Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

CURSO BÁSICO RADTECH - MÓDULO 2

446 views

Published on

Equipamentos para processo uv e radiometria

  • Be the first to comment

CURSO BÁSICO RADTECH - MÓDULO 2

  1. 1. EQUIPAMENTOS TÍPICOS ARCO ELETRICO MICROONDAS LED UV
  2. 2. UV ACIONADO POR ARCO ELÉTRICO
  3. 3. UV ACIONADO POR ARCO ELÉTRICO Componentes do equipamento • • • • • • • Lâmpada com eletrodo Refletor Transformador de Alta Tensão Capacitores Reles de alta tensão Refletores Exaustores
  4. 4. LÂMPADAS UV ACIONADAS POR ARCO ELÉTRICO
  5. 5. UV ACIONADO POR ARCO ELÉTRICO Principais Características: • Lâmpadas com comprimentos de 12mm a 3.4 metros • Garantia de irradiação UV entre 1500-2000 horas • Espectros disponíveis: Galio, Ferro, Mercúrio • Produz maior quantidade de calor • Refletores focados e desfocados • Necessita controle de emissão constante
  6. 6. UV - MICROONDAS
  7. 7. UV - MICROONDAS Principais Vantagens da tecnologia • Altas potências de emissão • Lâmpadas de 150mm e 250mm de comprimento • Sistemas modulares • Garantia de irradiação UV estável por toda a vida da lâmpada • Vida útil de 6000 a 8000 horas (garantida) • Baixa manutenção • Reinicio Rápido (8-20 segundos) • Potência Regulável
  8. 8. UV - MICROONDAS Componentes do equipamento • • • • • • Lâmpada SEM eletrodo Magnetrons Refletor Ventilador Cabos de interconexão Unidade de Potência (capacitores, transformadores, etc.)
  9. 9. UV - MICROONDAS
  10. 10. UV - MICROONDAS
  11. 11. ALGUNS ESPECTROS DISPONÍVEIS H BULBS 10 inch bulb, 300 w/inch
  12. 12. Fatores que afetam a irradiação • Potência emitida (watts) • Eficiência do bulbo • Diâmetro do bulbo • Forma do refletor • Refletividade • Manutenção
  13. 13. Cuidados Localização imprópria da tomada de Ar A tomada de ar para resfriamento de lâmpadas e fontes não deve permitir aspiração de poeira e outros contaminantes para o fluxo de ar do sistema
  14. 14. Cabine de pintura Spray muito próximo do sistema UV O balanceamento impróprio do fluxo de ar nas cabines de spray pode causar risco de ignição ou contaminação. O coating pode ser sugado para dentro do UV e contaminar lâmpadas, refletores e filtros resultando em redução de emissão de UV e da vida do bulbo
  15. 15. Filtragem do Ar Recomenda-se filtros tipo saco em ambientes altamente contaminados • • • • Auto-limpante, baixa manutenção Alta eficiência (comparado com filtros HEPA) Capacidade para grandes volumes e pressões De fácil instalação
  16. 16. UV – LED (Light- Emitting Diode)
  17. 17. UV - LED Componentes do equipamento • Irradiador LED UV • Cabos de energia • Unidade de controle (remota ou integrada) • Unidade de resfriamento (remota ou integrada)
  18. 18. UV - LED Principais Vantagens da tecnologia Longa Vida Baixo consumo de energia Baixa dissipção de calor Design Compacto Liberdade de design Liga e desliga Instantaneamente Regulável Ecológico
  19. 19. UV – LED Janela de trabalho -> 365 a 465 nm
  20. 20. RADIOMETRIA
  21. 21. RADIOMETRIA PARA QUE? •Controle  do  processo  de  produção •Repetibilidadede  resultados •Laboratório  vs  produção •Evitar  troca  desnecessária  de  lâmpadas  e  refletores •Evitar  parada  desnecessária  do  processo
  22. 22. O QUE MEDIR? • Irradiância ou Pico de irradiância – W/cm mW/cm2 • Distribuição de espectro – radiação emitida x comprimento de onda • Energia – quantidade de irradiação recebida pelo substrato no trajeto sob UV – J/cm/ mJ/cm2 • IR – Infravermelho ou calor (subproduto do UV)
  23. 23. UVA, UVB, UVC, UVV??? Adotou-se a mesma designaçao usada na fisiologia que graduava os danos causados ao tecido orgânico pelos raios ultravioletas de acordo com a gravidade UVA, UVB, UVC.
  24. 24. O QUE É O QUE??? UVC 200 – 280nm UVB 280 – 315nm (Lâmpadas de Mercúrio)
  25. 25. UVA 315 – 400nm Lâmpadas  de  mercúrio    “aditivadas  com  ferro” E LED UV
  26. 26. UVV acima de 400nm Lâmpadas  de  mercúrio    “aditivadas  com  gálio” E LED UV
  27. 27. O QUE CONSIDERAR AO OPTAR POR UM RADIOMETRO • Responsividade (Que comprimentos de onda lê) • Resposta Limiar mW/cm2 • Tolerância de temperatura • Range de energia J/cm • Instantaneo ou a média de pico • Está calibrado para meu tipo de equipamento?
  28. 28. PROCESSO CONTROLADO RESULTA EM PROCESSO DE SUCESSO!

×