidados com o bebê.
  6. 6. Como preparar a mãe para a amamentação em casa Sugira que: Se alimente, de acordo com suas possibilidades, variando os alimentos. Consuma alimentos da dieta regular. Todos os alimentos são aceitáveis, se consumidos com moderação. Beba líquidos quando sentir sede. Faça, se possível, exercícios regularmente. Repouse sempre que possível. Evite consumo de álcool, fumo, cafeína em excesso e outras drogas sem orientação médica.
  7. 7. Na alta, ofereça à mãe os serviços de apoio que você conhece e sabe que funcionam Clinica de lactação Grupo de Mães Banco de Leite Consulta agendada 7 Visita domiciliar Disque amamentação
  8. 8. Se não existir clínica, grupo de apoio ou outros mecanismos para orientar e apoiar a mãe:• Ofereça orientação escrita, além da verbal.• Não permita que receba material impresso sobre alimentação artificial.• Dê o nome de alguém, com endereço e telefone, que possa contatar no hospital, ambulatório ou comunidade.• Entre em contato com a mãe para saber como está a amamentação (telefone, visita).• Agende uma consulta para o bebê na primeira semana de vida.• Reforce as orientações a um familiar ou acompanhante.
  9. 9. APOIO APÓS A ALTA Na consulta de acompanhamento do bebê Ouça as dúvidas e ansiedades da mãe e familiares. Use habilidades de aconselhamento para apoiar aamamentação. Observe a mamada. Realize a avaliação clínica do bebê. Elogie, informe e sugira. Demonstre seu interesse em apoiar a mãe sempre que se fizer necessário.
  10. 10. Convide familiares ou amigos para participar da consulta. 98
  11. 11. Amamentação por dois anos ou mais• Conforme cresce, o bebê distrai-se facilmente com ruídos e atividades ao seu redor, durante a mamada. Amamente-o num local silencioso para evitar distrações.• Por volta dos seis meses, o bebê pode começar a manifestar interesse por outros alimentos. Amamente-o primeiro, depois ofereça outro alimento.• Com a introdução de alimentos, o bebê pode querer mamar com menos freqüência. Não ofereça outro tipo de leite em substituição à amamentação a crianças abaixo de 2 anos.• O bebê não deve ser desmamado repentinamente. Deixe que ele diminua o número de mamadas aos poucos e ofereça outros alimentos diariamente.
  12. 12. Nos primeiros dias em casa, a principal dificuldade é o estabelecimento da amamentação exclusiva.Superada essa fase, é importante propiciara discussão sobre as preocupações damulher quanto ao planejamento familiar e oretorno ao emprego.
  13. 13. A amamentação como método de planejamento familiar pode ter 98% de eficácia se:• O bebê tem menos de seis meses de idade.• A mãe não estiver menstruando.• A mãe estiver amamentando de forma exclusiva ou predominante, dia e noite, sob demanda.É o Método da Amenorréia da Lactação (LAM)
  14. 14. Se a mãe quiser usar a amamentação para espaçar gestações, recomende que:• Amamente sempre que o bebê desejar.• Amamente em um peito até o bebê largá-lo espontaneamente, depois ofereça o outro peito.• Deixe o bebê sugar somente o peito, sem oferecer chupetas ou mamadeiras.• Amamente o bebê à noite sempre que acordar.• Amamente, no mínimo, dez a doze vezes em 24 horas, sem intervalos de mais de seis horas entre as mamadas.• Amamente exclusivamente até os seis meses.
  15. 15. OUTROS MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS• Todos os métodos não hormonais são adequados, pois não tem efeitos sobre a amamentação: DIU, Diafragma, Condon, Espermicidas.• Os hormonais, somente com progestágenos não tem efeito ou até aumentam a produção de leite: 11 Depo-provera, Norplant, Pílula de Progesterona.• Os hormonais combinados com estrógeno eprogesterona não devem ser usados pois podemdiminuir a produção de leite: Pílula combinada,Injeção mensal
  16. 16. Informe sobre os direitos da mulher trabalhadora LICENÇA MATERNIDADEÀ empregada gestante é asseguradalicença de 120 dias consecutivos,sem prejuízo do emprego eda remuneração, podendo terinício no primeiro dia do nono mêsde gestação, salvo antecipaçãopor prescrição médica.Constituição federal, Artigo 7º, Inciso XVIII
  17. 17. Direito à garantia do empregoÉ vedada a dispensa arbitráriaou sem justa causa da mulhertrabalhadora durante o períodode gestação e lactação, desdea confirmação da gravidez até 10cinco meses após o parto. Constituição federal, Artigo 10, Inciso II
  18. 18. Direito à crecheTodo estabelecimento queempregue mais de trinta mulherescom mais de 16 anos de idadedeverá ter local apropriado, ondeseja permitido às empregadasguardar sob vigilância eassistência seus filhos no período 11de amamentação. Essa exigência poderá ser suprida por meio de creches distritais mantidas, diretamente ou mediante convênios, com outras entidades públicas ou privadas como SESI, SESC, ou entidades sindicais. CLT, Artigo 389, Parágrafos 1º e 2º
  19. 19. Pausas para amamentarPara amamentar opróprio filho, até que 12este complete seis meses de idade, a mulher terádireito, durante a jornada de trabalho, a doisdescansos especiais, de meia hora cada um.Quando exigir a saúde do filho, o período de seismeses poderá ser dilatado a critério daautoridade competente. CLT, Artigo 396, Parágrafo único
  20. 20. LICENÇA PATERNIDADE13 Todos os trabalhadores têm direito a 5 dias consecutivos, sem prejuízo da remuneração, pelo nascimento ou adoção de filhos. Constituição federal, Artigo 7º, Inciso XIX
  21. 21. Licença-maternidade da mãe adotiva Lei 10421 de 15/04/2002 até 1 ano – 120 dias 1 a 4 anos – 60 dias 4 a 8 anos – 30 dias14
  22. 22. Questões para debate Ver livro Manejo e promoção do aleitamento materno...• O que poderíamos dizer a uma gestante sobre seus direitos, após o nascimento do bebê?• Para onde poderíamos encaminhar nutrizes, após receber alta hospitalar?• Como podemos orientar uma nutriz quanto ao desmame?

×